Logo do github

GitHub fala sobre mercado de desenvolvedores no Brasil

Avatar de bruno martinez
Entrevistamos Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil, e falamos sobre as novidades do GitHub Universe 2022 e a comunidade brasileira

A segunda semana de novembro de 2022 foi marcada pelo GitHub Universe 2022, grande evento anual utilizado pela empresa para divulgar novidades para o mercado de desenvolvedores no Brasil e de todo o mundo.

O Showmetech teve a oportunidade de falar com Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil, sobre como os profissionais de tecnologia atualmente usam a ferramenta para diversas frentes e como tem sido o crescimento da comunidade brasileira, que já é a terceira maior fora dos EUA, atrás apenas de Índia e China. Confira todos os detalhes agora mesmo.

Mercado de desenvolvedores no Brasil ainda tem falhas

Entre outubro de 2021 e 2022, 924 mil desenvolvedores brasileiros se cadastraram no GitHub, adesão que ajudou o número total a chegar à casa dos 3 milhões. Este feito deu ao Brasil o título de terceira maior comunidade de desenvolvedores fora dos EUA.

Profissionais do mercado de desenvolvedores no brasil
Brasil tem cerca de 3 milhões de desenvolvedores com contas no GitHub (Foto: Reprodução/Internet)

Apesar disso, Julio Viana lembra que ainda temos muito a melhorar em questão de processos. Falta muito investimento em pessoas para que o Brasil se torne uma referência ainda maior quando se fala de desenvolvimento de softwares.

O Brasil tem um gap, uma falta de desenvolvedores absurdamente grande. Então precisamos ter uma maior cobertura de pessoas hoje porque simplesmente não temos quem contratar. Temos um gap para o mercado brasileiro absurdamente grande. Por mais que tenha crescido, o Brasil ainda é o terceiro maior mercado fora dos Estados Unidos, perdendo apenas para Índia e pra China. 

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Ele comenta que apesar do número de brasileiros cadastrados no GitHub ter crescido, ainda há muito a ser feito e principalmente que a demanda de projetos não é de acordo com o número de projetos disponíveis. A resolução do problema está no investimento de empresas em programas de capacitação para todos os brasileiros.

Eu acho que o grande problema está no acesso à informação, às universidades e à formação. por si só. Hoje no Brasil, temos diversos programas que as grandes empresas começam a patrocinar para exatamente levar essa capacidade até comunidades mais necessitadas providenciar, proporcionando esse tipo de coisa, o acesso melhor a formação de desenvolvedores. 

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Em todo o mundo, há cerca de 94 milhões de desenvolvedores que trabalham diariamente no GitHub e é esperado que o número de 100 milhões seja atingido em breve. Ao mesmo tempo, a falta de pessoas ainda atinge o mundo e principalmente as empresas. É difícil dizer o tamanho da demanda do mercado empresarial, uma vez que os dados são bastante privados, mas o Brasil precisa investir em pessoas o mais rápido possível.

Os ambientes corporativos são blindados, mas a gente tem muita capacidade de crescimento e uma grande necessidade em nosso país. Este é um problema global, mas no Brasil, ainda é um problema crítico. 

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Julio ressaltou que a região Sudeste é que mais concentra desenvolvedores no Brasil, mas há muitos polos relevantes no Nordeste, com destaque para Pernambuco. Florianópolis é a cidade que mais se destaca na região Sul e ambas as regiões estão bastante iguais em relação à relevância. Brasília vem logo depois, mas com uma região um pouco menor de profissionais.

Fintechs brasileiras são grandes adeptas do GitHub

Julio Viana compartilhou no bate-papo que teve com o Showmetech que 95% das fintechs brasileiras usam o GitHub em seu dia a dia para cuidar de todas as demandas. Um dos casos de sucesso inclui o Nubank, que nasceu e ainda opera dentro da plataforma como um dos maiores bancos do Brasil. Viana também comenta que empresas grandes estão usando o GitHub no processo de modernização.

Podemos dizer que o ambiente enterprise é um dos maiores do Brasil. A Via Varejo, uma companhia teoricamente antiga, com um legado de código muito pesado muito vasto, se modernizou e se reinventou dentro do GitHub. A Ford, empresa centenária, hoje está utilizando o GitHub em larga escala e mais recentemente dentro do Brasil, também é um mega caso de sucesso conosco.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Outra empresa brasileira que usa o GitHub é o Itaú, que atualmente cuida de todo o processo de desenvolvimento na plataforma de desenvolvimento. O banco opera com seu site, aplicativo e demais transações financeiras.

Como o Brasil cresceu tanto no GitHub em 12 meses

O executivo ressalta que a vontade do brasileiro em crescer dentro de diversos mercados foi essencial para que tantos novos cadastros fossem realizados dentro do período de 365 dias. Viana também conta que os profissionais têm características únicas.

O desenvolvedor brasileiro tem uma característica que se destaca muito se você comparar com o resto do mundo. Ele é um desenvolvedor com uma capacidade criativa e de inovação maior do que esperamos de profissionais de outra parte do mundo. Ele é, de certa forma, autodidata. A comunidade brasileira tem muita carência de acesso à informação, de acesso às universidades e acesso às academias de formação. Então ela se torna muito autodidata, mesmo com poucos recursos. 

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Ele destaca que o GitHub se destaca por ser uma ferramenta gratuita para todos que possuem interesse em utilizar a ferramenta. Basta vontade de usar e um endereço de e-mail e pronto, o acesso estará liberado.

E mais do que isso, com tudo o que estamos colocando no mercado hoje, como o lançamento do Copilot, há um apoio em exponenciar esse tipo de aprendizado e a curva de adoção de código de uma maneira muito mais simples e mais rápida. Não há dúvida de que há um mercado muito positivo ainda pela frente dentro do nosso país. 

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Aceitação do GitHub Copilot

Uso prático do github copilot
Assistente virtual será liberado para empresas antes do fim de 2022 (Foto: Reprodução/GitHub)

Lançado para desenvolvedores individuais em junho de 2022, o evento realizado em novembro do mesmo ano trouxe e novidade de que o assistente para o desenvolvimento de softwares será finalmente lançado para empresas. A companhia está animada para dar este passo que ajudará companhias que atendem diversos mercados.

Até dezembro de 2022, faremos o lançamento do Copilot para empresas. Uma vez liberada, a ferramenta vai ser consumida na mesma forma que nos ambientes open source, mas com uma característica particular de ter a capacidade de aprendizado muito mais focada em seu ambiente.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

O executivo também lembrou que o lançamento anunciado durante o GitHub Universe 2022 é bastante esperado por empresas e esperar que uma nova etapa no uso da ferramenta seja inaugurada. Pessoas que trabalham em projetos de código aberto possuem acesso ao Copilot, mas em questão de empresas, a segurança está sendo tratada como maior prioridade.

Temos uma preocupação muito grande com segurança de código, desde a concepção de projeto até a entrega para produção. Imagine se você pede um iFood com o seu app que está travando ou com uma vulnerabilidade de código no momento de pagamento com cartão de crédito? Isso é crítico e muito sério.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Com o amplo conhecimento de todas as etapas do processo documentadas e a ampla visão dos profissionais que trabalham no projeto, os erros ficam mais fáceis de serem detectados e claro, corrigidos.

Quando se começa a corrigir esse tipo de coisa desde a criação do produto, o projeto é muito mais barato e ainda evitamos uma vulnerabilidade de código em produção exposta para o mercado. É muito mais barato se tudo for tratado desde o começo.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

Julio concorda que as empresas precisam entender que o processo de desenvolvimento é contínuo e o processo de entrega é apenas uma parte do processo em vez de ser o fim.

Muitas empresas que nasceram no âmbito digital já entendem isso desde sua fundação. Elas já têm isso no DNA. As empresas mais tradicionais já passaram a entender isso e estão entrando nessa curva de aprendizado e de adoção. Por mais que ainda tenha uma mentalidade um pouco tradicional. Claro, com as tentativas de invasão, sequestro de informação, sequestro de informação e servidor, todo esse tipo de coisa. Elas já estão se adequando, já adotando uma característica e mentalidade mais cloud native com desenvolvimento focado em agilidade, em vez de ser uma empresa de software.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

 Github Sponsors

Logo do  github sponsors
Sponsors é apenas um dos programas a incentivos de desenvolvedores (Foto: Reprodução/GitHub)

Finalizando a entrevista, Julio lembrou sobre o programa da empresa que permite o patrocínio de projetos de código aberto, que também conta com remuneração. O Brasil é um dos que mais participam do programa e inclusive está dentro do top 10 de países com projetos mais aceitos.

A partir do momento que fizemos o lançamento, globalmente falando, o Brasil se tornou top 10 de imediato, porque o brasileiro continua colaborando e colocando projetos relevantes e contribuindo para a comunidade de software mundial de uma maneira muito rápida e muito massiva. Isso quer dizer muita coisa para o GitHub e para o desenvolvedor interessado em procurar o patrocínio. Hoje em dia, basta abrir nossa plataforma e procurar emprego, patrocínio e o que mais for necessário para que tudo saia do papel. Você consegue fazer as duas coisas de uma maneira muito simples e muito rápida. Mais alguns anos e isso será uma realidade para muitos países pelo mundo, inclusive nos Estados Unidos.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

O brasileiro é bastante criativo e é necessário que mais empresas prestem atenção neste tipo de profissional para que bons projetos sejam colocados em prática.

Eu vi um projeto recente de um assistente de leitura para tablet, onde ele fazia animações de acordo com o conteúdo de um livro. Você lia em voz alta para o tablet e ele conseguia reconhecer sua voz, assim como o que você estava lendo. Então, eram criadas animações que ajudam na compreensão e também influenciam a leitura desde muito cedo.

Julio Viana, Gerente Regional do GitHub no Brasil

O cadastro de projetos pode ser feito diretamente na página oficial do GitHub Sponsors, por qualquer usuário que tenha uma conta na ferramenta de desenvolvimento de softwares.

O que você acha que falta para o mercado de desenvolvedores no Brasil ser ainda maior? Diga pra gente nos comentários!

Veja também

Confira todos os anúncios do GitHub Universe 2022

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados