IBM patenteia smartwatch dobrável que se torna em tablet

IBM
Em uma guerra dos lançamentos dos smartphones dobráveis, a IBM faz diferente e registra patente para um smartwatch dobrável que se torna um tablet

A IBM mais uma vez pensou fora da caixa e registrou uma patente para o primeiro smartwatch dobrável. Enquanto todos esperavam por sua própria versão do smartphone dobrável, e, no processo, coletando sucesso e falhas, a empresa arrisca em um lance fora da curva e aposta em um dispositivo que se desdobra e cumpre muito bem as funções de smartwatch e tablet.

A patente, publicada pelo Escritório de Marcas e Patentes dos EUA no dia 11 de junho de 2019, e descoberta pela editora de tecnologia holandesa Lets Go Digital, tornou de conhecimento público o registro, acabou pegando a todos de surpresa.

Afinal, acompanhando o histórico da empresa, que hoje tem como principal foco em consultoria, Inteligência Artificial e computação quântica, parece pouco provável que a IBM arriscaria, em algum momento, no lançamento de um produto de consumo, especialmente em um setor até então pouco explorado quando o smartwatch dobrável.

A iniciativa da IBM parece coerente, porém, dado ao grande interesse de outras empresas de tecnologia, muitas delas líderes do setor de consumo, desdobrarem-se, literalmente, ao oferecer um produto dobrável. Foi o caso da Samsung e da chinesa Huawei, que, em suas tentativas, precisaram reaver seus projetos de modo a melhorar a característica dobrável de seus produtos.

O smartwatch dobrável da IBM

O smartwatch dobrável é capaz de desdobra-se em até, no máximo, oito paineis, cumprindo muito bem as funções de um tablet ou de um smartphone
O dispositivo é capaz de desdobra-se em até, no máximo, oito painéis, cumprindo muito bem as funções de um tablet ou de um smartphone

Conforme a patente registrada, intitulada Tamanho de Exibição Variável para um Dispositivo de Exibição Eletrônico, o produto é descrito como um dispositivo de pulseira que se parece com um relógio. Tem um display retangular no modo retrato sem molduras, algo muito próximo daquilo que já é oferecido no mercado com os smartwatchs atuais.

Sob o relógio e visor, há sete exibições adicionais armazenadas em compartimentos. Enquanto o site Lets Go Digital diz que a patente não descreve claramente como o processo de desdobramento ou montagem funciona, a IBM afirma que os usuários seriam capazes de ampliar a área da tela para até oito painéis no total, tendo cada painel dimensões de 3 x 2 polegadas. 

São 12 x 8 polegadas em seu tamanho máximo. Nesse ponto, o seu smartwatch é um tablet e cumpre muito bem todas as suas funções.  

Conceito de smartwatch dobrável a ibm
(Imagem: IBM/USPTO)

Até o momento não há informações detalhadas sobre o curioso smartwatch dobrável e tampouco se chegará ao mercado, já que o desafio de produzir esse relógio inteligente ainda é grande. Não bastasse que o projeto teve seu interesse inicialmente registrado em 2016 e sua patente devidamente aprovada agora em 2019. Nada indica que os interesses da IBM permanecem os mesmos.

Mas, caso as intenções para o desenvolvimento para o smartwatch dobrável tornarem-se verdadeiras, há uma grande possibilidade que o produto que chegue às mãos do consumidor não decepcione. Afinal, a IBM atualmente é a maior detentora de patentes de tecnologia do mundo e um dos laboratórios de inovação mais avançados do planeta. 

A IBM, até o presente momento, não teceu nenhum comentário a respeito do smartwatch dobrável ou deu algum indicativo de que o projeto continua em seus planos futuros.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba nossas notícias:
[widget id="jackmail_widget-2"]
Holler Box