Megaprojetos - msg sphere

Os 20 megaprojetos mais interessantes do mundo

Avatar of jaime ninice
Entre arranha-céus com designs únicos, esferas gigantes de entretenimento e estádios de futebol colossais, listamos os 20 megaprojetos mais interessantes atualmente

Os megaprojetos, construções em larga escala, geralmente de tamanhos grandiosos e de alto custo, estão entre as produções que mais se destacam. Seja pelo seu impacto visual e até mesmo pela função que realizam no progresso de uma nação, muitos deles seguem em construção pelo mundo, além daqueles que já existem ou que acabaram de ser inaugurados. Neste artigo, iremos citar alguns dos megaprojetos mais relevantes da atualidade e revelar detalhes de seus objetivos, impactos e custos envolvidos.

O que são megaprojetos?

Megaprojetos são, segundo o Dicionário Priberam, projetos de grandes dimensões. Eles são destinados a beneficiar uma grande parcela da população e compõem-se, entre outros, de enormes edifícios empresariais, fábricas com alta capacidade de produção e estruturas de entretenimento e lazer capazes de comportar multidões. Em resposta a um planeta em constante crescimento, os megaprojetos se estabelecem como construções capazes de atender a uma demanda mundial crescente de recursos para os próximos anos. 

Megaprojetos - ain dubai
Ain Dubai suspenso na Bluewaters Island. Fonte: CNBC

Os fatores a serem considerados para a construção de megaprojetos são muitos, e incluem desde projeções climáticas e a tentativa de barrar alguns efeitos naturais, até o objetivo de suprir uma necessidade no mercado futuro de um produto ou de uma forma de energia.

Em muitas ocasiões, os megaprojetos se destinam a dar suporte a uma população mundial cada vez maior, visando o futuro do país e seus moradores. Com isso, pode-se considerar um impacto dos megaprojetos associado ao país ou aos países que o financiaram e ao seu subsequente aproveitamento mundial pelo bem da qualidade de vida de uma sociedade.

Quanto custa um megaprojeto?

A questão quanto custa um megaprojeto irá depender de diversos fatores, dado o tamanho da obra, mas também ao esforço que será projetado para transformá-lo em realidade, e isso inclui o quão nova será a tecnologia utilizada. Portanto, os megaprojetos podem variar e muito quanto ao seu valor total, e, por vezes, até mesmo extrapolar os custos iniciais estimados. As cifras citadas em cada um deles irão desde faixas de milhões a algumas dezenas de bilhões de dólares (optamos por utilizar o padrão dólar americano para garantir uma unidade e efeito comparativo entre valores).

Nova capital do egito - megaprojetos
Nova Capital do Egito, um dos megaprojetos mais valiosos do mundo. Fonte: Guide Estate Egypt

A estimativa de custo inicial de um megaprojeto envolve muita pesquisa e uma quantidade certa de pessoas para ser definido, em conformidade com normas específicas, aceitação política e populacional, bom aproveitamento dos recursos e um pouco de senso e expertise técnica. Fatores como mão de obra, tecnologia empregada, tempo estimado para conclusão, área a ser utilizada e conceitos inovadores estão entre aqueles que serão majoritariamente utilizados para um cálculo mais preciso de valor.

Abaixo, selecionamos os 20 megaprojetos mais interessantes que estão em fase de produção ou que acabaram de ser concluídos no mundo. Eles estarão separados por área de atuação, entre megaprojetos na área industrial, com foco em transporte, seguidos daqueles envolvidos com o setor de entretenimento e finalizando com os mais voltados à estadia. Utilizamos, para cada um deles, uma ilustração, seguida de sua descrição e das datas de início e término de construção, bem como o de valores estimados ou findos utilizados na obra e um link para sua página oficial.

Megaprojetos na Indústria

DJI Headquarters (China)

Dji headquarters - megaprojetos
DJI Headquarters. Fonte: Foster + Partners

A gigante internacional na produção de Drones, DJI, dona de aproximadamente 70% deste mercado, terá uma nova sede na cidade de Shenzhen, China, dentro do distrito de Nanshan.

A área irá abranger 12 blocos assimétricos, dispostos em duas torres — a Torre Leste, com 212 metros de altura, que incorpora áreas de pesquisa e desenvolvimento, e a Torre Oeste, de 194 metros, onde ficarão os escritórios e o serviço ao público —, interligadas por uma grande ponte que servirá também para apresentação dos novos produtos da empresa. Tudo isto situado em um espaço térreo de 17.606 m² e um total de 160.000 m² que carregará muita eficiência e sustentabilidade em uma comunidade flutuante.

O design futurista e diferenciado do DJI Headquarters (que mais parece composto por gigantes blocos flutuantes) será coberto por espaços verdes, composto por jardins de muita vegetação, tanto na área terrestre quanto aérea, para serem contemplados e permitirem uma renovação de ideias entre funcionários e também visitantes.

O projeto, que tem previsão de conclusão para 2023, é um reflexo positivo para o marketing da empresa e sua construção está a cargo das empresas ARUP, responsável pela engenharia, em conjunto com a Foster + Partners que assina a arquitetura. Segundo o diretor executivo desta, Grant Brooker, “o objetivo é criar um ambiente único que agrega os espíritos de invenção e inovação que permitiram à DJI a liderança mundial nas áreas de tecnologia e robótica“.

Período de construção: 2016 – 2023

Valor: U$ 17 Bilhões

Sites: https://www.fosterandpartners.com/projects/dji-headquarters/ https://www.arup.com/projects/dji-headquarters

Gigafactory Berlin-Brandenburg (Alemanha)

Gigafactory berlin-brandenburg - megaprojetos
Tesla Gigafactory Berlin-Brandenburg. Fonte: Tesla

A Tesla, gigante na produção de veículos elétricos e seus componentes, recentemente, abriu as portas de sua mais nova fábrica na cidade alemã de Grünheide, a Gigafactory Berlin-Brandenburg, classificando-se como o local mais avançado para produção de automóveis elétricos do mundo. Em um espaço equivalente a 420 campos de futebol, estima-se que a empresa tenha capacidade para postos de trabalho disponíveis a 12.000 pessoas e cerca de 10.000 carros produzidos por semana. 

Anúncio e abertura ao público da Gigafactory Berlin-Brandenburg. Fonte: Tesla

O anúncio da produção se deu em uma fala do CEO da Tesla, Elon Musk, em 2019 e a festa de abertura da fábrica ocorreu em 9 de outubro de 2021, organizada para os moradores da região de Berlim e Brandemburgo, com direito à visita por dentro dos vários setores de produção da marca, incluindo um teste no mais recente automóvel da empresa, o Model Y. Contudo, a empresa ainda aguarda uma aprovação final para sua abertura formal após mudanças em sua estrutura.

Sendo assim, a mais nova fábrica da Tesla Gigafactory Berlin-Brandenburg demonstra o crescimento da marca e sua valorização mundial com uma empresa de proporções gigantescas e que possui capacidade para captar e armazenar energia solar e eólica, mirando na evolução e na sustentabilidade.

Período de construção: 2020 – 2022

Valor: U$ 7 Bilhões

Site: https://www.tesla.com/giga-berlin

Grand Ethiopian Renaissance Dam (Etiópia) 

Situado na região de Benishangul-Gumuz, na Etiópia, a hidrelétrica Grand Ethiopian Renaissance Dam (GERD), também conhecida como Millennium Dam, tem previsão de conclusão para 2022, após mais de 10 anos de desenvolvimento, ficando ao lado de mais dois outros megaprojetos na África, como a Nigéria Eko Atlantic e a Nova Capital do Egito (leia abaixo). Caracterizada como a maior barragem hidroeléctrica da África, com 155 metros de altura e 1.800 metros de extensão ao redor do Rio Nilo Azul, o projeto conseguirá sustentar até 74 km³ de água e gerar 6,45 Gigawatts de energia quando concluída. 

O GERD pretende transformar a produção de energia na Etiópia e será bastante útil na conservação de água em comparação com outras hidrelétricas do país. Contudo, muitas causas foram estabelecidas para sua construção, tal como a realocação de 20.000 pessoas para viabilizar o desenvolvimento do projeto.

Período de construção: 2011 – 2022

Valor: U$ 4,8 Bilhões

Site: https://www.hidasse.gov.et/

ITER (França)

Também conhecido como International Thermonuclear Experimental Reactor (Reator Experimental de Fusão Nuclear, em português), o ITER tem como proposta revolucionar o setor mundial de geração de energia através de reações de fusão de hidrogênio, similares ao que acontecem no núcleo solar e nas estrelas, com a pretensão de garantir energia infinita para o planeta.

A construção do megaprojeto, que está em fases avançadas, está se dando ao sul da França, na região de Saint-Paul-lez-Durance, em um terreno de 180 hectares. Ele será composto por três edifícios principais, incluindo uma central magnética gigante em formato de anel, também conhecida como o reator experimental Totamak — cuja estrutura utilizou o emprego de 10 tipos de concreto para proteção dos empregados contra a radiação —, responsável pela reação de partículas que esquentarão a uma temperatura de mais de 150.000.000 °C.

O projeto ITER está sendo financiado de forma colaborativa por 35 países, entre os quais Estados Unidos, China, Índia, Rússia, Coreia do Sul, Japão, Suíça e os países da União Europeia, cujo objetivo é verificar a viabilidade comercial em larga escala desta nova fonte de energia líquida, livre de carbono, e sua sustentabilidade. É uma das prioridades do U.S. Department of Energy Office of Science e tem por meta impulsionar mundialmente a energia de fusão nuclear.

Período de construção: 2010 – 2025

Valor: U$ 20 Bilhões 

Site: https://www.iter.org/

The MOSE Project (Itália)

Para prevenir os alagamentos cada vez mais constantes devido às mudanças climáticas na região de Veneza (o último incidente aconteceu em 2019, e deixou os níveis d’água a dois metros de altura acima do normal), foi proposta a construção do megaprojeto MOSE, iniciais para Modulo Sperimentale Elettromeccanico (Módulo Experimental Eletromecânico, em português).

O objetivo do MOSE é o de proteger a cidade veneziana e sua lagoa e vegetação de marés com até três metros de altura. Para isso, o projeto consiste em 58 portões — distribuídos pelas três entradas da região: os portos de Lido, Malamocco e Chioggia — que se elevam para evitar a cheia, e retornam para abaixo dos níveis comuns para continuar possibilitando a entrada de embarcações na região em épocas normais.

Período de construção: 2003 – 2022

Valor: Mais de U$ 6,6 Bilhões

Site: https://www.mosevenezia.eu/

Megaprojetos no Transporte

Chuo Shinkansen (Japão) 

A nova linha de trem japonesa Chuo Shinkansen está em construção e pretende deixar as viagens mais curtas entre cidades na terra do sol nascente. O objetivo principal é ligar Tokyo a Osaka em um trajeto que durará aproximadamente 67 minutos, utilizando-se da tecnologia de ponta Maglev (magnetic levitation, ou levitação magnética em português), capaz de propiciar uma velocidade máxima de 603 km/h. 

A linha principal Tokyo – Nagoya – Osaka — inicialmente planejada para conectar Tokyo a Nagoya em 40 minutos, com previsão de término em 2027 —, contará com paradas nas províncias de Hashimoto (na prefeitura de Kanagawa), Kōfu (Yamanashi), Iida City (Nagano), e Nakatsugawa (Gifu), além das estações de Shinagawa e de Nagoya. 

O projeto total será majoritariamente subterrâneo, com um dos túneis mais fundos do Japão, passando a 25 km abaixo dos Alpes japoneses, e será construído em cima de uma linha de teste já existente, a Yamanashi Test Track, utilizada para testes de pesquisa e desenvolvimento nos anos 1970. Sendo assim, o Chuo Shinkansen terá no total 256,6 km de túneis, 11,3 km de pontes, 23,6 km de viadutos e 4,1 km de leitos ferroviários.

Período de construção: 2014 – 2027 / 2037

Valor: U$ 64 Bilhões

Sitehttps://www.jrailpass.com/blog/chuo-shinkansen-maglev

O’Hare 21 (EUA)

Os trabalhos de melhoria em torno do Aeroporto Internacional de Chicago O’Hare, o projeto O’Hare 21, compõem-se majoritariamente da expansão do terminal 5 e subsequente transformação do terminal 2, visando uma maior acomodação de passageiros, principalmente com os eventos da Copa do Mundo FIFA em 2026 e os Jogos Olímpicos nos EUA em 2028. O projeto é a primeira grande transformação no Aeroporto, que foi inaugurado em 1993.

O Terminal 5 aumentará sua área total em cerca de 25%, com uma expansão de mais de 27.000 m², que será construído em formato de L, acomodando grandes portões para as maiores e mais modernas aeronaves no futuro. O espaço — que irá prezar pela sustentabilidade, com vidros duráveis e iluminação circadiana, incluindo a certificação LED Silver — ainda contará com diversas lojas, modernização no sistema de transporte de bagagem, segurança e imigração, entrada de luz natural e uma linda visão do horizonte de Chicago.

O'hare 21 - megaprojetos
Transformação interna do O’Hare 21. Fonte: The B1M

Já o Terminal 2 será modificado após o término dos trabalhos no Terminal 5, que deve acontecer em 2022. Para o segundo terminal, o projeto prevê uma grande mudança, visando sua transformação em um Hub de transferência global, renomeado como O’Hare Global Terminal, e aumentando a área em 280 m² e 50 novos portões, cuja previsão de término está prevista para o ano de 2028.

Também haverão outras transformações no aeroporto, como a melhoria de terminais, adesão de novos modelos de trens para transporte entre eles, remodelação no sistema de estacionamento de aeronaves, desenvolvimento de hotéis internos, entre outros.

Período de construção: 2019 – 2022 (Terminal 5) / 2028 (O’Hare Global Terminal)

Valor: U$ 8,5 Bilhões (U$ 1 Bilhão somente para o Terminal 5)

Site: https://www.airport-ohare.com/

Riyadh Metro (Arábia Saudita)

O Riyadh Metro consiste em um projeto do sistema público de trânsito para a construção de um metrô na cidade de Riyadh, a capital da Arábia Saudita. O objetivo principal é reduzir o deslocamento de carros na cidade — que está estimada em 250.000 viagens diárias com gasto de 400.000 litros de combustível — e atender a uma crescente demanda da população, que deve crescer em mais de 33% (passando de 6 para 8 milhões) até 2030. 

Ele irá cobrir os distritos mais populosos da cidade e também centros de transporte, grandes universidades, o Aeroporto Internacional King Khaled e o Distrito Financeiro King Abdullah, tudo usando tecnologia de ponta e contando com uma arquitetura moderna, sistema de vigilância e centro de controle de última geração. Ao todo, o projeto, que pertence ao King Abdulaziz Public Transport Project e tem previsão de abertura em 2022 possui 85 estações, que irão cobrir uma área de 176 km em seis linhas de metrô, entre as quais: 

  1. Blue Line, 38km: Olaya – Batha’a; 
  2. Red Line, 25,3km: King Abdullah Road; 
  3. Orange Line, 40,7km: Al Madina Al Monawara – Prince Saad bin Abdul Rahman Al Awal road; 
  4. Yellow line, 29,6km: King Khaled International Airport Road; 
  5. Green line, 12,9km: King Abdul Aziz Road; 
  6. Purple Line, 30km: Abdul Rahman bin Aouf road – Shiekh Hassan bin Hussain bin Ali road.

Entre outras complementações, o Riyadh Metro irá contar com 25 estacionamentos, com capacidade entre 400 e 600 veículos, ônibus de transporte e vagões no metrô com separações por áreas para VIPs, solteiros e famílias.

Período de construção: 2014 – 2022

Valor: U$ 22,5 Bilhões 

Site: http://riyadhmetro.sa/en/

Taoyuan T3 (Taiwan)

Taoyuan t3 - megaprojetos
Vista do Taoyuan T3. Fonte: Arup

Um dos mais importantes aeroportos do mundo, o Aeroporto Internacional de Taipei, Taiwan Taoyuan International Airport (TPE), está prestes a ganhar um novo terminal, o Terminal 3, a ser construído entre o Terminal 2 e a Sede da companhia aérea chinesa, em uma área terrestre de 540.000 m². A proposta se deve ao crescente número de viajantes no aeroporto, que recebe comumente cerca de 25 milhões de pessoas, mas que deve subir para 60 milhões em 2030.

Apenas o novo Terminal 3 terá capacidade para receber até 43 milhões de passageiros e irá conter um novo edifício com saguão, edifício multifuncional, além de sistemas de acesso terrestre ao aeroporto e de movimentação de pessoas. O espaço se constituirá como um terminal verde e inteligente, capaz de oferecer áreas de entretenimento e lazer, com o projeto total trazendo a possibilidade de criar até 300.000 empregos.

Período de construção: 2013 – 2026

Valor: U$ 1,56 Bilhão

Site: https://www.taoyuan-airport.com/main_en/docdetail.aspx?uid=538&pid=422&docid=18258

Megaprojetos no Entretenimento

Ain Dubai (Emirados Árabes Unidos)

O Ain Dubai, também chamado Dubai Eye (Olho Dubai, em português), em referência à vista proporcionada pela estrutura, já pode ser considerada a maior roda gigante do mundo, com 250 metros de altura na grande cidade que impressiona pela sua visão e glamour. As cabines altamente tecnológicas, que se totalizam em 48, possuem capacidade para 1750 pessoas que podem se acomodar em uma viagem rotacional de 30 minutos. 

Localizado na Bluewaters Island, outro megaprojeto cercado de lojas, centros comerciais, restaurantes e residências, o Ain Dubai é capaz de proporcionar uma atmosfera deslumbrante, oferecendo uma visão em 360⁰ da região costeira da cidade, o que inclui pontos famosos, como o Palm Jumeirah, o Burj Al Arab e a Burj Khalifa. No centro da roda gigante, uma tela extra LED garante um visual único, deixando tudo mais bonito. O Ain Dubai é um dos megaprojetos que já estão prontos e foi inaugurado ao público no dia 21 de outubro de 2021 com uma festa contendo fogos de artifício e um show de drones.

Período de construção: 2015 – 2021

Valor: U$ 270 Milhões 

Site: https://www.aindubai.com/en

Grand Egyptian Museum (Egito)

Com a pretensão de se tornar o maior museu arqueológico do mundo, o Grand Egyptian Museum (GEM) (Grande Museu Egípcio, em português), também conhecido por Museu de Gizé, terá um tamanho assemelhado a um aeroporto, com 490.000 m², e ficará situado entre dois e três quilômetros das Pirâmides de Gizé. Espera-se receber nele um total de 15.000 visitantes ao dia ou uma soma equivalente a cinco milhões de pessoas anualmente. 

Sua abertura, que passou por diversos impasses — acentuados por uma pausa e baixa turística na região entre os anos de 2011 e 2014 —, teve previsões de se tornar realidade nos anos de 2011, 2018, 2019 e 2020.

Com previsão atual para abrir em novembro de 2022, o Grand Egyptian Museum (GEM) irá hospedar uma grande coleção de itens da era faraônica, com mais de 100.000 artefatos, que incluem a histórica coleção de 3.300 anos do Rei Tutankhamun, o rei Tut, e a enorme estátua em granito vermelho de 3.200 anos de Ramses II, que possui 11 metros de altura, 83 toneladas e ficava exposta na Ramses Square, no Cairo, durante cinco décadas até o ano de 2006, quando foi levada a um centro de conservação.

Período de construção: 2005 – 2022 

Valor: Mais de U$ 1 Bilhão 

Site: http://www.gem.gov.eg/

Guangzhou Evergrande Football Stadium (China)

Situado em Guangzhou, a cidade das flores, na China, até pouco tempo tratava-se de um estádio de futebol gigantesco com um design de Flor de Lótus chamado Lotus Crown. Porém, após o início de 2022, o tema externo foi mudado para evocar sutilmente uma coroa de flor de lótus, mas com o design alterado, em tom futurista, de textura metálica, adornado com alumínio perfurado e forma poliédrica que garantem uma semelhança com um diamante, o que, por sua vez, também possui forte ligação com o distrito de Panyu e sua forte indústria de jóias.

Essa nova estrutura do estádio Guangzhou Evergrande Football garantirá uma melhor ventilação, melhora da captura da água da chuva, e utilizará vidro fotovoltaico (que usa células solares transparentes em seu interior) para gerar energia limpa e ETFE translúcido para um maior acesso à luz do dia. 

O Guangzhou Evergrande Football Stadium será o maior estádio de futebol do mundo, contando com a impressionante capacidade de 100.000 pessoas, estrutura interna incluindo escritórios, shoppings, suítes VIP, tudo em um espaço de 150.000 m², com 86 metros de altura divididos em sete andares, além de dois subterrâneos, ainda contendo um estacionamento para mais de 4.850 carros e 2.500 bicicletas. Será mais que um espaço futebolístico e mais que um destino apenas direcionado ao esporte.

Período de construção: 2020- 2022

Valor: U$ 1,8 Bilhão 

Site: https://www.gensler.com/projects/evergrande-guangzhou-football-stadium

Lusail Iconic Stadium (Catar)

Projetado para ser o centro da Copa do Mundo FIFA 2022 no Catar, abrigando ambas abertura e encerramento do evento, o Lusail Iconic Stadium já possui a posição de quinto maior estádio do mundo e ficará situado a 15km ao norte da cidade de Doha na mega cidade de Lusail, outro megaprojeto que custou estimados 45 bilhões de dólares. 

As obras em torno do estádio, inaugurado em 22/11/2021, utilizaram, ao menos, 26.000 trabalhadores, em um projeto que destaca e homenageia as culturas e a riqueza da região. O design da área externa foi inspirado em um Bowl artesanal em conjunto a uma lanterna Fanar, muito evidenciada na textura externa do estádio, que possui capacidade para 86.250 lugares.

Lusail iconic stadium - megaprojetos
Lusail Iconic Stadium em todo seu explendor. Fonte: GH Design

O Lusail Iconic Stadium possui um grande foco na sustentabilidade, utilizando-se dos seguintes princípios:

  • Materiais utilizados na construção pensados para menor poluição e contaminação;
  • Abertura do estádio com eficiente entrada de luz na grama para minimizar a dependência da utilização de refrigeração artificial;
  • Uso de água reciclada para o sistema de irrigação e sistema de monitoramento de vazamento de água, economizando 40% mais do que em outros estádios;
  • Medidas para garantir quatro estrelas no Global Sustainability Assessment System;
  • Transformação, após a Copa, em um espaço contendo escolas, clínicas, lojas, cafés e instalações desportivas;
  • Doação dos mais de 80.000 lugares para projetos mundiais envolvendo esporte.

O espaço ao redor do estádio também irá contribuir com áreas verdes na cidade, visando melhorar a qualidade do ar, além de grandes lojas situadas próximas a áreas verdes de transporte.

Período de construção: 2017 – 2021

Valor: U$ 767 Milhões

Site: https://www.qatar2022.qa/en/stadiums/lusail-stadium

MSG Sphere (EUA)

A “cidade do pecado” e capital do entretenimento ao vivo, Las Vegas, ganhará um Megaprojeto jamais antes visto: uma esfera gigante como palco para muitas atrações visuais e auditivas chamada MSG Sphere. Com capacidade para 20.000 pessoas e 17.500 lugares, o megaprojeto — que ficará situado bem no centro dos grandes cassinos, atrás do hotel cinco estrelas The Venetian Resort —, irá contar com uma altura de 112 metros, área externa de iluminação personalizada de 54.000 m² e abrigará a maior tela LED de alta resolução do mundo, com 19.000:13.500 pixels.

Construída pela Madison Square Garden Entertainment, o MSG Sphere objetiva levar uma experiência mais imersiva e personalizada ao expectador, com o uso de um sistema háptico de som e tecnologia de formação de feixes (uma tecnologia de radiofrequência que pode se direcionar a um ponto específico), possibilitando direcionar sons diferentes a assentos individualizados. Um megaprojeto que busca reinventar a cidade de Vegas mais uma vez.

Período de construção: 2018 – 2023

Valor: U$ 1,8 Bilhão

Site: https://www.msgsphere.com/

Megaprojetos de Estadia

111 West 57th Street (EUA)

O 111 West 57th Street, também chamado Steinway Tower, é um arranha-céu residencial luxuoso (considerado o mais fino do mundo) que possui 435 metros de altura, separados por 82 andares, em que os cinco primeiros são destinados ao lazer. Com a construção iniciada em 2014 pela SHoP Architects, o edifício, hoje disponível para visitas, fará parte da nova geração das Pencil Towers em Manhattan, Nova Iorque, e estampará um design atraente, unindo a era dourada dos projetos em arquitetura combinado com a criatividade e inovação contemporânea.

O megaprojeto possui os direitos da famosíssima empresa de pianos Steinway & Sons e do Steinway Hall, um prédio de concertos de 96 anos que hospedava concertos utilizando os pianos da marca e foi vendido para os desenvolvedores da 111 West 57th Street em 2013.

Período de construção: 2014 – 2022

Valor: U$ 2 Bilhões

Site: http://111w57.com/

Dubai Creek Tower (Emirados Árabes Unidos)

Dubai irá quebrar mais um recorde com este megaprojeto que pretende ser o prédio mais alto do mundo. É o que se destina o Dubai Creek Tower (nome provisório) — que tem como meta ultrapassar o Burj Khalifa e o Tokyo Skytree, dois dos edifícios mais altos atualmente —, contando com uma medida aproximada de 1.300 metros de altura. O design ficou a cargo do famoso arquiteto, escultor e engenheiro suíço-espanhol Santiago Calatrava (Museu do Amanhã, Puente de la Mujer e The Chicago Spire), que trouxe inspiração em uma flor de lírio para o arranha-céu, com detalhes de nervuras das folhas passando pelos cabos externos laterais que se conectam ao chão. 

Dubai creek tower - megaprojetos
O gigante Dubai Creek Tower. Fonte: The Tower Info

Pode se considerar o Dubai Creek Tower como sendo o ponto central do Dubai Creek Harbor, outro megaprojeto, desenvolvido pela Emaar Properties em conjunto com a Dubai Holding, que conta com 6.000 km² e é destinado a ser um novo distrito em Dubai, assim como o Downtown Dubai, o Dubai Marina e o Business Bay.

A torre ao centro contará com 20 andares habitáveis de hotéis, apartamentos e restaurantes, e também com um observatório no topo — que irá se acender à noite com um farol de luz — com 10 decks de observação, incluindo dois jardins inspirados nos Jardins da Babilônia e a Pinnacle Room, que irá contar com uma visão panorâmica de 360º da cidade. Em 2020, a construção sofreu uma pausa por conta da pandemia, mas segue em previsão de conclusão para este ano de 2022. 

Período de construção: 2016 – 2022

Valor: U$ 1 Bilhão

Site: https://www.skyscrapercenter.com/building/dubai-creek-tower/23572#

Nova Capital (Egito)

Será erguida uma Nova Capital Administrativa (NAC) no Egito em uma área de mais de 700 km² e a promessa de um oásis com rios artificiais e prédios, com expectativa de receber cerca de 6,5 milhões de pessoas. Anunciada pelo primeiro-ministro do Egito, Mostafa Madbouly, em março de 2015 no Egypt Economic Development Conference, a Nova Capital Administrativa e Financeira, que está sendo construída do zero, ficará situada a 45 km da atual capital e perto das pirâmides de Gizé, em um deserto do tamanho de Singapura.

O projeto visa combater alguns problemas no Cairo, como o abastecimento de água, crescimento populacional e falhas de energia e transporte e pretende trazer diversas construções ao local, além de prezar pelo ecossistema e sustentabilidade, contando com uma grande área verde abastecida por energia solar e outras fontes.

Desta forma, a Nova Capital do Egito será composta por 21 distritos residenciais e 25 distritos dedicados e irá conter 2.000 escolas, 663 clínicas e hospitais, 1.250 mesquitas e igrejas, 40.000 quartos de hotéis, um parque tecnológico inovador, estádio de 90.000 lugares, lagos artificiais, novo Aeroporto Internacional ligado ao Cairo por uma via ferroviária e um dos maiores obeliscos (monumento comemorativo) do mundo, com mais de 1.000 metros de altura.

Período de construção: 2015 – 2022

Valor: U$ 45 Bilhões 

Site: http://www.acud.eg/

One Barangaroo (Austrália) 

One barangaroo - megaprojetos
One Barangaroo. Fonte: WilkinsonEyre

Recentemente inaugurado, o One Barangaroo é a construção mais alta da cidade de Sydney e está localizada à beira mar, no famoso porto da cidade. O design da construção, assinada por WilkinsonEyre, tem inspiração na arquitetura Londrina e nos interiores de Manhattan, com inspirações na natureza — carregando um rico paisagismo tropical cercada de uma plantação de cerca de 300 árvores — e elegância geométrica, o que garantiu um visual que emana três pétalas que se unem e sobem, permitindo um amplo visual para o porto de Sydney.

Em seus mais de 270 metros de altura, o One Barangaroo é composto por 349 quartos de hotel e suites, 76 luxuosas residências privadas, constituído por apartamentos de 2, 3, 4 e 6 quartos, além de lojas de luxo, bares, cafés e restaurantes com vista para o mar. No dia 26 de fevereiro de 2022, ainda foi aberto um observatório, o Sky Deck, no 83º andar com visita gratuita e vista da cidade em ângulo de 180º, acessado por um elevador que mostra aos seus visitantes um panorama da história deste megaprojeto. Já a área destinada aos jogos está prevista para ser aberta em março deste ano.

Período de construção: 2016 – 2020

Valor: U$ 1,6 Bilhão (2,2 Bilhões de dólares australianos)

Site: https://onebarangaroo.com.au/

One Za’abeel (Emirados Árabes Unidos)

Trata-se de um conjunto de dois edifícios interligados por um terceiro vertical, que combinam o que há de melhor em unidades residenciais, de lazer e empresariais e se situam no coração de Dubai, próximo ao Aeroporto Internacional, ao Centro Internacional Financeiro e ao Gold Souks of Deira. O One Za’abeel possui design da empresa japonesa Nikken Sekkei, com desenvolvimento pela Ithra Dubai, e já ganhou diversos prêmios, entre os quais, o Construction Innovation Awards for Best Innovative Project of the Year e o Big Project ME’s Mixed-Use Project of the Year, além de almejar a certificação Gold LEED, aproveitando os recursos de água tratada e economia de energia para um cenário mais sustentável.

A composição das torres gêmeas e da torre vertical, que somam 470.700 m², incluirão 263 unidades residenciais de luxo, 497 quartos de hotéis (sendo 404 deles quartos de luxo), 77 elevadores de alta velocidade, 12.000 m² de espaço de varejo, piscina com uma vista maravilhosa de Dubai, entre outros. Sendo assim, as torres do One Za’abeel se dividirão da seguinte maneira, com a Torre A contendo 300 metros de altura, divididos em 67 andares, abrigando escritórios e um hotel resort; e a Torre B com 57 andares em 235 metros de altura e destinado a unidades residenciais. 

One za'abeel - megaprojetos
One Za’abeel. Fonte: ArchDaily

O mais interessante aqui será a torre vertical que interliga as duas torres principais, a chamada “The Link“, pesando 9.000 toneladas de estrutura e 13.000 quando estiver concluída. Considerada a mais longa estrutura de aço em forma de cantilever, reforçando a estabilidade entre as duas torres, o The Link irá conter 228 metros de comprimento em um espaço panorâmico, com três andares, e ficará suspenso a 100 metros do chão. Ele será composto por bares, restaurantes, uma piscina, um deck de observação e terraço na cobertura. O projeto total do One Za’abeel também incluirá sete andares de estacionamento subterrâneo, em 38,5 metros, com capacidade para 2500 veículos.

Período de construção: 2017 – 2022 (?)

Valor: U$ 922,9 Milhões (3,39 bilhões de AED)

Site: https://onezaabeel.com/

Warisan Merdeka Tower (Malásia)

Warisan merdeka tower - megaprojetos
O imponente Merdeka 118. Fonte: The Tower Info

Também conhecido como Merdeka 118, o Warisan Merdeka Tower é um edifício em projeto, com previsão de lançamento ainda para este ano de 2022, e que fica situado na cidade de Kuala Lumpur, a capital da Malásia. Ele irá possuir 678,9 metros de altura e terá 118 andares, contando com uma infra estrutura ampla que abrigará hotéis, escritórios, shoppings, uma mesquita e o deck mais alto do sudeste da Ásia. 

Segundo Ismail Sabri Yaakob, primeiro-ministro da Malásia, o Warisan Merdeka Tower é um marco na engenharia e atesta as virtudes modernas e de desenvolvimento que o seu país possui por abrigar uma construção deste nível. Através de dados estatísticos, em junho de 2021, as construções já estavam finalizadas em 81%.

Período de construção: 2014 – 2022

Valor: U$ 1,5 Bilhão 

Site: http://www.merdeka118.com/

Veja mais

E esta foi a nossa seleção dos megaprojetos mais interessantes ao redor do mundo. Caso se interesse por mais, leia também este artigo com outros projetos futuristas muito promissores.

Fontes: The B1M 1 | 2, São Paulo São, CNBC 1 | 2 | 3 , Electrek, Mashable, Water Technology, BBC, UOL, General Atomics, Atlas of the Future, Bechtel, Saudi Gazette, Airport Technology, INDEPENDENT, Visit Dubai, ORD 21, Japan Rail Pass, Construction Review Online 1 | 2, The Art Newspaper, Grand Egyptian Museum, TFC Stadiums, Indiatimes, Daily Mail, Coliseum, Architizer, New York YIMBI, KINIBIZ, The Tower Info, New Straits Times, ArchDaily, exame., WilkinsonEyre, Urban, Broadsheet, imóvelmagazine, Archute, TESLARATI.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
2
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados