Melhores filmes lgbtqiap+ para assistir no mês do orgulho

59 melhores filmes LGBTQIAP+ para assistir no Mês do Orgulho

Avatar de glauco vital
Reunimos uma seleção especial de filmes LGBTQIAP+ disponíveis nas principais plataformas de streaming do Brasil
Índice
  1. A origem do mês do orgulho LGBTQIAP+
  2. Importância do cinema queer na luta pelos direitos LGBTQIAP+
  3. Melhores filmes LGBTQIAP+
    1. 120 Batimentos Por Minuto (2017)
    2. A Criada (2016)
    3. A Favorita (2018)
    4. A Gaiola das Loucas (1978 e 1996)
    5. A Garota Dinamarquesa (2015)
    6. Amor Por Direito (1995)
    7. As Aventuras de Priscilla, A Rainha do Deserto (1994)
    8. Ataque dos Cães (2021)
    9. Azul é a Cor Mais Quente (2013)
    10. Café da Manhã em Plutão (2005)
    11. Carol (2015)
    12. Close (2022)
    13. Corpo Elétrico (2017)
    14. Com Amor, Simon (2018)
    15. Crush: Amor Colorido (2022)
    16. Dear Ex (2018)
    17. Desobediência (2017)
    18. Direito de Amar (2009)
    19. Elisa e Marcela (2019)
    20. Falsos Milionários (2020)
    21. Filadélfia (1993)
    22. Flores Raras (2013)
    23. Garotos (2014)
    24. Garotos de Programa (1991)
    25. Girl (2018)
    26. Great Freedom (2021)
    27. Happy Together (1997)
    28. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)
    29. Madame Satã (2002)
    30. Má Educação (2004)
    31. Mal dos Trópicos (2004)
    32. Me Chame Pelo Seu Nome (2017)
    33. Meninos Não Choram (1999)
    34. Meu nome é Ray (2015)
    35. Milk: A Voz da Igualdade (2008)
    36. Minhas Mães e Meu Pai (2010)
    37. Moonlight (2016)
    38. O Jogo da Imitação (2014)
    39. O Monstro no Armário (2015)
    40. O Segredo de Brokeback Mountain (2005)
    41. Orgulho e Esperança (2014)
    42. Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar (1995)
    43. Rafiki (2018)
    44. Retrato de uma Jovem em Chamas (2019)
    45. Será Que Ele É? (1997)
    46. Seu Nome Gravado em Mim (2020)
    47. Tatuagem (2013)
    48. The Boys in the Band (2020)
    49. The Half of It (2020)
    50. The Normal Heart (2014)
    51. The Perfection (2018)
    52. Tio Frank (2020)
    53. Tomboy (2011)
    54. Transamerica (2005)
    55. Tudo Sobre Minha Mãe (1999)
    56. Uma Mulher Fantástica
    57. Veludo Azul (1986)
    58. Velvet Goldmine (1998)
    59. Viva (2015)

O Mês do Orgulho LGBTQIAP+ chegou, e neste momento a comunidade queer e seus aliados ao redor do mundo se unem para celebrar a diversidade, ressaltar as conquistas alcançadas e reafirmar o compromisso contínuo com a luta pelos direitos e a igualdade de todas as pessoas, independentemente de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Uma das formas mais poderosas de expressão que tem impulsionado essa luta é o cinema queer. Ao longo dos anos, diretores e cineastas têm produzido filmes LGBTQIAP+, utilizado as telas como plataforma para compartilhar histórias autênticas e impactantes, refletindo a experiência queer e contribuindo para o avanço da visibilidade e da compreensão. Conheça abaixo um pouco mais sobre o Mês do Orgulho e nossa lista de filmes LGBTQIAP+.

A origem do mês do orgulho LGBTQIAP+

O Mês do Orgulho LGBTQIAP+ (sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais/Transgêneros/Travestis, Queer, Intersexual, Assexual, Pansexual) tem suas raízes na história da luta pelos direitos e igualdade da comunidade queer. Remontando a junho de 1969, em Nova York, o levante de Stonewall tornou-se um momento crucial para o movimento. Após anos de repressão, discriminação e perseguição policial sistemática, a comunidade LGBTQIAP+ decidiu se rebelar contra a opressão.

Os protestos e confrontos no bar Stonewall Inn desencadearam uma série de manifestações e a formação do Dia do Orgulho Gay, celebrado inicialmente no aniversário do levante. Com o tempo, essa celebração se expandiu para se tornar o Mês do Orgulho, um período dedicado à visibilidade, conscientização e celebração da diversidade queer em todo o mundo.

Importância do cinema queer na luta pelos direitos LGBTQIAP+

Ao apresentar personagens LGBTQIAP+ e narrativas que desafiam estereótipos, o cinema queer tem o poder de humanizar e criar empatia entre espectadores de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Além disso, esses filmes também desempenham um papel importante no empoderamento da comunidade queer, fornecendo representações positivas e inspiradoras que fortalecem o senso de identidade, autoaceitação e pertencimento.

Trazendo questões sociais e políticas relevantes para a comunidade LGBTQIAP+, o cinema queer se torna uma forma de ativismo que amplifica as vozes queer e estimula o diálogo, contribuindo para uma sociedade mais inclusiva e igualitária.

Os filmes LGBTQIAP+ retratam temáticas relacionadas à diversidade sexual e de gênero. Esses filmes geralmente apresentam personagens que são lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, queer, intersexuais, assexuais ou de outras identidades de gênero e orientações sexuais não conformes.

O cinema queer explora as experiências, desafios e conquistas desses indivíduos e comunidades, abordando questões como identidade, amor, relacionamentos, discriminação, preconceito, aceitação e igualdade. Além disso, eles podem fornecer uma representação mais autêntica e inclusiva da diversidade humana, dando voz e visibilidade às histórias e experiências de pessoas LGBTQIAP+.

É importante ressaltar que a diversidade dentro da comunidade LGBTQIAP+ é ampla, e os filmes podem abordar uma variedade de experiências e questões específicas de diferentes identidades. Portanto, os filmes LGBTQIAP+ podem ser dramas, comédias românticas, filmes de época, documentários, entre outros gêneros, refletindo a diversidade de gêneros e estilos cinematográficos.

Melhores filmes LGBTQIAP+

O cinema queer possui inúmeras obras, e para esta lista consideramos aquelas de maior relevância e que, também, estejam disponíveis nos catálogos dos serviços de streaming no Brasil. Conheça agora nossa seleção, em ordem alfabética de títulos:

120 Batimentos Por Minuto (2017)

Dirigido por Robin Campillo, 120 Batimentos Por Minuto (120 Battements Par Minute) é um drama francês que se passa na década de 1990, durante a epidemia de HIV/AIDS em Paris. O filme segue o grupo ativista ACT UP, que luta por conscientização, direitos e tratamento para pessoas afetadas pela doença. Através dos olhos do personagem Nathan (interpretado por Arnaud Valois), um jovem recém-chegado ao grupo, somos introduzidos ao mundo do ativismo e acompanhamos as batalhas emocionais e políticas enfrentadas por aqueles que vivem com HIV/AIDS.

O filme recebeu diversos prêmios, incluindo o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes e seis prêmios César, incluindo Melhor Filme.

120 Batimentos Por Minuto está disponível para streaming na plataforma Reserva Imovision.

120 bpm (2017) on imdb

A Criada (2016)

Dirigido por Park Chan-wook, A Criada (The Handmaiden) se passa na Coreia do Sul durante a ocupação japonesa nos anos 1930. A história gira em torno de Sook-hee (interpretada por Kim Tae-ri), uma jovem criada contratada por Hideko (interpretada por Kim Min-hee), uma rica herdeira. No entanto, Sook-hee tem um segredo: ela foi enviada pelo vigarista Fujiwara (interpretado por Ha Jung-woo) para ajudá-lo a seduzir e roubar a fortuna de Hideko. Conforme Sook-hee se envolve mais profundamente na vida de Hideko, surge uma relação intensa entre as duas mulheres, desafiando os limites do poder, desejo e traição.

A Criada recebeu vários prêmios, incluindo o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes em 2016. O filme é elogiado por sua direção visualmente impressionante, narrativa complexa e performances excepcionais. A temática queer é explorada por meio do romance lésbico proibido entre Sook-hee e Hideko, revelando camadas de intriga e emoção em um ambiente opressivo e cheio de segredos.

Disponível para streaming no Globoplay.

The handmaiden (2016) on imdb

A Favorita (2018)

Dirigido por Yorgos Lanthimos, A Favorita se passa na Inglaterra do século XVIII e narra a história da rainha Anne (interpretada por Olivia Colman) e sua relação conturbada com duas mulheres em sua vida: Sarah Churchill, a duquesa de Marlborough (interpretada por Rachel Weisz), e Abigail Hill (interpretada por Emma Stone), uma criada que se torna uma rival pela atenção da rainha. O filme explora a dinâmica de poder, manipulação e afeto entre essas três personagens complexas, enquanto a guerra e as intrigas políticas se desenrolam ao fundo.

A Favorita recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Atriz para Olivia Colman. A narrativa sutilmente queer do filme é evidente na relação intensa e ambígua entre a rainha Anne e Sarah Churchill. O filme desafia as convenções históricas, oferecendo uma visão intrigante e subversiva da realeza, explorando questões de desejo, controle e lealdade.

A Favorita está disponível para streaming no Star+.

The favourite (2018) on imdb

A Gaiola das Loucas (1978 e 1996)

A Gaiola das Loucas (La Cage aux Folles) é uma comédia francesa de 1978 dirigida por Édouard Molinaro, uma adaptação cinematográfica da peça homônima de Jean Poiret. O filme retrata a vida de Renato (interpretado por Ugo Tognazzi), dono de um clube noturno gay em Saint-Tropez, e Albin (interpretado por Michel Serrault), seu parceiro e estrela do clube, que se vestem de forma extravagante e vivem abertamente como um casal gay. A trama se desenrola quando o filho de Renato, Laurent (interpretado por Rémi Laurent), anuncia que está noivo e sua família conservadora vem visitá-los, o que leva Renato e Albin a se disfarçarem e assumirem papéis tradicionais para evitar problemas.

A versão original francesa de A Gaiola das Loucas recebeu diversos prêmios, incluindo o César de Melhor Filme e Melhor Ator para Michel Serrault. O filme é uma comédia hilariante que aborda a temática queer de forma positiva, mostrando o amor e a cumplicidade entre Renato e Albin enquanto eles enfrentam situações cômicas e desafiadoras para manter as aparências diante da família conservadora.

A Gaiola das Loucas (1978) está disponível para locação na Apple TV e no Prime Video.

La cage aux folles (1978) on imdb

A versão hollywoodiana de A Gaiola das Loucas (The Birdcage) é uma comédia lançada em 1996, dirigida por Mike Nichols e estrelada por Robin Williams. Aqui, a adaptação da peça francesa La Cage aux Folles conta a história de um casal gay, Armand Goldman (interpretado por Robin Williams) e Albert (interpretado por Nathan Lane), que administram um famoso clube noturno drag queen em Miami Beach.

A trama se desenrola quando o filho de Armand, Val (interpretado por Dan Futterman), decide se casar com a filha de um senador conservador. Val pede a seu pai e a Albert para esconderem sua verdadeira identidade e adotarem uma fachada heterossexual para impressionar a família da noiva. Isso leva a uma série de situações cômicas e conflitos hilariantes quando Armand e Albert precisam interpretar papéis convencionais para evitar a revelação de sua vida no clube noturno.

A Gaiola das Loucas recebeu uma resposta positiva do público e da crítica, destacando-se pelas performances carismáticas de Robin Williams e Nathan Lane. Embora o filme seja uma comédia leve, ele aborda de forma humorística as questões relacionadas à identidade, orientação sexual e preconceito. Através do humor, o filme destaca a importância do amor, da aceitação e do respeito, enquanto desafia as noções tradicionais de família e gênero.

A Gaiola das Loucas (1996) está disponível no Prime Video.

The birdcage (1996) on imdb

A Garota Dinamarquesa (2015)

Dirigido por Tom Hooper, A Garota Dinamarquesa (The Danish Girl) é baseado em eventos reais e conta a história de Lili Elbe (interpretada por Eddie Redmayne), uma das primeiras pessoas a passar por uma cirurgia de redesignação de gênero. O filme se passa na década de 1920 e acompanha a jornada de autodescoberta de Lili, inicialmente conhecida como Einar Wegener, um pintor dinamarquês, e o apoio de sua esposa Gerda (interpretada por Alicia Vikander).

O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante para Alicia Vikander. O filme aborda a temática queer ao explorar a luta de Lili para encontrar sua identidade de gênero e a transformação que ela enfrenta física, emocional e socialmente. A história retrata as complexidades e desafios enfrentados por Lili e Gerda, oferecendo uma visão sensível sobre a questão da identidade de gênero e a coragem de viver autenticamente.

A Garota Dinamarquesa está disponível para streaming no Prime Video.

The danish girl (2015) on imdb

Amor Por Direito (1995)

Dirigido por Peter Sollett, Amor Por Direito (Freeheld) é baseado em uma história real e segue a luta de Laurel Hester (interpretada por Julianne Moore), uma policial lésbica, e sua parceira Stacie Andree (interpretada por Ellen Page), quando Laurel é diagnosticada com uma doença terminal. O filme narra a batalha de Laurel para garantir que Stacie receba seus benefícios de pensão após sua morte, levando a um movimento de apoio e ativismo que se espalha por toda a comunidade.

O longa é elogiado por suas performances intensas e emocionantes, particularmente a de Julianne Moore. O filme aborda a temática queer ao destacar a luta pelos direitos LGBTQIAP+ e a luta pela igualdade e justiça. A história retrata a importância do amor, do ativismo e da solidariedade, destacando a força e a resiliência da comunidade queer diante de adversidades legais e sociais.

Amor Por Direito está disponível no Prime Video e no Runtime.

Freeheld (2015) on imdb

As Aventuras de Priscilla, A Rainha do Deserto (1994)

Um clássico do cinema, As Aventuras de Priscilla, A Rainha do Deserto (The Adventures of Priscilla, Queen of the Desert) é uma comédia dramática australiana dirigida por Stephan Elliott. O filme acompanha a jornada de três drag queens: Mitzi (interpretado por Hugo Weaving), Felicia (interpretado por Guy Pearce) e Bernadette (interpretado por Terence Stamp), que embarcam em uma viagem de ônibus pelo deserto australiano para realizar um show em um cassino.

Durante a viagem, o trio enfrenta uma série de desafios e encontra uma variedade de personagens excêntricos ao longo do caminho. O filme aborda questões de identidade, aceitação e amor próprio, enquanto explora a cultura drag e a comunidade LGBTQIA+. Com humor irreverente e performances brilhantes, As Aventuras de Priscilla, A Rainha do Deserto celebra a individualidade e a diversidade, deixando uma mensagem de autoaceitação e respeito.

O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Figurino, destacando o deslumbrante guarda-roupa utilizado pelas personagens drag. Sua representação positiva e humorística da comunidade queer conquistou o público e o consagrou como um clássico cult do cinema LGBTQIA+.

As Aventuras de Priscilla, A Rainha do Deserto está disponível para streaming no Prime Video.

Classificação IMDb:

The adventures of priscilla, queen of the desert (1994) on imdb

Ataque dos Cães (2021)

Ataque dos Cães (The Power of the Dog) é um filme de faroeste e drama dirigido por Jane Campion e baseado no livro de Thomas Savage. O filme se passa em 1925 e conta a história de Phil Burbank (Benedict Cumberbatch), um fazendeiro cruel e sedutor que tem uma relação conflituosa com seu irmão George (Jesse Plemons) e sua cunhada Rose (Kirsten Dunst). Phil também se interessa pelo filho de Rose, Peter (Kodi Smit-McPhee), mas sua intenção pode ser mais sinistra do que parece. O filme explora temas como poder, inveja, solidão e sexualidade reprimida. O filme recebeu 12 indicações ao Oscar 2022, incluindo melhor filme, direção, ator, atriz coadjuvante e roteiro adaptado.

O filme aborda a temática queer de uma forma sutil e surpreendente, mostrando que a sexualidade dos personagens não é o que parece ser à primeira vista. O filme explora a atração entre Phil, um fazendeiro rude e homofóbico, e Peter, o filho sensível de sua cunhada, que desafia os estereótipos de masculinidade. O filme também questiona o patriarcado e o conservadorismo do ambiente country, onde a homossexualidade é vista como um tabu.

Ataque dos Cães está disponível para streaming na Netflix.

The power of the dog (2021) on imdb

Azul é a Cor Mais Quente (2013)

La Vie d’Adèle (também conhecido como Azul É a Cor Mais Quente) é um drama francês dirigido por Abdellatif Kechiche, baseado em uma história em quadrinhos de Julie Maroh. O filme retrata o relacionamento apaixonado e intenso entre Adèle (interpretada por Adèle Exarchopoulos) e Emma (interpretada por Léa Seydoux).

A trama aborda temas de amor, sexualidade e identidade, enquanto acompanha o despertar e crescimento de Adèle como mulher e indivíduo. O filme é aclamado por suas performances impressionantes e realistas, especialmente a de Adèle Exarchopoulos, que recebeu o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes de 2013. O longa também ganhou a Palma de Ouro no mesmo festival.

Azul É a Cor Mais Quente está disponível para alugar no Google Play Filmes e na Apple TV.

Blue is the warmest colour (2013) on imdb

Café da Manhã em Plutão (2005)

Dirigido por Neil Jordan, Café da Manhã em Plutão (Breakfast on Pluto), é uma comédia dramática baseada no romance de Patrick McCabe. O filme narra a vida de Patrick “Kitten” Braden (interpretado por Cillian Murphy, da série Peaky Blinders), uma pessoa transgênero na Irlanda nas décadas de 1970 e 1980. A história segue as aventuras de Kitten em sua busca pela identidade, amor e aceitação. Café da Manhã em Plutão aborda temas como identidade de gênero, preconceito e autoaceitação, apresentando uma perspectiva única e um senso de humor peculiar.

O filme recebeu elogios da crítica e foi indicado a vários prêmios, incluindo o Leão de Ouro no Festival Internacional de Cinema de Veneza.

Café da Manhã em Plutão está disponível para streaming no Claro tv+.

Breakfast on pluto (2005) on imdb

Carol (2015)

Carol é um drama romântico dirigido por Todd Haynes, baseado no romance de Patricia Highsmith. O filme se passa na década de 1950 e segue a história de Carol Aird (interpretada por Cate Blanchett), uma mulher elegante e sofisticada, e Therese Belivet (interpretada por Rooney Mara), uma jovem fotógrafa que trabalha em uma loja de departamentos.

O encontro casual entre Carol e Therese leva a um romance proibido, desafiando as normas sociais e colocando ambas em conflito com suas próprias identidades e desejos. O filme aborda temas de amor, repressão e aceitação, explorando a complexidade das relações lésbicas na época.

O filme recebeu vários prêmios, incluindo indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro. Cate Blanchett foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz por sua interpretação poderosa de Carol, e Rooney Mara recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. O filme é elogiado por sua direção, fotografia impecável e performances cativantes, oferecendo uma representação sensível e comovente do amor entre mulheres em uma época de restrições sociais.

Carol está disponível para streaming no Looke, MUBI e Claro tv+.

Carol (2015) on imdb

Close (2022)

Close, da produtora A24 (responsável pelo grande ganhador do Oscar 2023, Tudo em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo)é um filme belga de drama coming of age lançado em 2022, dirigido por Lukas Dhont e coescrito com Angelo Tijssens. O filme conta a história de dois adolescentes, Léo (Eden Dambrine) e Rémi (Gustav de Waele), que brincam em meio às ruínas de uma casa abandonada, imaginando um universo só deles. Correm livres e inseparáveis pelos campos e plantações da região onde vivem, em uma relação muito próxima, entretanto isso causa estranhamento no convívio social com outros jovens.

O filme retrata de forma contundente a homofobia estrutural. Close foi aplaudido em diversos festivais e foi o grande vencedor de Cannes em 2022, e indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2023.

Close está disponível para streaming no MUBI.

Close (2022) on imdb

Corpo Elétrico (2017)

Dirigido por Marcelo Caetano, Corpo Elétrico (2017)é um filme brasileiro que explora a vida de Elias (interpretado por Kelner Macêdo), um jovem homossexual que trabalha em uma fábrica de roupas em São Paulo. O filme retrata as relações pessoais e românticas de Elias, assim como sua busca por intimidade e conexão em meio à rotina de trabalho.

O filme foi aclamado pela crítica e recebeu diversos prêmios, incluindo o Prêmio Especial do Júri no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e o Teddy Award de Melhor Longa-Metragem no Festival Internacional de Cinema de Berlim.

Corpo Elétrico está disponível para streaming no Google Play Video e no Apple TV+.

Body electric (2017) on imdb

Com Amor, Simon (2018)

Com Amor, Simon (Love, Simon) é uma comédia romântica dirigida por Greg Berlanti e baseada no livro Simon vs. a Agenda Homo Sapiens de Becky Albertalli. O filme segue a vida de Simon Spier (interpretado por Nick Robinson), um adolescente gay que está lutando para revelar sua orientação sexual para seus amigos e familiares.

Enquanto Simon troca mensagens anônimas com um colega de classe também gay, ele se vê em uma jornada de autodescoberta e aceitação. O filme aborda temas de identidade, amizade e coragem, mostrando os desafios e as emoções que acompanham o processo de se assumir para o mundo.

O longa metragem foi aclamado por sua representação positiva e inclusiva da juventude LGBTQIA+. Embora não tenha recebido prêmios significativos, o filme foi um sucesso de bilheteria e foi elogiado por sua abordagem sensível e empática à história de um adolescente gay em busca de amor e aceitação.

Com Amor, Simon (Love, Simon) está disponível para streaming no Star+.

Love, simon (2018) on imdb

Crush: Amor Colorido (2022)

Crush: Amor Colorido é um filme de comédia romântica e drama adolescente lançado em 2022. O filme conta a história de Paige Evans (Rowan Blanchard), uma jovem aspirante a artista que se junta à equipe de atletismo da escola para se aproximar de Gabriela (Isabella Ferreira), sua paixão de infância. Porém, ela acaba se envolvendo com AJ (Auli’i Cravalho), a irmã gêmea de Gabriela e co-capitã da equipe.

O filme aborda a temática queer de uma forma positiva e inspiradora, mostrando que o amor pode surgir de formas inesperadas e que não há nada de errado em se apaixonar por alguém do mesmo sexo. O filme também mostra as dificuldades e os preconceitos que os jovens LGBTQIA+ enfrentam na sociedade e na escola, mas também as alegrias e as descobertas que fazem parte do processo de amadurecimento.

O filme recebeu críticas positivas da imprensa e do público, elogiando as atuações, o roteiro e a direção. O filme também foi indicado a alguns prêmios, como o GLAAD Media Awards de Melhor Filme para Jovens Adultos e o Teen Choice Awards de Melhor Filme de Comédia Romântica.

Crush: Amor Colorido está disponível para streaming no Star+.

Crush (2022) on imdb

Dear Ex (2018)

Dirigido por Mag Hsu e Hsu Chih-yen, Dear Ex é um drama taiwanês que gira em torno da complexa dinâmica familiar e das questões de sexualidade. A história acompanha a vida de Song Chengxi (interpretado por Roy Chiu), um adolescente que lida com a morte de seu pai e descobre que ele deixou sua herança para o amante, Jay (interpretado por Joseph Huang). O filme aborda temas como homossexualidade, luto e relacionamentos familiares tensos, explorando a jornada emocional de Song Chengxi enquanto ele busca entender e aceitar a nova realidade de sua família.

O filme recebeu vários prêmios, incluindo o prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Taipei e o prêmio de Melhor Roteiro Adaptado no Golden Horse Film Festival.

Dear Ex está disponível para streaming na Netflix.

Dear ex (2018) on imdb

Desobediência (2017)

Desobediência (Disobedience) é um drama dirigido por Sebastián Lelio, baseado no romance de Naomi Alderman. O filme conta a história de Ronit (interpretada por Rachel Weisz), uma mulher que retorna à sua comunidade judaica ortodoxa em Londres após a morte de seu pai rabino. Lá, ela reencontra Esti (interpretada por Rachel McAdams), sua antiga paixão de juventude, que agora é casada com Dovid (interpretado por Alessandro Nivola), primo de Ronit.

À medida que o relacionamento de Ronit e Esti é reacendido, elas são desafiadas pela rigidez das tradições e expectativas da comunidade em relação à sexualidade e ao casamento. O filme explora temas de repressão, liberdade e autenticidade, abordando as complexidades e os conflitos internos que surgem quando o amor e a identidade entram em conflito com as normas sociais e religiosas.

O longa metragem recebeu elogios da crítica e foi reconhecido por suas performances fortes, especialmente as de Rachel Weisz e Rachel McAdams. Embora não tenha recebido prêmios de destaque, o filme é aclamado por sua abordagem sensível e poderosa à história de amor entre mulheres em uma comunidade religiosa conservadora.

Desobediência está disponível para aluguel no Prime Video e no Google Play Filmes.

Disobedience (2017) on imdb

Direito de Amar (2009)

Direito de Amar (A Single Man) é um drama dirigido pelo estilista Tom Ford, baseado no romance homônimo de Christopher Isherwood. O filme narra a história de George Falconer (interpretado por Colin Firth), um professor universitário britânico que está de luto pela morte de seu parceiro, Jim (interpretado por Matthew Goode).

A trama se desenrola ao longo de um único dia, enquanto George lida com sua dor, solidão e a luta para encontrar um sentido para sua vida após a perda. O filme aborda temas de perda, amor proibido e identidade sexual, explorando a luta de George para encontrar conexão e significado em um mundo que muitas vezes o exclui.

O filme recebeu elogios da crítica e Colin Firth foi indicado ao Oscar de Melhor Ator por sua atuação emocionalmente impactante. O filme é elogiado por sua direção estilizada e pela representação sensível da experiência queer, oferecendo uma reflexão profunda sobre o amor, a solidão e a busca por autenticidade.

Direito de Amar está disponível para streaming no HBO Max.

A single man (2009) on imdb

Elisa e Marcela (2019)

Elisa e Marcela (Elisa y Marcela) é um drama romântico espanhol dirigido por Isabel Coixet, baseado em eventos reais. O filme conta a história de Elisa Sánchez Loriga (interpretada por Natalia de Molina) e Marcela Gracia Ibeas (interpretada por Greta Fernández), duas mulheres que se apaixonam e decidem desafiar as convenções sociais e religiosas da época para ficarem juntas.

A trama se passa no final do século XIX e segue a jornada de Elisa e Marcela enquanto elas assumem identidades falsas para se casarem em uma igreja. O filme aborda questões de amor proibido, coragem e o desejo de viver autenticamente, apesar da oposição implacável da sociedade.

O longa metragem recebeu elogios da crítica por sua narrativa envolvente e as performances das protagonistas. Embora não tenha recebido prêmios significativos, o filme é reconhecido por sua abordagem histórica e comovente sobre a luta das personagens para viverem seu amor em um período repressivo.

Elisa e Marcela está disponível para streaming na Netflix.

Elisa & marcela (2019) on imdb

Falsos Milionários (2020)

Falsos Milionários (Kajillionaire) é uma comédia romântica dirigida por Brian Herzlinger. O filme segue a história de dois amigos, Thomas (interpretado por Brandon Michael Smith) e Jack (interpretado por Kevin Novotny), que fingem serem ricos e bem-sucedidos para impressionar suas paqueras.

No entanto, quando Thomas se apaixona por uma mulher chamada Michelle (interpretada por Trisha Paytas), ele se vê em uma situação complicada, já que precisa sustentar a mentira e enfrentar os desafios que surgem ao longo do caminho. O filme aborda temas de identidade, autenticidade e os riscos de criar uma persona falsa para se encaixar nas expectativas sociais.

O filme é uma comédia leve que utiliza elementos do gênero para explorar as questões de autenticidade e o poder das relações verdadeiras. Embora não tenha recebido prêmios de destaque, o filme oferece uma visão divertida sobre as complexidades das relações interpessoais e os desafios de se aceitar como realmente é.

Falsos Milionários está disponível para streaming no Star+.

Kajillionaire (2020) on imdb

Filadélfia (1993)

Filadélfia (Philadelphia) é um drama dirigido por Jonathan Demme que aborda questões de preconceito, discriminação e luta pelos direitos LGBTQIA+. O filme segue a história de Andrew Beckett (interpretado por Tom Hanks), um advogado homossexual que é demitido de seu trabalho após revelar sua condição de HIV positivo para seus colegas.

Determinado a lutar por justiça, Andrew contrata o advogado Joe Miller (interpretado por Denzel Washington) para processar seu antigo empregador por discriminação. O filme explora temas de homofobia, estigma e a batalha legal e emocional que Andrew enfrenta enquanto luta por seus direitos e busca deixar um legado.

O filme foi um marco significativo na representação de personagens LGBTQIA+ no cinema mainstream. O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Ator para Tom Hanks por sua atuação como Andrew Beckett. Além disso, Filadélfia é reconhecido por sua sensibilidade ao retratar a realidade das pessoas vivendo com HIV/AIDS e seu impacto na luta pelos direitos LGBTQIA+.

Filadélfia está disponível para streaming no Star+ e no HBO Max.

Philadelphia (1993) on imdb

Flores Raras (2013)

Flores Raras é um drama romântico brasileiro dirigido por Bruno Barreto, baseado em eventos reais. O filme narra a história de amor entre a renomada arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares (interpretada por Glória Pires) e a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop (interpretada por Miranda Otto).

Ambientado no Rio de Janeiro dos anos 1950 e 1960, o filme retrata o relacionamento complexo entre as duas mulheres, suas diferenças culturais e os desafios que enfrentam como um casal homossexual em uma época de intensa repressão. “Flores Raras” aborda temas de amor proibido, arte e a busca por liberdade e felicidade.

O filme recebeu vários prêmios no Brasil, incluindo o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de Melhor Atriz para Glória Pires. Flores Raras é aclamado por sua reconstituição histórica, performances poderosas e a abordagem sensível de uma história de amor queer que desafiou convenções sociais e culturais.

Flores Raras está disponível para streaming no HBO Max, Globoplay e Pluto TV.

Reaching for the moon (2013) on imdb

Garotos (2014)

Dirigido por Mischa Kamp, Garotos (Jongens) é um filme holandês que conta a história de Sieger (interpretado por Gijs Blom), um adolescente que está descobrindo sua sexualidade. Quando ele se junta a uma equipe de atletismo durante o verão, Sieger desenvolve uma forte atração por seu colega de equipe, Marc (interpretado por Ko Zandvliet). O filme retrata o despertar do amor e a luta de Sieger para aceitar sua orientação sexual em um ambiente heteronormativo.

O longa metragem recebeu elogios da crítica e ganhou vários prêmios, incluindo o Prêmio do Público no Festival de Cinema de Berlim.

Garotos está disponível para streaming no Looke.

Boys (2014) on imdb

Garotos de Programa (1991)

Garotos de Programa (My Own Private Idaho) é um drama dirigido por Gus Van Sant e segue a história de Mike Waters (interpretado por River Phoenix) e Scott Favor (interpretado por Keanu Reeves), dois jovens amigos e garotos de programa que embarcam em uma jornada de autodescoberta e busca por amor e identidade. Mike sofre de narcolepsia, uma condição que o faz adormecer repentinamente, enquanto Scott é um rapaz de classe alta que enfrenta conflitos em relação às suas responsabilidades familiares.

O filme aborda temas de identidade sexual, amizade e desejo, explorando a vida marginalizada dos personagens e sua jornada por um lugar de pertencimento. O filme é elogiado por sua cinematografia impressionante e performances marcantes, especialmente a de River Phoenix. Embora não tenha recebido prêmios importantes, o filme é considerado um clássico cult e uma representação significativa da temática queer no cinema.

Garotos de Programa está disponível para locação no Prime Video e Google Play Filmes.

My own private idaho (1991) on imdb

Girl (2018)

“Dirigido por Lukas Dhont, Girl é um drama belga que conta a história de Lara (interpretada por Victor Polster), uma jovem transgênero que sonha em se tornar uma bailarina. Enquanto ela lida com os desafios físicos e emocionais da transição, Lara enfrenta obstáculos no ambiente da dança clássica e busca a aceitação de sua família.

O filme aborda questões de identidade de gênero, autodescoberta e perseverança. Girl recebeu aclamação internacional e vários prêmios, incluindo a Câmara de Ouro no Festival de Cannes.

Girl está disponível para streaming na Netflix.

Girl (2018) on imdb

Great Freedom (2021)

Dirigido por Sebastian Meise, Great Freedom é um drama austríaco que segue a história de Hans Hoffmann (interpretado por Franz Rogowski), um homem gay que enfrenta perseguição e repressão sexual ao longo de diferentes épocas da história da Alemanha.

O filme explora a busca por liberdade, autenticidade e conexão humana, enquanto retrata a luta de Hans por aceitação e amor. Great Freedom recebeu aclamação crítica e ganhou o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cinema de Berlim.

Great Freedom está disponível para streaming no MUBI.

Great freedom (2021) on imdb

Happy Together (1997)

Happy Together é um drama romântico dirigido por Wong Kar-wai. O filme retrata o relacionamento tumultuado entre dois jovens homens, Lai Yiu-fai (interpretado por Tony Leung Chiu-wai) e Ho Po-wing (interpretado por Leslie Cheung), que são amantes e viajam para a Argentina em busca de uma nova vida.

A história se desenrola enquanto eles enfrentam desafios emocionais e tentam encontrar um equilíbrio entre amor e separação. O filme aborda temas de amor, solidão, identidade e a complexidade dos relacionamentos. O filme é conhecido por sua estilizada fotografia e trilha sonora envolvente, características marcantes do trabalho do diretor Wong Kar-wai. O filme ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1997.

Happy Together está disponível para streaming no MUBI.

Happy together (1997) on imdb

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho é um drama brasileiro dirigido por Daniel Ribeiro. O filme narra a história de Leonardo (interpretado por Guilherme Lobo), um adolescente cego que lida com os desafios da vida escolar e da descoberta de sua sexualidade. Ele se apaixona por Gabriel (interpretado por Fabio Audi), um novo colega de classe, enquanto sua amiga Giovana (interpretada por Tess Amorim) também nutre sentimentos por ele.

O filme aborda temas de autodescoberta, amizade e aceitação, enquanto Leonardo enfrenta as expectativas da sociedade e busca viver sua verdadeira identidade. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho foi aclamado por sua abordagem sensível e positiva da temática queer e recebeu vários prêmios, incluindo o Teddy Award no Festival de Berlim de 2014.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho está disponível para streaming na Netflix e na Globoplay.

The way he looks (2014) on imdb

Madame Satã (2002)

Madame Satã é um drama brasileiro dirigido por Karim Aïnouz, baseado na vida do lendário performer LGBTQIA+ João Francisco dos Santos, conhecido como Madame Satã. O filme se passa na década de 1930, no Rio de Janeiro, e retrata a vida tumultuada e a busca por identidade e liberdade de Madame Satã (interpretado por Lázaro Ramos), um sambista e drag queen.

A história aborda temas de marginalização, resistência e expressão artística, enquanto acompanha a trajetória de Madame Satã e sua luta contra as limitações impostas pela sociedade. O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Prêmio da Crítica Internacional no Festival de Cannes de 2002, destacando a performance magnética de Lázaro Ramos.

Madame Satã não está disponível oficialmente nas plataformas de streaming, mas é possível encontrar uma cópia no YouTube.

Madame satã (2002) on imdb

Má Educação (2004)

Dirigido por Pedro Almodóvar, Má Educação (La Mala Educación) é um drama espanhol que aborda temas de sexualidade, identidade e abuso clerical. O filme segue a história de Ignacio (interpretado por Gael García Bernal), um jovem que confronta seu passado e busca vingança contra um padre abusivo que o afetou na infância. “La Mala Educación” mergulha em temas sombrios e complexos, enquanto examina as consequências emocionais de traumas passados e as cicatrizes duradouras que eles deixam.

O filme recebeu indicações ao BAFTA, Prêmio César e Prêmio Goya, dentre outros, e foi elogiado pela direção de Almodóvar e pelas performances do elenco.

Má Educação está disponível para streaming na Netflix e no MUBI.

Bad education (2004) on imdb

Mal dos Trópicos (2004)

Mal dos Trópicos (Tropical Malady) é um drama dirigido por Apichatpong Weerasethakul. O filme retrata a história de Tong (interpretado por Sakda Kaewbuadee), um jovem soldado tailandês que desenvolve uma relação afetiva com um colega, enquanto está em um campo de treinamento militar isolado.

A trama explora temas de desejo reprimido, tabus sociais e a luta interna de Tong para conciliar suas emoções com a pressão da masculinidade tóxica e as expectativas sociais. Mal dos Trópicos recebeu o prêmio da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2004, destacando a sensibilidade do diretor em abordar a temática queer e sua relação com o contexto tailandês.

Esses filmes representam uma variedade de experiências e narrativas queer, abordando temas como identidade, amor, amizade, luta por direitos e desafios sociais. Cada um deles contribui para a diversidade e a representação da comunidade LGBTQIA+ no cinema, oferecendo histórias envolventes e perspectivas significativas.

Mal dos Trópicos está disponível para streaming no MUBI.

Tropical malady (2004) on imdb

Me Chame Pelo Seu Nome (2017)

Me Chame Pelo Seu Nome (Call Me By Your Name) é um drama romântico dirigido por Luca Guadagnino, baseado no romance de André Aciman. O filme se passa na década de 1980 e acompanha a história de Elio (interpretado por Timothée Chalamet), um jovem ítalo-americano de 17 anos, e Oliver (interpretado por Armie Hammer), um estudante de pós-graduação americano que vem passar o verão na casa da família de Elio, na Itália.

Ao longo do verão, uma intensa relação se desenvolve entre os dois personagens, explorando a descoberta da sexualidade, os sentimentos de amor e a fluidez das emoções. O filme é elogiado por sua sensibilidade e abordagem poética, destacando a importância do amor e da aceitação, tendo recebido vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado.

Me Chame Pelo Seu Nome está disponível para streaming no Prime Video e Oi Play.

Call me by your name (2017) on imdb

Meninos Não Choram (1999)

Meninos Não Choram (Boys Don’t Cry) é um drama baseado em fatos reais, dirigido por Kimberly Peirce. O filme conta a história de Brandon Teena (interpretado por Hilary Swank), um jovem transgênero que se muda para uma pequena cidade em Nebraska e busca encontrar sua identidade e ser aceito. Brandon desenvolve relacionamentos com sua nova comunidade, incluindo uma relação romântica com Lana (interpretada por Chloë Sevigny).

A história aborda questões de identidade de gênero, preconceito e violência contra a comunidade trans. O filme é conhecido por sua abordagem realista e performances poderosas, especialmente a de Hilary Swank, que recebeu o Oscar de Melhor Atriz pelo papel. O filme levanta discussões importantes sobre a luta por igualdade e direitos para pessoas transgênero.

Meninos Não Choram está disponível para streaming no Star+.

Boys don't cry (1999) on imdb

Meu nome é Ray (2015)

About Ray (2015), também conhecido como Meu Nome é Ray, dirigido por Gaby Dellal, é um drama familiar que segue a história de Ray (interpretado por Elle Fanning), um adolescente transgênero que busca o apoio de sua mãe Maggie (interpretada por Naomi Watts) e sua avó Dolly (interpretada por Susan Sarandon) durante o processo de transição.

O filme aborda questões de identidade de gênero, família e aceitação, enquanto retrata as lutas e desafios enfrentados por Ray e sua família. Meu Nome é Ray recebeu críticas mistas, mas foi elogiado pelas performances do elenco principal.

Meu Nome é Ray está disponível para streaming no HBO Max.

3 generations (2015) on imdb

Milk: A Voz da Igualdade (2008)

Milk: A Voz da Igualdade (Milk) é uma cinebiografia dirigida por Gus Van Sant, baseada na vida de Harvey Milk, o primeiro político abertamente gay a ser eleito para um cargo público na Califórnia. O filme segue a trajetória de Milk (interpretado por Sean Penn) desde sua vida pessoal e os desafios enfrentados por ser gay, até sua atuação política e sua luta pelos direitos da comunidade LGBTQIA+.

A história aborda temas de ativismo, resistência e a importância da representação política para a comunidade queer. O filme é elogiado por sua narrativa envolvente e a atuação premiada de Sean Penn, que recebeu o Oscar de Melhor Ator pelo papel. O filme também ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original.

Milk: A Voz da Igualdade está disponível no Star+ e Claro tv+.

Milk (2008) on imdb

Minhas Mães e Meu Pai (2010)

Minhas Mães e Meu Pai (The Kids Are All Right) é uma comédia dramática dirigida por Lisa Cholodenko. O filme gira em torno de um casal lésbico formado por Nic (interpretada por Annette Bening) e Jules (interpretada por Julianne Moore), que têm dois filhos concebidos por inseminação artificial. Quando os filhos expressam o desejo de conhecer o doador de esperma, Paul (interpretado por Mark Ruffalo), uma série de eventos desencadeia mudanças na dinâmica familiar.

A trama aborda questões de identidade, parentalidade e relacionamentos familiares não convencionais. O longa metragem é conhecido por seu roteiro inteligente e performances cativantes, rendendo indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro para Annette Bening e Julianne Moore.

Minhas Mães e Meu Pai está disponível para streaming no Prime Video, Looke, Globoplay, MUBI e Net Movies.

The kids are all right (2010) on imdb

Moonlight (2016)

Drama dirigido por Barry Jenkins, Moonlight é baseado na peça teatral In Moonlight Black Boys Look Blue de Tarell Alvin McCraney. O filme é dividido em três capítulos e segue a vida de Chiron em diferentes estágios: infância, adolescência e vida adulta. Chiron é interpretado por três atores diferentes: Alex Hibbert, Ashton Sanders e Trevante Rhodes.

A história aborda temas de identidade, sexualidade, raça e vulnerabilidade. Moonlight é elogiado por sua direção visualmente impactante, narrativa sensível e atuações poderosas. O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante para Mahershala Ali.

Moonlight está disponível para streaming no HBO Max, Claro tv+ e Oi Play.

Moonlight (2016) on imdb

O Jogo da Imitação (2014)

O Jogo da Imitação (The Imitation Game) é um drama histórico dirigido por Morten Tyldum, baseado na vida de Alan Turing, um matemático britânico que ajudou a decifrar os códigos alemães durante a Segunda Guerra Mundial. O filme retrata a vida pessoal de Turing (interpretado por Benedict Cumberbatch), incluindo sua sexualidade reprimida e sua luta contra a discriminação e criminalização da homossexualidade.

A história destaca a genialidade de Turing e os desafios enfrentados por ser um homem gay em uma sociedade intolerante. O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado e uma indicação de Melhor Ator para Benedict Cumberbatch. O filme contribui para a conscientização sobre a contribuição de Turing para a história e a importância da igualdade LGBTQIA+.

Esses filmes apresentam uma diversidade de histórias queer, explorando temas como amor, identidade, luta por direitos e superação de obstáculos. Cada um deles contribui para uma maior visibilidade e representação da comunidade LGBTQIA+ no cinema, oferecendo narrativas significativas e performances memoráveis.

O Jogo da Imitação está disponível para streaming na Netflix e HBO Max.

The imitation game (2014) on imdb

O Monstro no Armário (2015)

O Monstro no Armário (Closet Monster) é um filme canadense escrito e dirigido por Stephen Dunn. A história acompanha a vida de Oscar Madly (interpretado por Connor Jessup), um adolescente gay que lida com a repressão e o conflito interno em relação à sua sexualidade. Enquanto tenta encontrar seu lugar no mundo, Oscar desenvolve uma forte ligação com um hamster falante chamado Buffy (voz de Isabella Rossellini), que se torna sua confidente e fonte de conforto. O filme aborda questões de identidade, aceitação pessoal e a jornada de autodescoberta de um jovem queer em meio a um ambiente hostil.

O filme recebeu diversos elogios pela direção de Dunn e pela atuação cativante de Connor Jessup, explorando de forma sensível as angústias e esperanças de Oscar em sua jornada rumo à autenticidade.

O Monstro no Armário está disponível para streaming no Prime Video.

Closet monster (2015) on imdb

O Segredo de Brokeback Mountain (2005)

O Segredo de Brokeback Mountain (Brokeback Mountain) é um drama romântico dirigido por Ang Lee, baseado no conto de mesmo nome de Annie Proulx. O filme narra a história de Ennis Del Mar (interpretado por Heath Ledger) e Jack Twist (interpretado por Jake Gyllenhaal), dois jovens cowboys que se conhecem durante um trabalho de verão em Brokeback Mountain, Wyoming, na década de 1960.

O relacionamento de Ennis e Jack se transforma em um amor profundo e complicado, que enfrenta desafios impostos pela sociedade conservadora e expectativas culturais. O longe matragem aborda temas como repressão, identidade sexual e as dificuldades de viver um amor proibido. O filme foi aclamado pela crítica, tendo recebido três Oscars: Melhor Diretor para Ang Lee, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Trilha Sonora Original. O filme também ganhou outros prêmios importantes, como o Leão de Ouro no Festival de Veneza, quatro Globos de Ouro, quatro BAFTA Awards, três Critics’ Choice Movie Awards, dois Independent Spirit Awards e um GLAAD Media Award

O Segredo de Brokeback Mountain está disponível para streaming no Star+, Globoplay, Prime Video e Lionsgate+.

Brokeback mountain (2005) on imdb

Orgulho e Esperança (2014)

Orgulho e Esperança (também conhecido como Pride) é uma comédia dramática britânica dirigida por Matthew Warchus, baseada em eventos reais. O filme se passa na década de 1980, durante a greve dos mineiros no Reino Unido, e conta a história de um grupo de ativistas gays e lésbicas que decide apoiar os mineiros em sua luta por direitos trabalhistas.

A trama aborda a união entre diferentes comunidades marginalizadas e o poder da solidariedade. O filme destaca a importância do ativismo queer e sua conexão com outras lutas por justiça social. O filme recebeu diversos prêmios, incluindo o British Independent Film Award de Melhor Filme Britânico e o prêmio de Melhor Elenco no Festival Internacional de Cinema de Cannes.

Orgulho e Esperança está disponível para streaming no Prime Video e MUBI.

Pride (2014) on imdb

Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar (1995)

Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar (To Wong Foo, Thanks for Everything! Julie Newmar) é uma comédia dirigida por Beeban Kidron. O filme segue as aventuras de três drag queens: Vida Boheme (interpretada por Patrick Swayze), Noxeema Jackson (interpretada por Wesley Snipes) e Chi-Chi Rodriguez (interpretada por John Leguizamo), que viajam de carro pelos Estados Unidos para participar de um concurso de drag em Hollywood.

A história aborda temas de identidade, aceitação e empoderamento, enquanto as personagens enfrentam desafios e preconceitos ao longo do caminho. O filme é conhecido por suas performances divertidas e seu retrato positivo das comunidades drag e LGBTQIA+. Embora não tenha ganhado prêmios importantes, o filme se tornou um clássico cult e continua sendo apreciado por sua mensagem de amor e autenticidade.

Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar está disponível para locação no Prime Video e Google Play Filmes.

To wong foo, thanks for everything! Julie newmar (1995) on imdb

Rafiki (2018)

Rafiki é um drama queniano dirigido por Wanuri Kahiu. O filme conta a história de Kena (interpretada por Samantha Mugatsia) e Ziki (interpretada por Sheila Munyiva), duas jovens mulheres que se apaixonam em meio a uma comunidade conservadora em Nairóbi. As duas protagonistas precisam enfrentar o preconceito e as pressões sociais enquanto buscam viver seu amor.

O filme aborda questões de identidade, tabus culturais e a luta pela aceitação e igualdade. O filme ganhou destaque internacional e foi exibido em diversos festivais de cinema. Embora tenha enfrentado a censura em seu país de origem, Rafiki foi aclamado pela crítica e recebeu vários prêmios, incluindo o prêmio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Cartago.

Rafiki está disponível para streaming na Globoplay e MUBI.

Rafiki (2018) on imdb

Retrato de uma Jovem em Chamas (2019)

Retrato de uma Jovem em Chamas (Portrait of a Lady on Fire) é um drama romântico francês escrito e dirigido por Céline Sciamma. O filme se passa no século XVIII e segue a história de Marianne (interpretada por Noémie Merlant), uma pintora, e Héloïse (interpretada por Adèle Haenel), uma jovem mulher que está prestes a se casar. Marianne é contratada para pintar o retrato de Héloïse, mas, à medida que se aproximam, surge uma paixão entre elas.

A trama aborda temas de desejo, liberdade e representação feminina. Retrato de uma Jovem em Chamas é elogiado por sua direção sensível, fotografia exuberante e performances cativantes. O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Prêmio do Júri no Festival de Cannes e o prêmio César de Melhor Roteiro Original.

Retrato de uma Jovem em Chamas está disponível para streaming na Globoplay.

Portrait of a lady on fire (2019) on imdb

Será Que Ele É? (1997)

Será Que Ele É? (In & Out) é uma comédia dirigida por Frank Oz que aborda a temática queer de uma maneira divertida. A história segue Howard Brackett (interpretado por Kevin Kline), um professor de ensino médio prestes a se casar com Emily Montgomery (interpretada por Joan Cusack). No entanto, durante a cerimônia do Oscar, um ator famoso e ex-aluno — interpretado por Matt Dillon — revela que Howard é gay, desencadeando uma série de acontecimentos cômicos e reflexões sobre a identidade sexual de Howard.

O filme explora a noção de identidade e autenticidade, enquanto Howard lida com a sua própria sexualidade e as expectativas da sociedade. O filme é uma comédia leve que celebra a diversidade e promove a aceitação. Embora não tenha recebido grandes prêmios, o filme é lembrado por sua abordagem positiva e engraçada da temática queer.

Será Que Ele É? está disponível para streaming no Looke e Net Movies.

In & out (1997) on imdb

Seu Nome Gravado em Mim (2020)

Seu Nome Gravado em Mim (Your Name Engraved Herein), dirigido por Liu Kuang-hui, é um filme taiwanês que se passa na década de 1980. A história segue dois jovens estudantes, Jia-han (interpretado por Edward Chen) e Birdy (interpretado por Tseng Jing-hua), que se apaixonam em meio a um ambiente repressivo e conservador. Enquanto enfrentam a pressão social e a negação de seus sentimentos, eles se veem confrontados com questões de identidade, aceitação e o despertar de sua sexualidade. O filme aborda temas universais de amor proibido, autodescoberta e a luta pela aceitação em uma sociedade que não reconhece a diversidade sexual.

O longa metragem foi elogiado pela direção sensível de Liu Kuang-hui, pela atuação emocionalmente impactante do elenco e pela maneira como retrata o contexto histórico e social de Taiwan na época. O filme toca profundamente o público ao explorar as dores e as esperanças de um amor queer reprimido.

Seu Nome Gravado em Mim está disponível para streaming na Netflix.

Your name engraved herein (2020) on imdb

Tatuagem (2013)

Tatuagem (2013), dirigido por Hilton Lacerda, é um filme brasileiro ambientado no cenário artístico e político do Recife, na década de 1970. A história gira em torno de Clécio Wanderley (interpretado por Irandhir Santos), líder de um grupo teatral anarquista e excêntrico chamado “Chão de Estrelas”. Quando Clécio se envolve romanticamente com Fininha (interpretada por Jesuíta Barbosa), um jovem soldado que está cumprindo serviço militar obrigatório, ambos se veem diante de um relacionamento desafiador e perigoso. O filme aborda temas como resistência política, liberdade sexual e a busca por identidade e expressão artística em uma época de repressão.

O longe metragem recebeu inúmeros prêmios, incluindo o Teddy Award de Melhor Filme LGBTQ+ no Festival de Berlim, destacando-se pela direção envolvente de Hilton Lacerda e pelas atuações marcantes do elenco, que capturam a energia e a rebeldia de um grupo de artistas queer em meio a um contexto social hostil.

Tatuagem está disponível para streaming na Netflix.

Tattoo (2013) on imdb

The Boys in the Band (2020)

The Boys in the Band: Um Olhar Pessoal é uma adaptação cinematográfica da peça homônima de Mart Crowley, dirigida por Joe Mantello. A história se passa em 1968 e segue um grupo de amigos gays que se reúnem para celebrar o aniversário de um deles. Conforme a noite avança, segredos são revelados e conflitos emergem, explorando questões de identidade, amor, amizade e aceitação.

O filme apresenta um elenco talentoso, incluindo Zachary Quinto, Jim Parsons, Matt Bomer e Andrew Rannells, entre outros. The Boys in the Band retrata de maneira sensível as experiências e desafios enfrentados pela comunidade LGBTQIA+. A adaptação foi aclamada pela crítica e recebeu indicações em premiações, destacando-se pela direção e performances poderosas.

The Boys in the Band: Um Olhar Pessoal está disponível na Netflix.

The boys in the band (2020) on imdb

The Half of It (2020)

The Half of It é um drama romântico dirigido por Alice Wu. A história acompanha Ellie Chu (interpretada por Leah Lewis), uma inteligente estudante asiático-americana que se envolve em um triângulo amoroso inesperado. Quando um garoto chamado Paul Munsky (interpretado por Daniel Diemer) pede a ajuda de Ellie para escrever cartas de amor para uma garota de quem ele gosta, Ellie se vê cada vez mais envolvida emocionalmente tanto com Paul quanto com a destinatária das cartas, Aster Flores (interpretada por Alexxis Lemire).

O filme aborda temas de identidade sexual, descoberta pessoal e amadurecimento. O filme oferece uma perspectiva fresca sobre o amor e relacionamentos, desafiando estereótipos e explorando a complexidade das emoções humanas. O filme foi elogiado por sua narrativa autêntica e ganhou o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Tribeca.

The Half of It está disponível para streaming na Netflix.

The half of it (2020) on imdb

The Normal Heart (2014)

The Normal Heart é um filme baseado na peça de mesmo nome escrita por Larry Kramer. A história se passa na década de 1980, durante os primeiros anos da epidemia de HIV/AIDS nos Estados Unidos, e acompanha a luta do ativista Ned Weeks (interpretado por Mark Ruffalo) em alertar a comunidade sobre a gravidade da doença e mobilizar esforços para sua prevenção e tratamento. O filme aborda temas como homofobia, preconceito e a luta por direitos e igualdade em um momento de crise de saúde pública.

O filme recebeu vários prêmios, incluindo o Emmy de Melhor Filme para Televisão, e foi elogiado pela direção de Ryan Murphy e pelas atuações fortes do elenco, que inclui nomes como Julia Roberts e Matt Bomer. O filme é uma poderosa obra que retrata a luta da comunidade LGBTQ+ em meio à crise da AIDS e ressalta a importância do ativismo e da solidariedade em tempos difíceis.

The Normal Heart está disponível para streaming no HBO Max.

The normal heart (2014) on imdb

The Perfection (2018)

The Perfection é um thriller psicológico dirigido por Richard Shepard. A trama segue Charlotte Willmore (interpretada por Allison Williams), uma talentosa violoncelista que retorna à sua antiga escola de música após uma pausa. Lá, ela se envolve com Elizabeth Wells (interpretada por Logan Browning), outra brilhante musicista. Conforme a relação entre as duas se desenvolve, segredos sombrios são revelados, e a história toma um rumo intenso e imprevisível.

O filme aborda questões de manipulação, obsessão e sexualidade, criando uma atmosfera de suspense e tensão. O filme recebeu elogios pela atuação de suas protagonistas e pela forma como desafia as expectativas do público. Embora não tenha conquistado prêmios significativos, o filme se destaca por sua abordagem ousada e pela maneira como subverte as convenções do gênero.

The Perfection está disponível para streaming na Netflix.

The perfection (2018) on imdb

Tio Frank (2020)

Tio Frank (Uncle Frank), dirigido por Alan Ball, é um filme que se passa na década de 1970 e acompanha a história de Beth Bledsoe (interpretada por Sophia Lillis), uma jovem estudante universitária que descobre o segredo de seu tio, Frank Bledsoe (interpretado por Paul Bettany), quando ele retorna à cidade natal para o funeral de seu pai. Frank é gay e vive em Nova York com seu parceiro, Wally (interpretado por Peter Macdissi), mas mantém essa parte de sua vida em segredo de sua família conservadora no Sul dos Estados Unidos. O filme aborda questões de identidade, autoaceitação e o confronto entre os valores familiares e a busca pela felicidade pessoal.

O longa metragem foi elogiado pela direção de Alan Ball e pelas atuações emotivas do elenco, destacando-se a performance de Paul Bettany. O filme retrata a jornada de um homem gay em uma época de repressão e destaca a importância da aceitação e do amor incondicional.

Tio Frank está disponível para streaming no Prime Video.

Uncle frank (2020) on imdb

Tomboy (2011)

Tomboy é um drama francês escrito e dirigido por Céline Sciamma. A história gira em torno de Laure (interpretada por Zoé Héran), uma menina de 10 anos que se muda para um novo bairro durante o verão. Para se enturmar com as outras crianças, Laure se apresenta como um menino chamado Mikael. Enquanto vive essa experiência de autodescoberta e exploração da identidade de gênero, Laure/Mikael desenvolve amizades, enfrenta desafios e lida com as expectativas dos outros.

O filme retrata de maneira sensível e delicada as questões de identidade de gênero e a busca pela aceitação pessoal. “Tomboy” é elogiado por suas atuações naturais e pela maneira como aborda as complexidades do tema através dos olhos de uma criança. Embora não tenha recebido prêmios de destaque, o filme é valorizado por sua abordagem sensível e inclusiva.

Tomboy está disponível para streaming na Globoplay.

Tomboy (2011) on imdb

Transamerica (2005)

Dirigido por Duncan Tucker, Transamerica é um filme que conta a história de Bree (interpretada por Felicity Huffman), uma mulher transgênero prestes a passar por uma cirurgia de redesignação sexual. No entanto, sua vida dá uma reviravolta quando ela descobre que tem um filho adolescente chamado Toby (interpretado por Kevin Zegers), fruto de um relacionamento anterior. Bree decide encontrar Toby e juntos embarcam em uma viagem que os leva a enfrentar desafios e confrontar suas identidades. O filme aborda temas como família, identidade de gênero e aceitação pessoal.

O filme recebeu vários prêmios, incluindo uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz para Felicity Huffman, e foi elogiado pela sensibilidade com que trata a jornada de Bree e a complexidade das questões relacionadas à identidade de gênero. É um filme que oferece uma perspectiva empática e emocionante sobre a experiência transgênero.

Transamerica está disponível para streaming no Looke.

Transamerica (2005) on imdb

Tudo Sobre Minha Mãe (1999)

Tudo Sobre Minha Mãe (Todo Sobre Mi Madre) é um drama espanhol dirigido por Pedro Almodóvar. A história gira em torno de Manuela (interpretada por Cecilia Roth), uma enfermeira que passa por uma tragédia pessoal após a morte de seu filho. Em busca de uma nova vida e da reconciliação com seu passado, Manuela parte em uma jornada que a leva a se reconectar com pessoas importantes em sua vida, incluindo uma amiga transexual chamada Agrado (interpretada por Antonia San Juan).

O filme aborda questões de maternidade, identidade de gênero e relações familiares complexas. O filme é amplamente aclamado pela crítica e recebeu vários prêmios, incluindo o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. A obra é conhecida pela direção habilidosa de Almodóvar, roteiro emocionante e atuações marcantes.

Tudo Sobre Minha Mãe está disponível para streaming no Prime Video e Claro Video.

All about my mother (1999) on imdb

Uma Mulher Fantástica

Uma Mulher Fantástica (Una Mujer Fantástica) é um drama chileno dirigido por Sebastián Lelio. A história segue Marina Vidal (interpretada por Daniela Vega), uma mulher transgênero e garçonete que enfrenta a morte de seu namorado mais velho. Após a tragédia, Marina luta para lidar com o luto e enfrenta a discriminação e o preconceito de sua família e da sociedade enquanto busca o direito de se despedir de seu parceiro.

O filme aborda questões de identidade de gênero, direitos LGBTQIA+ e resiliência pessoal. O filme foi amplamente elogiado pela crítica e se tornou o primeiro filme chileno a vencer o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. A performance de Daniela Vega como Marina foi especialmente aclamada, e o filme é celebrado por sua representação autêntica e tocante da comunidade transgênero.

Uma Mulher Fantástica está disponível para streaming na Netflix.

A fantastic woman (2017) on imdb

Veludo Azul (1986)

Veludo Azul (Blue Velvet) é um thriller psicológico dirigido por David Lynch. A trama se passa na cidade de Lumberton e segue a vida de Jeffrey Beaumont (interpretado por Kyle MacLachlan), um estudante universitário que se envolve em uma perigosa investigação após descobrir uma orelha humana em um campo. Ao adentrar o submundo sombrio da cidade, Jeffrey se depara com uma rede de perversão, violência e sedução.

O filme aborda temáticas complexas relacionadas à sexualidade, poder e dualidade humana. Enquanto Jeffrey se aprofunda em seu próprio lado obscuro, ele se envolve com personagens como Dorothy Vallens (interpretada por Isabella Rossellini), uma mulher misteriosa e sexualmente dominadora, e Frank Booth (interpretado por Dennis Hopper), um vilão perturbador e sádico.

Veludo Azul é conhecido pela direção magistral de Lynch, seu estilo visual arrebatador e a trilha sonora marcante de Angelo Badalamenti. Embora o filme tenha recebido reações mistas na época do seu lançamento, ele se tornou uma obra cultuada ao longo dos anos, sendo valorizado por sua abordagem única e perturbadora da sexualidade e da psique humana.

Veludo Azul está disponível para streaming no Prime Video, Looke e Net Movies.

Blue velvet (1986) on imdb

Velvet Goldmine (1998)

Velvet Goldmine é um drama musical dirigido por Todd Haynes. Ambientado na cena do glam rock dos anos 1970, o filme narra a história fictícia de Brian Slade (interpretado por Jonathan Rhys Meyers), uma estrela do rock andrógina que desaparece misteriosamente após um suposto assassinato em um show.

A trama se desenrola através das memórias de Arthur Stuart (interpretado por Christian Bale), um jornalista investigativo que busca desvendar os segredos por trás do desaparecimento de Slade. A história aborda temas como identidade sexual, fama, amor proibido e autodescoberta.

É um filme ousado e esteticamente cativante, apresentando performances musicais vibrantes e um elenco talentoso, incluindo Ewan McGregor e Toni Collette. Embora não tenha conquistado grandes prêmios, o filme é apreciado por sua celebração da cultura queer e pela forma como homenageia o espírito e a exuberância da era do glam rock.

Velvet Goldmine está disponível para streaming no HBO Max.

Velvet goldmine (1998) on imdb

Viva (2015)

Viva é um drama irlandês dirigido por Paddy Breathnach. A história centra-se em Jesús (interpretado por Héctor Medina), um jovem cabelereiro cubano que sonha em se tornar um artista drag queen. Enquanto enfrenta a dura realidade da vida em Havana, Jesús tem a oportunidade de se apresentar no clube noturno “Viva”, onde conhece e desenvolve uma relação complexa com o drag queen veterano Mama (interpretado por Jorge Perugorría).

O filme retrata as dificuldades enfrentadas pela comunidade LGBTQIA+ em Cuba, explorando temas como aceitação, autoexpressão e amor incondicional. Viva foi aclamado pela crítica e recebeu indicações em premiações, destacando-se pela atuação emocionalmente poderosa de Héctor Medina e pela sensibilidade com que aborda a temática queer. O filme é uma celebração da arte drag e da busca pela identidade e autenticidade pessoal.

Viva está disponivel para streaming no Prime Video, Looke e Pluto TV.

Viva (2015) on imdb

Veja também

Revisão do texto feita por: Pedro Bomfim, em 9 de junho de 2023.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados