Conecte-se conosco
Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

Games

Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

Disgaea retorna para a nova plataforma da Nintendo, o Switch, e traz o que há de melhor na franquia

Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

Disgaea 5 Complete: ajude Killia a destruir o Dark Void

Disgaea 5 Complete é o próximo lançamento de peso a chegar ao Nintendo Switch. Disponível para todo mundo no dia 23 de maio pela Nintendo eShop e em lojas físicas, a série Disgaea está de volta para os videogames da Nintendo.

Enquanto no Japão o jogo já foi lançado em março e teve pouco mais de 20 mil cópias vendidas, os mercados norte-americano e europeu já reservaram 110 mil cópias dele até o momento, sugerindo um hype maior pela história.

Durante uma semana, o Showmetech testou o novo jogo para o Switch e, sem spoilers, vamos falar sobre tudo o que você precisa saber antes de comprar o jogo e se realmente vale a pena (spoiler: vale sim).

RPG de estratégia para não botar defeito

Disgaea 5 Complete é um compilado de tudo o que há de melhor na série, juntando Disgaea 5 Alliance of Vengeance para PlayStation 4. e todas as DLCs já lançadas até então.

O jogo conta a história de Killia, um rebelde que pretende acabar com o reinado de destruição do Overlord Dark Void. Ao longo do caminho, o personagem principal vai encontrando aliados que querem parar a destruição dos Netherworlds pelo vilão. Uma das grandes sacadas da série, no entanto, é que nenhuma figura é boazinha, já que são todos demônios.

Mesmo assim, não espere encontrar no Strategy RPG um jogo sombrio e macabro. Se tem uma coisa que Disgaea 5 Complete traz ao jogador é diversão. Os diálogos entre Killia, sua companheira Seraphina e os pinguins mordomo-lutadores “Prinny” são extremamente engraçados, adicionando humor a cada passagem do jogo, no maior estilo japonês-cômico.

Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

Um dos pontos fortes de Disgaea é a história, o que para jogadores mais impacientes pode se tornar um problema, uma vez que a cada fase um trecho da história é desenrolado e no fim de cada batalha, mais informações aparecem.

Com mais de 100 horas de jogo e vários mundos para vencer, não se assuste ao passar mais tempo do que você esperava com o game, até porque o nível máximo que você pode chegar com os seus personagens é “só” 9999. Disgaea 5 veio para acabar com a pergunta “o que fazer depois de terminar Legend Of Zelda: Breath Of The Wild”.

O melhor de Disgaea é o Nintendo Switch; jogue onde quiser

A princípio, o jogo assusta pela complexidade. Para jogadores de primeira viagem, é provável que role um certo receio ao começar a história. Com diversos atributos, ações, classes de monstros e habilidades, aproveitar Disgaea por completo se torna muito mais desafiador do que I Am Setsuna.

A minha dica é: dê tempo ao tempo. Por se tratar de um RPG de estratégia, é óbvio que ele atende os jogadores mais exigentes e fãs de longa data da série, mas nada que não seja possível aprender com o tempo (e isso é o que você mais vai ter nas mais de 100 horas de jogo).

 O bom de Disgaea é que o game te ensina como funciona a mecânica das partidas. Com um tutorial bem explicado e simples no começo, o jogador passa a primeira meia hora da aventura (opcional) aprendendo tudo sobre as batalhas.

Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

Outro ponto forte do jogo, além da história, são os gráficos. Mesmo no estilo oldschool de jogo de tabuleiro, são ricos os detalhes dos cenários, personagens e ataques combinados. O jogo mistura um estilo anime com o RPG retrô. Por não abusar do processamento do videogame, é tranquilo e econômico jogar Disgaea e o motivo principal para escolher a versão de Nintendo Switch a de PlayStation 4 é: você pode levar o Switch para onde quiser e jogar Disgaea por mais de três horas, sem precisar carregar o console.

Na verdade, não consigo dizer quando coloquei Disgaea 5 Complete na televisão pela última vez, pois a melhor parte dele é aproveitar o handheld mode do Switch. Com o jogo, o verdadeiro desafio é a sua cabeça, pois não existe uma mecânica complicada de apertar botões na hora da batalha. É tudo muito intuitivo.

Saia na frente com as DLCs

A vantagem da versão do Switch de Disgaea é que todas as DLCs de Alliance of Vengeance estão disponíveis logo de cara. Além de ser possível desbloquear personagens conhecidos pelos fãs para o seu time desde o começo, dá para receber logo de cara um milhão de moedas e algumas fases alternativas com personagens clássicos de Disgaea.

Review: Disgaea 5 Complete para Nintendo Switch

São 8 cenários bônus, 4 personagens queridos pelos fãs da série e 3 classes de personagens da franquia. Disgaea permite ao jogador criar seus próprios personagens, fazer com que eles sejam lutadores, magos, curandeiros, entre outras classes. É possível também criar habilidades únicas, fazer combinações das mais diferentes em batalhas e montar estratégias para o combate contra outros monstros no tabuleiro.

Considerações finais e preço

Disgaea 5 Complete é um jogo para não colocar defeito. Com história envolvente, bons gráficos, trilha sonora de ponta e o melhor estilo de SRPG, Disgaea é um must have para qualquer jogador que queira passar horas e mais horas em um jogo de um player que seja leve de jogar, mas que não subestime a inteligência do jogador.

Disponível na semana que vem, Disgaea custa salgados U$60 dólares, embora entregue o prometido. É necessário pouco mais de 6GB para instalá-lo pela eShop. Desenvolvido pela Nippon Ichi Software e publicado pela NIS America, a pergunta que fica é: qual é o próximo jogo da empresa que será lançado para o Switch? E por que mal podemos esperar para tê-lo em mãos?

Trailer do jogo

Para mais reviews de jogos para Nintendo Switch e outras informações sobre o console, fique ligado no Showmetech. Não esqueça de deixar o seu comentário aqui embaixo.

Disgaea 5 Complete

Disgaea 5 Complete
9.75

JOGABILIDADE

10/10

    HISTÓRIA

    10/10

      GRÁFICOSÁ

      10/10

        PREÇO

        9/10

          Pros

          • Mais de 100 horas de jogo
          • DLCs inclusas
          • Customização de personagens
          • História envolvente e engraçada

          Cons

          • Muita fala antes e depois das batalhas
          • Preço um pouco caro

          Jornalista formado pela Cásper Líbero. Trabalhou na TV Gazeta, BandNews TV e Rede Globo. Atualmente, é Editor-chefe do Showmetech, escrevendo sobre o que há de mais importante no mundo da tecnologia.

          Comentários

          Mais de Games

          Dica

          Advertisement


          Mais Lidas

          Advertisement

          Reviews

          Cultura Geek

          Tutoriais

          Recomendado para você



          Subir