Review: Lenovo Ideapad 330S, um notebook prático e poderoso

Review do Ideapad 330S, o novo notebook da Lenovo, com design simples e performance robusta

Ter um notebook de qualidade é sinônimo de possuir um dispositivo para todos os usos que você pode carregar consigo para qualquer lugar. Mesmo que smartphones ainda sejam uma opção mais conveniente para muitos usuários, os notebooks continuam sendo a melhor escolha para os usuários mais exigentes. E a Lenovo acerta em cheio nessa questão com seu novo modelo.

A Lenovo cedeu um Lenovo Ideapad 330S ao Showmetech para testes e, após algumas semanas de uso, e agora eu trago para vocês uma análise completa do dispositivo, destacando suas principais qualidades e alguns elementos que poderiam ser melhorados para garantir uma melhor experiência do usuário.

Acabamento e design

Simplicidade é a palavra que melhor define o design do Ideapad 330S. A unidade utilizada nesta análise foi a variante de cor azul metálico. Com o logo da Lenovo posicionado discretamente na lateral esquerda do dispositivo, o visual é o mais limpo possível.

Ideapad 330S
Com um toque simplista, o logo da Lenovo fica escondido no design do notebook.

Ao abrir o notebook, você encontra um display de 15.6 polegadas em um frame de plástico de bordas finas que faz a tela parecer ainda maior. O mais interessante é que o design do notebook é angular, ou seja, ele vai afinando da traseira para a frente. Essa característica deixa a máquina mais robusta e a coloca em destaque entre os ultrabooks.

O acabamento do notebook é uma ótima mistura de alúminio polido (na tampa da tela) e plástico (no corpo). Assim que você começa a utilizar o aparelho é possível perceber que a qualidade dos materiais é muito boa, mesmo tendo uma sensação estranha ao pressionar nos espaços vazios próximos ao trackpad.

Ideapad 330S
Simplicidade está na alma do design.

A parte inferior do dispositivo é balanceada de forma adequada, então não existe o problema de sentir um lado do notebook mais pesado que o outro. Além disso, pequenas borrachas na base do Ideapad 330S permitem que ele fique firme quando posicionado na superfície de uma mesa.

Tela

Conforme já havíamos mencionado, o notebook possui uma tela de 15.6 polegadas com 1920×1080 pixels de resolução. Enquanto a maior parte dos fabricantes de notebooks economiza na qualidade da tela, esse certamente não é o caso do Ideapad 330S, onde sua tela acaba sendo outro dos seus grandes destaques.

Ideapad 330S
A qualidade da tela é impressionante.

A tela roda em resolução Full HD de 1920×1080, mantendo sua qualidade independentemente do que você escolher fazer com ela. O fato de ter um acabamento fosco também garante que a tela não reflita uma fonte de luz atrás de você, além de reduzir o brilho.

Os ângulos de visão não são muito grandes, pois os níveis de brilho são muito grandes quando vistos em qualquer ângulo lateral, o que significa que, a menos que você esteja olhando para o monitor de um ângulo perfeitamente reto, os níveis de brilho parecerão anormalmente baixos.

Sobre o brilho, o Ideapad 330S tem um brilho de pico abaixo da média, tanto que, mesmo em ambientes fechados, é necessário aumentar o brilho ao máximo enquanto assisto a um vídeo.

Considerando que a tela cobre apenas cerca de 50% do espaço de cores sRGB, não é de se ficar muito empolgado com a precisão das cores. Mesmo assim, a gama de cores é mais do que suficiente para o consumidor médio e é boa para jogos e filmes.

Teclado e touchpad

O teclado é um aspecto muito agradável no 330S. No começo foi um pouco difícil se acostumar às teclas moles e baixas, mas em poucos dias o ato de digitar já estava muito confortável. Outra característica do teclado que levei tempo para aprender foram as teclas de setas direcionais, que foram espremidas um pouco para caber dentro do contorno retangular do teclado.

Ideapad 330S
O teclado é muito confortável.

Uma característica curiosa do teclado é que ao segurar a tecla “Fn” é possível se acessar as funções primárias das teclas “F1” até “F12”, ou seja, ao pressionar as teclas de funções diretamente o usuário pode alterar configurações de som, conexão Wi-Fi, brilho, etc. Essa mudança se mostra útil quando se está utilizando o vídeo do notebook em tela cheia ou durante jogos.

Quanto ao touchpad, é feito de plástico, mas não é muito confiável. Não existe uma diferenciação física entre o trackpad e os botões esquerdo e direito. Em vários momentos me peguei apertando o botão incorreto simplesmente por não acostumar com os limites invisíveis deles.

Ideapad 330S
A falta de definição das zonas dos botões do touchpad pode atrapalhar um pouco.

Apesar disso, o touchpad responde suavemente ao movimento do mouse, assim como aos gestos, garantindo uma ótima resposta ao usuário e à sensibilidade.

Conectividade

Em termos de portas, o Ideapad 330S possui duas portas USB 3.0, uma porta USB Tipo-C 3.1, um leitor de cartão 4 em 1, uma porta HDMI e uma entrada de áudio combinada de 3,5 mm.

Um dos maiores destaques do notebook fica por conta de sua abertura, permitindo que a tela do aparelho gire até 180 graus. Foram poucos os momentos que essa funcionalidade se mostrou útil, mas acredito que em certas situações de apresentações esse giro extra pode ser muito importante.

Ideapad 330S
O notebook possui todas as entradas e saídas básicas de um computador moderno.

Em termos de conectividade, o Ideadap 330S tem suporte a WiFi AC e Bluetooth 4.1. Além disso, o dispositivo é equipado com dois alto-falantes de 2W, que cuidam da saída de áudio, e uma bateria Li-Polymer de 3 células embaixo.

Durante os testes, a qualidade do áudio foi satisfatória, apesar de parecer um pouco abafada, já que as saídas se encontram abaixo do teclado, fazendo com que ele vibre, dependendo do nível do volume.

Performance e hardware

O Lenovo Ideapad 330S é uma máquina robusta. Ele possui a nova CPU Intel Core i5-8250U de 8ª geração, 8 GB de RAM DDR4, uma GPU AMD Radeon 535 com 2 GB de memória GDDR5. Além disso, ele é equipado com um HDD de 1 TB 5,400 RPM.

Análises mostram que o desempenho do i5-8250U é um dos melhores da geração atual.

De todos os componentes impressionantes da máquina, talvez o único que não anime muito os usuários mais exigentes é a decisão da Lenovo em equipar o modelo com um HDD, ao invés de um SSD.

Em uma época que o espaço físico dos notebooks é cada vez menos utilizado e se espera rapidez e agilidade em acesso aos dados, é estranho não utilizar um SSD. Porém, existe uma unidade Intel Optane de 16 GB inclusa, que pode auxiliar na transferência e armazenamento de dados, complementando o HDD.

Passando algumas semanas utilizando o notebook como minha máquina principal de trabalho e lazer posso afirmar com segurança que ela conseguiu lidar com quase todos os programas que utilizei e games que joguei com relativa facilidade e com bom desempenho.

Primeiramente, estamos falando de utilizar vários programas abertos simultaneamente: 25 a 30 abas do Google Chrome abertas, Telegram, Microsoft Word e também o pesado Microsoft Visual Studio para testar a velocidade de interpretação e compilação de programas.

Porém, fica claro aqui como a falta de um SSD realmente prejudica a experiência geral do usuário, já que ocorreram alguns leves “engasgos” em diversos momentos de uso.

Deixando de lado as velocidades de inicialização mais lentas do Windows 10 (que já vem pré-instalado na máquina), copiar ou transferir grandes volumes de arquivos também foi uma experiência muito lenta. Todos esses são problemas que um SSD poderia ter facilmente resolvido.

Games

Se você é um jogador inveterado, talvez o Ideapad 330S não seja a melhor opção para você. Mesmo que o notebook venha equipado com uma das melhores placas gráficas da AMD com 2 GB de memória dedicados, o desempenho da máquina para games atuais fica aquém do esperado.

Para nossos testes, foram utilizados games recentes e que demandam uma boa quantidade potência da máquina para executarem de forma adequada ao usuário. Primeiramente, testamos The Witcher 3: The Wild Hunt.

Ideapad 330S
The Witcher 3 roda com poucos FPS, mas é possível jogar o game normalmente.

As aventuras do bruxo-caçador Geralt tiveram um desempenho mediano. Boa parte do game se manteve em torno dos 20-25 FPS com as configurações altas. Mesmo com a quantidade de frames baixa foi possível jogar o game sem muitos problemas e nem travamentos.

Testamos também Resident Evil 7: Biohazard e Dark Souls 3. No caso do primeiro, mesmo com sua qualidade gráfica superior, fiquei surpresos que o game se manteve acima dos 30 FPS em boa parte do gameplay com as configurações altas (chegando a 55 FPS em algumas cenas).

Ideapad 330S
O desempenho de Resident Evil no notebook surpreendeu durante os testes.

Já Dark Souls 3 foi o game que precisou sofrer o maior downgrade gráfico para poder ser jogado no Ideapad 330S. Com as configurações altas o game rodava em sofríveis 15 FPS. Somente quando a qualidade gráfica foi reduzida ao mínimo e a resolução de tela para 800×600 foi possível jogar o game sem problemas de lentidão ou travamento.

Em comparação com outros portáteis com a mesma CPU, o IdeaPad 330S apresenta um desempenho muito pior para games. Porém, se o usuário do equipamento foi um estudante ou empregado de escritório, há mais do que o desempenho suficiente no notebook para atender suas necessidades.

Autonomia de bateria

Durante nossos testes com o notebook, a bateria do Ideapad 330S durou cerca de 3 horas e 30 minutos, utilizando o programa de análise PCMark 8 Home Battery Life. O tempo baixo de duração pode ser atribuído à presença da GPU da AMD, pois ela consome mais energia que o chip de gráficos integrados da Intel.

Ao utilizar o dispositivo para tarefas do cotidiano como navegar pela Internet, editar documentos, ou mesmo ouvir músicas e assistir alguns vídeos, a bateria durava cerca de 6 horas e 30 minutos, um tempo muito bom para um laptop do tipo ultrabook que roda o Windows 10.

Considerações finais e preço

O IdeaPad 330S é um bom laptop do estilo ultrabook para uso diário, e certamente cumpre seu papel com excelência, mas também precisa de alguns ajustes. A GPU Radeon 540 é um pouco fraca e parece servir pouco propósito funcional, uma vez que games não rodam no dispositivo da forma como deveriam.

Ideapad 330S
Se você não é tão exigente e procura uma máquina robusta, o Ideapad 330S é uma boa escolha.

Além disso, a placa gráfica dedicada parece mais atrapalhar do que ajudar no desempenho do notebook, já que ela consome muito mais energia do que uma GPU integrada. E enquanto ter 1 TB de armazenamento é bom, a falta de um SSD realmente prejudica a experiência do usuário que procura por uma máquina rápida e eficiente.

Se você conseguir enxergar além dessas falhas (e um SSD não fizer tanta falta assim), o Lenovo IdeaPad 330S se tornará uma ótima escolha para pessoas que procuram um dispositivo portátil de uso geral que promete atender suas maiores necessidades digitais e que irá compensar um investimento de cerca de R$ 3.199,00

Especificações técnicas Ideapad 330S

CPUIntel® Core™ i5 8250U (4 núcleos de 1.60 GHz até 3.40 GHz, 6 MB L3 Cache) 
Sistema
operacional
Windows 10 Home
RAM8GB DDR4 (não é possível upgrade)
Armazenamento interno1 TB HDD, 5.400 RPM e uma unidade Intel Optane de 16 GB
Tamanho da
exibição
15.6 polegadas FullHD  (1920×1080) BOE0700, IPS
Resolução1920×1080
Placa de vídeoAMD Radeon® 535 com 2 GB GDDR5 de memória dedicada 
Wi-fi802.11ac (2×2)
BluetoothBluetooth 4.1
Conexões1 x USB tipo C, 2 x USB 3.0, 1 x HDMI, Fone de ouvido / microfone
Tamanho19 mm x 358 mm x 244 mm(compr. x larg. x esp.)
Peso1.78 kg
Notebook Lenovo Ideapad 330S
  • Design - 10/10
    10/10
  • Desempenho - 7/10
    7/10
  • Bateria - 8/10
    8/10
  • Som - 7/10
    7/10
8/10

4 Comentários

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário:

  • macho tem uns dados errados aí, dá uma olhada no site da leno e você vai ver que essa tela não é Full HD, a memoria é expansivel até 20gb, e no parentese da parte de considerações finais a conjugação do verbo a ser usada é o “fizer”.