CRÍTICA | Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis é um ótimo filme de ação e artes marciais

Shangchi
Aventura de Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis é um presente para os fãs de filmes de artes marciais

Confesso que eu nunca ouvira falar do personagem Shang Chi até o anúncio do seu filme há uns dois anos. Mas logo me interessei pelo filme, afinal, poderíamos enfim ter um gênero diferente dentro desses filmes de herói da Marvel Studios. Felizmente as minhas preces foram ouvidas e o filme cumpre muito bem com a proposta.

Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis é um filme de origem do personagem, mas também serve para fechar alguns furos deixados lá em Homem de Ferro 3, que utilizou a imagem do vilão Mandarim como um chamariz e, no fim das contas fomos, “baitados”. Sem dar spoilers sobre o que de fato acontece posso apenas dizer que aqui em Shang Chi temos de fato o Mandarim, além de explorar com bastante atenção a questão dos Dez Anéis.

Mas melhor do que ser apenas um filme de origem, o que mais gostei é o fato dele ser de fato um filme de artes marciais. Ótimas coreografias atreladas ao uso de poderes que fazem jus aos personagens da história e excelentes set pieces (grandes sequências com ação, explosões e entre outros) são apenas algumas das qualidades do filme.

Quem é quem nessa ação desenfreada?

Cena de shang chi utilizando os dez anéis
Uma das cenas do personagem utilizando os Anéis.

A questão do elenco foi outro ponto que me deixou muito feliz com o filme. Shang Chi é interpretado por Simu Liu e o mesmo se encaixou muito bem com o personagem. Tanto nas cenas de ação quanto nas cenas um pouco mais sérias ou então de comédia, é ótimo vê-lo em ação. Falando em comédia não posso esquecer de citar a personagem Katy, melhor amiga de Shang, interpretada por Awkwafina que é o alívio cômico de todo o filme. Não senti nenhum exagero nesse sentido e algumas das piadas são excelentes.

Já sobre o nosso grande vilão Mandarim, contamos com Tony Leung Chiu-Wai para interpretá-lo e bom, essa escolha caiu como uma luva. O filme abre com cenas apresentando o personagem e desde o começo você já aceita que ele é o “brabo”. E junto a essas cenas somos apresentados a Leiko Wu, futura mãe de Shang Chi e ainda mais “braba” do que Mandarim, interpretada por Fala Chen.

Por fim temos Xialing, irmã de Shang Chi, interpretada por Meng’er Zhang e que também rouba muito a cena em diversos momentos. Há alguns outros personagens muito interessantes que aparecem durante o filme, mas que são spoiler, então vou deixar a surpresa para o filme em questão. Além disso, você pode conhecer mais dos personagens e do elenco nessa lista que fizemos.

Uma história de família… Com poderes

Mandarim no filme shang chi
Mandarim é o pai do nosso herói Shang Chi e bom, o cara é poderoso.

O longa é uma aventura frenética e cheia de ótimas cenas de ação, mas é também um filme sobre família. Começamos o filme sendo apresentados aos pais de Shang Chi e a sua infância até entendermos como ele foi parar nos EUA e conheceu Katy. A forma como tudo é conduzido é através de diversos flashbacks que servem para contar sobre a origem dos personagens e como se tornaram o que são atualmente. Embora isso se torne um pouco cansativo em alguns momentos, essa estrutura narrativa funciona e explica bem o que aconteceu.

Em suma, é uma história que já vimos muitas vezes e o filme em nenhum momento tenta ser algo que ele não é, fazendo coisas mirabolantes que forçam a barra. Nesse quesito temos o famoso “arroz com feijão” que serve bem ao propósito para segurar o que de fato importa aqui: as artes marciais e as belas setpieces.

Inclusive, essas setpieces acontecem em lugares bem interessantes. Um ônibus desgovernado, na beirada de um prédio altíssimo e entre outras coisas são apenas alguns dos locais escolhidos para essas cenas. Eu tive vários sentimentos com o filme. Em alguns me parecia uma cena de fuga em Uncharted 4, em outras um grande sorriso no rosto por simplesmente ver as belas coreografias de luta, o que nos leva ao próximo tópico.

Ah! As lutas e os belos efeitos especiais

Os famosos dez anéis em shang chi
Os dez anéis.

Se você gosta de boas cenas de luta, Shang Chi vai ser um prato cheio para você. Desde o início, temos cenas eletrizantes com grandes coreografias prestando homenagem a filmes chineses e também temos outro lado mais pé no chão lembrando um pouco de O Soldado Invernal, por exemplo. Independente do caso, com ou sem poderes, as cenas de ação são um primor e te deixam muito satisfeitas.

E por falar em ação, não podemos esquecer dos famosos dez anéis. Todas as cenas envolvendo os mesmos são um detalhe a parte, pois me levaram a imaginá-lo como uma arma em algum game de hack ‘n slash, por exemplo. Eles garantem força e funcionam conforme a criatividade do portador, algo bem semelhante ao anel dos lanternas verdes.

E tudo isso acontece praticamente no filme todo. Temos algumas cenas importantes para o avanço da história e os flashbacks, mas no resto, é apenas “tiro, porrada e bomba”. Grande parte das lutas acontecem no modo frenesi, mas algumas são um pouco mais místicas e contêm o uso de efeitos de slow motion, por exemplo. Eu achei isso um pouco fora de mão em alguns momentos, mas nada que atrapalhe a experiência.

Compensa o ingresso?

Xialing, irmã de shang chi em ação
Eu não mexeria com essa moça, se eu fosse você.

Tirando as séries da lista, Shang Chi é a primeira produção da Marvel pós Ultimato que realmente vem com algo novo e interessante para esse universo. Embora ele sirva para contar a história de origem de um novo personagem, ele também ajusta alguns conceitos que já tínhamos visto e expande um pouco mais para ficarmos empolgados para as próximas produções.

Por fim, sim, vale demais o ingresso, principalmente se gostar de filmes de artes marciais. E no caso de gostar de artes marciais com “poderzinho”, vai gostar ainda mais da experiência. O filme traz ainda duas cenas pós-créditos, ambas interessantes, mas com objetivos distintos. Se você está acompanhando toda a loucura e teorias em relação ao MCU que vem acontecendo na internet recentemente, talvez você fique com vontade de gritar de alegria no cinema.

Nós assistimos ao filme na última sexta-feira (27) a convite da Disney Brasil. Shang Chi e a Lenda dos Dez Anéis estréia nos cinemas brasileiros nessa quinta, dia 2 de setembro. Ele também deverá estar disponível em alguns meses no Disney+

Veja também

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:
Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário