Tecnologia em sala de aula é o futuro da educação no Brasil, revela Google for Education

Pesquisa inédita feita pelo Google mostra o posicionamento de pais e professores quanto ao uso da tecnologia na sala de aula
Pesquisa inédita feita pelo Google for Education mostra que 95% dos professores no Brasil acreditam na tecnologia na sala de aula; pais também concordam

Nesta quarta-feira (14), a equipe do Google for Education divulgou os resultados de uma pesquisa inédita no país, que analisou o posicionamento de pais e professores quanto ao uso da tecnologia na sala de aula. A apresentação aconteceu durante o Inovar para Brasil, na sede do Google, evento que reúne os principais líderes na área da educação para compartilharem experiências.

De acordo com o levantamento, inédito no Brasil, 82% dos professores estão preocupados com a equidade de acesso quando se trata de tecnologia nas escolas. Já 91% dos pais acreditam que a tecnologia na sala de aula torna o aprendizado mais envolvente. O Google e o instituto de pesquisa YouGov entrevistaram, por meio de formulário on-line, 300 educadores e 500 pais de alunos.

“A pesquisa é macro e, com a experiência do que vemos acontecendo em países do mundo, as salas de aula transformadas digitalmente oferecem aos alunos tanto de escolas públicas, quanto privadas acabam ensinando competências do século XXI, como liderança, criatividade e colaboração”.

Daniel Cleffi, líder do Google for Education para América Latina
Equidade e acesso para escolas
82% dos professores estão preocupados com a equidade de acesso quando se trata de tecnologia nas escolas

A metodologia da pesquisa no Brasil

O levantamento teve como motivação dissipar o mito de que pais e professores relutam em adotar a tecnologia na sala de aula. As entrevistas contemplaram professores e responsáveis por estudantes da educação primária e secundária, de escolas públicas, privadas e também em instituições sem fins lucrativos, mantidas por ONGs e fundações em todas as regiões do país. A pesquisa focou, também, no engajamento dos alunos, eficiência e uso do tempo, habilidades do futuro e equidade e acesso à educação de qualidade.

95% dos professores brasileiros acreditam que trazer a tecnologia para a sala de aula prepara os estudantes para o futuro
95% dos professores brasileiros acreditam que trazer a tecnologia para a sala de aula prepara os estudantes para o futuro

“A pesquisa tem como objetivo compreender melhor as visões atuais de pais e educadores no que se refere à tecnologia nas escolas, dissipando o mito de que há uma relutância por parte deles em adotá-la na sala de aula”.

Daniel Cleffi, líder do Google for Education para América Latina

Confira abaixo outros resultados apontados pela pesquisa

Opinião dos professores

Para os professores, 95% dos professores acreditam que trazer a tecnologia para a sala de aula prepara os estudantes para o futuro. Já 82% estão preocupados com a equidade de acesso quando se trata de tecnologia nas escolas. Além disso, 77% apontam que o maior desafio é envolver os alunos e 95% concordam que trazer a tecnologia para a sala de aula pode tornar o aprendizado mais atraente para os alunos.

Outro dado interessante levantado pela pesquisa mostra que 60% dos professores dizem que não têm tempo suficiente para fazer tudo que é necessário; 90% concordam que a tecnologia pode ajudá-los a economizar tempo e 81% acreditam que a parte mais importante do seu trabalho é ensinar aos alunos as habilidades do futuro, que inclui as novas tecnologias.

77% apontam que o maior desafio é envolver os alunos
77% dos professores apontam que o maior desafio é envolver os alunos

Para os pais

A pesquisa direcionada para os pais mostrou que 91% acreditam que a tecnologia na sala de aula torna o aprendizado mais envolvente e 88% acreditam que a tecnologia ajuda os estudantes a reterem informação. Já 74% concordam que a tecnologia permite que alunos aprendam em seu próprio ritmo e 47% acham que a tecnologia é atualmente utilizada da melhor forma para beneficiar a aprendizagem dos alunos.

Entretanto, é inegável o envolvimento dos pais e professores nesse processo de mudança de hábitos. As crianças e jovens de hoje em dia usam a tecnologia para tudo além apenas jogar. Se não houver um monitoramento eficiente para acompanhá-lo caso a tecnologia esteja sendo usada erroneamente.

Google for Education no mundo

Há dez anos, o Google trabalha com educadores para criar programas, aplicativos e dispositivos para o uso em sala de aula. 

O ecossistema que cerca o Google for Education (G Suite, Chromebooks e aplicativos) está prosperando com mais de 25 milhões de alunos usando Chromebooks e 80 milhões utilizando G Suite for Education ao redor do mundo.

G Suite e Chomebooks  fazem parte do Google for Education
G Suite e Chomebooks fazem parte do ecossistema que cerca o Google for Education.

A tecnologia simples do Google for Education possibilita aos educadores manter o aprendizado personalizado, garantindo melhor desempenho de suas turmas. Já os alunos se beneficiam com a facilidade da plataforma e ganham mais tempo para aprendizagem.

“Nós temos projetos públicos e privados em estados e municípios. Algo que nos uni em trabalhar com educação é o fato de trabalharmos com um proposito maior, a educação”.

finaliza Daniel Cleffi, líder do Google for Education para América Latina

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba notícias por e-mail