Veja os lugares mais quentes do mundo

Veja os lugares mais quentes do mundo

Avatar de bruno martinez Avatar de catherine delgado
Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor

Explorar os lugares mais quentes do planeta é como adentrar em um universo de extremos térmicos que chegam a desafiar os limites da sobrevivência humana.

É impressionante ver como alguns pontos no mundo podem experimentar temperaturas extremas de calor quase insuportáveis. Por causa disso, fica até difícil definir qual seria o lugar mais quente do mundo, afinal, existem áreas ao redor do planeta onde ter uma estação meteorológica é até impraticável. No entanto, é por meio do MODIS, instrumento localizado em alguns satélites da NASA, que existe a possibilidade de medir e obter uma noção da radiação térmica do solo de locais inóspitos.

Com isso em mente, preparamos um guia bem abrangente de todos os lugares mais quentes do mundo. Confira:

Países mais quentes

Geralmente, os países próximos à Linha do Equador, na latitude zero, têm temperaturas mais altas durante todo o ano, ao contrário das mais distantes dessa área, em direção aos polos. Quanto mais próximo do norte do Hemisfério Norte ou do sul no Hemisfério Sul, maior é a variação sazonal das condições climáticas. Isso pode resultar em uma gama mais ampla de temperaturas ao longo do ano.

Aqui, é bom lembrar que os valores de temperatura não representam exatamente picos de calor no verão, mas sim uma média anual, considerando variações ao longo das estações.

Níger, África: 27,78 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Níger, África (Imagem: Shutterstock)

A média temperatura em Níger costuma ser de 27,78 °C. Seco e bastante quente, também é composto de locais de deserto. No país, o clima pode ser subdividido em três estações distintas: um período extremamente quente e seco em meados do começo do ano, seguido por uma fase quente e úmida com chuvas entre junho e setembro, e finalmente um inverno suave do final do ano até o começo do próximo.

Veja a localização de Níger no Google Maps

Benim, África: 27,89 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Benim, África (Imagem: Mairon Giovani)

Benim também entra para a lista de um dos países mais quentes do mundo, apresentando uma temperatura anual média de 27,89 °C. Ainda assim, diferente de uma grande maioria do continente africano, sua condição climática é marcada pelo calor, mas também pela umidade.

Veja a localização de Benim no Google Maps

Catar, Oriente Médio: 28 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Catar, Oriente Médio (Imagem: Shutterstock)

O Catar tem uma temperatura média de 28 °C. Seu clima é árido e, assim como todo país do Oriente Médio, também possui seus territórios mais desérticos. Suas temperaturas costumam ser muito altas, além das condições extremamente secas. De maneira geral, durante todo o ano, o verão é vivenciado intensamente, seguido por um inverno breve e mais ameno.

Veja a localização de Catar no Google Maps

Palau, Oceania: 28 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Palau, Oceania (Imagem: Bloomberg)

Palau é um conjunto de ilhas com uma média anual de temperatura de 28 °C. Por também ser tropical, o lugar mantém um clima quente e bem úmido, variando bastante de temperatura ao longo do tempo.

Veja a localização de Palau no Google Maps

Tuvalu, Oceania: 28,05 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Tuvalu, Oceania (Imagem: Shutterstock)

Tuvalu costuma registrar uma temperatura média de 28,05 °C. Com clima úmido e quente, assim como no próprio Brasil, o país mantém um equilíbrio constante de temperatura ao longo dos meses, embora seja um dos lugares mais quentes do mundo. Ainda assim, suas precipitações são significativas.

Veja a localização de Tuvalu no Google Maps

Senegal, África: 28,05 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Senegal, África (Imagem: Britannica)

Senegal, com uma média anual de temperatura de 28,05 °C, é mais um país africano caracterizado por sua tropicalidade, se mantendo constantemente quente ao longo do ano. No entanto, precipitação é abundante no local, e o solo apresenta predominantemente um perfil mais úmido.

Veja a localização de Senegal no Google Maps

Bahrein, Oriente Médio: 28,22 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Bahrein, Oriente Médio (Imagem: Shutterstock)

Assim como outros países da lista, Bahrein chega, em média, a uma temperatura de 28,22 °C. Ele é bastante conhecido por seu clima árido e seco, além de suas vastas planícies desérticas. O verão é marcado por tempestades de poeira frequentes, enquanto a precipitação é mínima e ocorre principalmente durante o inverno.

Veja a localização de Bahrein no Google Maps

Djibuti, África: 28,33 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Djibuti, África (Imagem: Getty Images)

Com temperatura média de 28,33 °C, Djibuti já possui um clima quente e árido, o que é caracterizado por sua natureza mais desértica. Além disso, pode ter ventos de areia violentos, quentes e secos com bastante frequência. Na sua capital, as temperaturas médias durante as tardes variam entre 27°C e 33°C, e o país apresenta uma variação sazonal menos marcante se comparado à média global.

Veja a localização de Djibuti no Google Maps

Burkina Faso, África: 28,67 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Burkina Faso, África (Imagem: Shutterstock)

Burkina Faso possui, anualmente, uma temperatura média de 28,67 °C. Assim como Mali, ele também é um país de clima tropical, o que apresenta uma temperatura relativamente quente durante o ano todo. Felizmente, apesar de longos períodos de seca, chuvas também acontecem de vez em quando.

Veja a localização de Burkina Faso no Google Maps

Mali, África: 28,78 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Mali, África (Imagem: Britannica)

Com uma média anual de temperatura de 28,78 °C, Mali encabeça a lista de países mais quentes do mundo. Caracterizado por um clima seco e com precipitação escassa, o centro do país é semiárido e permanece com temperaturas intensas na maior parte do ano, mesmo que tenha curtos períodos de chuva. Timbuktu, uma de suas regiões, também faz parte do ranking de lugares mais quentes.

Ao mesmo tempo, na região sul, o clima que prevalece é o de savana tropical, marcado por um melhor equilíbrio com estações secas e chuvosas ao longo do ano.

Veja a localização de Mali no Google Maps

Lugares mais quentes

Diferente dos países mais quentes, que compõem uma lista mais baseada em suas médias anuais, as regiões já são exemplos bem mais específicos de temperaturas altas. Para se ter uma ideia, embora algumas consigam ainda ser povoadas, a maioria delas são tão quentes que são incapazes de receber pessoas.

Dallol, Etiópia: 41 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Dallol, Etiópia (Imagem: iStock)

O local já registrou uma temperatura surpreendente de 60°C, embora suas médias de temperaturas máximas fiquem um pouco acima de 41 °C. A proximidade com um vulcão também ajuda a desempenhar um papel crucial nisso.

Devido a essas temperaturas extremas, é compreensível que a cidade seja um verdadeiro fantasma, sem nenhum residente.

Veja a localização de Dallol no Google Maps

Turpan, China: 50°C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Turpan, China (Imagem: Shutterstock)

Com temperaturas que podem ultrapassar os 50°C, o local fica no noroeste da província chinesa de Xinjiang e é caracterizado por templos budistas em meio a uma paisagem mais desértica. A área é reconhecida como um centro de comércio proeminente e é cercada por montanhas, incluindo o vulcão conhecido da região.

Veja a localização de Turpan no Google Maps

Wadi Halfa, Sudão: 52,8 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Wadi Halfa, Sudão (Imagem: iStock)

Já tendo registrado 52,8 °C, a região é marcada pela extrema pobreza. Com localização no quente Deserto do Saara, para visitá-la, é preciso recorrer a meios de transporte como trem ou carro alugado e se hospedar em acomodações com poucas opções de conforto.

Veja a localização de Wadi Halfa no Google Maps

Tirat Tsvi, Israel: 54°C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Tirat Tsvi, Israel (Imagem: Science News)

Essa cidade é situada nas margens do Rio Jordão, na fronteira com a Jordânia. Em 21 de junho de 1942, supostamente alcançou a maior temperatura já registrada na Ásia, atingindo 54°C.

Veja a localização de Tirat Tsvi no Google Maps

Timbuktu, Mali: 54,4 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Timbuktu, Mali (Imagem: iStock)

Esse é um local que também possui importância histórica significativa, uma vez que devido à sua proximidade com o Deserto do Saara, a cidade é cercada por dunas e uma vasta extensão de areia. É reconhecida como uma das áreas habitadas mais quentes do mundo, tendo já chegado aos 54,4 °C.

Veja a localização de Timbuktu no Google Maps

Kebili, Tunísia: 55°C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Kebili, Tunísia (Imagem: iStock)

Essa região está posicionada entre o famoso Deserto do Saara e um oásis, o que carrega uma certa relevância dentro da história do mundo. Além de ser reconhecida como um centro comercial importante, registrou a temperatura mais alta já documentada em 1931, alcançando 55°C. Mas curiosamente, apesar do calor intenso, os habitantes locais continuam a permanecer na região há mais de 200 mil anos.

Veja a localização de Kebili no Google Maps

Ghadames, Líbia: 55 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Ghadames, Líbia (Imagem: iStock)

Essa comunidade facilmente atinge 55 °C e está dividida entre uma cidade antiga e uma cidade nova, ambas declaradas Patrimônio Mundial da Unesco. Se trata de uma região que abriga um lago de água salgada próximo às fronteiras com Argélia e Tunísia.

Veja a localização de Ghadames no Google Maps

Vale da Morte, Califórnia: 57,8 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Vale da Morte, Califórnia (Imagem: Getty Images)

Tendo batido recorde com 57,8 °C, esse é um dos pontos mais conhecidos em relação a destinos turísticos. Surpreendentemente, as pessoas visitam o lugar em busca de temperaturas que chegam perto dos 50ºC. O mês de agosto, auge do verão no país, registra o maior número de visitas ao deserto.

Veja a localização do Vale da Morte no Google Maps

Queensland, Austrália: 68,9 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Queensland, Austrália (Imagem: Flickr)

A região é cercada por uma beleza deslumbrante, com paisagens que variam entre vegetação tropical e semidesértica. No entanto, tudo isso vem acompanhado pelo desafio das altas temperaturas de até 68,9 °C.

Veja a localização de Queensland no Google Maps

Deserto Lut, Irã: 70,7 °C

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
Deserto Lut, Irã (Imagem: iStock)

Com temperaturas acima de 70,7 °C e considerado o lugar mais quente do planeta, essa região está localizada no sudeste do Irã e, de acordo com medições da NASA, já registrou temperaturas superficiais que ultrapassaram esse número.

Antes de alcançar temperaturas excepcionalmente altas, ele já havia sido identificado como um dos lugares com os registros mais elevados de calor nos anos de 2004 e 2007. Durante o verão, o local pode beirar ou ultrapassar limites, bem como outras regiões áridas em latitudes médias.

Foi em 2005, que a temperatura o levou ao topo do ranking de lugares mais quentes do mundo.

Veja a localização do Deserto Lut no Google Maps

Brasil: um dos lugares mais quentes do planeta?

Veja os lugares mais quentes do mundo. Descubra destinos com temperaturas tão extremas que desafiam a resistência humana e surpreendem pela intensidade do calor
País vem enfrentando duro aumento nas temperaturas e preocupando cientistas (Imagem: MetSul)

É certo que o Brasil anda enfrentando uma sequência de meses com temperaturas excepcionalmente altas e registrando recordes históricos em diversas regiões.

O aumento contínuo das temperaturas reflete, cada vez mais, uma realidade preocupante no contexto do aquecimento global acelerado — que, diga-se de passagem, já está sendo chamado de ebulição global. Isso ultrapassa a explicação pela variação natural do clima ou pelo efeito do fenômeno El Niño, um dos fatores contribuintes do calor extremo. Esse aquecimento tem inquietado a comunidade científica, que está em busca de explicações para esse aumento rápido das temperaturas, indo além do efeito estufa dos gases antropogênicos.

Fato é que o Brasil só está acompanhando a tendência. É importante destacar que as temperaturas no país já chegaram até 6 ºC acima da média em algumas áreas, o que impactou negativamente a saúde, a natureza e até a economia, especialmente quando se trata da agricultura. Em outras palavras, recordes parecem estar sendo quebrados a cada ano que passa e uma prova disso foram as próprias capitais com medidas muito acima do normal.

Com picos de calor sem precedentes, segundo dados da MetSul, o Brasil acabou entrando na lista dos países com temperaturas mais elevadas de todo o mundo, mesmo que ainda, por um curto período devido apenas a onda de calor. No entanto, a tendência é de que, num futuro breve, ele permaneça fixo no ranking.

Veja também: Como o calor extremo afeta o seu corpo (e como se proteger)

Fontes: Terra, Normas ABNT, MetSul

Revisado por Glauco Vital em 29/11/23.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados