World of Warcraft Burning Crusade Classic será lançado no dia 1º de junho

World of warcraft burning crusade classic lança em 1º de junho de 2021.
World of Warcraft Burning Crusade Classic chega em 1º de junho. Nesta matéria, você confere tudo sobre o lançamento

No próximo dia 1º de junho, a recriação da primeira expansão do clássico MMO da Blizzard World of Warcraft Burning Crusade Classic – irá ao ar, permitindo aos jogadores reviver a experiência de jogar este clássico assim como na época do lançamento original, dando continuidade ao World of Warcraft Classic, que trouxe o jogo base (chamado de versão “vanilla” pelos jogadores) de volta à vida de forma oficial. Aqui, vamos entender o que foi a expansão e o que vem pela frente.

Retorno às origens

YOU ARE NOT PREPARED! (“você não está preparado!”, em tradução livre)

Illidan Tempesfúria, elfo noturno feiticeiro, primeiro Caçador de Demônios

Nenhum jogador de World of Warcraft em sua época original irá esquecer dessas palavras, gravadas a ferro na cabeça de todos que acompanharam os trailers de lançamento da primeira expansão do jogo, em 2007. As expansões de WoW sempre foram um evento à parte – a maioria delas modificava o mundo do jogo permanentemente, deixando áreas inteiras arrasadas de forma irrecuperável, trazendo a sensação de um mundo vivo, em constante transformação.

Admita - você viu esse vídeo dezenas de vezes, e provavelmente consegue ouvir a voz de illidan só de ver essa imagem.
Admita – você viu esse vídeo dezenas de vezes, e provavelmente consegue ouvir a voz de Illidan só de ver essa imagem.

Apesar da incrível imersão que isso traz, muitos jogadores, ao longo dos anos, queriam poder apreciar o game em sua forma original – seja por nostalgia, para quem viveu a época, ou pela vontade de experienciar os eventos, para quem não pôde fazê-lo – e, por muitos anos, isso não era possível, pelo gigante logístico que um trabalho dessa magnitude acarretava. Até servidores clandestinos surgiram, tal era a demanda e a ânsia dos players, mas tudo isso acabou em 2019 – quando o World of Warcraft Classic foi lançado oficialmente pela Blizzard, trazendo um “remake” do jogo original de 2004, para o deleite dos fãs.

Os servidores novos do WoW Classic trouxeram a experiência clássica do jogo, sem quaisquer elementos das expansões lançadas até o momento, com toda a jogabilidade trabalhada à verossimilhança da época – apenas os gráficos receberam um trato HD, para se ajustar aos novos tempos, com a opção adicional de revertê-los também, para os extremamente nostálgicos. Pois agora o lançamento de Burning Crusade Classic dá continuidade à imersão na experiência original, trazendo as mesmas adições que a expansão da época trouxe – com alguns detalhes a mais.

Nagrand, adição que faz parte dessa primeira expansão de world of warcraft, é uma zona contestada relacionada a terralém e aos draenei.
Nagrand, adição que faz parte dessa primeira expansão de World of Warcraft Burning Crusade Classic, é uma zona contestada relacionada a Terralém e aos draenei.

As semelhanças e as novidades

A premissa e os detalhes da recriação do lançamento de World of Warcraft Burning Crusade Classic são os mesmos, também com a mesma sinopse: os jogadores passarão pelo Portal Negro até o reino arrasado de Terralém, um planeta distante e corrompido pelo mal, onde as forças da demoníaca Legião Ardente se preparam para um ataque contra toda a vida de Azeroth. A exploração desse mundo alienígena traz duas novas raças jogáveis – os elfos sangrentos e os draeneis – e a nova habilidade de voar e explorar as montanhas aéreas de Terralém em montarias voadoras. Os veteranos da época e literados em WoW saberão garantir a fidelidade desses elementos e acontecimentos.

O jardim botânico é uma das masmorras da antiga expansão, revivida no world of warcraft burning crusade classic.
O Jardim Botânico é uma das zonas da antiga expansão, revivida no World of Warcraft Burning Crusade Classic.

Para muitos jogadores de World of Warcraft, Burning Crusade foi o primeiro passo de uma jornada épica que continua até hoje, mas, para outros, as histórias de fugas de Aníquilus e o confronto com Illidan no cume do Templo Negro são lendas. Com Burning Crusade Classic, queremos dar aos jogadores uma chance de viver os desafios e triunfos de Terralém de uma forma que não foi possível por mais de uma década, ao lado de novos e velhos amigos. Mal podemos esperar para atravessar o Portal Negro mais uma vez com todo mundo.

J. Allen Brack, presidente da Blizzard Entertainment, em comunicado sobre o lançamento de Burning Crusade Classic.

Em 18 de maio, um patch pré-expansão será lançado, e permitirá que os jogadores escolham se querem enviar seus personagens para o Burning Crusade Classic com o restante do reino ou permanecer no World of Warcraft Classic, que terá novos reinos para os jogadores, mas ainda continuará existindo à moda antiga. Para quem não quer perder nenhum dos dois, é possível clonar o personagem a partir da mesma data para prosseguir e progredir em ambos os mundos.

A partir do mesmo dia, personagens das raças de elfo sangrento e draenei poderão ser criados – a partir das novas áreas iniciais deles, a Floresta do Canto Eterno e ilha Névoa Lazuli, respectivamente – em preparação para o cruzamento do Portal Negro. Também ocorrerá um evento limitado relacionado, onde seres infernais invadem áreas importantes, pelo mesmo portal, e devem ser combatidos pelos players. O Passe do Portal Negro também ficará disponível para compra, que inclui a opção de elevar um personagem em um reino de Burning Crusade Classic para o nível 58 – limitado a um por conta, no entanto, e não aplicável aos elfos sangrentos e draeneis.

O pântano zíngaro é outra das novas áreas adicionadas ao wow classic com a nova expansão - com belos visuais hd.
O Pântano Zíngaro é outra das novas áreas adicionadas ao World of Warcraft Burning Crusade Classic com a nova expansão – com belos visuais HD.

Há, ainda, a Deluxe Edition, que fica disponível juntamente com o patch de pré-expansão e inclui alguns benefícios extras aos jogadores que desejarem adquiri-la. Eles são:

  • Montarias especiais: Caçador Dimensional Redesperto, com o visual da expansão original para o Burning Crusade Classic e Caçador Dimensional Viridiano, variante para o WoW moderno, incluindo a nova expansão Shadowlands, que reflete o estilo visual atual do jogo;
  • Uma Pedra de Regresso do Portal Negro, com efeito visual inspirado no portal entre os mundos para ser usada em Burning Crusade Classic;
  • O brinquedo Caminho de Illidan, que faz as pegadas do personagem deixarem fogo vil flamejante no chão por um curto período em Burning Crusade Classic;
  • Um Passe do Portal Negro (que não pode ser combinado a um segundo Passe do Portal Negro comprado separadamente);
  • E 30 dias de jogo para World of Warcraft, dando acesso ao WoW Classic, ao Burning Crusade Classic e também ao jogo moderno.

As características da expansão original e que vem com o lançamento de Burning Crusade Classic, para quem quiser relembrar, incluem novas áreas com o mundo de Terralém, e também os Portões da Arena, onde combates multijogador podem ser realizados; Raides e masmorras, como a Bastilha da Tormenta e Karazhan; e novas opções aos heróis, como a profissão de joalheiro e novas facções, como a dos Aldor e os Áugures, e a possibilidade de criar paladinos na Horda e xamãs na Aliança. Mais detalhes podem ser encontrados no site oficial do Wow Classic.

E aí, animado para esse relançamento e para reviver suas saudosas memórias em Azeroth ou criar suas novas em World of Warcraft Burning Crusade Classic? Para essa e outras notícias sobre World of Warcraft e Blizzard e tecnologia no geral, fique de olho no Showmetech.

Fonte: Blizzard

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário