10 curiosidades sobre os blocos de lego. Os blocos de lego possuem detalhes interessantes, como sua resistência, além de já terem sido usados para muitas coisas, como a construção de casas reais

10 curiosidades sobre os blocos de LEGO

Avatar of luís antônio costa
Os blocos de LEGO possuem detalhes interessantes, como sua resistência, além de já terem sido usados para muitas coisas, como a construção de casas reais

Certamente você já deve ter brincado com os divertidos blocos de montar da LEGO alguma vez na sua vida, certo? Seja para crianças ou mesmo para adultos, esse brinquedo fantástico e prático permitiu que milhares de pessoas ao redor do mundo dessem vida a sua imaginação e explorassem sua criatividade criando obras divertidas e, ao mesmo tempo, geniais.

Os blocos de LEGO se tornaram brinquedos tão populares que, em 1998, a LEGO e seus blocos foram incluídas em um lugar de destaque no National Toy Hall of Fame dos Estados Unidos. Porém, você sabia que os blocos coloridos possuem mais história do que se pensa? Nesse artigo conheceremos 10 curiosidades sobre os blocos de LEGO.

Quem inventou os blocos de LEGO?

Os blocos LEGO foram inventados pelo dinamarquês e mestre-carpinteiro Ole Kirk Christiansen em 1932. A história original conta que Christiansen construía casas e mobília para fazendeiros da região onde morava, mas, devido a um incêndio que destruiu sua oficina, resolveu investir na criação de miniaturas de seus modelos originais para diminuir seus custos de produção durante a época da Grande Depressão. A confecção desses modelos em escala menor, como escadas e tábuas de passar roupas, inspiraram Christiansen a investir na fabricação de brinquedos.

Criador dos blocos de lego
Ole Kirk Christiansen foi o criador dos primeiros blocos coloridos de LEGO, que anos depois ganharam seus padrões de encaixe.

Porém, inicialmente, Christiansen não usava blocos de encaixar e as peças eram feitas de madeira. Somente em 1947 Christiansen e seus filhos obtiveram amostras de peças de plástico que possuíam encaixes, começando a utilizar esse padrão na produção dos brinquedos. 

Nos anos subsequentes, os filhos de Christiansen assumiram o legado do pai e expandiram a produção dos blocos de LEGO, investindo em conjuntos com temas diferenciados para todos os públicos: infantil, juvenil (como os kits Mindstorms) e até para adultos (como os kits Architecture inspirados em prédios famosos ao redor do mundo). Os blocos coloridos de LEGO são tão práticos que eles fazem parte de um “sistema universal” que possibilita que você possa conectar um bloco de 2021 com um bloco de 1958 sem nenhum problema.

A origem do nome “LEGO”

Logos da lego
Ao longo do tempo, o logo da LEGO mudou de estilo, mas a mensagem de brincadeira sempre continua a mesma.

Provavelmente uma das maiores curiosidades que cercam a história dos blocos é de onde veio o nome. A palavra LEGO foi criada usando as duas primeiras letras das palavras dinamarquesas “Leg” e “Godt”, que significam “jogar bem”. Curiosamente, LEGO não é um substantivo, é um adjetivo, como em peças de LEGO, produtos de LEGO e conjunto de LEGO. Além disso, a empresa originalmente se chamava “Automatic Binding Bricks” (Blocos de Ligação Automática, em português) e, ao contrário do que muitos pensam, o plural da palavra não leva “s” e também é “LEGO”.

Os blocos de LEGO não se decompõem

Como são feitos de plástico, os blocos de LEGO levam muito tempo para se decompor naturalmente. Plásticos como aqueles utilizados em sacolas de supermercado levam cerca de 100 anos para se decompor na natureza. No entanto, os blocos coloridos são feitos de um tipo de plástico especial chamado ABS (Acrilonitrila butadieno estireno). Por se tratar de um polímero termoplástico com propriedades únicas, ele exige temperaturas extremas ou grandes quantidades de luz ultravioleta para iniciar o processo de degradação.

Blocos de lego feitos de plástico especial
Feitos de um plástico especial, os blocos de LEGO não podem ser decompostos por processos naturais.

Por essa razão, esse termoplástico também é geralmente usado em impressão 3D. O grande problema é que o plástico ABS demora até 1.300 anos para se decompor por processos naturais! Considerando o impacto ecológico que a produção de um plástico tão resistente tem para a poluição do meio-ambiente, a LEGO está trabalhando em maneiras de reduzir o impacto ambiental problemático dos tijolos coloridos.

As mini-figuras de LEGO amarelas

Inicialmente, a LEGO não tinha mini-figuras para representar pessoas nos seus conjuntos de brinquedos. Dessa forma, as pessoas em blocos de LEGO não tinham expressões faciais, gênero, braços ou mesmo pernas removíveis. Porém, em 1975, a empresa lançou as mini-figuras amarelas que já se tornaram marca característica da LEGO.

Mini-figuras de lego
As mini-figuras de LEGO são amarelas porque a cor é considerada racialmente neutra

Porém, o que muitas pessoas se perguntam até hoje é o porquê de as mini-figuras serem amarelas. A tonalidade teria sido escolhida porque o amarelo é considerado uma cor racialmente neutra (pelo menos naquela época). Atualmente, por padrão, a maioria das mini-figuras da LEGO continuam sendo amarelas, apesar delas virem em outras cores também, como os conjuntos inspirados em franquias famosas como Star Wars, Harry Potter e Marvel, que possuem as tonalidades de pele originais de seus respectivos personagens.

A LEGO produz mais pneus que a Goodyear

Por incrível que pareça, a LEGO produz cerca de 318 milhões de pneus de plástico por ano, com uma produção diária de 870 mil unidades. Essa quantidade impressionante consegue superar (e muito) os 2 mil pneus produzidos diariamente pela fábrica da Goodyear no México, uma das maiores da empresa e que exporta para toda a América.

Pneus da lego
Mesmo sendo menores que pneus de verdade, a LEGO produz mais unidades desses itens do que a maior fabricante de pneus do mundo.

Claro que é preciso considerar que, relativo ao seu tamanho reduzido quando comparados a pneus de verdade, a proporção de pneus de LEGO sempre será maior que aquela de pneus utilizados em veículos reais. Mesmo assim, é impressionante pensar que a LEGO produz esses pequenos 24 horas por dia, todos os dias do ano!

A nave Millenium Falcon é o conjunto mais caro de LEGO

Até hoje, o conjunto da famosa nave Millenium Falcon de Star Wars é o kit LEGO mais caro de todos. O conjunto possui mais 7 mil peças e custa cerca de US$ 800! Considerado uma peça de colecionador, esse kit é apenas para aqueles que são aficionados por LEGO e Star Wars e desejam ter uma réplica praticamente perfeita da nave de Han Solo em uma estante de destaque na sua sala-de-estar. O conjunto da Millenium Falcon é tão grande e cheio de detalhes que pode-se levar horas para construir a nave completa.

Até hoje, o tempo mais rápido que o kit já foi construído é de 2 horas, 57 minutos e 17 segundos por Johannes Roesch, Kathi Stutz, Ralf Johannes e Gabriel Cabrera Parra em 2019.

Millenium falcon de lego
O conjunto da Millenium Falcon é o kit mais caro de blocos de LEGO.

Em número de vendas, o conjunto de LEGO mais vendido no mundo é o Taj Majal, que possui quase 6 mil peças! O kit reproduz com uma riqueza de detalhes impressionante o templo-mausoléu indiano. Por último, em questão de dificuldade de montagem, o título fica com o conjunto de LEGO da Torre Eiffel de Paris. Mesmo tendo apenas 3.428 peças (muito menos que a Millenium Falcon ou o Taj Mahal), a estrutura da torre é tão complexa que você teria mais trabalho montando o monumento do que se divertindo de fato.

Existe uma casa feita totalmente de LEGO

Provavelmente um das primeiras criações que muitos fazem quando tem várias peças de LEGO a sua disposição é uma casa ou prédio. Mas se você já sonhou em construir uma casa totalmente feita de blocos de LEGO em tamanho real, saiba que alguém já fez essa façanha maluca. A rede de televisão britânica BBC documentou o passo-a-passo da construção de uma casa funcional para o programa Toy Stories.

Casa feita de blocos de lego
Essa casa na Inglaterra é completamente feita de blocos de LEGO.

O responsável pela obra foi um cidadão chamado James May, que mora em Surrey, no Reino Unido. Para a construção foram utilizados cerca de 3,3 milhões de blocos de LEGO! Além disso, o imóvel inusitado incluía um banheiro funcional com chuveiro quente uma cama muito confortável. A LEGO tentou levar essa “residência inusitada” para a LEGOLAND de Windsor, seu parque temático gigante, mas os custos e logística para mover a estrutura se mostraram tão altos e complexos que a casa permanece em Surrey ainda, onde ela foi originalmente construída.

Blocos de LEGO são uma das peças preferidas de artistas

Quem pensa que LEGO é um brinquedo apenas para crianças está muito enganado. Além de a empresa produzir linhas e conjuntos focados para o público jovem e adulto, os blocos de LEGO são utilizados por incontáveis artistas, escultores e pintores para dar vida a suas criações imaginativas.

Pavão feito de blocos de lego
Os blocos de LEGO são algumas das estruturas mais versáteis para artistas criarem obras fantásticas.

Percebendo que o mercado artístico era um segmento no qual os blocos de LEGO poderiam ser usados das maneiras mais variadas e criativas, recentemente a empresa investiu em uma linha de produtos voltada para adultos que recria pôsteres no formato pop art com blocos de LEGO. Chamado LEGO Art, a marca conta com quatro produtos distintos e com temas particulares, incluindo uma recriação da “Marilyn Monroe” de Andy Warhol, integrantes dos Beatles, Homem de Ferro e até de personagens de Star Wars como Darth Vader e Darth Maul, com cada kit possuindo entre 3 a 5 mil peças.

Um garoto criou uma impressora de braile de LEGO

Com apenas 13 anos, o jovem Shubham Banerjee usou o conjunto LEGO Mindstorms para criar uma impressora braile totalmente operacional para cegos, chamada Braigo. Banerjee utilizou os recursos de montagem e automação únicos dos kits Mindstorm da LEGO em conjunto com a tecnologia Intel Edison para programar a impressora.

Jovem com máquina feita de lego
Shubham Banerjee utilizou o conjunto LEGO Mindstorm para criar uma impressora braile totalmente funcional.

A criação de Banerjee fez tanto sucesso que atualmente ele é o fundador da empresa Braigo Labs Inc. A impressora do jovem custava uma fração do preço de uma impressora braile convencional (cerca de 2 mil dólares) e representou um passo importante para a disponibilidade de acesso à educação de forma igualitária para milhares de crianças e jovens cegos ao redor do mundo que não podem arcar com os altos custos de materiais didáticos.

Blocos de LEGO quase infinitos e super resistentes

Atualmente existem mais de 400 bilhões de blocos de LEGO ao redor do mundo. A quantidade é tão gigantesca que se você empilhasse os blocos um sobre o outro, seria capaz de construir uma torre de quase 4 milhões de quilômetros de altura! Essa distância equivale a 10 vezes a distância da Terra à Lua. São tantas possibilidades com os blocos de LEGO que, dois blocos de oito pontos de encaixe, como aqueles que podem ser vistos na imagem abaixo, podem ser combinados de 915 milhões de maneiras diferentes.

Vários blocos de lego
A quantidade de blocos de LEGO no planeta é impressionante.

Além disso, os blocos de LEGO são extremamente resistentes (não é à toa que dói muito quando você pisa com seu pé em um deles). Cada bloco de LEGO pode aguentar uma força de mais de 4 mil Newtons, ou seja, quase meia tonelada de peso. Segundo estimativas atuais, existem 80 blocos de LEGO para cada pessoa no planeta e 2012 foi o ano em que a empresa mais produziu peças, criando 45,7 bilhões de blocos (com 5,2 milhões sendo produzidos por hora). Desde 2014 a LEGO se tornou a maior empresa de brinquedos do mundo, ultrapassando até mesmo a gigante Mattel.

E você leitor, curtiu as curiosidades sobre os blocos de LEGO? Deixe nos comentários qual foi o fato sobre LEGO que você achou mais interessante e conte como foi sua experiência de montar, brincar e soltar a imaginação com esses fantásticos blocos coloridos!

Fontes: Interesting Engineering, Huffpost

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados