35 anos de Tetris: um clássico inesquecível em nossos corações

Tetris 35 anos
Lançado em 6 de Junho de 1984, Tetris trouxe um novo conceito para jogos de desafios e continua fazendo um bom trabalho até nos dias de hoje

É incontestável que Tetris revolucionou a industria dos jogos desde seu lançamento, seja com sua complexidade em seus desafios, sua trilha sonora mais do que cativante e inesquecível ou até mesmo seu poder de conquistar a atenção de qualquer um que o jogasse. E assim como algo que nos dias de hoje é grande e tem bastante influência nos demais, Tetris também tem uma história bastante interessante.

Sendo desenvolvido por Alexey Pajitnov, e Dmitry Pavlovsky, ambos estudantes da Russian Academy of Sciences (Acadêmia de Ciências Russa) em Moscow, seus criadores eram engenheiros da Dorodnitsyn Computing Centre (Centro de Computação da União Soviética) quando terminaram a primeira versão jogável de Tetris que foi lançada em 6 de Junho de 1984 para o Electronika 60.

Na foto: "Se Tetris me ensinou alguma coisa, é que erros se acumulam e conquistas desaparecem."
Na foto: “Se Tetris me ensinou alguma coisa, é que erros se acumulam e conquistas desaparecem.”

Encaixando as pecinhas

Tetris tem seu nome derivado do prefixo numérico Tetra que significa Quatro (4) em Grego, já que todos os segmentos presentes no game são compostos por 4 quadrados, e também de Tennis, o esporte favorito de Alexey Pajitnov, um dos criadores do game. Tetris foi o primeiro software exportado da União Soviética para os Estados Unidos, onde foi inicialmente publicado pela Spectrum HoloByte para os sistemas Commodore 64 e para o IBM PC.

Pentomino, o "Material Dourado" dos Russos. Eles estudavam não somente números, mas como também letras com esse sistema.
Pentomino, o “Material Dourado” dos Russos. Eles estudavam não somente números, mas como também letras com esse sistema

Tetris foi inicialmente pensado por Alexey Pajitnov como uma derivação do puzzle (quebra-cabeças) russo que era basicamente amontoar blocos e com eles eram montados equações matemáticas ou até mesmo desafios usando as mais diferentes formas de cada um dos segmentos. Esse puzzle era chamado de Pentomino pelos Russos, e nós do Brasil temos algo parecido, com nosso contador de unidades chamado Material Dourado que utilizamos para aprender as unidades, dezenas e milhares durante o ensino fundamental.

Alexey era tão apaixonado por esse simples jogo de unidades que resolveu aplicar seu conhecimento em desenvolver um jogo parecido com o Pentomino em novos hardware que o mesmo tinha que inspecionar durante seu trabalho na Acadêmia de Ciências. Mas vendo que o puzzle original tinha vários segmentos e formas diferentes, Alexey decidiu então colocar apenas formas com 4 segmentos em seu game. E assim nasceu o Tetris!

Foto animada mostra a tela inicial de Tetris em várias cores que a paleta do Nintendo proporcionava.
Tela inicial de Tetris em várias cores da paleta do NES.

O objetivo de Tetris é montar os segmentos (pecinhas) no final da tela, a chama da Well (Poço) ou Matrix. Uma das clássicas lições que Tetris nos ensina é que os nossos erros se acumulam e precisamos fazer sucesso para progredir. O objetivo do jogo é alocar os segmentos que vão decaindo do topo da tela até o final, formando assim uma linha, seja na vertical ou na horizontal, fazendo com que os segmentos presentes sumam e você marque pontos!

A medida que o jogador progride, os seguimentos que virão em seguida se tornam mais aleatórios e a música acelera seu ritmo, o que faz com o que o jogador pense de forma mais rápida e ágil para não preencher a tela de pecinhas e acabar perdendo no caminho. Tetris ganhou diversas versões ao longo dos anos que adicionavam imagens animadas ao fundo durante a gameplay, músicas e temas que poderiam ser escolhidos pelo jogador e até modos diferentes, indo de combinação de cores ao invés de formas nos segmentos e até o bloqueio parcial da Matrix, onde o jogador podia jogar somente em um lado da tela.

Foto animada mostra um menino feliz ao realizar pontos enquanto joga Tetris.
Um GIF animado de uma das propagandas de Tetris para o NES nos EUA.

Tetris…em TODA PARTE!

Sendo lançado para basicamente quase todo sistema disponível no mercado, é incontestável que você provavelmente conheça Tetris independentemente de sua idade. Ao pensar em games clássicos, provavelmente Tetris deve ser um dos que vem em sua mente, seja por uma vaga lembrança de “joguinho com as pecinhas” ou aquele game que você passou horas e horas jogando e que, por bastante tempo, teve sua música grudada na cabeça. Junto com os games mais famosos, sendo eles Galaga, Pac-Man e Donkey Kong, Tetris se tornou um marco na indústria dos video games e continua a fazer isso até mesmo nos dias de hoje.

Foto mostra várias versões de Tetris, uma Russa, a versão do Amiga, a versão do Microsoft DOS e do NES.
Tetris em sua primeira versão Russa, em sua versão do Amiga, do MS DOS e do NES respectivamente.

Tetris se alastrou como fogo em palha seca através do mundo, sendo intitulado como “facilmente feito e facilmente viciante”. Tetris começou fazendo seu nome inicialmente através do Commodore 64 e logo em seguida recebeu versões para o Amiga, Apple II, Atari ST, MS DOS, PC-9801, MSX e, claro, uma versão também para o famoso NES (Nintendo Entertainment System), que já estava se destacando entre os consumidores e adversários como o centro das atenções na era de home consoles.

Bom para saúde e para Educação

A medida que jogos se tornaram algo popular e começaram a ser consumidos por boa parte da população, várias instituições se aprofundaram em estudos sobre esse fenômeno. Jogos eram consumidos mais e mais a cada dia e facilmente se tornaram um vício para crianças, adolescentes e jovens adultos. Mas aí que fica a pergunta, Tetris demais faz bem para saúde? A resposta é: SIM!

Um estudo realizado no Novo México em 2009 prova que o consumo diário de 30 minutos jogando Tetris num período de 3 meses aumentou a capacidade cognitiva e agilidade na tomada de decisão de todos os adolescentes que realizaram o experimento. Os adolescentes testados também mostraram grande avanços em seus estudos, conseguindo se concentrar mais durante as aulas e também durante as provas.

Na foto, cubos e segmentos do Tetris em 3D.
Cubos e Segmentos do Tetris em 3D.

Tetris é a representação de que nem tudo que prende a atenção de alguém por um grande período de tempo pode ser prejudicial a saúde. Claro que tem seus pontos negativos, como a procrastinação excessiva a distração constante, mas é incontestável que Tetris faz mais do que bem a saúde, e ele merece ser condecorado por isso.

Da Rússia para o resto do mundo

A Nintendo então percebeu todo o potencial que Tetris possuía e o recebeu de braços abertos, se tornando a desenvolvedora responsável pelos lançamentos de Tetris no futuro. Parceria essa que foi tão poderosa, que entre todas as versões que Tetris tinha, a mais popular delas foi a versão de consoles portáteis, e claro que estamos falando dele, do Gameboy.

Na foto, um GameBoy rodando Tetris.
Na foto, um GameBoy rodando Tetris.

Não só marcando a infância de várias pessoas com a trilha sonora e diversão que só o Tetris de Gameboy conseguia proporcionar, mas também se tornando um dos jogos mais populares de todos os tempos. Em 2007, Tetris recebeu o título de “O melhor jogo de todos os tempos”, e em 2019 ganhou a 7ª colocação na lista dos 100 Maiores Jogos de Todos os Tempos. Mas claro, títulos não fazem vendas, e Tetris vendeu um total aproximado de 170 Milhões de cópias, sendo elas 70 Milhões em versões físicas e 100 Milhões em celulares. O título se tornou o segundo jogo mais vendido do mundo, atrás somente do imensamente popular, Minecraft.

A popularidade de Tetris obviamente não ficou somente no exterior e se você teve uma infância divertida, provavelmente deve se lembrar disso. No Brasil, Tetris se tornou uma FEBRE, assim como produtos e manias do exterior. Tetris foi apresentado através do Brick Game (jogo dos tijolinhos/pecinhas) para boa parte das crianças na época, e não importava onde você ia, sempre tinha alguém jogando o Brick Game com o tema clássico do Tetris.

Na foto mostra Brick Game, um dos "portáteis" mais populares comercializados aqui no Brasil
Brick Game, um dos “portáteis” mais populares comercializados aqui no Brasil

Trazendo novos conceitos, até os dias de hoje

Uma das coisas que mais chama atenção em Tetris é como ele não cansa de inovar e isso continua até mesmo nos dias de hoje. Como já foi provado que Tetris faz mais do que bem pra saúde mental, Tetris sempre foi sinônimo de diversão e isso é algo que nunca mudou ao decorrer dos anos. Em 19 de Fevereiro de 2019, a Nintendo anunciou algo um pouco diferente do que estávamos acostumados. Anunciando Tetris 99 para Nintendo Switch, a Nintendo prova de uma vez por todas que Tetris também funciona com um modo online, e ele é extremamente divertido!

Na foto animada, mostra Tetris 99, o Tetris online com 100 jogadores simultâneos.
Tetris 99 e seu modo online com 100 jogadores simultâneos.

Em 1984, Tetris revolucionou a industria com sua gameplay extremamente divertida e tema amado por todos e ele merece ser consagrado por isso, mas questão é: ele continua a trazer diversão e inovar até mesmo nos dias de hoje. Sendo facilmente um dos jogos mais populares do mercado, Tetris é recomendado para todos, independentemente de sua idade. Não somente com isso mas também como um grande exemplo de como jogos deveriam se comportar.

Foto mostra God of War, o mais novo exclusivo do Playstation com gráficos estonteantes de lindos!
God of War, o mais novo exclusivo do Playstation com gráficos estonteantes de lindos!

Claro que gráficos de última geração, jogabilidade diversificada, sistema de atributos, trilha sonora orquestrada, criação e customização de personagens são importantes hoje em dia, mas Tetris provou antes de todo mundo que um bom jogo não precisava ter nenhuma dessas coisas, ele apenas precisava ser divertido. Isso é algo que todos os jogos da atualidade deveriam colocar acima de qualquer tipo de prioridade. Claro, como são empresas que publicam os games, o lucro é importante, mas uma fanbase (fãs, seguidores) fiel e um jogo publicado com todo amor e carinho é melhor do que qualquer tipo de lucro.

A foto animada mostra uma gameplay de Tetris Effect, um lançamento exclusivo do Playstation 4.
Gameplay de Tetris Effect, um lançamento exclusivo do Playstation 4.

Para os amantes de lindos gráficos e uma trilha sonora da atualidade, é claro que Tetris também fez um pequeno esforço pra se adaptar. Sendo exclusivo para o Playstation 4, Tetris Effect foi lançado em 9 de novembro de 2018 e ele ultrapassa todas as expectativas que tinham sobre ele. Com gráficos de tirar o fôlego e uma trilha sonora junto ao cenário animado que se adapta para a forma como o jogador joga, Tetris Effect quebra todas as barreiras e prova de uma vez por todas que o título é uma prima até hoje.

Com gráficos retrô, um tema tocado pelo chip de som DMG-CPU-03 do Gameboy ou com gráficos da atualidade com suporte a VR (Realidade Virtual) e uma trilha sonora orquestrada e eletrônica no Playstation 4, o que fica no coração dos fãs é que Tetris é eterno.

Seja para nos ensinar que para se divertir não precisamos de algo complexo ou bem detalhado, que uma música pode ser maravilhosa sem precisar de tanto trabalho e que não necessariamente precisamos nos encaixar para seguir em frente, Tetris nos ensinou que devemos continuar vencendo apesar das derrotas acumuladas porque sabemos que uma hora todas elas somem. Parabéns pelos 35 anos, Tetris! <3

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: