Como a ficção científica previu 2021 em suas histórias

Como a ficção científica previu 2021 em suas histórias. A ficção científica previu 2021 de várias formas, ou pelo menos tentou. Trazemos uma lista com obras que mostraram suas concepções sobre esse ano
A ficção científica previu 2021 de várias formas, ou pelo menos tentou. Trazemos uma lista com obras que mostraram suas concepções sobre esse ano

Nem os mais conturbados filmes de ficção científica previram tantos acontecimentos conturbados no ano de 2020. Bem, ele passou e podemos respirar um pouco aliviados com as novas possibilidades para 2021. Ou será que não? Como que a ficção científica previu 2021?

Várias produções cinematográficas e literárias do passado trouxeram previsões, digamos, interessantes do futuro. A grande maioria do público lembrará do querido Mad Max. O filme de 1979 trouxe uma sociedade caótica no futuro onde os fortes ditavam as regras nas estradas da Austrália, ainda mais com escassez de recursos como gasolina. Porém, apesar dos memes da internet, a trama nunca deixou muito claro em que ano acontece a jornada do oficial Max “MAD” Rockatansky.

A ficção científica previu 2021 - mad max
Apesar dos memes e teorias, a história do Mad Max original não ocorre em 2021. Imagem: Warner Bros.

Porém, algumas obras de ficção científica traziam previsões curiosas para 2021 de maneira mais incisiva. De exploração lunar até realidade virtual, temos verdadeiras experiências ricas em narrativas fantasiosas e até alguns “acertos”.

Sabendo disso, montamos uma pequena lista com cinco obras em que a ficção científica previu 2021, ou pelo menos tentou. É um exercício criativo pra lá de especial presenciar a visão dos roteiristas e escritores, apesar de muito fantasiosa em vários casos. Vamos lá.

The Children of Men (Filhos da Esperança)

Escrito por P.D. James em 1992, o romance Children of Men apresenta um mundo onde a infertilidade em massa gradativamente está reduzindo a população mundial. A última geração de nascidos naturalmente, os Omegas, está conduzindo a humanidade à extinção. Na Inglaterra, um grupo de resistência busca controlar a situação de caos no fatídico ano de 2021. Entretanto, a primeira mulher grávida em anos pode trazer a esperança de um futuro melhor.

A ficção científica previu 2021 de várias formas. Trazemos uma lista com obras que traziam suas visões deste ano.
O livro que deu origem ao filme não possui uma versão oficial em português. (Imagem: Amazon).

Apesar do livro ser um pouco difícil de encontrar, a história recebeu uma adaptação cinematográfica em 2006 que chegou ao Brasil com o título de “Filhos da Esperança”. O enredo é semelhante entre as obras, mas a história da versão cinematográfica acontece no ano de 2027.

Quanto às previsões para 2021, a ficção científica de P.D. James errou feio. Alguns poucos países lutam contra o declínio da população. Porém, o número de pessoas no planeta não para de crescer e as ameaças de escassez de água potável e alimentos são pontos que preocupam os estudiosos sociais.

Johnny Mnemonic

Baseado em um conto de ficção científica do aclamado William Gibson, Johnny Mnemonic é um filme de ação sci-fi de 1995 estrelado por ninguém menos que Keanu Reeves. No distópico ano de 2021, em uma sociedade dominada pelo vício da realidade virtual da Internet, a misteriosa doença “NAS” ameaça o mundo.

O protagonista Johnny Mnemonic carrega um HD virtual com mais de 160 gigas de espaço (uau, que capacidade) com informações sobre uma possível cura para a enfermidade. Mas corporações gananciosas querem obter estes dados a todo custo.

O filme acertou em vários pontos. Afinal, temos corporações importantes que regem o destino do planeta. Hoje, ninguém vive sem a Internet, mesmo que não seja imersa na fantasiosa realidade virtual da obra. Temos também armazenamento de dados gerados pelo homem em DNA. O mais incrível é o pessoal de 1995 acreditar que 160 gigas era muito espaço para armazenamento…

Moon Zero Two

Esse filme é o mais antigo da lista, datado de 1969. Em 2021 (apesar do narrador do trailer identificar erroneamente o ano como 2028), a lua passa por um avançado processo de colonização, com dezenas de assentamentos com uma variedade de habitantes e costumes.

O filme é apresentado como um “Faroeste Espacial”. Existem brigas de bar em cantinas espaciais (nada comparado a Star Wars, é claro), dançarinas sensuais e vilões estereotipados ao melhor estilo James Bond.

Infelizmente, a obra passou muito longe da realidade de 2021. Afinal, assentamentos lunares não são projetos viáveis por agora e os avanços na exploração espacial seguem devagar. Entretanto, o filme acerta, em partes, na ideia da exploração espacial comercial. Não podemos esquecer do lançamento da Dragon 2 em 2020, a primeira nave espacial de uma empresa privada a levar astronautas à Estação Espacial Internacional. 

Será que visionários como Elon Musk trarão as previsões de 2021 do More Zero Two à realidade algum dia? Talvez só nossos netos saberão…

Um lugar silencioso

Lançada em 2018, a obra de ficção é a mais recente da nossa lista. Um Lugar Silencioso (A Quiet Place no original) se passa em 2021, seguindo os passos da família Abbot em busca da sobrevivência em um mundo tomado por extraterrestres.

Na história da obra, invasores invisíveis chegam ao planeta em 2020, exterminando a maioria dos humanos. Eles atacam qualquer coisa que faça barulho, pois possuem uma super audição que capta o menor ruído. Um ano depois, Lee Abbot e sua família vivem em uma fazendo do Meio-oeste dos Estados Unidos em silêncio, evitando o perigo que os rodeia.

Apesar de não termos monstros caçadores à espreita, o perigo real de uma ameaça invisível com a COVID-19 fez com que as ruas ficassem em silêncio e vazias por uns tempos em 2020. Lembrando que em 2021 teremos a sequência do filme nos cinemas. Se a pandemia permitir, claro…

Androides sonham com ovelhas elétricas (Do Androids Dream of Electric Sheep?)

Um dos grandes romances de Philip K. Dick, Androides sonham com ovelhas elétricas?, é a obra que baseou a produção do filme Blade Runner, de Ridley Scott. Apesar do filme se passar em 2019, o conto original relata que, em 2021, a Terra está coberta de lixo radioativo e que o Sol parou de brilhar. Rick Deckard, um caçador de recompensas do Departamento de Polícia de São Francisco, volta  ao planeta com a missão de caçar seis androides que viajaram das colônias de Marte para a Terra sem autorização. 

Por sorte, não temos “tanto” lixo radioativo infestando o mundo, pelo menos por agora. Nem androides assassinos e caçadores deles. Apesar das previsões de Philip K. Dick para 2021 serem fantasiosas, a obra destaca pontos interessantes sobre a existência e a concepção de viver e sonhar. Imperdível para os fãs do gênero, ainda mais para quem quiser saber como a ficção científica previu 2021 nesse sentido.

BÔNUS: Tom Clancy’s H.A.W.X

Tom Clancy é um velho conhecidos dos aficionados em histórias com temas militares e de espionagem, em especial no mundo dos games. No jogo Tom Clancy H.A.W.X, publicado pela Ubisoft em 2009, as forças militares de diversos países são regidas por empresas e grandes conglomerados corporativos, que negociam a segurança de povos em todo mundo em troca de dinheiro.

Na pele de um piloto de caça da Força Aérea dos Estados Unidos, o jogador precisar impedir que o grupo de segurança tomado por terroristas realize um ataque em grande escala à várias nações. O game se destaca pelo desenvolvimento de cenários baseados em locais reais, via captura de dados de satélites comerciais da época, tornando a experiência bastante real.

E então, curtiu nossa pequena seleção do que a ficção científica previu para 2021? Não deixe de conferir outras matérias da Showmetech como os 30 melhores filmes de 2021 e games mais aguardados de 2021.

Fontes: Digitaltrends e The Portalist

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário