Review: Avell Volcano é o mouse gamer perfeito para o jogador casual

Avell Volcano é um mouse gamer de entrada com configurações interessantes
Avell Volcano une boas configurações e um design simples e bastante ergonômico, se tornando um modelo ideal para jogadores casuais

A Avell possui no Brasil um catálogo inteiro feito para o gamer que quer o máximo de experiência nas suas jogatinas. Entre notebooks com placa de vídeo RTX, headsets gamers, mousepads e teclados, todos voltados para alta performance, o mouse gamer Avell Volcano é a estreia solo da empresa no mercado de mouses, já que os outros modelos são feitos em parceria com outras companhias.

Para sua estreia, a Avell não ousa muito no Volcano, trazendo boas especificações técnicas, ideais para ser o primeiro mouse gamer de muitos jogadores, e recursos interessantes que dão um charme em qualquer setup gamer. Será que o mouse gamer Avell Volcano é o modelo de entrada ideal? Responderemos esta pergunta neste review. 

Design

O Avell Volcano é um mouse gamer com configurações interessantes para a sua faixa de preço
O Avell Volcano é um mouse gamer com configurações interessantes para a sua faixa de preço

A primeira coisa que se nota logo ao tirar o Avell Volcano da caixa, é a sua falsa fragilidade. Construído todo em plástico ABS, o mouse gamer possui dimensões 131 x 74 x 44mm e 150g de peso, o que o faz ser bastante leve e confortável de manusear. Apesar de pequeno, ele fica firme na mão e passa a sensação de ser mais pesado do que é.

Na parte superior, o Volcano tem uma fresta no meio do produto, separando os botões direito e esquerdo pela roda de scroll que fica no meio. Alinhado à roda de scroll, há dois botões de velocidade do mouse, que permite ajustar a velocidade do ponteiro – ou setinha – que se move na tela. 

Os botões se assemelham aos botões de volume presentes em controles comuns, com sinais de mais (+) e menos (-) para auxiliar o jogador rapidamente no momento da jogatina. Por falar nestes botões, ele chega com até 4000 de sensibilidade por DPI, o que é bastante para um mouse gamer dessa categoria – mas iremos falar sobre isso mais abaixo.

Avell Volcano tem botões dedicados para regulagem da sensibilidade por DPI
Avell Volcano tem botões dedicados para regulagem da sensibilidade por DPI

Voltando ao design do Avell Volcano, nas laterais do mouse há uma textura meio áspera que ajuda na ergonomia, pois eles evitam que seus dedos escapem. Acima da região áspera esquerda, onde fica mais ou menos a região do polegar, há dois botões de interação com o computador. Ou seja, com eles é possível voltar ou avançar uma página da web e pastas do computador.

O mouse, no geral, surpreende pelo o que é oferecido em relação ao seu custo. Os materiais não são de primeira linha, mas o conjunto em plástico ABS e cantos texturizados dão um charme próprio ao Avell Volcano. Todos os botões são de fácil acesso e o design ergonômico se encaixa muito bem à mão.

Laterais do mouse são ásperos para mais aderência
Laterais do mouse são ásperos para mais aderência

Experiência do usuário

Utilizar o Avell Volcano tanto para trabalho – navegando na internet, editando vídeos e fotos – quanto para jogos, é muito bom. Os botões de ajuste do DPI são muito fáceis de acessar e seus níveis são bastante bem-vindos para diversos tipos de aplicações. Ao todo, são 6 níveis: 50, 1000, 1500, 2000, 3000 e 4000 DPI. Todos os níveis são identificados pelas cores que envolvem o mouse, que são, respectivamente: vermelho, amarelo, azul, verde, laranja e rosa. As opções disponíveis são muito interessantes para um mouse gamer dessa categoria, sendo 4000 DPI uma opção que não é muito comum encontrar em produtos dessa faixa de preço.

Infelizmente, os níveis são somente os que podem ser acessados pelos botões, sem a possibilidade de escolher o “meio termo” entre eles. Para gamers mais hardcore, isso pode ser um problema, porque o DPI depende muito mais do costume do jogador do que do game em si – mas, sendo um gamer mais padrão, a limitação do DPI não me incomodou.

Experiência em jogos é muito boa
Experiência em jogos é muito boa

Aos fãs de jogos de tiro ou que requerem muita precisão, o Avell Volcano é uma ótima opção por ter um sensor AVAGO 3050, da Avell. O sensor possui uma luz vermelha abaixo do mouse para identificar movimento. Na teoria, ele consegue uma velocidade de 60 polegadas por segundo e aceleração de 20G a uma taxa de 1000 Hz. Na prática, é como se você tivesse uma resposta mais rápida em jogos de ação. Em testes com o Fortnite, por exemplo, a experiência foi muito boa e, inclusive, a jogabilidade melhorou.

Outro ponto que vale a pena mencionar positivamente é o cabo trançado de 1,60m. Além de grande, permitindo maior mobilidade, ele não enrola e é reforçado contra danos do dia a dia – em quase um mês, minha gata tentou, em vão, roer o cabo do Avell Volcano.

Na parte de baixo, o mouse gamer possui uma espécie de suporte de metal, que ajuda o mouse a deslizar pelo mousepad mais facilmente do que os feitos de borracha. Ainda, esses mesmos suportes são excelentes na questão da limpeza, porque não acumula sujeiras embaixo delas. Lembra daqueles mouses antigos que perdiam a precisão por causa da sujeira em excesso embaixo deles? Então, aqui não há esse problema.

Personalização das cores RGB

Mouse gamer parece frágil, mas é firme nas mãos e encaixa bem nos lados
Mouse gamer parece frágil, mas é firme nas mãos e encaixa bem nos lados

Uma função que fez falta usando o mouse por algumas semanas foi na falta de personalização da iluminação RGB, que não permite alterar as cores conforme o seu setup. Por exemplo, o teclado gamer usado em combinação com o mouse para a realização dos testes possui 3 tipos de cores diferentes (verde, vermelho e amarelo). Se eu quisesse sincronizar os dois acessórios – para fins de estética, claro, pois na prática não influenciaria nada -, para que ficassem na mesma cor, eu teria que usar 500 DPI, que é MUITO lento.

Se você tem TOC nessa questão de uniformidade, ou você se adapta ao acessório ou melhor adquirir um modelo mais personalizável. Esse aspecto, de longe, diminui a funcionalidade do periférico na jogatina ou navegação, mas não dá para deixar de destacar como o mouse destoa do restante do setup, caso os outros acessórios não possuam as mesmas cores.

Conclusão

Sem dúvidas, o mouse gamer Avell Volcano é um acessório que se destaca, acima de tudo, pela sua relação custo-benefício. Ele entrega funções muito bem-vindas aos gamers tanto padrões quanto para quem busca o primeiro mouse gamer. 

Por menos de R$ 150, você vai levar para casa um mouse ergonômico, com níveis de DPI que não encontramos em produtos da mesma faixa de preço, cabo reforçado contra dobraduras e “vilões dos cabos” e resposta rápida. A falta de customização não chega a ser um problema tão grande além de estética, tampouco a falta de opções personalização de sensibilidade vão atrapalhar a experiência.

Especificações técnicas mouse gamer Avell Volcano

Avell Volcano
ModeloMouse gamer Avell Volcano
Resolução500-1000-1500-2000-3000-4000 DPI
(6 níveis de DPI ajustáveis pelo botão)
Comprimento do
cabo
1,60 reforçado
ConectorUSB
Material Plástico ABS
Voltagem5V
Dimensões do
produto
131 x 74 x 44 mm
Peso do
produto
150g
Aceleração máxima20G
Velocidade máxima60 polegadas por
segundo
SensorAVAGO 3050
Polling rate1000 Hz
Requisitos do
sistema
Porta USB, Windows
Item inclusoMouse gamer Volcano
PreçoR$ 126,65

Leia também

Mouse gamer Avell Volcano
  • Construção - 8/10
    8/10
  • Design - 10/10
    10/10
  • Botões dedicados - 9/10
    9/10
  • Experiência do usuário - 8/10
    8/10
  • Custo-benefício - 10/10
    10/10
  • Iluminação RGB - 6.5/10
    6.5/10
8.6/10

Review - Avell Volcano

Avell Volcano une boas configurações e um design simples e bastante ergonômico, se tornando um modelo ideal para jogadores casuais

Pros

  • Design simples e agradável;
  • Boa ergonomia e firmeza;
  • Botões de fácil acesso;
  • Laterias ásperas para maior aderência;
  • Níveis de DPI acima da média para a categoria;
  • Cabo trançado para maior durabilidade.

Cons

  • Personalização limitada pode não ser muito bom para alguns setups gamers;
  • Falta de um software próprio para customizar DPI.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta