Homem que seguiu hábitos tecnológicos

12 hábitos tecnológicos para ser mais feliz em 2022

Avatar of victor pacheco
Existem muitos hábitos que você pode deixar em 2021 para ter uma melhor saúde mental nesse novo ano que chega

Deixando toda aquela conversa de coach de lado, você sabe dizer se possui bons hábitos tecnológicos? Isso vai além de apenas não postar muitas fotos ou interagir com tudo e todos, mas também entender que nem sempre você precisa estar 100% online; saiba que esta simples dica vai lhe ajudar a ser mais feliz em 2022, mas há muito mais a aprender.

Existem várias regras que você pode adotar para garantir maior qualidade mental no ano que está chegando. O melhor é que tudo é indicado por especialistas que entendem a sobrecarga de atividades e o temido efeito Burnout. Confira como você pode ter uma melhor saúde mental e, ainda assim, ficar online.

Os ensinamentos de Doreen Dodgen-Magee

Autora, psicóloga, pesquisadora e palestrante. Esta estadunidense ficou famosa depois de lançar seu primeiro livro em 2018: Deviced! Balancing life and technology in a digital age, que pode ser traduzido como Desenvolvido! Equilibrando Vida e Tecnologia Em Um Mundo Digital. O lançamento foi extremamente elogiado por especialistas que estavam atuando há um tempo considerável e, em 2021, Doreen Dodgen-Magee voltou a colocar uma publicação no mercado. Reiniciar: Projetando Uma Vida Saudável Pós-pandemia, foi lançado em outubro deste ano.

Doreen dodgen que hitou hábitos tecnológicos
Doreen Dodgen listou hábitos que podem fazer com que nosso dia a dia seja mais tranquilo. (Foto: Medium)

Em sua mais recente publicação, Doreen cita que o ano de 2021 foi de completa transformação para todos e não é necessário ir muito longe para encontrar uma pessoa que, por algum motivo, teve sua saúde mental afetada devido a algum acontecimento. Inclusive, o assunto nunca esteve em pauta na sociedade durante tanto tempo como antes.

Capa de reiniciar: projetando uma vida saudável pós-pandemia
Livro conta com dicas para como se adaptar em meio às devidas mudanças que tivemos na pandemia. (Foto: Good Reads)

Na prática, a doutora indica que existem pelo menos 5 hábitos saudáveis para que você, de fato, tenha um dia a dia mais tranquilo nesta retomada de atividades. E realmente, nossa vida nunca mais será a mesma depois da pandemia. Então porque os hábitos tecnológicos seriam os mesmos?

Dê pausas

Parece irônico começar nossa lista de bons hábitos tecnológicos falando para simplesmente deixar de usar os aparelhos que são verdadeiras extensões de nosso corpo. Mas entenda que apenas dessa forma você vai conseguir ser mais feliz em 2022. A pesquisadora indica ser importante realizar pausas entre tarefas que envolvem tecnologia para que, simplesmente, nosso cérebro possa descansar mesmo na agitada rotina.

Pessoas desligando celulares como um dos hábitos tecnológicos
Depois de realizar suas tarefas, tire um tempo para ficar offline. (Foto: Freepik)

Quais ganhos você tem ao ler um grande artigo durante muito tempo e, depois, pular para o YouTube para assistir vídeos e, em seguida, ler todos os e-mails da sua caixa de entrada? Apenas no começo deste parágrafo, citamos três atividades que exigem bastante de nosso cérebro, então evite sobrecarregar sua cabeça com muitas coisas em seguida. O mais indicado é que assim que você termina uma atividade, dê pausas antes de colocar sua cabeça para funcionar novamente.

Para conseguir definir as pausas, Doreen Dodgen-Magee indica que você coloque as atividades seguindo as regras do acrônimo HALT (Hungry, Angry, Lonely, Tired ou Com Fome, Com Raiva, Sozinho e Cansado). Na prática, quando tiver vontade de fazer alguma atividade que exigirá esforço mental, você então classifica o desejo e tenta acabar com ele antes de realmente fazer o que veio em mente.

Pessoa desligando um celular
Por que o hábito de desligar o smartphone deixou de ser comum? (Foto: Freepik)

Vamos supor que você está pensando em ficar no Twitter durante um tempo porque está se sentindo sozinho. Ao invés de pegar o smartphone e simplesmente ficar rolando a tela por horas, que tal ir para a casa de amigos ou simplesmente ir caminhar com seu animal de estimação? Com isso, fica mais fácil realizar as pausas no uso de tecnologia.

Separe um tempo para ficar longe de telas

Seguindo nossa lista de hábitos tecnológicos para ser mais feliz em 2022, esta dica pode ser considerada o oposto das pausas, mas, ainda assim, pode lhe ajudar a ter um dia a dia mais tranquilo. Doreen Dodgen-Magee indica que assim que concluir o necessário em frente a uma tela, você sempre coloque o aparelho o mais longe possível para que seu cérebro não lhe force a realizar o uso e aquela famosa “olhadinha” que, na verdade, pode levar mais tempo do que deveria.

Pessoa realizando uso de computador e caderno
Nosso dia a dia conectado pode trazer diversos problemas de abstinência (Foto: FreePik)

Se você não tem o hábito de ficar nas redes sociais enquanto trabalha, uma simples verificação nas mensagens e novidades pode fazer com que você perca o foco, então tenha isso em mente: resolveu o necessário com um computador ou smartphone? Hora de colocar os aparelhos o mais longe possível para ser mais feliz em 2022.

Mude o ambiente onde você trabalha ou estuda

De acordo com Doreen Dodgen-Magee, bons hábitos tecnológicos também estão conectados com o local em que você passa boa parte de seu tempo. Dessa forma, entenda que, de tempos em tempos, vale a pena mudar algum móvel de lugar ou até colocar novos itens em sua mesa de trabalho. Também vale a pena comprar algum objeto que tira a tensão do dia a dia, como uma bolinha de massagem ou uma simples garrafa para ficar apertando em momentos que são estressantes.

Mulher trabalhando em uma sala de estar
Um simples novo objeto pode fazer com que você possa ser mais feliz em 2022 (Foto: Freepik)

Tudo vale para simplesmente ter um novo espaço que irá fazer com que seu corpo fique menos conectado. Até porque, sabemos que a internet pode trazer diversos problemas para nossa realidade, certo? Então certifique-se que tudo em sua volta será renovado para ficar cada vez menos conectado com o mundo digital.

Deixe de ser multitarefas

Nossa geração é focada em fazer muitas coisas ao mesmo tempo, com o mesmo valendo para o uso de tecnologia. Um dos piores hábitos tecnológicos é uma pessoa simplesmente achar que pode conferir sua caixa de e-mail enquanto conversa com alguém no WhatsApp, navega nas redes sociais, faz seu trabalho e ainda tenta se conectar com a vida real. É hora de deixar isso para trás quando falamos sobre ser mais feliz em 2022.

Pessoa multitarefas
Não vale mais a pena ser multitarefas se sua saúde mental ser afetada. (Foto: Freepik)

Doreen Dodgen-Magee nos convida para colocar um novo conceito em prática: alternância entre tarefas. Não, você não precisa ser aquele tipo de pessoa que cuida de vários projetos ao mesmo tempo. E não há problema nenhum em ser assim. Na verdade, seu cérebro irá lhe agradecer. Mas a verdade é que sim, você pode levar mais tempo para entregar tudo o que precisa. Mas já pensou em concluir suas tarefas com maior qualidade do que com maior quantidade?

É ideal que você tenha uma noção de quanto tempo leva para realizar cada atividade e dessa forma possa assumir compromissos. Tenha em mente: você não precisa ser multitarefas para ser mais feliz em 2022. E se alguém lhe diz isso, mostre os benefícios de trabalhar sem culpa.

Silencie notificações

Hoje em dia, muitas empresas já compreenderam que seus usuários podem ter problemas de foco e tanto no Android quanto no iOSModos de Foco destinados para pessoas que não podem ser atrapalhadas por notificações. Caso você trabalhe ou estude o dia todo com um celular, ou até mesmo computador, vale a pena adotar este hábito tecnológico.

Iphone no modo descanso
iOS conta com modo que oculta notificações durante tempo que você achar necessário. (Foto: Apple)

Falando necessariamente sobre o uso de smartphones e demais dispositivos móveis, o modo Não Pertube, que faz com que sua tela não seja ligada mesmo que receba notificações, deve ser utilizado sem moderação. Tenha em mente que quanto menos o seu cérebro ficar sabendo de possíveis motivos para ligar o celular, menos dependente você será. Uma dica adicional: vale a pena você desativar as notificações de alguns aplicativos que podem fazer com que você fique “preso” naquele mundo.

Celular com notificações desativadas
Muitos aplicativos são desenvolvidos justamente para você fazer mais uso. Mas você pode ir contra esta maré. (Foto: Canal HTech)

Você acha que está utilizando o TikTok por mais tempo que deveria? Faça o teste por um dia ou até mesmo uma semana, desativando as notificações que fazem com que você fique mais tempo assistindo aos vídeos. Se deixar de ser multitarefas pode ser libertador, você vai entender que deixar de ser dependente de aplicativos é ainda melhor.

Backup em nuvem é essencial

Não há como prever um problema em seu HD ou SSD, mas você pode se prevenir contra isso. O backup em nuvem está disponível em praticamente todos os sistemas operacionais e você não só pode, mas deve, ter uma cópia de seus arquivos salvos em alguma pasta na internet. Imagine se todas as planilhas que usa em seu dia a dia são perdidas por conta de algum erro no armazenamento físico? É hora de se precaver.

Backup em nuvem como bons hábitos tecnológicos
Por que você ainda não usa o backup em nuvem em seu dia a dia? (Foto: Algar Telecom)

O Google Drive possui um software que trabalha de forma conjunta com o armazenamento físico, onde você pode realizar a sincronização sem nem mesmo precisar abrir o navegador. O aplicativo para computadores da nuvem do Google permite que apenas ao colocar os arquivos na pasta selecionada, tudo fique salvo em sua conta. Outras empresas como a Microsoft e Apple também possuem o OneDrive e iCloud. Vale a pena ter um backup em nuvem para não perder tudo.

Tenha boas senhas e proteja-as

Uma pesquisa da NordVPN comprovou que as dez senhas mais utilizadas pelos brasileiros levam menos de 10 segundos para serem descobertas e, hoje em dia, é essencial que você tenha múltiplas combinações para todas as contas que possui na internet. Mas não pense que dados pessoais como o dia de seu nascimento, nome do primeiro cachorro e mais informações são suficientes para você ser uma pessoa com boa senha.

Pessoa com senha fraca
Deixe as senhas fracas em 2021 para ser mais feliz em 2022; (Foto: Freepik)

É importante entender que a mistura de letras maiúsculas e minúsculas é essencial para você ter uma boa senha, o mesmo valendo para o uso de caracteres especiais como ponto de interrogação, exclamação etc. Tenha em mente que vale mais a pena ter uma senha que você pode esquecer, do que ter uma senha fácil e ficar vulnerável às possíveis invasões de hackers.

Autenticação de dois fatores é essencial

Também vale a pena usar a autenticação de dois fatores sempre que possível, quando você precisa confirmar o login por meio de um código enviado por um aplicativo, SMS, e-mail ou WhatsApp. Imagine que em um ataque hacker ou até mesmo por um descuido seu, alguém acaba tentando acessar sua conta e passa a ter acesso a todas as informações?

Autenticação de dois fatores
Autenticação de dois fatores pode e deve ser utilizada para que suas senhas e contas fiquem salvas. (Foto: Google)

O Google oferece um aplicativo que leva o nome de Google Authenticator, que permite que você escaneie um código QR e sempre que for tentar realizar um novo login, precisa digitar um código que é atualizado sempre a cada uso. Outras empresas também oferecem a leitura de íris, digital e até mesmo PIN para que suas contas fiquem mais seguras. O ponto mais importante é: sempre que possível, faça uso deste item de nossa lista de hábitos tecnológicos.

Deixe de consertar seus próprios produtos

Apesar de muitas pessoas serem conhecidas por conseguirem consertar seus próprios aparelhos, entenda que vale mais a pena enviar isso para as famosas assistências técnicas. Além de fazer com que a garantia seja perdida, entenda que vale mais a pena mandar seus produtos para que pessoas capacitadas possam fazer o devido reparo.

Reparo de iphones
Realizar o reparo em casa pode trazer diversos problemas (Foto: Shutterstock)

Um ponto interessante é que se o problema não tiver solução, devido à falta de peças, você consegue ou pegar o valor que pagou de volta, ou até mesmo um novo produto. Evite dor de cabeça ao comprar peças não compatíveis ou até inutilizar um produto por alterar uma peça que não é original.

Atualizações de sistema nunca são demais

A única forma de manter seus dados a salvo de possíveis ataques é sempre estar com as devidas atualizações em dia, então jamais deixe isso de lado. De tempos em tempos, as fabricantes dos sistemas liberam pacotes de segurança e novas versões de sistemas operacionais de forma gratuita, onde você precisa apenas fazer o download e separar um tempo de seu dia para que tudo seja instalado.

Teclado com botão de atualização
Em que momento as pessoas deixaram de fazer atualizações de sistema? (Foto: Freepik)

Pode parecer um pouco cansativo, mas o investimento de tempo nos devidos download e atualizações é essencial para você não correr o risco e ainda deixar de utilizar novas funcionalidades. Sempre visite a central do sistema de seu computador ou smartphone para conferir se tudo está em dia.

Chega de usar antivírus de terceiros

Mesmo com todos os avanços, muitas pessoas ainda acreditam que vale mais a pena usar um software que trabalha em conjunto com o Windows Defender (antivírus nativo do sistema da Microsoft). A verdade é que, por si só, esta ferramenta já consegue identificar e combater todas as ameaças que podem comprometer seus dados e arquivos.

Logo da windows defender
Windows Defender faz trabalho completo e não precisa de apoio. (Foto: Microsoft)

Antivírus de terceiros, além de trazerem alguns problemas, como bloqueio de firewall e até mesmo rastreio da navegação, podem exigir que você pague um valor depois de um tempo de uso. Por que correr este risco e ainda deixar de usar apenas a opção gratuita que está em seu computador?

Coloque estes hábitos tecnológicos em prática agora mesmo

Com todas estas dicas, tenha certeza que você será mais feliz em 2022. Pode parecer muito simples realizar a listagem de hábitos tecnológicos que podem lhe proporcionar um melhor dia a dia, mas saiba que são nas mudanças simples que os maiores resultados são percebidos. O ano que passou foi de transformação para muitas pessoas, mas também ocorreram muitas perdas.

Mulher que conseguiu ser mais feliz em 2022
Quer uma dica extra para fazer melhor uso das redes sociais? Desconecte-se de vez em quando. (Foto: Freepik)

É hora de investir em hábitos tecnológicos que realmente podem fazer com que sua saúde mental fique dia. Você tem alguma dica adicional que podemos colocar nesta lista? Diga nos comentários!

Veja também

Você usa algum aplicativo para monitorar seu sono? Confira o que a ciência diz sobre isso:

Fontes: Mashable e ZD Net

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
3
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados