Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

deadpool2 990x669 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado
Com foco no humor característico do personagem, Deadpool 2 consegue superar o primeiro em alguns aspectos. Entretanto, perde um pouco a linha do que quer fazer.

Filmes de super heróis estão cada vez mais populares. Assim, as empresas buscam cada uma ao seu modo encontrar sua “galinha de ovos de ouro” do gênero em Hollywood. Com a Marvel ditando as regras do jogo, outros estúdios como Warner, 20th Century Fox e Sony Pictures  correm atrás com tudo que podem. Entretanto, Deadpool 2 é uma saída interessante da Fox para “correr por fora” através do humor.

O filme estrelado pelo já icônico Ryan Reynolds (Deadpool/Lanterna Verde) tem direção de David Leitch (John Wick/Atômica). Além disso, outros nomes do primeiro retornam como Brianna HildebrandKaran SoniStefan Kapi?i? como Collossus. Mas são os novos atores que surpreendem mais nessa continuação!

Deadpool 2 720x405 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

 

História perdida, mas essa é a intenção mesmo

Se o primeiro filme de Deadpool já ficou marcado por ser despretensioso, Deadpool 2 é ainda melhor nesse quesito. Assim, o filme tem uma preocupação mínima com justificativas e peso de seus acontecimentos. Entretanto, esses elementos que seriam exatamente os pontos negativos de outros filmes, funcionam muito bem aqui.

Nessa sequência, Wade tenta seguir a vida como mercenário enquanto cultiva seu amor por sua namorada. Entretanto, as ameaças da rua batem em sua porta e o protagonista acaba precisando de ajuda. Com suas idas e vindas, o personagem acaba em uma trama esquisita em busca da salvação de um garoto marcado para ser morto por ninguém menos que Cable (Josh Brolin), um mutante vindo do futuro.

deadpool and cable 720x405 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

 

A história se perde diversas vezes e muda de foco mais algumas. Porém, como havia dito, isso não faz de Deadpool 2 um filme ruim, principalmente por seu foco ser única e exclusivamente o humor. Existem pontos dramáticos no filme, bem como cenas de ação, mas essas são “pano de fundo” para a estrela do longa: tirar sarro de tudo e de todos em qualquer situação.

Entretanto, não pensem que isso faz do filme uma bagunça completa. Ele de fato tem início, meio e fim muito bem delimitados. Porém, o roteiro não se prende tanto a isso e se diferencia bastante do que já vimos em outros filmes de super heróis, até mesmo os mais voltados para o humor, como Guardiões da Galáxia.

deadpool cena 720x295 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

Novos personagens são a pérola da obra

Se Deadpool 2 fez uma coisa, foi expandir os horizontes do mercenário. Agora, já sabendo do sucesso da marca, a 20th Century Fox não segurou a produção do filme em nenhum sentido. Personagens icônicos dos X-men dão as caras, atores famosos fazem bicos, efeitos especiais usados adequadamente, liberdade de menções externas e várias outras coisas. Isso faz com que Deadpool 2 seja uma versão “maior, melhor e sem cortes” do que o primeiro propôs.

Entretanto, uma menção aos novos personagens se faz necessária. Se no primeiro filme tínhamos apenas Ryan Reynolds e seu protagonismo hilário como foco, aqui a lista aumenta consideravelmente. O Cable de Josh Brolin, um dos antagonistas do filme, é incrível e dá o contrapeso necessário para todo o heroísmo controverso de Deadpool.

cable 720x405 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

Além disso, Julian Dennison traz um Firefist muito bom. O personagem, inclusive, é dicotômico e confuso na medida, servindo bem para sua função do longa. Mas quem mais rouba a cena, sem dúvidas, é a Dominó de Zazie Beetz. A personagem, além de ter um dos poderes mais criativos já apresentados em longas de super heróis, tem um carisma instantâneo que a faz roubar os holofotes quase toda vez que aparece.

Entretanto, mesmo que algumas participações especiais ligadas aos X-Men e até ao Brad Pitt sejam hilárias e caibam bem ao filme, uma em específico não ficou muito boa: Terry Crews. Isso porque o ator foi totalmente sucateado, sendo que fora vendido de forma diferente nos trailers. Ao menos os personagens antigos tiveram um bom trato, respeitando a obra original.

Cenas de ação poderiam ser melhores

Mesmo que inicialmente Deadpool 2 tenha ótimas cenas de ação, ao longo do filme a qualidade vai caindo bastante. As cenas não são completamente descartáveis e tem um peso razoável no filme. Porém, no decorrer dos seus 119 minutos, essa qualidade não é mantida.

O que acontece é que muitas cenas ficam confusas e pouco trabalhadas. Algumas, por abusar demais do humor, acabam perdendo o peso como cenas de ação. Isso não encaixa tão bem como encaixou no primeiro longa do mercenário. Assim, podemos dizer que é uma falta que pode ser sentida no filme. Até a luta de Collossus contra seu inimigo é menos impactante que a existente no primeiro filme, o que mostra como o peso para ação diminuiu demais para focar no humor aqui.

deadpool humor 720x403 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

Humor mais abrangente e com mais direitos!

Se em seu primeiro filme, Deadpool não poupou menções sarcásticas a elementos da própria 20th Century Fox, em Deadpool 2 esse limite foi aumentado ao extremo. Menções ao universo cinematográfico da DC, aos Vingadores e a filmes de outras marcas como o próprio John Wick não faltam.

Além disso, o uso de personagens e menções da própria Fox aumentaram consideravelmente. É visível como o estúdio deu mais liberdade para que a produção de Deadpool 2 voasse livre. Personagens que não poderiam ser usados por medo da publicidade negativa foram liberados aos montes agora, mesmo que para curtas participações.

deadpool humor2 720x360 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

Por fim, as cenas pós-crédito do longa são a cereja do bolo. Mesmo que tirem uma boa parte do peso que o pouco de história do filme apresentou, elas estão entre as melhores já feitas em filmes de super heróis. Isso porque o humor escrachado e singular de Deadpool pode ser visto a todo o vapor, condensando algo que já estava presente no decorrer de todo o filme.

Se Deadpool 2 serve para alguma coisa é estabelecer de vez a “cara” de Deadpool no cinema. Ninguém vai ver Deadpool 2 esperando uma obra de arte pura, profundidade ou imersão digna no universo dos super heróis. Aqui temos um personagem que quebra constantemente a quarta barreira justamente para tirar sarro de tudo que acontece no mundo dele. É isso que Deadpool faz e é isso que faz Deadpool 2 ser um filme bom, mesmo que não para todos.

deadpool2 - Crítica: Deadpool 2 traz humor maior, melhor e mais pesado

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Receba Notícias por E-mail:

Share via