Economia: dá para juntar SSD com HD?

western digital - SSD com HD
SSD e HD são os dois tipos de unidades de armazenamento de dados disponíveis atualmente. Escolher a mais recente não quer dizer abandonar a antiga, e nós iremos te explicar o porquê

SSD ou Solid State Drive (Disco de Estado Sólido, em tradução livre) é um tipo de unidade de armazenamento de dados que está aos poucos substituindo o obsoleto disco rígido  ou Hard Drive (Disco Rígido, em tradução livre). Mais rápido e confiável, esse dispositivo está ficando cada vez mais barato e acessível ao público. Porém, adotar o uso de um SSD na sua máquina não significa que você precisa aposentar seu velho HD. Neste artigo nós reunimos todas as informações que você precisa saber para utilizar SSD com HD no seu computador e ter o máximo de desempenho.

SSD com HD

Agora que os SSDs estão mais acessíveis e existem boas promoções, unir o poder dessa unidade de armazenamento veloz às capacidades de um HD comum pode ser mais vantajoso do que você imagina. Produzimos um vídeo aqui no Showmetech para mostrar como é possível acelerar o computador combinando os diferentes formatos, e utilizamos equipamentos WD (Western Digital) para explicar como fazer uma versão mais econômica.

Se a integração de SSD com HD ainda não ficou clara para você, não se preocupe. O restante desse artigo será dedicado a explorarmos os principais detalhes desses dispositivos e as vantagens em unir a capacidade de processamento de dados dos dois em uma máquina só.

SDD Vs HD

Antigamente, o disco rígido (HD ou HDD) era a primeira e principal escolha quando se tratava de armazenamento de dados. No entanto, com o desenvolvimento da tecnologia de armazenamento de dados, mais e mais tipos de mídia de armazenamento apareceram, como a unidade flash USB, unidade de estado sólido (SSD) e disco rígido híbrido, etc.

Como um SSD com grande capacidade de armazenamento é mais caro que um HD com o mesmo espaço, muitos usuários só podem pagar por um SSD com armazenamento pequeno. Nesse cenário, muitos optam por usar um SSD com HD no mesmo computador. Felizmente, já é possível encontrar unidades SSD com uma boa capacidade por preços acessíveis, como esse aqui da Western Digital de 250 GB por 300 reais ou, para os mais exigentes, esse outro modelo da Samsung de 1 TB por cerca de 2 mil reais.

f5288d279a5a6ed530aa939133eb0149 - Economia: dá para juntar SSD com HD?
A Western Digital fabrica alguns dos SSD de melhor qualidade do mercado.

Para ajudar os usuários a se beneficiarem das inúmeras vantagens de unir os dois equipamentos na mesma máquina, aqui apresentaremos 5 truques muito importantes.

1. Instalar sistemas e programas no SSD

Primeiro de tudo, o SSD ganha muitos elogios devido à sua velocidade. Mais especificamente, é muito mais rápido ao ler dados de um SSD do que um disco rígido tradicional. Portanto, é melhor você colocar as coisas que você precisa ler no SSD. Além disso, é sugerido que você instale o seu sistema operacional como o Windows e aplicativos mais pesados e usados como PhotoShop, Office, Visual Studio e outros no SSD, para que o seu computador seja capaz de funcionar muito mais rápido.

2. Habilitar o recurso TRIM

Além disso, a principal razão pela qual um SSD pode trabalhar mais rapidamente que um HD é o recurso TRIM. Quando um arquivo é excluído, a função TRIM irá comandar a unidade para limpar o arquivo completamente dos setores que não são mais necessários. Por esse meio, é mais rápido que novos dados sejam gravados na unidade. Portanto, para aproveitar ao máximo o SSD, você deve ativar o recurso TRIM no seu PC.

3. Armazene arquivos no HD

Cada moeda tem dois lados, como diz um ditado. O mesmo vale para o SSD. Você não pode preencher o SSD. Um SSD sem espaço livre não poderá funcionar tão rápido quanto antes. É porque o SSD sem espaço livre suficiente sofrerá gravação repetitiva, danificando os blocos em uso. Portanto, é melhor armazenar os arquivos de dados no HD, como filmes, músicas e outros arquivos grandes.

hd ssd - Economia: dá para juntar SSD com HD?
As diferenças entre SSD e HD vão muito além da questão visual.

4. Desfragmente apenas o HD

Em uma unidade de disco rígido (HD), os dados são fragmentados e armazenados em vários locais. Assim, ao ler / gravar dados no HD, levará muito tempo para localizar o arquivo. De modo a acelerar um disco rígido, você pode desfragmentar a unidade. Desfragmentar um HDD é capaz de acelerar o drive e melhorar seu desempenho em grande medida. No entanto, você nunca deve desfragmentar o SSD. O SSD funciona de maneira diferente do HD. Defragging não melhorará o desempenho do SSD. Isso acelerará a degradação do SSD.

5. Não faça backup no drive interno

Por último, mas não menos importante, independentemente de quantas unidades ou tipos de unidades você usa em seu PC, é necessário fazer backups de dados para elas. Os backups terão um papel vital na recuperação de dados, como a recuperação PST dos arquivos PST salvos em backup. Neste aspecto, o que você precisa especialmente observar é não fazer backup de dados nas unidades internas da máquina, ou seja, a melhor opção para salvar seus dados é um HD externo. Caso contrário, se ocorrer um desastre no local, os dados originais e os backups serão destruídos nesse meio tempo.

O artigo foi útil? Ficou alguma dúvida na hora de unir SSD com HD? Deixe um comentário!

western digital - Economia: dá para juntar SSD com HD?

Comentários do Facebook

Receba Notícias por E-mail:

Share via