Elon Musk afirma que pânico pelo coronavírus é “estúpido”

musk
O criador da Tesla, Elon Musk, aparentemente acredita que não há necessidade para entrar em pânico com o coronavírus
Anúncio
Elon Musk afirma que pânico pelo coronavírus é "estúpido"

O coronavírus está afetando a população e a indústria ao redor do mundo, e no Brasil não é diferente: recentemente o Ministério da Saúde do Brasil lançou um aplicativo que oferece informações sobre o COVID-19. Agora, Elon Musk disse que as pessoas não precisam ficar aterrorizadas por conta do surto e que o pânico causado não faz sentido.

De acordo com o criador da Tesla, o “pânico com o coronavírus e estúpido“. A maior parte dos seguidores de Musk concordou com a publicação no Twitter. Um de seus seguidores até afirmou que as pessoas devem estar preparadas para pandemias, desastres naturais e outros eventos que podem assolar a sociedade, e que o pânico atual em relação ao surto do vírus seria sem sentido.

O ponto defendido por Elon Musk é que a mortalidade não é tão alta quanto em outras epidemias que acabaram causando mortes no mundo inteiro, como foi o caso da SARS, que matou 10% das pessoas infectadas nos 26 países afetados. Em relação ao coronavírus, a taxa varia entre 2% a 3,5 %.

Entretanto, grandes companhias do mercado de tecnologia estão preocupadas com a situação do coronavírus. Por exemplo, a Apple encorajou trabalho home-office aos funcionários que trabalham fisicamente no Vale do Silício, na Califórnia. Outras companhias, como a Microsoft e Alphabet também tomaram decisões semelhantes.

Coronavírus Elon Musk
No Brasil, a transmissão local do coronavírus começou a se tornar uma preocupação para o governo

Uma das fábricas da Tesla na China deixou de funcionar durante janeiro, porém, voltou a ativa no começo de fevereiro.

Declaração sobre o coronavírus divide opiniões de seguidores

Apesar de boa parte dos seguidores concordarem com o bilionário, muitos acreditam que é irresponsabilidade publicar uma mensagem desse tipo para os 31 milhões de perfis que o seguem, sobretudo pelo problema ter sido classificado como uma “pandemia” pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Até o momento, os casos confirmados de coronavírus no Brasil aumentaram para 25, sendo 4 por transmissão local. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais e Distrito Federal já confirmaram casos em diversas cidades. Já foram descartadas 632 suspeitas, mas ainda há outros 664 casos para análise. A maior parte das suspeitas está em São Paulo, contabilizando 176 casos.

Fonte: Usa Today

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter