Globo de ouro 2021: wolfwalkers, animação que toca o coração. "entre meninas e lobos", em wolfwalkers vemos uma história emocionate com a mastreia narrativa e artística do extraordinário tomm moore

Globo de Ouro 2021: Wolfwalkers, animação que toca o coração

Avatar of allan francisco
“Entre meninas e lobos”, em Wolfwalkers vemos uma história emocionate com a mastreia narrativa e artística do extraordinário Tomm Moore

No dia 28 deste mês acontece o Globo de Ouro 2021, premiação de séries e filmes americanos lançados no ano passado. Como alguns dos títulos indicados só estão disponíveis on-demand (e outros nem sequer chegarão ao Brasil), decidimos fazer este “recorte” nos filmes mais cotados e te contar tudo exclusivamente sobre os que foram para serviços de streaming. Além disso, ao final de cada publicação, deixamos o link correspondente para você assistir no respectivo serviço.


Hoje vamos dissecar Wolfwalkers, animação de Tomm Moore, onde vemos uma garota caçadora ser obrigada a repensar seus hábitos após fazer uma amizade fora do comum. No meio de sua jornada, vemos intrigas políticas, amor familiar, muita fantasia e um cenário celta cuidadosamente arquitetado. Lembrando que esta é a primeira animação original dos estúdios Apple e ela já foi indicada ao Globo de Ouro – a Apple entra pela primeira vez na corrida pelo prêmio em 2021, com 4 indicações. Conheça mais sobre a história a seguir.

Sinopse de Wolfwalkers

Wolfwalkers
Amizade entre “inimigos”. Uma quebra de pré-conceitos de Wolfwalkers.

Uma jovem garota aprendiz de caçadora acompanha seu pai na Irlanda (em pleno século XVII) para exterminar lobos. Lá, ela faz amizade com a garota de uma tribo composta por pessoas que, de acordo com lendas locais, se transformam em lobos ao cair da noite. Eles são chamados de “wolfwalkers“. Esta é a sinopse do filme, feito pelo estúdio de animação irlandês Cartoon Saloon, fundado por Tomm Moore e pelo companheiro de longa data Ross Stewart, que liderou o departamento artístico deste e dos outros sucessos Uma Viagem ao Mundo das Fábulas e A Canção do Mar.

O estilo de arte 2D feita à mão dá todo o charme necessário a Wolfwalkers, familiar a quem já viu os outros filmes do estúdio, mas ao mesmo tempo traz um tom de autenticidade. A história pode não ser a mais original (se você gosta de animações da Disney dos anos 1990/2000, com certeza poderá prever parte dos acontecimentos), porém, os temas abordados ganham uma cara nova e atualizam esta fórmula atemporal.

Tendo um núcleo relativamente pequeno de personagens, Wolfwalkers surpreende pelo elenco majoritariamente impopular. Da dupla de garotas temos Honor Kneafsey, cujo principal papel foi Um Príncipe de Natal da Netflix e Eva Whittaker, com seu primeiro grande trabalho como coadjuvante. Já o caçador, pai da principal, é ninguém menos que Sean Bean, eterno Boromir de O Senhor dos Anéis e famoso por uma dezena de outros papéis. Merecem também uma citação as atuações da animadora (do Cartoon Saloon) Nora Twomey e da compositora irlandesa Maria Doyle Kennedy.

Trajetória até o Globo de Ouro

A primeira estreia mundial de Wolfwalkers foi no Festival Internacional de Toronto (TIFF) em 12 de setembro. Um mês depois, o filme teve lançamento no Reino Unido e, somente em novembro, chegou à rede de cinemas dos EUA. Adiado por conta de novas medidas de segurança da pandemia, ele só foi exibido na Irlanda (país-cenário do longa) em 2 de dezembro, 9 dias antes de ir para a Apple TV+.

Wolfwalkers
Família e relacionamentos são alguns dos temas do longa.

A recepção foi altamente positiva: no IMDb ele está com a nota 8,1; no Metacritic ele atingiu a marca de 87 pontos da crítica e 9,1 pela média dos usuários; são 4,1 estrelas no Letterboxd e o Rotten Tomatoes traz as notas mais altas, com 99% de aprovação da crítica e 100% de aprovação do público. Ele também fez relativo sucesso de nicho, em um ano onde quase ninguém foi ao cinema, pois arrecadou internacionalmente US$229,041 – compilando valores da Holanda, Noruega e Reino Unido.

Indicações e apostas

Tom moore
Tomm Moore teve indicações de peso, mas no Globo de Ouro é a primeira vez (Reprodução/FirstPost)

Esta é a primeira indicação de Tomm Moore ao Globo de Ouro. Porém, Tomm carrega duas indicações ao Oscar: em 2009 e 2014, pelas animações Uma Viagem ao Mundo das Fábulas e A Canção do Mar, respectivamente – perdendo ambas para filmes Disney. Com isso, caso ele seja indicado novamente em 2021, a trilogia folclórica irlandesa inteira terá a “bênção” de ser indicada.

A Ganha-pão, também do Cartoon Saloon, foi indicada à melhor animação em 2018, mas a real indicação foi para a diretora Nora Twomey. Por contexto, ela é uma das grandes parcerias de Tomm Moore e co-fundadora do estúdio. Além de Wolfwalkers, temos os seguintes nomeados:

  • Os Croods 2: Uma Nova Era
  • Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica
  • A Caminho da Lua
  • Soul

Sob a ótica de estúdios de animação, é triste ver como a Disney leva sempre a melhor. Foram 11 anos seguidos de vitórias no Oscar, por exemplo, quebrados somente por Homem-Aranha: No Aranhaverso (e seguidos novamente por outro Disney, Toy Story 4). No Globo de Ouro, a premiação segue sendo monopolizada. Porém, em 2020, o stop-motion Link Perdido venceu sobre um trio de peso da Disney.

Wolfwalkers
A beleza de Wolfwalkers está também em cenários noturnos.

Pelo histórico da premiação, parece impossível compreender uma consistência entre indicados e prêmios. 8 filmes da Disney Pixar venceram, contra 4 de outros estúdios e 2 do estúdio de animação próprio da Disney (que fez Zootopia e Frozen). 2016 foi o único outro ano onde uma dupla da Pixar foi indicada, sendo eles O Bom Dinossauro e Divertida-Mente (que ganhou). Se Wolfwalkers vencer, será um feito para aplaudirmos de pé.

Então, para tentarmos prever, nada melhor do que conferir o termômetro da crítica. É inegável que Soul com certeza é o mais pesado desta lista, visto o sucesso que fez com o lançamento na última semana de 2020. E ele também é, de longe, o mais elogiado e bem cotado para vitórias não somente do Globo de Ouro, mas do Oscar. Enfim, Wolfwalkers foi reconhecido como melhor animação pela Associação de Crítica de Los Angeles e de Nova York, então não é de total surpresa caso vença. Fato é: a vitória do prêmio irá significar muito para a Apple e abrirá portas para mais animações originais.

Wolfwalkers está disponível na Apple TV+. Para conferir outros filmes indicados, vale a pena ficar ligado na nossa cobertura do Globo de Ouro 2021!

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados