IBM Watson: a inteligência artificial já substitui um médico?

ibm watson
Robô IBM Watson analisa dados de pacientes e prescreve tratamentos que já se parecem muito com os oferecidos por médicos

O IBM Watson é uma das inteligências artificiais mais avançadas do mundo e pode estar perto de um feito e tanto. O Watson Health, uma das variações focada em saúde, já apresenta números impressionantes. Dessa vez, a promessa é de equivalência a médicos humanos. Ao menos quando se trata de diagnosticar certos tipos de câncer.

Tratamentos recomendados pelo Watson se parecem com os dos médicos na maior parte dos casos. Especificamente na Índia, o Watson diagnosticou e passou tratamento 96,4% das vezes igual aos de equipes médicas. Os dados foram apresentadas pela IBM em um evento da Sociedade Americana de Oncologia Clínica.

ibmwatsonhealth 720x618 - IBM Watson: a inteligência artificial já substitui um médico?
Watson Health é variação da máquina voltada à saúde

Em 126 pacientes de câncer de colo do útero, a máquina tomou a mesma decisão que os médicos 81% das vezes. O desempenho foi melhor em câncer retal, com 92,7% de concordância entre humanos e o robô da IBM.

IBM Watson melhorando a medicina

A empresa acredita que a diferença de desempenho nessas situações é até desejada. Quando o Watson difere dos médicos, podem haver chances de maior aprendizado, seja para os profissionais ou para a máquina.

Na Coreia do Sul, a taxa de equivalência entre o IBM Watson e a medicina local é de apenas 49% para câncer no estômago. Nesse caso, a disparidade se dá por conta das diretrizes oncológicas entre o país asiático e o centro onde o Watson Health é treinado.

Uma pergunta, por enquanto, permanece no ar. Será que os tratamentos prescritos pelo Watson são mais efetivos do que os dos médicos? Ainda deverá demorar para que os dados sejam suficientes para responde-la. Mas, a esperança é que a máquina seja tão boa ou melhor do que um humano no futuro próximo.

ibm watson - IBM Watson: a inteligência artificial já substitui um médico?

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via