Review: galaxy m53 5g. O galaxy m53 5g é um aparelho que supera outros smartphones dentro da sua categoria de intermediário. Confira o review!

REVIEW: Galaxy M53 5G

Avatar of ailton bueno
O Galaxy M53 5G é um aparelho que supera outros smartphones dentro da sua categoria de intermediário. Confira o review!

A Samsung é uma das donas do mercado de smartphones com seus aparelhos da linha S. Mas além deles, a empresa possui uma grande miríade de modelos para todos os públicos, como o Galaxy M53 5G, intermediário recente. Ainda que ele esteja abaixo dos topo de linha, como o Galaxy S22 Ultra, seus resultados são excelentes e bastante satisfatórios dentro da categoria de intermediários.

Design

Uma palavra que resume bem o design do Galaxy M53 5G é a simplicidade. Ele não possui nenhuma característica que se destaca, nem para o bem, nem para o mal, mas isso não é ruim. Particularmente, gostei bastante do que vi. Sua tela possui 6,7 polegadas com a tecnologia Gorilla Glass 5 e é excelente para quem tem mãos grandes. Seu peso também está de bom tamanho: cerca de 176 gramas.

Imagem da caixa, carregador e o galaxy m53.
Felizmente o Pacote do Galaxy M53 já traz o carregador (Imagem: Ailton Bueno)

O aparelho enviado para análise possui a traseira amarronzada, feita de plástico, que, infelizmente, grava digitais muito facilmente. O uso de uma capinha é recomendado, ainda mais para proteger o corpo do aparelho. O pacote do celular não traz nenhum fone de ouvido, mas, felizmente, traz o carregador junto com o cabo USB-C e a chave para abrir a seção onde o chip SIM é inserido.

Imagem do celular.
A saída de som fica localizada em um lugar ruim, pelo menos para quem joga. (Imagem: Ailton Bueno)

Conectividade

O Galaxy M53 5G já está preparado para a rede 5G, para quando essa se espalhar efetivamente no Brasil. Contudo, não há entrada para fones de ouvido, o que pode ser um grande problema para quem utiliza aparelhos do tipo. Outra coisa bacana do Galaxy M53 5G é ter conexão NFC, ou seja, pode ser utilizado para realizar pagamentos, checar créditos do Bilhete Único, entre outras coisas. Por fim, o celular possui conexão USB 2.0, Bluetooth 5.2 (que gasta menos energia), GPS, entre outros.

Tela

Uma das joias do Galaxy M53 5G é a sua tela de Super Amoled Plus, que tem 6,7 polegadas. Ela possui uma resolução de 1080 x 2400 pixels, e uma densidade de pixels de 393 ppi, que poderia ser um pouco melhor, mas explico isso mais abaixo. Sua taxa de atualização é de 120hz, ou seja, excelente para jogos e também filmes.

Imagem do autor segurando o celular.
Como podemos ver na imagem, o celular tem bom tamanho até para quem tem mãos grandes. (Imagem: Ailton Bueno)

Para testar as cores do aparelho, eu liguei tanto o Galaxy M53 5G quanto o meu S9 Plus no mesmo vídeo de teste de cores, e foi perceptível a diferença. Como o S9 Plus possui 529 ppi, as cores pareciam mais vivas nele. Mas confesso que isso só é notado quando testados um ao lado do outro, e assistindo ou jogando, isso passa despercebido. Outra coisa que me incomoda é o buraco da câmera frontal, mas não há nada o que se fazer por enquanto.

Bateria

Para realizar o teste da bateria, que possui a carga de 5.000mAh, eu simulei o período de 8 horas e 34 minutos de uso, alternando entre períodos com a tela desligada, e, principalmente, com ela ligada e reproduzindo algo, seja um vídeo ou jogando um pouco.

Imagem da tela da bateria
A bateria aguenta o dia todo, mesmo ficando ligada por várias horas seguidas. (Imagem: Ailton Bueno)

Após o teste, me sobraram exatamente 34% da bateria. O que considero uma boa quantidade. Como dito acima, eu joguei bem pouco no período, mas pude ver que mais de 10 minutos de Diablo Immortal com tudo no alto, o jogo gastou pouco mais de 13% da bateria, enquanto quase 2 horas de vídeo no YouTube consumiu menos de 9%.

Imagem da bateria restando 10% e levando 1h44 para recarregar.
Recarregar 90% da bateria demora cerca de 1h44. (Imagem: Ailton Bueno)

Resumindo, dependendo do seu tipo de uso, pode-se gastar mais ou menos bateria. Como meu uso não é focado em jogos, para mim durou mais, mas caso tenha interesse nos muitos jogos disponíveis na plataforma, pode ser uma boa manter o carregador por perto.

Desempenho

Eu tenho usado o meu S9 Plus já há algum tempo, e ainda o considero um excelente aparelho. Mas logo no meu primeiro dia com o Galaxy M53 5G, minha sensação foi de que ele deixa o meu aparelho no chinelo muito facilmente. Transitar entre aplicativos, instalar coisas e ir variando o uso é tudo muito instantâneo.

Isso se deve principalmente ao processador octa-core, sendo 2x 2.4 GHz Cortex-A78 + 6x 2.0 GHz Cortex-A55, além da presença de 8 GB de memória RAM e da GPU Mali-G68 MC4. Essa excelente combinação se sobressaiu nos dois testes que fizemos: um sintético, usando aplicativos que comparam com outros modelos, e também com jogos.

Testes Sintéticos

Geekbench 5

Um dos aplicativos que usamos para realizar o teste foi o Geekbench 5, que quantifica em pontos a qualidade do aparelho. Como podemos ver nas imagens abaixo, a GPU do Galaxy M53 5G conseguiu um total de 2629 pontos, bastante abaixo do S21 Plus, que obteve 6990 pontos. Isso nos mostra que para atividades que possam demandar mais poder gráfico, o celular pode penar um pouco para executar as funções.

Imagem do resultado do geekbench
O geekbench 5 compara diversos aparelhos em menos de 1 minuto. (Imagem: Ailton Bueno)

Agora, no teste da CPU, o resultado é diferente e mais próximo dos aparelhos mais bem ranqueados. No teste de núcleo simples, os números obtidos foram de 738 pontos, enquanto em múltiplos núcleos foi de 2301. Para efeitos de comparação, o S21 Ultra obteve 924 e 3085 pontos, respectivamente. Se compararmos o preço de ambos, podemos dizer que o resultado não foi tão discrepante assim, fazendo do Galaxy M53 5G uma baita escolha.

3DMark

O tipo de teste que 3DMark realiza é mais específico: ele verifica o quanto o celular aguenta ao rodar um jogo de alta capacidade. Ele traz ainda resultados em pontos e compara com outros aparelhos que já foram testados no aplicativo.

Imagem do resultado do 3dmark
O 3DMark simula um jogo extremamente pesado e compara o resultado com outros aparelhos. (Imagem: Ailton Bueno)

Dentro do Wild Life, um dos testes disponíveis, o Galaxy M53 5G consegue alcançar 2222 pontos, e, de acordo com o aplicativo, enquanto mantém uma taxa de quadros entre 7 e 17. A temperatura se mantém constante, na casa dos 35 graus.

Teste com jogos

Para realizar os testes com jogos, procurei alguns dos mais jogados e outros bem pesados, para ver como o Galaxy M53 5G sairia. Primeiro foi via Xbox Game Pass com dois jogos: Fortnite e Yakuza: Like a Dragon.

Imagem de uma partida de e football
eFootball, atual nome do PES, ou Pro Evolution Soccer. (Imagem: Ailton Bueno)

Em Fortnite tudo correu perfeitamente bem, não havia lags ou travamentos. As partidas corriam de forma limpa e sossegada, é possível conectar um controle e usufruir ainda mais do serviço. A única coisa que não pude usar foi o chat de voz, mas acredito que isso seja um problema do Google Chrome, e não do celular.

Cena de fortnite.
Fortnite não está na loja por conta de uma briga entre a Epic e as donas das lojas. (Imagem: Ailton Bueno)

Agora, em Yakuza, a jogatina transcorreu mais limpa ainda. Como esse é um jogo para um único jogador, pude apreciá-lo no seu esplendor.

Imagem da introdução de yakuza.
Yakuza é um baita jogo, e mesmo depois de se reinventar, ficou ainda melhor. (Imagem: Ailton Bueno)

Se tratando de jogos para o próprio celular, eu joguei o eFootball, que possui jogatina online e também gráficos relativamente pesados. As partidas em que joguei transcorreram sem maiores problemas e era possível apreciar toda a arte da Konami na face dos jogadores e, principalmente, na jogabilidade.

Por fim, testei em um dos jogos de smartphones mais controversos do momento: Diablo Immortal. Para ter certeza de os gráficos estarem no máximo, eu alterei todas as funções para o Alto e fiz o download do pack que o jogo pede. Em momento nenhum travou ou teve engasgos, a qualidade foi sensacional. A experiência que tive foi melhor do que no meu S9 Plus.

Sistema e interface

O Galaxy M53 5G já vem com o Android 12 instalado, utilizando a One UI 4.1 da Samsung. Ela traz tudo o que os usuários já estão acostumados, como gravar a tela, vincular ao Windows, modo de foco e muitos outros. Como novidade dessa nova versão, o usuário poderá optar por deixar seu microfone ligado ou desligado, independente das permissões que os aplicativos tiverem.

Imagem da tela de software do android
O Galaxy M53 5G é um ótimo celular.

O botão de ligar e desligar o celular possui também um leitor de digitais, e na minha experiência foi bastante fácil fazer o cadastro do meu dedo. O botão não é lá muito grande, mas é extremamente funcional e está localizado em uma posição perfeita, já que senti que meu dedo o procurou de forma bastante natural.

Lateral do celular.
O botão de volume poderia ser do outro lado. (Imagem: Ailton Bueno)

Contudo, a localização dos botões de volume não é das melhores. Eles ficam exatamente acima do botão de energia, e apesar de ser fácil de controlar o volume, há uma certa dificuldade na hora de tirar prints da tela, por exemplo. Porém, isso deve-se mais à falta de hábito com o aparelho, e com o tempo isso desapareceria.

Particularmente, considero a versão do Android da Samsung muito boa de se usar, e essa é de tirar o chapéu, já que tudo funciona de forma bastante fluida.

Câmera

Mesmo não sendo um aparelho topo de linha, o Galaxy M53 5G consegue entregar um resultado muito bom. O aparelho possui 4 câmeras traseiras e uma frontal, cada uma com sua função e qualidades diferentes.

  • Câmera principal: 108 MP, f/1.8, (wide), PDAF
  • Câmera Ultragrande-angular: 8 MP, f/2.2, 1/4″, 1.12µm
  • Câmera de profundidade: 2 MP, f/2.4
  • Câmera Macro: 2 MP, f/2.4
  • Frontal: 32 MP, f/2.2, 26mm

A câmera principal do aparelho tem 108 MP e funciona muito bem. Mesmo sem usar as muitas configurações, tirar fotografias em qualquer horário do dia é extremamente fácil e com muita qualidade. As cores ficam todas fiéis, e não há nenhum tipo de perda. Mas há um porém, ao usar o zoom no máximo, a imagem fica extremamente granulada.

Uma das melhores câmeras durante o teste foi, com toda certeza, a câmera de profundidade. Ela consegue desfocar o resto da imagem e dar mais ênfase ao objeto centralizado.

A câmera frontal cumpre bem o seu papel. É possível escolher entre 4 proporções: 1:1, 4:3, 16:9 e completa. É possível ativar um timer, caso não seja possível apertar o botão de fotografia. Contudo, neste modo, não é como dar nenhum tipo de zoom. O máximo que dá para fazer é selecionar entre fotos sozinho ou acompanhado, e um pequenino zoom é dado ou retirado, automaticamente.

Um dos modos mais legais somente pode ser usado quando se está conectado à internet, seja banda larga ou via dados. Esse modo consiste em uma série de filtros similares àqueles encontrados no Snapchat ou no Instagram, por exemplo. É possível adicionar toda a sorte de filtros, como orelhinhas, rosas, tipos de enquadramentos, fogos de artifício e muito mais.

Foto do autor.
Não sei se esses filtros combinam comigo não…(Imagem: Ailton Bueno)

Por fim, temos a câmera macro, utilizada para fotografar objetos pequenos que estejam a poucos centímetros da lente. Durante os testes, essa câmera funcionou perfeitamente, e é possível extrair os mínimos detalhes do objeto desejado.

Foto da minha digital
A digital fica bem visível na foto.(Imagem: Ailton Bueno)

Áudio

Uma das coisas que eu mais gostei do Galaxy M53 5G foi o áudio. Testando com um decibelímetro, o aparelho conseguiu alcançar 82 decibéis, que é um resultado bastante alto, e está dentro do limite seguro para o ouvido humano. O único porém que eu preciso citar é a localização da saída do som.

Ela fica localizada na parte de baixo, próximo da entrada USB-C, usada para carregar a bateria. O problema se dá quando estamos jogando alguma coisa. Caso sua mão seja grande, como a minha, a chance de tampar essa saída é muito grande, o que prejudica bastante a audição do conteúdo que está sendo reproduzido.

No mais, tanto para assistir um vídeo em alguma plataforma de streaming, ouvir uma música ou simplesmente jogar, o resultado é bastante satisfatório. Agora, quando ligamos um fone de ouvido Bluetooth, sentimos realmente a qualidade. Somente com o fone podemos ativar a tecnologia Dolby Atmos. Ela melhora e muito a experiência, trazendo maior sensação de imersão, seja vendo um filme ou ouvindo uma música.

Conclusão

No geral, o Galaxy M53 5G é um ótimo celular. Ele já é melhor que muitos dos aparelhos topo de linha de alguns anos atrás, além de ter uma bateria que pode aguentar um dia de uso tranquilamente. Sua tela em conjunto com o áudio fazem deste aparelho um baita reprodutor de conteúdo, não importa se são vídeos, filmes, ou somente música. Seu tamanho é excelente e a leitura de digitais é de alto nível. Recomendo bastante esse aparelho (que pode ser encontrado por R$ 2.429 na Americanas) para quem está procurando um bom celular, mas não consegue investir em algum dos modelos da família S mais recentes.

Especificações técnicas

Imagem do aparelho
Imagem: Reprodução.
ModeloGalaxy M53
CoresAzul, Verde ou Marrom
ProcessadorVelocidade do Processador
2.4GHz, 2GHz
Tipo de Processador
Octa Core
TelaTamanho (Tela Principal)
169.5mm (6.7″ retângulo cheio) / 166.4mm (6.6″ cantos arredondados)
Resolução (Tela Principal)
1080 x 2400 (FHD+)
Tecnologia (Tela Principal)
Super AMOLED Plus
Profundidade de Cor (Tela Principal)
16M
Câmera
Câmeras Traseiras (Múltiplas) – Resolução
108.0 MP + 8.0 MP + 2.0 MP + 2.0 MP
Câmeras Traseiras (Múltiplas) – Abertura
F1.8 , F2.2 , F2.4 , F2.4
Câmeras Traseiras – Foco Automático
Sim
Câmeras Traseiras – Estabilizador de Imagem
Não
Câmeras Traseiras – Zoom
Zoom Digital até 10x
Câmera Frontal – Resolução
32.0 MP
Câmera Frontal – Abertura
F2.2
Câmera Frontal – Foco Automático
Não
Câmera Frontal – Estabilizador Óptico de Imagem
Não
Câmera Traseira – Flash
Sim
Câmera Frontal – Flash
Não
Resolução de Gravação de Vídeos***
UHD 4K (3840 x 2160) @30fps
Câmera Lenta
240fps @HD
MemóriaMemória RAM (GB)
8 GB
Memória Total Interna (GB)*
128 GB*
Memória Disponível (GB)*
101.0 GB
Suporte ao Cartão de Memória
MicroSD (Até 1TB)
Rede / BandasNúmero de Chip
Dual-SIM
Tipo de Chip (SIM Card)
Nano-SIM (4FF)
Tipo de Slot de Chip
Chip 1 + Chip ou Micro SD (Híbrido)
Conexões
2G GSM, 3G WCDMA, 4G LTE FDD, 4G LTE TDD, 5G Sub6 FDD, 5G Sub6 TDD
2G GSM
GSM 850, GSM 900, DCS 1800, PCS1900
3G UMTS
B1 (2100), B2 (1900), B4 (AWS), B5 (850), B8 (900)
4G FDD LTE
B1 (2100), B2 (1900), B3 (1800), B4 (AWS), B5 (850), B7 (2600), B8 (900), B12 (700), B17 (700), B20 (800), B26 (850), B28 (700), B66(AWS-3)
4G TDD LTE
B38 (2600), B40 (2300), B41 (2500)
5G FDD Sub6
N1(2100), N3(1800), N5(850), N7(2600), N8(900), N20(800), N28(700), N66(AWS-3)
5G TDD Sub6
N38(2600), N40(2300), N41(2500), N78(3500)
ConectividadeUSB Interface
USB – Tipo C
Versão de USB
USB 2.0
Localização
GPS, Glonass, Beidou, Galileo, QZSS
Versão de MHL
Não
Wi-Fi
802.11 a/b/g/n/ac 2.4G+5GHz, VHT80
Wi-Fi Direct
Sim
Versão de Bluetooth
Bluetooth v5.2
NFC
Sim
PC Sync
Smart Switch (Versão para PC)
Sistema OperacionalAndroid
SensoresAcelerômetro, Sensor de Impressão Digital, Giroscópio, Sensor Geomagnético, Sensor de Luz, Sensor de Proximidade
Especificações FísicasDimensões (AxLxP, mm)
164.7 x 77.0 x 7.4
Peso (g)
176
BateriaUso de internet 4G (Horas)
até 17
Uso de Internet Wi-Fi (Horas)
até 17
Reprodução de Vídeos (Horas, Wireless)
até 19
Capacidade da Bateria (mAh, Typical)
5000
Removível
Não
Tempo de Reprodução de Áudio (Horas, Wireless)
até 87
Tempo em ligações (4G LTE) (Horas)
até 39
Áudio e VídeoSom Estéreo
Não
Formato de Reprodução de Vídeo
MP4, M4V, 3GP, 3G2, AVI, FLV, MKV, WEBM
Resolução de Reprodução de Vídeo
UHD 4K (3840 x 2160) @30fps
Formato de Reprodução de Áudio
MP3, M4A, 3GA, AAC, OGG, OGA, WAV, AMR, AWB, FLAC, MID, MIDI, XMF, MXMF, IMY, RTTTL, RTX, OTA
Serviços e AplicativosGear Support
Galaxy Buds Pro, Galaxy Buds Live, Galaxy Buds+, Galaxy Buds2, Galaxy Buds, Galaxy Fit2, Galaxy Fit e, Galaxy Fit, Galaxy Watch3, Galaxy Watch, Galaxy Watch Active2, Galaxy Watch Active, Gear Fit2 Pro, Gear Fit2, Gear Sport, Gear S3, Gear S2, Gear IconX (2018)
Suporte a Samsung DeX
Não
Mobile TV
Não
Preço R$ 2.429

Veja também:

Para ficar ver outras análises, como essa do Amazon Echo Show 15, e ficar por dentro do mundo dos games e da tecnologia, fique de olho aqui no Showmetech.

Veredito - Galaxy M53 5G

Veredito - Galaxy M53 5G
94 100 0 1
Um excelente aparelho com uma bateria gigante e especificações técnicas que batem alguns dos principais tops de linha dos últimos anos, como o S9 Plus.
Um excelente aparelho com uma bateria gigante e especificações técnicas que batem alguns dos principais tops de linha dos últimos anos, como o S9 Plus.
94/100
Total Score
  • Design
    95/100 Excelente
  • Tela
    90/100 Incrível
  • Bateria
    100/100 Excelente
  • Desempenho
    95/100 Excelente
  • Sistema e Interface
    95/100 Excelente
  • Câmeras
    90/100 Incrível
  • Áudio
    95/100 Excelente

Prós

  • Bateria excelente
  • Bom áudio
  • Tela boa
  • Excelente tamanho
  • Já com conexão 5G
  • Boa quantidade de memória

Contras

  • A tela apesar de boa, poderia ter uma maior densidade de pixels
  • Falta da entrada de fone de ouvido

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados