As cores da tela do s21 fe são incríveis

REVIEW: Galaxy S21 FE é potente, mas mal otimizado

Avatar of tiago rodrigues
Novo Galaxy S21 FE traz hardware top de linha, mas tem otimização que atrapalha fluidez do aparelho

O Galaxy S21 FE foi apresentado oficialmente na CES 2022 e lá tivemos o primeiro vislumbre físico do aparelho. O novo modelo da sul-coreana mistura um pouco de cada uma das versões do S21 convencional, com bom conjunto de câmeras e traseira em plástico — que funciona muito melhor aqui do que no S21 normal.

Em outros mercados, como nos Estados Unidos, o Galaxy S21 FE é equipado com o processador Snapdragon 888 5G da Qualcomm, mas aqui no Brasil, mesmo depois do sucesso gigantesco do antecessor Galaxy S20 FE com Snapdragon, trouxeram o novo modelo com o Exynos 2100.

Embora esse processador tenha recebido boas atualizações nos modelos convencionais, o que deixou eles mais interessantes com o tempo, minha experiência com o Galaxy S21 FE não foi a melhor que poderia ser, pois ele esquentava muito e por motivos que explicarei depois. 

Semelhanças com os Galaxy S21, S21+ e S21 Ultra

Galaxy s21 fe se destaca pelo belo design, mas tem desempenho aquém do esperado
As diferentes cores do Galaxy S21 FE (Imagem: Samsung)

Como disse, o Galaxy S21 FE mistura um pouco de cada uma das versões convencionais da linha S21. Embora ele puxe suas principais ideias de lá, é importante notar que o S21 FE é uma evolução natural do S20 FE em 99% das coisas. Por causa desse aspecto, o modelo antecessor vai entrar na lista também. 

O que é parecido

  • Processador: toda a linha S21 utiliza o Exynos 2100 da Samsung;
  • Resolução da tela: 1080 x 2400 nos S21, S21+ e Galaxy S21 FE. Já o S21 Ultra conta com uma resolução de 1440 x 3200;
  • Taxa de atualização da tela: todos contam com uma tela de 120Hz, mas se comportam de forma um pouco diferente;
  • Tela com proteção Gorilla Glass Victus;
  • Sistema e interface: Android 12 e OneUI 4.0 em todos os modelos;
  • Sensor de impressão digital na tela: apesar de todos usarem a tecnologia, apenas o S21 FE utiliza o sensor ótico, mais simples do que o ultrassônico das outras versões;
  • Áudio estéreo, NFC, Dolby Atmos, Entrada USB-C, IP68, mínimo 3 câmeras traseiras;
  • Funções de sistema e software;
  • Nenhum dos modelos conta com suporte a cartões MicroSD.

O que é diferente

  • Tamanho da tela: S21 tem 6,2”, S21 FE tem 6,4”, S21+ tem 6,7” e S21 Ultra tem 6,8”;
  • Memória RAM: S21, S21+ contam com 8 GB; S21 Ultra tem 16 GB e S21 FE conta com 6 GB;
  • Câmera frontal: 10 Mp no S21 e S21+, 32MP no Galaxy S21 FE e 40 MP no S21 Ultra;
  • Câmeras traseiras:
  • S21: 12 megapixels (principal, abertura de f/1.8), 64 megapixels (telefoto, abertura de f/2.0), 12 megapixels (ultrawide, f/2.2) com zoom óptico de 3x e zoom digital de até 30x;
  • S21 FE: 12 megapixels (principal, abertura de f/1.8), 8 megapixels (telefoto, abertura de f/2.4), 12 megapixels (ultrawide, f/2.2) com zoom óptico de 3x e zoom digital de até 30x; o ângulo de visão aqui é de 123º contra 120º dos outros três modelos;
  • S21+: 12 megapixels (principal, abertura de f/1.8), 64 megapixels (telefoto, abertura de f/2.0), 12 megapixels (ultrawide, f/2.2) + profundidade 3D ToF com zoom óptico híbrido de 3x e zoom digital até 30x;
  • S21 Ultra: 108 megapixels (principal, abertura de f/1.8), 10 megapixels (telefoto periscópica, abertura de f/4.9), 10 megapixels (telefoto, f/2.4), 12 megapixels (Ultrawide, f/2.2) + profundidade 3D ToF com zoom óptico híbrido de 10x;
  • Capacidade de bateria: S21 tem 4000mAh, S21 FE tem 4500mAh, S21+ tem 4800mAh e S21 Ultra tem 5000mAh;
  • Material de construção: S21 e S21 FE têm traseiras de plástico e os outros dois contam com traseira de vidro.

Design

A traseira do galaxy s21 fe é toda de plástico, mas muito bonita
Recebemos uma unidade na cor branca para testar e essa cor caiu muito bem no aparelho (Imagem: Tiago Rodrigues/ Showmetech)

O Galaxy S21 FE segue a tendência lançada no S21 convencional e traz uma traseira toda em plástico e com bordas de alumínio. Os novos módulos de câmeras fazem com que nada fique muito saltado na traseira do aparelho, o que é um ótimo ponto. Por outro lado, o plástico é um material muito mais fácil de esquentar e bom, eu senti bem esse problema com esse aparelho.

Nas cores temos 4 opções, que seguem inclusive  o mesmo padrão dos fones Galaxy Buds2 lançados ano passado, sendo as cores Preto, Branco, Violeta e Verde. A versão que recebemos para testar foi a branca e, apesar de simples, é muito bonita e na logo da empresa parece ter um efeito de sombreado que dá um charme.

Embora eu tenha um smartphone relativamente grande, não estava acostumado com um aproveitamento de tela tão grande. Com apenas um furinho na parte superior para a câmera frontal, as 6,4 polegadas pareceram muito maiores, mas talvez o meu problema seja pelo tamanho da minha mão que não é muito grande. Sobre o furinho, não me incomodou.

Nas laterais do galaxy s21, temos apenas os botões de volume e de energia
Na lateral do S21 FE, temos apenas o botão de energia e volume (Imagem: Tiago Rodrigues/ Showmetech)

Temos 3 botões no lado direito, dois deles de volume e outro para ativar e desligar a tela. Assim como temos em outros modelos, esse botão pode ser personalizado para ativar várias coisas, como clicar duas vezes nele para ativar o Samsung Pay ou qualquer outro app. 

Na parte de conexões do s21 fe, temos apenas uma entrada usb-c, saída de som e entrada para chips
O Galaxy S21 FE tem entrada USB-C, saída de áudio estéreo e entrada para dual-SIM

A parte inferior do Galaxy S21 FE apresenta a porta USB-C — utilizada para carregar a bateria, e também para conexão de dados e Samsung DeX — além da gaveta para dual-SIM e a saída de áudio, que combinada com o alto-falante no topo do aparelho proporciona som estéreo.

Tela

Tela do s21 fe traz cores muito bonitas e ótimo contraste
A tela do S21 FE tem ótimo contraste e alta resolução (Imagem: Samsung)

A Samsung raramente erra nas telas e aqui não foi diferente. Cores nítidas, brilhantes e ótimo contraste com pretos bem profundos. Assim como em toda a linha S21, temos aqui uma tela com taxa de atualização de 120Hz, mas diferente dos irmãos mais velhos, ela não é LTPO, o que permite uma taxa de atualização variável.

Temos aqui então duas opções: 60Hz ou 120Hz, que gasta mais bateria e na minha experiência fez o aparelho virar um vulcão muitas vezes. Testei das duas formas e enquanto usei no modo 120Hz senti que ele esquentou muito mais e por motivos desnecessários. Esse superaquecimento fez com que a taxa de atualização de 120Hz não pudesse ser aproveitada ao máximo, gerando gargalos no sistema.

Na hora de assistir filmes, séries ou jogar, no entanto, a experiência foi ótima. A tela AMOLED dinâmica 2X é Full HD+ com proporção de 20:9, tem 411ppi de densidade e HDR10+. Assisti Duna, Eternos e até mesmo alguns episódios de Arcane e tudo fluiu de forma excelente.

Bateria

O assunto bateria em toda a linha S21 é bem polêmico, mas vamos por partes. Seguindo os caminhos da Apple, a partir do S21, a Samsung decidiu arrancar tudo das caixas dos smartphones, então nada de fones ou carregador. Tudo o que vem na caixa é um cabo USB-C nas duas pontas, guia rápido e chave extratora de chip.

Agora sobre o tamanho da bateria, o que temos aqui é algo maior que a do S21 e menor que a do S21+, com valor de 4500mAh. Na prática, é o suficiente para um dia de uso, mas no limite. Na hora dos jogos, ouvir música ou para assistir ao YouTube, por exemplo, não tive problemas, mas o tempo de tela ligada é um ponto bem fraco do aparelho.

Na melhor das situações, o máximo que consegui tirar de tela ligada foi 4 horas e 24 minutos. Esse resultado envolveu um pouco de YouTube, HBO Max, música no Spotify, redes sociais e alguns testes no 3D mark.

Na hora de carregar, pude testar duas opções: carregamento rápido de 18 Watts e o carregamento super rápido de 25W. A diferença se dá nos primeiros 50% carregando em apenas 30 minutos ou por volta disso. Já na carga de 18W, o tempo médio foi de 1h30 minutos para carga completa.

Pude testar ambas as formas de carregamento por já ter um carregador compatível. Como já mencionei, na caixa temos apenas um cabo USB-C.

Câmera

O galaxy s21 fe traz três câmeras traseiras de alta qualidade
Na traseira, o Galaxy S21 FE tem três ótimas câmeras (Imagem: Samsung)

O Galaxy S21 FE traz um bom conjunto de câmeras traseiras, permitindo que você faça fotos de diversas formas diferentes. Nos testes de dia, consegui resultados muito interessantes e mais do que suficientes para a maioria dos usuários. De noite, embora não seja um péssimo resultado, não espere nada que vai mudar a sua concepção de fotos a noite. Confira algumas fotos que consegui fazer com o Galaxy S21 FE:

Um ponto interessante incluso no pacote das câmeras é a opção do zoom digital até 30x. Com uma boa calibragem e calma, deu para fotografar a lua, inclusive. Em outras ocasiões, no entanto, recomendo que use no máximo o zoom óptico de 3x da câmera telefoto para evitar perda de qualidade.

Com calma, o galaxy s21 fe é capaz de capturar imagens da lua
Com paciência você consegue fazer fotos interessantes da Lua com o S21 FE (Imagem: Tiago Rodrigues/ Showmetech)

Nas selfies, temos uma câmera wide com 32MP (com abertura f/2.2). No claro, consegue fazer ótimas selfies e tem um nível de detalhes muito bom. Já de noite, temos um resultado ok, mas que se sobressai ao usar o modo noturno ou o flash. Confira algumas fotos:

Por fim, temos também a parte de vídeo e bom, o que temos aqui são opções de gravação até 4K60FPS tanto na câmera frontal quanto na traseira. O resultado é satisfatório, mas tenha em mente que o Galaxy S21 FE vem com 128 GB de armazenamento sem opção de expansão, então vídeos em alta resolução vão acabar com o armazenamento.

Entre as funções de vídeo, a que mais me chamou a atenção foi a de vídeo profissional, onde temos opções de gravar em 24fps e com alta resolução, perfeito para quem busca vídeos cinematográficos. Outra função legal é a chamada gravação dupla, que permite você gravar com a câmera frontal e traseira em simultâneo, ótimo para vlogs.

Desempenho

Sempre ouvi dizer que os processadores Exynos eram inferiores aos da Qualcomm, mas nunca testei. No caso do Galaxy S21 FE, ele conta com o mesmo processador dos irmãos mais velhos, o Exynos 2100, o mais potente da Samsung até então. Na GPU temos a Mali-G78, com 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento.

Relatos de quem tem os outros S21 mostram que quando foram lançados, o processador de fato era problemático, mas que atualizações otimizaram o mesmo. Logo que tirei o S21 FE da caixa, o mesmo já recebeu uma atualização e bom, ela talvez não tenha sido das melhores.

Toda a minha experiência de usuário com o smartphone ficou com aquele ar de “falta alguma coisa” porque o aparelho sempre esquentava além da conta e o sistema começava a rodar com uma fluidez bem duvidosa. Apps demorando para abrir, câmera travando, animações bugadas e entre outros.

O conjunto do Galaxy S21 FE é interessante, mas com esse desempenho ruim por falta de otimização fica difícil recomendá-lo a qualquer um, a não ser que você more no polo norte.

Benchmarks

O Galaxy S21 obteve boa pontuação nos testes de benchmark, mas novamente, sofreu por superaquecer. Nos testes com o Geekbench 5, por exemplo, fiz o teste duas vezes, pois na primeira vez o resultado foi péssimo pelo fato do smartphone estar fritando. Confira:

Já no teste de do AnTuTu, o smartphone se saiu melhor e embora não tenha feito uma pontuação que mudou o mercado, o resultado foi parecido com o de outros da sua categoria. Confira alguns comparativos com os irmãos mais velhos:

Sistema

O S21 FE foi o primeiro smartphone da Samsung lançado com o Android 12 e OneUI 4.0 e nesse sentido, eles estão sempre melhorando. As novidades apresentadas na nova versão do sistema são bem interessantes e deixaram tudo mais bonito e ainda mais fácil de acessar.

Galaxy s21 fe já vem com android 12 de fábrica
O novo smartphone da Samsung já vem com android 12 e OneUI 4.0

O problema, no entanto, é o que já falei antes. Mesmo com um hardware potente, o Galaxy S21 FE parece ter medo de funcionar com fluidez. Eu sinceramente não sei se os problemas advêm da temperatura ou se é algo programado das atualizações para que ele não esquente a ponto de explodir.

Seja como for, falta otimização do dispositivo para com o processador Exynos 2100 para que tudo fique usável sem parecer um sacrifício. Infelizmente não tenho a versão com Snapdragon para comparar e poder dizer se fez de fato uma diferença, mas se seguir os passos do S20 FE, melhor aguardar.

Som

Som do galaxy s21 fe é de alta qualidade com tecnologia dolby atmos
A música “Snake Eater” do game “Metal Gear Solid 3” ficou incrível no S21 FE

Esse com certeza é um dos pontos mais legais do aparelho. Eu já estava acostumado com o tablet que também conta com um sistema de áudio estéreo com Dolby Atmos, mas ter isso em um smartphone é um detalhe muito bom, principalmente na hora dos games.

O som é alto e mantém as frequências com qualidade, sem ter aquele efeito “cacho de abelha”. Eu peço que o áudio estéreo e a proteção IP68 se torne um padrão de qualquer smartphone intermediário ou superior, pois são dois recursos que fazem diferença na experiência.

Pontos negativos

O Galaxy S21 FE sofre de um caso muito curioso no qual ele traz uma ótima tela, boas câmeras, excelente sistema e mesmo sendo uma versão “capada” dos seus irmãos mais velhos, conta com boa parte de suas melhores coisas, mas que, infelizmente, por ter um processador “esquentadinho”, faz com que a experiência toda se torne algo ruim.

Não é como se ele se tornasse inutilizável, mas fica parecendo um smartphone de entrada tentando rodar coisas pesadas, mas ele está apenas abrindo a barra de notificações com uma animação com o FPS todo lento e bugado.

É claro, não posso esquecer disso, mas o seu preço também é algo que deixa o smartphone ainda mais inacessível, afinal ele foi lançado por R$4500 aqui no Brasil, mesmo valor do antecessor, mas se considerarmos que com esse valor dá para comprar um S21+… Mediante os dados apresentados, minha recomendação fica para outras versões do S21 ou até mesmo o Galaxy S20 FE com Snapdragon.

Ah, assim como os irmãos mais velhos, o Galaxy S21 FE já adotou as novas tendências e não traz mais um carregador na caixa e nem fones de ouvido. Apenas um cabo USB-C nas duas pontas, o que não ajuda muito se os carregadores que você tiver em casa forem todos com padrão USB-A.

Conclusão

O novo smartphone da Samsung traz um bom conjunto de tudo, mas sofre na mão de uma má otimização do seu processador. Em futuras atualizações, ele provavelmente ficará mais estável, mas até o momento, pelo valor de R$4500 que é cobrado, não vale a pena.

De qualquer forma, se você for uma pessoa teimosa ou muito curiosa, o Galaxy S21 FE está com um desconto de 10% a vista, saindo por R$4.049,10 à vista no Magazine Luiza. Além disso, comprando o S21 FE até o dia 30 de janeiro, poderá resgatar um Galaxy Buds2, fone bluetooth excelente que fizemos review recentemente.

Especificações técnicas

ModeloGalaxy S21 FE
DisplayFH+ de 6.4″, AMOLED dinâmico 2x com 120Hz, 411 ppi
Dimensões e peso155,7 x 74,5 x 7,9 mm, 177g
Câmeras– 12 megapixels (principal, abertura de f/1.8)
– 8 megapixels (telefoto, abertura de f/2.4)
– 12 megapixels (ultrawide, f/2.2) com zoom óptico de 3x e zoom digital de até 30x
– Câmera de selfie de 32 MP wide com abertura de f/2.4
ProcessadorExynos 2100 de 5nm
Memória6GB de memória RAM com 128GB de armazenamento
Memória expansível e cartão SIMDual-SIM sem espaço para cartões MicroSD
Bateria4500mAh
CarregamentoCarregamento rápido de até 25W (50% em 30 minutos)
Carregamento por indução de 15W
Carregamento reverso
USB Power Delivery 3.0
Sistema OperacionalAndroid 12 com One UI 4.0
RedeWi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac/6, dual-band, Wi-Fi Direct, hotspot
Bluetooth 5.0, A2DP, LE
USB Type-C, NFC, A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO
PagamentoNFC
SensoresSensor óptico de impressão digital, acelerômetro,  sensor de giroscópio, sensor geomagnético, sensor de hall, sensor de proximidade, sensor de luz ambiente.
AutenticaçãoBloqueio por: padrão, PIN, senha e reconhecimento facial
ÁudioSom estéreo com tecnologia Dolby Atmos
VídeoFormatos MP4, M4V, 3GP, 3G2, WMV, ASF, AVI, FLV, MKV, WEBM
Resistência a águaIP68
Preço R$4.049,10 à vista no Magazine Luiza

Review: Galaxy S21 FE é potente, mas mal otimizado

Review: Galaxy S21 FE é potente, mas mal otimizado
8 10 0 1
Com a mesma ideia do antecessor Galaxy S20 FE, o novo modelo da Samsung chega com uma configuração poderosa, mas que peca na otimização. O aparelho deve receber mais atualizações em alguns meses e então passará a valer a pena
Com a mesma ideia do antecessor Galaxy S20 FE, o novo modelo da Samsung chega com uma configuração poderosa, mas que peca na otimização. O aparelho deve receber mais atualizações em alguns meses e então passará a valer a pena
8/10
Total Score
  • Tela
    9/10 Incrível
    Em resolução e contraste, temos uma excelente tela. Na questão da taxa de atualização, embora seja de até 120Hz, não é adaptativa, gastando mais bateria.
  • Som
    7/10 Bom
    Temos duas saídas de áudio muito boas no Galaxy S21 FE. Não espere um resultado de uma caixa de som, mas o suficiente para jogar ou ouvir suas músicas sem problemas.
  • Desempenho
    6/10 Normal
    Por culpa da má otimização, o que poderia continuar a ser um dos melhores smartphones da Samsung, passa a ser um aparelho com desempenho duvidoso e nos resta aguardar para ver como vai ficar.
  • Câmera
    9/10 Incrível
  • Sistema
    10/10 Excelente
  • Bateria
    7/10 Bom
    Apesar de não ser ruim, poderia ser um pouco maior. Além disso, sofre também com a má otimização do chipset.

Pontos positivos

  • Tela de alta qualidade, ótima para consumir mídia
  • Som estéreo
  • One UI 4.0

Pontos negativos

  • Bateria poderia ser maior
  • Otimização do Exynos 2100 faz o aparelho esquentar muito, causando engasgos
  • Não tem carregador e fones na caixa

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
4
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados