Review: mario strikers battle league mistura futebol, porrada e muita diversão. Mario strikers battle league traz a turma do mario em partidas de futebol sem regras e com um imenso potencial futuro.

REVIEW: Mario Strikers Battle League mistura futebol, porrada e muita diversão

Avatar of ailton bueno
Mario Strikers Battle League traz a turma do Mario em partidas de futebol sem regras e com um imenso potencial futuro.

Um dos maiores atletas esportivos do mundo está de volta, o simpático encanador Mario! Ele agora suará a camisa no esporte mais jogado no mundo: o futebol. Chegando ao seu terceiro jogo no esporte, Mario Strikers Battle League promete ligas online robustas e muita diversão para os fãs deste esporte bretão.

Os vestiários

Imagem do time do mario, com ele, toad, peach e luigi em mario strikers battle league
Usar equipamentos pode ser crucial na hora de vencer uma partida. (Imagem: Nintendo)

Mario Strikers Battle League conta, atualmente, com apenas 10 personagens jogáveis: Mario, Luigi, Yoshi, Donkey Kong, Bowser, Princesa Peach, Princesa Rosalina, Toad, Wario e Waluigi, e um goleiro controlado pelo computador: Boom Boom. À primeira vista, a quantidade de personagens disponíveis é bastante baixa e não há como disponibilizar nenhum outro ao vencer as copas do jogo, infelizmente. 

O universo do Mario é riquíssimo, e muitos outros poderiam ter entrado, como alguns dos muitos filhos do Bowser, a tartaruga Koopa Troopa, ou alguns fantasmas Boo, e outros personagens de Donkey Kong. Isso faz com que, invariavelmente, os times fiquem muito parecidos, principalmente quando jogamos contra o computador. 

Mas falando das partes legais, cada personagem tem sua função no campo. Os irmãos Mario e Luigi, por exemplo, são mais técnicos, então usar os poderes especiais deles é um pouquinho mais fácil. Outras características presentes no jogo são a ofensiva (Rosalina e Yoshi), defensiva (Donkey Kong e Waluigi), de velocidade (Toad e Peach) e física (Bowser e Wario). Ou seja, a combinação desses elementos é o que faz um verdadeiro time campeão. 

A cada partida ganha, recebemos as famosas moedas do mundo do Mario. O mesmo acontece quando vencemos uma copa. Esse dinheiro é usado para comprar equipamentos para cada um dos personagens, isto é, se gastarmos com o Luigi, precisamos gastar igual para o Mario.

Há, no total, 4 tipos de equipamentos diferentes: para as pernas, mãos, corpo e cabeça, e um total de 5 categorias de armaduras. Cada um deles beneficia um atributo em detrimento do outro, por exemplo, uma luva Turbo aumenta em 2 pontos a velocidade, contudo, há a perda de 2 pontos de força. Criar um equilíbrio desses itens é fundamental.

Copas e mais copas

Donkey kong derrubando o pequeno toad
A regra é: não há regras. Derrube o amiguinho. (Imagem: Nintendo)

Super Mario Battle Strikers possui um total de 6 copas diferentes. A última delas só é desbloqueada ao vencermos todas as outras disponíveis, e elas enfatizam cada um dos atributos dos personagens. Por exemplo, a copa dos passes terá times com personagens com mais pontos e equipamentos que ajudam nesse atributo, e eles, literalmente, irão passar a bola um pro outro até chutar pro gol ou serem obstruídos, e isso vale para as outras quatro, sendo que a última é a mescla das habilidades, trazendo equipes mais equilibradas.

Cada copa é formada por apenas 6 times, e todos possuem dupla eliminação, ou seja, é preciso perder duas vezes para ser totalmente eliminado. Isso faz com que joguemos, na maioria das vezes, com o mesmo time duas vezes, se tornando meio maçante, já que sabemos como vencer determinado oponente. 

Ao se tornar o grande campeão de todos os torneios, liberamos o modo Galáctico, que nada mais é que o mesmo torneio, com as mesmas regras de antes, só que em um nível mais alto. O prêmio em moedas aumenta também, subindo de 400 para 1000 moedinhas. 

E isso basicamente se resume ao modo single player. Fora ganhar moedas e equipar os personagens, não há muito o que se fazer. 

Em preparação para a partida

Imagem de meio campo com a orbe em destaque no meio.
As orbes ativam a possibilidade de dar o chute especial que vale dois gols. (Imagem: Nintendo)

Uma das principais características de Mario Strikers Battle League é ter, ao mesmo tempo, a possibilidade de juntar dois estádios diferentes. Cada time pode escolher um lado, entre cinco opções: Castelo de Lava, Mansão Assombrada, Selva Remota, Colina do Cogumelo e Castelo Real. Isso faz com que as partidas tenham ambientes mistos, refletindo também na trilha sonora de cada uma delas. Particularmente, eu gostei muito das músicas utilizadas no game, contudo, elas agradam somente durante a partida, e não são necessariamente épicas ou marcantes.

Outra coisa separada pelos lados direito e esquerdo são, literalmente, os times disponíveis de cada um deles. Do lado direito podemos escolher entre os seguintes times: Foguetes SC, Atlético Magia, Sport Cometas, SC Guerreiros e Trevo SC, enquanto do lado esquerdo temos: Dínamo Ciclone, Ovóides Juniors, Atlético Espinhoso, Relâmpago SC e AC Coroas

Cada time possui cores distintas e seus símbolos são recriações de elementos do universo Mario, como o ovo do Yoshi, representado pelos Ovóides Juniors, ou elementos genéricos, como o foguete de Foguetes SC. Ter os times, literalmente, separados por lados foi uma das coisas mais bizarras que eu já vi, mas fazer o quê. 

E começa a peleja

Review: mario strikers battle league mistura futebol, porrada e muita diversão. Mario strikers battle league traz a turma do mario em partidas de futebol sem regras e com um imenso potencial futuro.
Cada chute especial tem sua própria animação, como essa do Luigi. (Imagem: Nitendo)

Agora vamos à parte principal de Mario Strikers Battle League: a partida de futebol. Como dito acima, as características dos personagens influenciam diretamente o que acontece no jogo. Aqui não há faltas, então os personagens dão, sem brincadeira nenhuma, voadoras com os dois pés nos adversários. Contudo, se o Luigi, que é mais técnico, der uma porrada no Donkey Kong, que é defensivo, nada acontecerá, e o macacão seguirá com a bola. Porém, se o Luigi carregar a porrada ao máximo, aí ele tomará a bola. São essas coisas que fazem com que Mario Strikers Battle League seja extremamente divertido. Por isso é bom sempre montar um time equilibrado. 

Marcar gols pode não ser uma tarefa tão fácil assim. Boom Boom, o goleiro de ambos os times, é muito bom, mas pode ser vencido em caso de muitas repetições de ataques, ou então caso receba golpes muito fortes. 

A grande estrela do jogo são os chutes especiais. De tempos em tempos, a torcida joga uns orbes no campo, e quem obtê-los e conseguir carregar o chute ao máximo pode tentar acertar um alvo que vai para ambos os lados, sendo a parte azul o seu alvo. Isso ativa poderosos chutes, que vem sempre com uma animação espetacular. Ao ser alvo desse chute, nós participamos de um pequeno minigame, que pode nos dar uma chance de defender a bola. Caso ela entre de uma vez, são contabilizados dois gols para quem chutou. Contudo, caso a bola não entre, o goleiro fica danificado de algum jeito, e caso o rebote apareça, podemos marcar um golzinho.

Além disso, há outros tipos de chutes, como o carregado, o de primeira, o colocado e o comum. Não é muito difícil de se marcar, então vermos placares de 8 a 5 não é incomum. 

Outra coisa bacana é prejudicar os adversários com itens. Conforme o desempenho do time na partida, a torcida pode jogar caixas com as cores da equipe. Elas são exclusivas, e somente os donos podem reivindicá-las. Elas aparecem aos montes principalmente quando estamos sendo surrados. Eventualmente, podem aparecer caixas arco-íris, e quem pegar recebe um item.

Dentre as muitas opções, temos Cogumelos, Estrelas, Cascos Verdes, Cascos Vermelhos e muitos outros. Todos eles bastante úteis nas muitas situações das partidas. Sabendo usá-los, dá para destroçar o time adversário inteiro e marcar gols, ou então abrir uma oportunidade para os chutes especiais. 

Mesmo jogando contra a máquina, Mario Striker Battle League tem uma jogabilidade extremamente divertida. E ele brilha efetivamente quando jogamos com amigos. Há a possibilidade de até 8 jogadores ao mesmo tempo, tanto local como online, e graças a isso há um novo modo de jogo, o Clube Strikers.

O futuro de Mario Strikers Battle League

Imagem do mario encarando o bowser
Jogar com amigos, ou adversários humanos, é o ponto alto do jogo (Imagem: Nitendo)

O grande barato de Mario Strikers Battle League será o modo Clube Strikers. Aqui os jogadores poderão criar times com até 20 jogadores e participar de partidas de 4 contra 4 online em temporadas que durarão uma semana. Além disso, haverá uma semana de inter-temporada.

Para participar, os jogadores irão inscrever seu personagem favorito num clube, incluindo o equipamento utilizado. Ao participar das temporadas, os donos dos times receberão como recompensa moedas, que podem ser utilizadas para modificar muitos elementos do estádio, como a aparência deles, os tipos de traves, e muitas outras coisas.

Cada equipe estará em um grupo com até 5 adversários. Ao vencer partidas, os times podem subir de divisão, porém, ao sofrer derrotas, estarão a mercê do descenso. Esse modo ainda está em preparação, e deve iniciar nas próximas semanas.

Particularmente, acredito que esse modo possui um potencial gigantesco para se tornar extremamente competitivo, tanto quanto Splatoon, por exemplo, já que os times precisam estar em sintonia e ter uma boa estratégia para ganhar partidas. Não adianta chutar que nem doido de qualquer canto do campo. Agora nos resta esperar para ver como serão introduzidos novos personagens, mais opções de estádios entre outras coisas.

Levantem as taças

Mario Strikers Battle League é excelente. A parte gráfica do jogo é totalmente incrível, apesar de algumas quedas de quadros eventuais, mas nada que afete o desempenho geral do game. Acredito que dentro dos jogos de esporte do Mario, esse é um dos melhores que já tive o prazer de jogar.

A possibilidade da criação de uma comunidade competitiva me anima bastante, mas para isso acontecer será necessário trazer muito mais conteúdo ao jogo, já que, pelo menos no seu lançamento, há poucos personagens, estádios e opções de equipamentos. Fora isso, recomendo totalmente sua aquisição. Garanto que as partidas com amigos em festas ou via internet serão extremamente divertidas.

Veja também:

Para ficar por dentro do mundo games, como o Xbox & Bethesda Showcase, e saber de tudo do mundo da tecnologia, fique de olho aqui no Showmetech.

Mario Strikers Battle League

Mario Strikers Battle League
89 100 0 1
O universo do Mario retorna para as partidas de futebol com uma jogabilidade excelente, gráficos animais e muita diversão.
O universo do Mario retorna para as partidas de futebol com uma jogabilidade excelente, gráficos animais e muita diversão.
89/100
Total Score
  • Gráficos
    95/100 Excelente
    Um dos melhores já apresentados até o momento no Nintendo Switch.
  • Diversão
    90/100 Incrível
    Jogar sozinho é bacana para dominar as mecânicas, mas o jogo brilha mesmo é jogando contra os amigos, seja via local ou pela internet.
  • Som
    90/100 Incrível
    A trilha sonora é de qualidade e todos os efeitos sonoros são muito bons
  • Jogabilidade
    100/100 Excelente
    Um dos comandos mais responsivos que já vi para um jogo do gênero.
  • Replay
    70/100 Bom
    Jogar sozinho é uma das maneiras de se obter moedas para comprar equipamentos, e fora isso, não há muito o que fazer.

Prós

  • Jogabilidade
  • Gráficos
  • Extremamente promissor como jogo competitivo
  • Jogo totalmente em português

Contra

  • Falta de modos para a jogatina offline ou sozinho.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados