REVIEW: Xbox Series S é a porta de entrada pra próxima geração de videogames

REVIEW: Xbox Series S é a porta de entrada pra próxima geração de videogames
Trazendo todo o poderio da nova geração de consoles, o Xbox Series S traz um design compacto e preço competitivo para os fãs da Microsoft

A nova geração de videogames está cada vez mais próxima! Com o lançamento no dia 10 de novembro do Xbox Series X e do Xbox Series S, todos estão ansiosos por informações e o parecer dos novos consoles. Nós do Showmetech temos o prazer de ter recebido ambos os consoles, e trazemos agora o review do Xbox Series S.

Destaques e especificações técnicas

xbox series s 7
A frente do Xbox Series S, com sua entrada USB

O Xbox Series S é a versão de entrada da nova geração de consoles da Microsoft. O modelo não conta com um leitor de disco e sua memória interna é de 512GB, uma redução de 50% se comparado ao Xbox Series X, e conta com um visual mais compacto na cor Robot White. Sua GPU é 3 vezes mais forte que a do Xbox One (modelo básico) e tem como meta rodar os jogos em 1440p e 60FPS, podendo chegar até 120FPS dependendo do jogo.

O Xbox Series S também conta com a Xbox Velocity Architecture, tecnologia funcional graças à junção de hardware e software desenvolvida pela Microsoft que permite funções como o Quick Resume, onde você pode sair de um jogo, desligar o console e depois ligá-lo novamente e voltar de onde parou.

traseira xbox series s
A traseira do Xbox Series S traz o slot de expansão de memória em formato proprietário

Ele conta com o mesmo processador do Xbox Series X, um 8X Cores @ 3.6 GHz (3.4 GHz w/SMT) Custom Zen 2 CPU, porém seu chip gráfico é mais fraco, possuindo 4 TFLOPS em vez dos 12 TFLOPS presentes no Xbox Series X. A RAM também é menor, sendo no Series S 10GB contra os 16GB presentes em seu irmão mais robusto.

O Series S tem como resolução nativa 1440p, mas pode fazer upscaling e transmitir imagens 4K para as televisões que tiverem essa resolução disponível. O console também conta com a tecnologia de Auto HDR, que adiciona tratamento HDR para todos os jogos que forem jogáveis no videogame, mesmo os de Xbox 360 e do primeiro Xbox, que só foram lançados com suporte a SDR.

Design

xbox series s 1
O Xbox Series S é compacto e discreto, e a entrada de ar da ventoinha faz lembrar um alto-falante

O design do Xbox Series S é simples e compacto, e justifica as falas de marketing da Microsoft que dizem que ele é o menor Xbox já feito. Com suas dimensões de 6.5cm x 15.1cm x 27.5cm, ele consegue se adaptar bem em várias disposições de quarto e sala, sem parecer fora de lugar. Comparado a outros Xbox lançados anteriormente, o design do Series S é um dos que menos se parece com a concepção comum de “consoles”, já que olhando de longe o seu exaustor de ar parece um alto-falante de caixas de som.

Seu exaustor, por sinal, é a característica mais marcante do design do console, sendo comparado a uma boca de fogão em alguns meios um tanto quanto cruéis da internet. É inegável, porém, que com o console em mãos é esse exaustor que deixa ele bem mais simpático, tirando a visão inicial de o aparelho ser um monólito branco.

Xbox Series S comparação
O Xbox 360, o Xbox One e o Xbox Series S juntos. É claro quem é o menor Xbox já feito, né?

Em várias fotos é visível o tamanho compacto do console, mas se engana quem acha que o aparelho é leve. O Xbox Series S pesa 2kg, que embora seja um peso não significativo, surpreende pelas dimensões. Na parte da frente do videogame, onde o logo do Xbox está localizado, temos ainda uma entrada USB 3.1 e o botão de sincronização com acessórios wireless. Na traseira, duas portas USB 3.1, a entrada para cabo ethernet, a entrada HDMI 2.1, o slot para expansão de memória e o espaço para colocar o cabo de energia.

Controle

xbox series s controle

O controle que vem incluso na caixa é o mesmo do Xbox Series X, só que na cor branca. Bem parecido com o modelo do controle introduzido no Xbox One, ele conta com um novo botão que permite tirar fotos ou gravar vídeos durante a jogatina. A textura do controle também mudou, sendo agora um pouco mais áspera, permitindo que ele tenha uma pegada mais firme na mão.

O direcional digital agora conta com um “clique” quando suas direções são pressionadas, que não iremos negar que é bem satisfatório. Os botões de ação, X,Y,B e A, estão maiores em relação ao controle do Xbox One, permitindo que o polegar os encontre e pressione com mais facilidade.

O sistema do Xbox Series S permite remapear as ações de cada botão do controle sem nenhum empecilho, um nível de customização que não é comum em consoles. É uma adaptação interessante e bem funcional para quem sente que o controle não está otimizado para o seu esquema de jogatina.

Interface

xbox series s interface

A dashboard dos Xbox Series X e Xbox Series S segue o padrão introduzido em atualizações recentes do Xbox One. Seus aplicativos e jogos ficam distribuídos em vários painéis, deixando o acesso às várias opções bem intuitivo. Opções sociais, como lista de amigos, suas conquistas e uma lista de aplicativos recentes ficam disponíveis ao pressionar o botão com ícone do Xbox no centro do Joystick do aparelho.

A lista de downloads é facilmente acessada por meio da aba “Meus Jogos e Aplicativos”, e conta com opções de controle dos downloads bem completas, até mesmo podendo controlar a posição de um item na fila e se ele deve ser baixado enquanto o console não estiver ligado. A maioria dos jogos contam com a opção de baixar uma porcentagem do arquivo inicial e já poder iniciar o jogo, como no caso de Gears 5 e The Witcher 3, que só precisaram de 25% do arquivo baixado para poder começar a jogatina.

Graças à tecnologia Xbox Velocity Architecture, o multi-tarefa no console também está extremamente rápido. Usando aplicativos como Netflix, YouTube e Amazon Prime Video, a velocidade de mudar de um aplicativo para o outro foi fantástica, mesmo sem fechar os aplicativos. Esse é um pequeno, mas notável benefício do SSD do console, feito para otimizar o tempo de uso.

Quick Resume

xbox series s quick

Graças ao SSD presente no Xbox Series S, o console conta com uma função que com certeza é um dos principais “showcase” dessa nova geração: o Quick Resume. Com ele, ao sair de um jogo sem o fechar, você pode desligar o console da tomada ou abrir outro jogo, e quando apertar para abrir o jogo lá de trás você irá voltar exatamente da onde parou, em menos de 6 segundos.

No Series S, testamos a função em vários jogos do Xbox One e do Xbox 360, e o resultado foi o mesmo em vários. Porém, como toda essa análise foi feita em um período pré-lançamento do console, é possível que o serviço funcione ainda melhor após atualizações.

Jogos

Qual seria o foco de um console senão seus jogos? O Xbox Series S já sai da caixa com disponibilidade de jogar toda a biblioteca virtual do Xbox One e todos os títulos retrocompatíveis do Xbox 360 e do Xbox original, e com uma assinatura do Gamepass mais de 100 jogos estarão disponíveis no ato para serem baixados e jogados. Tivemos a possibilidade de testar alguns jogos pré-lançamento, sem a atualização de lançamento do console ou em alguns casos até mesmo sem suas atualizações dos próprios jogos que são lançados no dia.

Testados pré-lançamento

Gears 5

xbox series s gears 5

Desde seu lançamento ano passado, Gears 5 foi vendido com a promessa de que iria ser otimizado para os próximos Xbox. No Series S, a otimização está em rodar a 60FPS estáveis, proporcionando uma experiência fluída e extremamente empolgante mesmo no console mais barato da nova geração. Comparado ao Xbox One, o Series S não emitiu nenhum barulho ao rodar o jogo, mas seu exaustor de ar esquentou notavelmente.

Ori and the Will of the Wisps

xbox series s ori

Um dos jogos com direção artística mais bonitas dos últimos anos, sem dúvidas Ori and the Will of the Wisps se beneficia das melhorias presentes nos consoles novos da Microsoft. Rodando a 60FPS cravados no Xbox Series S, ele é uma das experiências que mais mostram o poder do novo console. Se ele já não estava em lista de interesse de muitos jogadores, sua otimização para ambos os consoles irá com certeza colocá-lo em evidência.

Jogos retrocompatíveis de Xbox 360/Xbox original

Os jogos das gerações pré-Xbox One contaram com o upscaling para 1440p por Hardware do Series S e rodaram perfeitos, sem quedas de FPS. Também é notável que o console nem chegou a esquentar rodando eles, mesmo em jogos levemente de mais demanda como o primeiro Mass Effect.

Em termos de jogos clássicos, saudosos dos anos 90 irão estar felizes com a presença dos dois títulos originais da série Banjo Kazooie presentes na retrocompatibilidade. Testados, o Auto HDR os deixou com imagens claras e bem bonitas, dando uma nova vida para muitos cenários já conhecidos.

Game Pass, mais de 100 jogos disponíveis de cara no seu novo console

REVIEW: Xbox Series S é a porta de entrada pra próxima geração de videogames

Por um real, você pode assinar o primeiro mês do Game Pass e aproveitar seu Xbox Series S com os mais de 100 jogos disponíveis no serviço. Embora no segundo mês ele sofra um acréscimo para R$44,99 (mas, que fique registrado, existem constantes promoções, tanto pelo próprio site da Microsoft quanto por meio de produtos de terceiros, como os códigos disponíveis em desodorantes Old Spice), o serviço permite acesso a uma biblioteca enorme de jogos, que constantemente tem adições (e remoções, embora elas sejam previamente avisadas).

Jogos como Doom Eternal, Forza Horizon 4, The Witcher 3 e Batman: Arkham Knight estão disponíveis no serviço, só sendo necessário realizar seus download e depois aproveitar o jogo. Principalmente no cenário brasileiro, onde os games estão cada vez mais caro, ter um serviço como esse com tantos jogos de qualidade pode ser uma ótima opção econômica. A lista completa de jogos do serviço pode ser conferida aqui.

Títulos disponíveis no lançamento

No dia 10 de novembro, com o lançamento dos Xbox Series X|S, os seguintes jogos estarão disponíveis:

  • Assassin’s Creed Valhala;
  • Dirt 5;
  • Marvel’s Avengers;
  • Yakuza Like a Dragon;
  • Tetris Effect: Connected;
  • Observer System Redux;
  • The Falconeer;
  • Watch Dogs Legion;
  • Bright Memory;
  • Bordelands 3;
  • NBA 2K21;
  • Fortnite.

Boa parte desses jogos estarão dentro do serviço de Smart Delivery da Microsoft, que permite que você compre o jogo no Xbox One e jogue a versão dos consoles da nova geração.

Xbox Series S ou Xbox Series X?

Xbox Series S 4
A próxima geração de Xbox

No Showmetech ja falamos sobre as principais diferenças entre ambos os consoles, que chegam às lojas no mesmo dia (10 de novembro). Em resumo,: o Series S é feito para quem quer entrada na nova geração de forma econômica com CPU digna, não exige jogos em 4K e focará somente em jogos digitais enquanto o Series X é para quem tem uma TV intermediária/premium, para quem quer um leitor de disco ou para quem quer estar com uma máquina com tecnologia de ponta e que irá ser benchmark para muitos jogos.

No fim, os preços também são importantes, com o Series S podendo ser uma ótima opção para quem simplesmente quer dar um upgrade mais econômico, pois ele é R$1.800 mais barato que o Series X, justificando o corte na diminuição de fps, resolução e memória interna.

Conclusão

O Xbox Series S é um console impressionante. Disponível por R$2.799 na Loja do Showmetech no Magazine Luiza, ele é a opção mais barata para entrar na próxima geração e mesmo assim sua experiência consegue ser um salto enorme em relação à geração passada. Embora ele não conte com o leitor de discos, todas as outras características do Xbox Series X estão presentes aqui, ao custo de menos recursos de hardware e menor resolução.

Do tempo que tivemos para mexer nele até a produção deste texto, as impressões são extremamente positivas. Recomendamos o Xbox Series S como uma opção extremamente válida para os jogadores entrarem na próxima geração.

Aproveite e veja também o review do Xbox Series X, que traz o máximo em especificações da nova geração de consoles da Microsoft.

Especificações técnicas

ModeloXbox Series S
CPU8X Cores @ 3.6 GHz (3.4 GHz w/SMT) Custom Zen 2 CPU
GPU4 TFLOPS, 20 CUs @1.565 GHz
Memória RAM10GB GDDR6
Armazenamento Interno512GB Custom NVME SSD
EntradasHDMI 2.1, 3 entradas USB 3.1 e slot para extensão de memória
Resolução 1440p e até 60FPS, mas se conectado a TVs 4K imagem tem upscale do sistema para 4K
SomSuporte a Dolby Digital 5.1, DTS 5.1 e Dolby TrueHD with Atmos
Dimensões6.5cm x 15.1cm x 27.5cm
Peso2kg
PreçoR$ 2.799
Xbox Series S
  • Design do console - 10/10
    10/10
  • Perfomance - 7/10
    7/10
  • Controle - 10/10
    10/10
  • Interface - 10/10
    10/10
  • Custo Benefício - 7/10
    7/10
  • Conectividade - 10/10
    10/10
9/10

Xbox Series S

A nova geração de consoles chegou, e na Microsoft em dois modelos. O Xbox Series S, opção mais barata e mais compacta, chega com o potencial de ser um grande sucesso graças as suas opções modernas e poderosas, mesmo que um tanto mais fraco que o Xbox Series X.

Pros

Formato compacto

Jogos da próxima geração rodando a 60FPS

Preço bem mais em conta que seu irmão mais robusto

Cons

Sem presença de leitor de disco

HD pequeno (512GB com somente 380 disponível para o usuário)

GPU mais fraca que o Xbox Series X

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter