Início » TECNOLOGIA » Notícias » Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter
Ciência e Tecnologia Notícias

Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter

smt Juno capa2 - Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter
Após uma uma longa e complicada jornada, a sonda espacial Juno atingiu com sucesso seu objetivo de entrar na órbita de Júpiter

smt Juno P1 720x480 - Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter

Júpiter está prestes a ser revelado. Após uma uma longa e complicada jornada, a sonda espacial Juno atingiu seu objetivo de entrar na órbita do Gigante Gasoso. Os instantes finais da missão, que teve início em 2011, foram marcadas por momentos de tensão até a unidade espacial transmitiu por rádio um único tom, que soou como música no Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa (JPL) às 0h53 desta terça-feira (5).

O sinal indicava que a Juno entrara com sucesso numa órbita ao redor de Júpiter. Dessa forma, a sonda espacial se tornou a segunda espaçonave a conseguir se colocar ao redor do maior planeta do Sistema Solar, sucedendo o feito da sonda Galileo, em 1995. No entanto, há diferenças relevantes entre as duas missões.

smt Juno Inside 720x480 - Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter

Galileo tinha como principal objetivo fazer um reconhecimento superficial de Júpiter e um estudo detalhado de suas luas. Já a Juno deve se concentrar no estudo das profundezas jovianas (atmosfera do planeta Júpiter). Usando sensores de infravermelho e ultravioleta, além de medidores de gravidade e radiação, ela tentará desvendar os mistérios do que há no interior do Gigante Gasoso.

Um dos principais dados que os astrônomos pretendem colher, é uma estimativa da quantidade de água presente na atmosfera joviana. Isso dará pistas de em que lugar do Sistema Solar o planeta se formou (quanto mais longe do Sol, maior a quantidade de água esperada) e se ele se deslocou muito desde então.

smt Juno Moon 720x450 - Sonda Juno entra com sucesso na órbita de Júpiter

Além disso, a Juno poderá descobrir a presença de um núcleo denso no interior de Júpiter, o que ajudaria a confirmar as atuais teorias de formação planetária. Embora a missão não concentre seus estudos nas luas jovianas, Scott Bolton, cientista-chefe da missão, diz que existe a expectativa de que novos satélites naturais sejam descobertos. Atualmente o planeta tem 67 luas conhecidas.

Com um custo avaliado em mais de 1,1 bilhões de dólares, a missão da Juno durará 37 órbitas, seguidas pelo mergulho da sonda na atmosfera de Júpiter, em fevereiro de 2018. A órbita inicial da sonda é uma elipse imensa, que ela cobre em 53 dias. Somente depois de duas dessas voltas ela fará um novo ajuste para reduzir o período orbital para 14 dias. Segundo o cronograma, as as primeiras imagens realmente próximas de Júpiter colhidas pela sonda espacial devem aparecer a partir de 27 de agosto.

Comentários do Facebook

NOTÍCIAS POR E-MAIL

Receba as notícias do Showmetech direto na sua caixa de entrada.

Yey! Parabéns, você receberá notícias incríveis!

Ops! Acho que não deu certo. Vamos tentar novamente?

NOTÍCIAS POR E-MAIL

Receba as notícias do Showmetech direto na sua caixa de entrada.

Yey! Parabéns, você receberá notícias incríveis!

Ops! Acho que não deu certo. Vamos tentar novamente?

Você gosta do nosso trabalho? Então, que tal curtir a gente? ;)

Compartilhe com um amigo