SpaceX e NASA lançarão nave particular para lua em 2021

Nova-C da SpaceX é a primeira nave privada que pousará na lua
A SpaceX e a NASA lançarão o primeiro módulo lunar particular que pousará na lua em 2021

O foguete privado Falcon 9, da SpaceX de Elon Musk, fará um voo patrocinado pela NASA em direção a lua junto do módulo lunar Nova-C.

Este último é desenvolvido pela empresa espacial Intuitive Machines e a previsão de lançamento é para julho de 2021. A informação veio em comunicado na última quarta-feira, 2 de outubro.

Segundo a Intuitive Machines, Nova-C é capaz de transportar cerca de 100 quilos para qualquer ponto da lua. Serão cinco cargas da NASA enviando dados científicas para a Terra por um período de duas semanas.

“Estamos honrados que a Intuitive Machines selecionou a Falcon 9 (…) para essa missão pioneira para a lua”, disse a presidente da empresa, Gwynne Shotwell em comunicado, “Nossa parceria com a Intuitive Machines é um grande exemplo em como duas companhias privadas trabalhando juntos com a NASA podem avançar na exploração espacial”, termina.

Já o presidente e CEO da Intuitive Machines, Steve Altemus, também comenta sobre o assunto:

“A habilidade da SpaceX em fazer transporte lunar de qualidade com baixo custo é primordial para completar o contrato da ‘Commercial Lunar Payload Services’ (CLPS). A Intuitive Machines será a primeira companhia comercial a desembarcar na lua”

Steve Altemus, presidente e CEO da Intuitive Machines
Arte conceitual de como a sonda Nova-C da SpaceX ficará na lua
Arte conceitual de como a sonda Nova-C da SpaceX ficará na lua

SpaceX e outras parcerias de sucesso com a NASA

Essa não é a primeira vez que a NASA fecha parcerias com a SpaceX. Em maio, as duas também trabalharam em conjunto com a Orbit Beyond e a Astrobotic como parte do já citado CLPS e o objetivo é construírem landers e levarem cargas para a superfície lunar.

Segundo a NASA, essas parcerias são importantes para eles estudarem de modo eficiente e econômico a Lua. A Astrobotic, por exemplo, lançará a sonda “Peregrine” com o veículo Vulcan Centaur, que ainda está sendo desenvolvido pela United Launch Beyond.

Quanto a Orbit Beyond, eles originalmente lançariam o Z-01 lander em setembro de 2020, mas o programa foi cancelado pela NASA porque eles não conseguiriam cumprir o cronograma previsto inicialmente.

São os “primeiros passos” para a agência espacial conseguir levar dois astronautas para o satélite natural em 2024 como parte do Programa Artemis.

Esse projeto planeja estabelecer uma presença Norte-Americana “sustentável” na Lua. A ideia é que empresas construam economias por lá e eventualmente consigam enviar humanos para o planeta Marte. Estima-se que o custo total do Artemis seja de US$ 20 bilhões a US$ 30 bilhões.

Será que dessa vez vai dar certo? Deixe nos comentários a sua opinião!

Fonte: Cnet e Space.com

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: