Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras

Vai imprimir? Saiba como surgiram as medidas dos papéis A3, A4, A5 e outras
Muito usadas em nosso cotidiano, as medidas dos papéis vão fazer toda a diferença na sua impressão. Confira a tabela de tamanhos e entenda como surgiu esse padrão internacional

Apesar de vivermos em um mundo digital, os materiais impressos ainda fazem parte de nosso cotidiano. E na hora de imprimir aquele panfleto, banner, ou até mesmo um documento, é importante saber quais são as medidas dos papéis que iremos usar.

Você já se perguntou porque esses padrões foram definidos? Ou até mesmo quem teve a ideia de dar nome e medidas para todas as folhas? Nesse artigo nós te explicamos a origem de todos esses padrões que são muito usados para imprimir diversas publicações.

a5 - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras
Normas de papéis para impressão

Primeiro a tabela

Confira as medidas para cada formato:

TAMANHO DA FOLHAMEDIDAS EM MICRÔMETROSMEDIDAS EM MILÍMETROS MEDIDAS EM CENTÍMETROSMEDIDAS EM METROS
4A01682000 x 238000 µm1682 x 2378 mm168.2 x 237.8 cm1.683 x 2.378 m
2A01189000 x 1682000 µm1189 x 1682 mm118.9 x 168,2 cm1.189 x 1.682 m
A0841000 x 1189000 µm 841 x 1189 mm84.1 x 118.9  cm0.841 x 1.189 m
A1594000 x 841000 µm594 x 841 mm59.4 x 84.1  cm0.594 x 0.841 m
A2420000 x 594000 µm420 x 594 mm42.0 x 59.4  cm0.420 x 00.594 m
A3297000 x 420000 µm297 X 420 mm29.7 x 42.0 cm0.297 x 0.420  m
A4210000 x 297000 µm210 x 297  mm21.0 x 29.7  cm0.210 x 0.297 m
A5148000 x 210000 µm148 X 210  mm14.8 x 21.0  cm0.148 x 0.210 m
A6105000 x 148000 µm105 x 148 mm10.5 x 14.8 cm0.105 x 0.148 m
A774000 x 105000 µm74 x 105 mm7.4 x 10.5  cm0.074 x 0. 105 m
A85200 x 7400  µm 52 x 74  mm 55.2 x 7.4 cm 0.052 x 0.074 m
A937000 x 52000 µm37 x 52 mm3.7 x 5.2 cm0.037 x 0.052 m
A1026000 X 37000 µm26 X 37mm2.6 X 3.7 cm0.026 X 0.037 m

 

Um pouco de história

Em 1768, o escritor, filósofo e matemático alemão Georg Christoph Lichtenberg achava as medidas de papéis muito diferentes, e começou a pensar em uma padronização que deixaria a vida de todos mais fácil. O estudioso pensou que se todas as folhas tivessem a a mesma razão, poderiam ser dobradas sem problemas que influenciassem no conteúdo da obra.  A proporção dos lados do papel seria a mesma, independente do tamanho.

A5 - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras
Georg Christoph Lichtenberg foi o idealizador das novas medidas dos papéis

Lichtenberg citou seu plano em uma carta para Johann Beckmann no mesmo ano em que decidiu desenvolver a padronização, e, no início do século XX, Walter Porstmann colocou em prática a ideia do cientista alemão. Porstmann padronizou todos os tamanhos de papel, com norma introduzida pela DIN, em 1922. Isso daria lugar a  uma vasta variedade de  formatos que eram usados na época.

DIN Deutsches Institut für Normung e.V) é a organização da Alemanha que padroniza várias técnicas e está localizada em Berlim. Se traduzirmos o nome para o português, ela passa a se chamar: Instituto Alemão para Normatização. Essa organização pode ser classificada como uma “ABNT alemã”, pois também é responsável pela padronização de normas e técnicas usadas em diversas áreas. 

din - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras
A organização foi a primeira a padronizar as medidas

Aceitação rápida em vários países do mundo

DIN 476, a normatização das medidas dos papéis publicada em 1922, foi rapidamente aderida por vários países. Antes da Segunda Guerra Mundial, ela passou a ser usada pela:

  • Bélgica (1924);
  • Países Baixos (1925);
  • Noruega (1926);
  • Suíça (1929);
  • Suécia (1930);
  • União Soviética (1934);
  • Hungria (1938);
  • e Itália (1939).

Durante a Guerra, Uruguai  (1942), Argentina (1943) e Brasil (1943) também adotaram o padrão normatizado na Alemanha. Depois do acordo para as batalhas acabarem, a DIN 476  se popularizou ainda mais. Vários países passaram a usar o novo padrão de medidas de papéis, veja:

  • Espanha (1947);
  • Áustria (1948);
  • Romênia (1949);
  • Japão (1951);
  •  Dinamarca e Checoslováquia (1953);
  • Israel e Portugal (1954);
  • Reino Unido e Iugoslávia (1956);
  • Índia e Polônia (1957);
  • Venezuela (1962);
  • Nova Zelândia (1963);
  • Islândia (1964);
  • México (1965);
  • África do Sul (1966);
  • França, Peru e Turquia (1967);
  • e Chile, juntamente com a Grécia (1968).

Nos anos seguintes, outras nações também aderiram a nova padronização, como :

  • Zimbábue e Singapura (1970);
  • Bangladesh e Tailândia (1972);
  • Barbados (1973);
  • Austrália e Equador (1974);
  • e Colômbia e Kuwait (1975).

DIN 476 tornou-se tão popular que foi estabelecida como padrão ISO em 1975, e também como o formato de documentação oficial das Nações UnidasA DIN 476 então passaria a se chamar ISO 216.

O padrão ISO 216 e uma breve surpresa

ISO é uma organização internacional não governamental independente, que possui 162 organismos nacionais de normalização. ABNT DIN fazem parte do conglomerado, e basicamente todos eles se reúnem para desenvolver normas baseadas no consenso e na atual situação do mercado mundial. Todas as regras aprovadas apoiam a inovação e fornecem soluções para os desafios globais.

593f95fd97117cf5878d40764b689d74 e1539214489119 - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras
Novo padrão foi então globalizado, mas não agradou americanos e canadenses

Como dissemos acima, o ISO 216 foi aprovado em 1975, e ele foi criado para padronizar de vez a DIN 476. Ele definiu que todos os países participantes da organização teriam que utilizar os mesmos tamanhos de papel, pois todos entenderam que isso seria útil para facilitar  o redimensionamento de documentos entre seus tamanhos, por terem todos a mesma proporção. Isso também previne a perda de qualidade de imagem.

Mas EUA Canadá não gostaram de todas essas regras impostas e escolheram como padrão o papel de carta ( US Letter). Países como Filipinas, México Colômbia adotaram ao ISO 216, mas  o uso do papel de carta (216mm × 279mm) ainda é bastante comum.

Para as nações que aceitaram a padronização, todos eles teriam de produzir e distribuir apenas o que estava dentro do que foi acordado. A mais comum delas é A4 (tamanho padrão das folhas  sulfite), mas outras também existem.

Repare que quanto maior o número que o nome ganha, menor é o tamanho da folha. Por enquanto, EUA Canadá  ainda não são adeptos do padrão, que já pode ser considerado mundial, e por enquanto não há indícios de que os dois países da América do Norte irão aderir ao ISO 216.

Mas isso não foi problema para o padrão se tornar famoso em território americano ou canadense, pois programas de edição de imagem e até mesmo diagramação que possuem origem norte-americana (Photoshop e InDesign) usam como base esses tamanhos de folhas.

A padronização nas medidas dos papéis foi ótima para todo o mundo

A ideia de vários países se unirem ao para a padronização nas medidas dos papéis foi uma ação bastante inteligente, pois desse jeito o trabalho de vários profissionais pode ser mais fácil. Não seria necessário trabalhar em projeto e depois mudar as configurações dele para um outro tamanho de papel.

640px Prevalent default paper size.svg  - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras
Os países que já aderiram ao ISO 216 estão marcados com azul. Fonte: Wikipedia

E mesmo que tenha mudar o papel,  as medidas de todos os tamanhos usados no padrão ISO 216 permitem uma fácil adaptação dos documentos. Resta saber se EUA Canadá irão se juntar ao resto do mundo e entrar de vez na padronização, ou vão continuar usando o já conhecido US Letter. Essa ação não influencia na reputação dos dois países, mas seria conveniente eles globalizarem os trabalhos produzidos por lá. Isso traria melhorias para todos.

Fontes: DINWikiwand, Wikiquote, University of Cambridge, ISO  e Paper Sizes.

outsourcing de impressao sp - Vai imprimir? Entenda as medidas dos papéis A1, A2, A3, A4, A5 e outras

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe seu comentário:

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Receba Notícias por E-mail:

Share via