Connect with us
LG-G4

Android

Review LG G4

Analisamos o LG G4, um dos principais smartphone Android do mercado, que se destaca pela câmera. Veja os pontos positivos e negativos do aparelho.

LG-G4
O LG G3 foi um dos primeiros aparelhos com display QuadHD, aparelho elegante e que entregava uma boa experiência de uso; conseguiu se destacar entre os principais dispositivos Android. Com o G4, a companhia sul-coreana apostou numa câmera potente e diferenciais como bateria removível e entrada para cartão microSD para se destacar da concorrência. Em comparação com seu principal rival, o Galaxy S6, ele não entrega tantos truques como leitura biométrica e sensor de batimentos cardíacos, mas ainda assim é um topo de linha de respeito.

Após algumas semanas testando o LG G4, essas são as minhas impressões:

Layout e Acabamento

O LG G4 sofreu pequenas alterações no design, se comparado ao G3. O aparelho ficou com os cantos menos arredondados e a tela ocupa ainda mais a parte frontal. Apesar de ser um aparelho elegante, a construção repete algumas falhas da antiga geração: o material não passa a sensação de primeira qualidade.

As bordas, mesmo com o efeito metálico, são de plástico, bem como sua capinha traseira. A escolha pelo plástico pode ser justificada pelo fato da traseira ser removível, dando acesso à bateria (também removível) e às entradas para o nano SIM card e microSD. A capinha inclusive pode ser trocada (há uma opção de capinha de couro). Ele é grande e não é dos celulares mais confortáveis de se segurar, apesar da parte de trás levemente arredondada, a pegada não é tão boa.
LG-G4
A parte curiosa fica para a traseira, onde estão localizados os botões power e controle de volume. Eles ficam logo abaixo da câmera e são bem intuitivos, é natural o dedo procurar por eles logo ao pegar o celular. No começo, a sensação de estranheza acontece, mas é fácil de se acostumar com a mudança – se você não está vindo de uma geração anterior.

Os botões as vezes nem são utilizados, já que a LG possui a tecnologia Knock Code, que permite acordar o celular com uma combinação de toques na tela e há controle de volume na barra de notificação. A entrada microUSB e a entrada para fone de ouvido ficam na parte de baixo.

Tela

LG-G4
A fabricante repetiu a escolha da geração anterior, aprimorando a tecnologia do display. São os mesmos 5.5 polegadas e 1440×2560 pixels de resolução, resultando em 538 pixels por polegada. A LG utiliza a tecnologia Quantum IPS LCD, que segundo a empresa “entrega 20% mais cores, 25% mais brilho e 50% de ganho no contraste”.

De fato, a tela é incrível, um dos destaques do smartphone. A fidelidade de cores é perceptível e a visualização sob o sol é praticamente impecável. Ao contrário do que acontece no LG G Flex 2, a gama de brilho funciona muito bem, tornando a tela escura em ambientes com nenhuma luz.

Só há um ponto onde telas AMOLED, como a do Galaxy S6, supera a tecnologia da LG: na profundidade dos pretos; é fácil reparar que eles são um pouco acinzentados. Ainda assim, essa é a melhor tela disponível no mercado.

Velocidade e desempenho

LG-G4
O G4 conta com um processador Qualcomm Snapdragon 808 e 3 GB de memória RAM. Assim como outros aparelhos da categoria, ele apresenta alto desempenho. É capaz de rodar jogos pesados, alternar rapidamente entre os aplicativos e exibir dois aplicativos simultaneamente, com a função do redimensionamento.

A LG optou pelo Snapdragon 808 ao invés do 810 e parece ter acertado. Mesmo não sendo o modelo mais atual, o chip não traz os mesmos problemas apresentados no G Flex 2. Além disso, o 808 é capaz de fazer um melhor gerenciamento da energia, garantindo algumas horas a mais de autonomia.

Sistema

Assim como a maioria das fabricantes, a LG inclui uma camada de personalização no Android. A versão é a 5.1 Lollipop, mas a cara é um pouquinho diferente com a chamada UX 4.0, que aparentemente procurou manter a linha do Material Design. Ainda existem algumas escorregadas para aqueles que são mais exigentes e detalhistas: o tamanho dos ícones dos apps padrão da LG são maiores do que dos apps da Play Store, por exemplo.

O centro de notificações é útil, mas poderia ser melhor. Logo na parte superior há um menu com as configurações rápidas, para ativar ou desativar o Wi-Fi, 3G, rotação da tela, entre outros; ele desliza, mostrando várias opções. Abaixo podemos definir o nível do brilho da tela e o volume do aparelho. No final das contas, sobra pouco espaço para aquilo que realmente importa: as notificações. A empresa poderia ter utilizado o padrão do Google, permitindo que o usuário deslizasse duas vezes sobre a barra, para ter acesso ao menu rápido.


O número de aplicativos embutidos é menor do que em outros aparelhos, ainda assim eles incluíram um navegador próprio, que costuma ser completamente abandonado pelo Chrome, também pré-instalado com a suíte de apps do Google. Há opções para o clima, armazenamento de notas, um gravador de voz, cinco jogos e o LG Health.

Deslizando a tela inicial para a direita, os deparamos com o acesso rápido ao Smart Bulletin, uma espécie de central com porta de entrada para todos os softwares que a empresa inclui no celular. É possível desativá-lo facilmente nas configurações.

O melhor está no Knock Code, que dispensa o botão de ligar e desligar o aparelho, bastando que você configure uma sequência de quatro toques na tela e então ao reproduzi-las, mesmo com o celular apagado, você o liga com a tela já desbloqueada. Para fazer o celular apagar, basta dar dois toques em qualquer ponto vazio da tela inicial.

Câmera

A LG fez muito barulho para a câmera do G4 e com razão. Estamos chegando num ponto em que temos poderosas máquinas fotográficas em nossos bolsos e esse modelo deu mais um passo nessa direção. O sensor possui abertura f/1.8, que permite capturar imagens com mais nitidez e em menos tempo. Outras características da câmera contribuem para a ótima experiência como o estabilizador óptico, flash dual-LED e o foco a laser. A principal novidade no hardware da câmera foi a inclusão de um sensor logo abaixo do flash, chamado de “espectro de cores”. Na prática, ele garante que as fotos tenham equilíbrio e fidelidade nas cores do mundo real.


Para aqueles que gostam de registrar vários momentos, o LG G4 oferece uma das melhores experiências em câmera entre todos smartphones, e certamente se destaca entre os Androids. A companhia mandou muito bem com o modo manual do software da câmera, que praticamente transforma o celular em uma câmera profissional. É possível controlar a velocidade do obturador, níveis de branco, ISO, entre outros. O software te dá a opção de capturar as imagens em JPEG ou RAW, este que permite edições mais profundas sem perca de informações da fotografia, mas gera grandes arquivos. Se você tem a intenção de utilizar esse recurso, um cartão microSD vai ajudar muito.

Para a captura de vídeos, o G4 grava por padrão em resolução 1080p, mas também suporta gravação a 4K (2160p). No entanto, só é possível gravar cinco minutos por vez. Nos dois modos, o celular grava a 30 quadros por segundo e o estabilizador óptico ajuda bastante.

Duração da Bateria

Não dá para começar a falar da bateria do G4 sem citar novamente que ela é removível, ao contrário da maioria dos concorrentes. Para muitos usuários, esse é um diferencial e tanto. O dispositivo conta com bateria de 3000 mAh capaz de aguentar de 13 a 15 horas de uso diário, dependendo do quanto você exigir do aparelho. No geral, ele se mostra mais competente do que o concorrente Galaxy S6, mas não faz milagres.

Fica o ponto negativo por não suportar o carregamento sem fio, a não ser com a ajuda de uma case específica. Outra coisa que faz falta é a tecnologia Quick Charge, que permite recarregá-lo com muita velocidade.

Preço e disponibilidade

O LG G4 chegou às lojas brasileiras na segunda quinzena de junho com preço sugerido de 2.999,00 reais, nas versões metalizadas e de policarbonato ceramizado e 3.099,00 reais, na versão de couro. Mas é possível encontrá-lo a partir de R$ 2.699,00 nas Lojas Americanas ou R$ 2.572,20 na FNAC ou ainda R$2.449,99 no Extra.

Conclusão

LG-G4
O LG G4 bate de frente com o Galaxy S6, mas é difícil definir o ganhador dessa batalha. Para cada usuário, um dos smartphones se mostra mais competente, apesar do outro não falhar em nenhum ponto crucial. O modelo da LG possui a melhor câmera entre os Androids e maior duração de bateria, enquanto o smartphone da Samsung tem uma construção mais refinada e mais truques de software. Ambos contam com um desempenho esperados de um celular topo de linha e a qualidade da tela é bem semelhante. A entrada para cartão microSD e a bateria removível do G4 podem ser diferenciais para alguns usuários.

Se você está disposto a comprar um smartphone topo de linha, o G4 é uma opção a se considerar, principalmente pelo fato de não ter fraquezas em praticamente nenhum aspecto. Reunindo bom desempenho, tela e câmera incríveis e diferenciais como a entrada microSD já citada, é uma escolha interessante para o usuário que exige muito do celular. Mas talvez você queira optar por mais estilo e recursos como leitura biométrica, sensor de batimentos cardíacos e uma tela curvada, mas a diferença no preço pode ser significativa dependendo do modelo que você escolher.

Galeria de Imagens

Especificações Técnicas

  • Processador: Qualcomm MSM8992 Snapdragon 808 (Quad-core 1.44 GHz Cortex-A53 + dual-core 1.82 GHz Cortex-A57);
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Tela: IPS LCD de 5,5 polegadas com resolução de 1440×2560 (538 ppi) pixels e proteção Gorilla Glass 3;
  • Câmera: 16 megapixels, estabilização ótica de imagem, foco a laser, flash LED;
  • Câmera frontal: 8 megapixels;
  • Bateria: 3000 mAh;
  • Conectividade: 3G, 4G LTE, Wi-Fi 802.11ac, Wi-Fi Direct, DLNA, GPS, NFC, Bluetooth 4.1, Micro USB 2.0;
  • GPU: Adreno 418;
  • Memória externa: suporte para cartão microSD de até 128 GB;
  • Memória interna: 32 GB;
  • Dimensões: 148.9 x 76.1 x 6.3 – 9.8 mm;
  • Peso: 155 g;
  • Plataforma: Android 5.1 Lollipop com interface UX 4.0 UI;
  • Sensores: acelerômetro, giroscópio, proximidade, compasso, barômetro, e espectro de cor.

LG G4

LG G4
8.5

Tela

10/10

    Hardware

    9/10

      Design

      8/10

        Usabilidade

        8/10

          Bateria

          8/10

            Pros

            • Possui a melhor câmera entre os Androids
            • Possui uma das melhores telas do mercado
            • Entrada para cartão microSD
            • Bateria Removível

            Cons

            • Construído em plástico
            • Não trouxe grandes inovações

            19, estudante de Comunicação e Multimeios na PUC-SP. Curioso e apaixonado por tecnologia, escreve sobre o tema há cinco anos.

            Comments

            Dica

            Mais Lidas

            Reviews

            Cultura Geek

            Tutoriais

            To Top