Conheça as 5 principais mudanças do macOS Big Sur

image17
Com uma total reformulação do Safari e adição de widgets, o macOS Big Sur será bem diferente do atual sistema operacional da Apple
Anúncio
Conheça as 5 principais mudanças do macOS Big Sur

Desde que foi anunciado durante a WWDC 2020, o macOS Big Sur é uma das novidades mais esperadas pelos usuários de computadores Macs e MacBooks. Afinal, a Apple sempre reserva diversas novidades a cada nova versão do sistema operacional, e este ano não será diferente.

Mesmo que ainda não exista uma data definida de quando ele será lançado oficialmente, uma versão beta do novo sistema operacional já está disponível para download – e ela já dá uma boa ideia das mudanças que podemos esperar na próxima versão do macOS. Por isso, traremos aqui 5 das principais novidades do Big Sur.

Safari no macOS Big Sur

macos big sur
Safari passou pela maior reformulação do navegador desde 2003 (Imagem: Apple)

A principal mudança trazida pelo macOS Big Sur é sem dúvidas no navegador Safari – afinal, a Apple já havia antecipado que esta versão de seu novo sistema operacional traria a maior atualização para seu navegador de internet desde 2003. Isto pode ser visto claramente logo ao abrir o programa, com um novo modelo de página inicial que pode ser configurada pelo usuário. 

Mas as mudanças no Safari não são apenas visuais, mas também no próprio funcionamento. A atualização do Big Sur introduz uma função que torna muito mais rápido o carregamento de sites que são frequentemente visitados pelo usuário, além de diversos novos controles de privacidade, que permitem ao usuário decidir como os sites podem monitorar ou não seus dados, além de oferecer um maior controle sobre as senhas salvas na máquina.

Além disso, o navegador também já está ganhando um sistema de tradução instantânea de qualquer página da web, além de uma nova loja de extensões que permite não apenas fazer o download e instalar essas extensões ao navegador, mas também decidir quando elas ficarão ativas (por exemplo, ativar uma extensão de modulação do áudio apenas quando acessar o YouTube, e manter ela desativada todo o resto do tempo).

Novo app de mensagem

macos big sur messages
Novo app de mensagens permite pinar conversas e citar pessoas específicas em grupos (Imagem: Apple)

Assim, como no iOS 14, o Messages também irá substituir o iMessage no macOS Big Sur. O novo app funciona de forma parecida com o anterior, mas possui algumas novas funções, como a opção de fixar conversas específicas no topo da lista para facilitar o acesso, mandar mensagens específicas para apenas uma pessoa em um grupo, “citar” um usuário em uma conversa em grupo para chamar a atenção dessa pessoa, além de permitir que os usuários customizem os seus próprios Memojis no computador.

Novo aplicativo Mapas

macos big sur mapas
Novo app de mapas oferece rotas específicas para quem está andando de bicicleta (Imagem: Apple)

O macOS Big Sur também traz algumas novidades para o aplicativo Mapas, que passa a incluir descrições detalhadas do interior de locais como shoppings e aeroportos, permite a visualização em 360º de qualquer destino, e adiciona algumas opções de rotas específicas para as necessidades do usuário, como o cálculo de rotas que considera apenas os melhores lugares para se andar de bicicleta ou ainda um trajeto que leve em conta estar sempre próximo de postos de combustível que possuem carregadores de veículos elétricos.

Widgets no macOS Big Sur

macos big sur widgets
macOS Big Sur permite a configuração de widgets direto na área de trabalho (Imagem: Apple)

Assim como no iOS 14 e no iPadOS 14, o macOS Big Sur também permitirá a adição de widgets na área de trabalho do computador, permitindo que o usuário já deixe sempre aberto para fácil visualização coisas como calendário com agenda de compromissos, previsão do tempo e até mesmo aplicativos de monitoramento da atividade física.

Maior integração com apps de iPhone e iPad

macos big sur apps
macOS Big Sur permitirá que todos os apps de iPhone e iPad também funcionem no computador (Imagem: Apple)

Esta é uma novidade reservada para os novos computadores da empresa que não irão mais utilizar processadores da Intel. Os novos chips desenvolvidos pela próprio Apple permitirão uma total integração entre os diferentes dispositivos da Apple, e permitirão que qualquer app desenvolvido para iPhone ou iPad também funcione de forma nativa no macOS, permitindo que o usuário utilize no computador os mesmos apps e jogos que ele antes só conseguia acessar pelo dispositivo móvel.

Fonte: CNet

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter