Apple anuncia projetos de justiça e equidade racial, em investimento de US$ 100 milhões

Apple anuncia projetos de justiça e equidade racial, em investimento de us$ 100 milhões. A apple anunciou hoje durante uma entrevista de seu ceo, tim cook, para a rede de televisão cbs, dos eua, novos projetos da iniciativa de justiça e equidade racial em território estadunidense. Esses projetos fazem parte do investimento de us$100 milhões divulgados anteriormente pela apple, e têm como objetivo quebrar barreiras, oferecer mais oportunidades e combater injustiças experienciadas pela população negra.

A Apple anunciou hoje durante uma entrevista de seu CEO, Tim Cook, para a rede de televisão CBS, dos EUA, novos projetos da Iniciativa de Justiça e Equidade Racial em território estadunidense. Esses projetos fazem parte do investimento de US$100 milhões divulgados anteriormente pela Apple, e têm como objetivo quebrar barreiras, oferecer mais oportunidades e combater injustiças experienciadas pela população negra.


Todos nós temos a responsabilidade urgente de fazer um mundo mais justo para todos, e esses novos projetos são um sinal que a Apple está compromissada nesta missão

Tim Cook, CEO da Apple.

A iniciativa de ajuda social foi anunciada em junho do ano passado pela Apple, durante os protestos de Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), e visa fornecer apoio e ajuda em todas as frentes possíveis, desde educação até empregabilidade.

Ações sociais poderosas

Justiça e equidade social
O propel center será um dos maiores centros de aprendizado dos eua para pessoas negras.

Entre as várias ações e apoios financeiros que a Apple irá fazer como parte do projeto de justiça e equidade racial, alguns deles chamam mais atenção. Primeiramente, ela irá fazer um investimento de 25 milhões de dólares para ajudar na criação e manutenção do Propel Center, um centro de estudos e de tecnologia focado em pessoas negras que se prepara para ser um dos maiores centros de formação dos EUA.

Contando com poderosos laboratórios, centros de pesquisa de IA, artes e justiça social, o Propel Center vem sendo tido como um dos maiores passos na educação focada em pessoas negras da história dos EUA, e agora irá contar com o apoio da Apple. Outra ação que faz parte do programa divulgado pela empresa hoje é que ela estará dando dois novos tipos de bolsas universitárias para as Universidades Historicamente Negras (HBCU): a Innovation Grants, que dará bolsas para laboratórios de universidades para desenvolverem suas tecnologias e hardwares junto da Apple, e a Faculty Fellows Program, que irá dar para professores acesso a seminários, fundos e formas de melhorar suas bases de estudo.

A Apple também continuará com sua parceria com o Thurgood Marshall College Fund, instituição que concede bolsa de estudos para pessoas de comunidades com menos recursos. Na continuação da parceria, a Apple estará disponibilizando 100 novas bolsas de estudos para essas comunidades, que além da ajuda financeira também englobam mentorias e atenção com o desenvolvimento dos alunos que estão no programa.

Por último, a empresa também irá apresentar investimentos de capital em comunidades como o Harlem, investindo 10 milhões de dólares para dar para empresas e empresários localizados nessa comunidade melhores recursos.

Primeiro Apple Developer Academy dos EUA

A Apple também anunciou que pretende abrir ainda este ano o primeiro Developer Academy dos EUA, focado em Detroit. A partir de dados demográficos, a Apple viu que Detroit é um dos centros nos EUA com mais empresários negros, contando com aproximadamente 50.000 negócios onde o dono são pessoas de cor. Com isso, a Developer Academy, fazendo parte da Iniciativa de Justiça e Equidade Racial, focará em desenvolver profissionais capazes de cumprir as demandas do mercado em constante mudança.

Ela contará inicialmente com dois programas: um de 30 dias que irá mostrar para estudantes interessados em entrar no mercado de aplicativos como ele funciona e um melhor entendimento sobre o que é ser um desenvolver, e outro de 12 meses que irá ensinar os alunos tudo que precisam para entrar de cabeça no desenvolvimento de aplicativos.

Investimentos em legados

Justiça e equidade racial
O the king center, memorial de martin luther king jr. , vem educando jovens usando a missão de vida no que ele em vida tentou ensinar.

Continuando suas contribuições em organizações locais que têm como objetivo principal serem centros para o aprendizado de próximas gerações, a Apple irá fazer uma contribuição para o The King Center, um memorial vivo de Martin Luther King Jr. que educa gerações no que ele em vida tentou passar para a frente.

Essa contribuição irá ajudar a manter a instituição e também irá a incluir em benefícios de programas da Apple, com recebimento de equipamentos para ajudar na educação de jovens da comunidade.

Todas essas ações da Apple continuam em cima de um compromisso tomado por Tim Cook em junho do ano passado, sobre o racismo nos EUA e como todos deveriam se responsabilizar.

Fonte: Apple Newsroom

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter

Gostou? Ajude a gente