É possível salvar um arquivo RAR incorrígivel? Descubra!

(Imagem: Reprodução/Kaspersky)
Um arquivo rar é comumente utilizado como backup de materiais importantes, mas o que fazer quando ele próprio é parte do problema? Descubra no texto a seguir!

Um arquivo RAR é, basicamente, uma versão comprimida de si mesmo, com o intuito de reduzir o seu tamanho e adicionar propriedades que permitam a você, por exemplo, anexar pastas inteiras em anexos de e-mail ou sistemas de hospedagem em nuvem. Você pode argumentar que eles constituem uma parte importante da vida digital — seja para empresas ou para usuários pessoais. Mas o que fazer quando o próprio arquivo “.rar” apresenta problemas? Com certeza, não fará mal algum você baixar o arquivo novamente. Especialmente porque os problemas com o download e o uso de gerenciadores são apenas uma das principais razões para a corrupção de arquivos. Sempre que possível, tente fazer isso.

Você pode baixar o arquivo novamente, pedir para reenviá-lo, procurar por um backup mais antigo. Porém, e se o arquivo com a extensão “.rar” não quiser abrir e não existirem outras cópias? É essencial entender que usuários de “.rar” tem uma vantagem específica sobre aqueles que preferem arquivos em “.zip” — estes últimos são mais difíceis de serem restaurados.

Além disso, a possibilidade de recuperação já está inclusa em alguns arquivadores populares, como por exemplo o WinRAR. O fato é que o formato “.rar” possui um tipo específico de dados redundantes que você pode usar para recuperação, e em casos de problemas, tudo é muito simplificado. Tente abrir o WinRAR e selecione o menu “Operations-Restore archive (s)”. Se der certo, você poderar restaurar seus arquivos e esquecer dos problemas.

Recuperação de arquivos ".rar": é possível conduzí-la de várias formas, mas é preciso atenção
Recuperação de arquivos “.rar”: é possível conduzí-la de várias formas, mas é preciso atenção

No entanto, isso só será possível se a opção Add information for recovery estiver ativada durante a criação do arquivo. Essa opção pode ser encontrada no WinRAR, na guia General, na área Archiving parameters. Em seguida, você precisa abrir a guia Extra e definir o parâmetro Information for recovery, que é indicado como a porcentagem do volume do arquivo.

Tudo é simples aqui: quanto mais porcentagem você pedir, maiores as chances de recuperação do arquivo em casos de problemas. Mas é claro que isso deixa o arquivo mais pesado, e a proposta do arquivamento é reduzir a quantidade de dados. Além disso, é melhor saber que esta opção, por padrão, está desabilitada, porém você pode tentar iniciar a recuperação do arquivo usando o WinRAR.

Se isso não funcionar tente o programa Recovery Toolbox for RAR. Essa ferramenta é projetada especificamente para recuperar arquivos “.rar” danificados. Ela permite que você abra arquivos corrompidos, apesar dos parâmetros iniciais de sua criação. Esse programa me ajudou porque pouquíssimas pessoas sabem como proteger arquivos “.rar” durante a criação. 

Como saber se posso recuperar um arquivo RAR

Se você já teve problemas com arquivos “.rar” danificados, mas pode restaurar usando as ferramentas padrão do WinRAR, faça o download da Recovery Toolbox for RAR. Ao contrário do método de recuperação gratuito descrito acima, esse programa não requer qualquer configuração adicional antes da criação do arquivo. Isso permite que você use essa ferramenta para restaurar absolutamente qualquer arquivo “.rar”. É possível usar o programa para avaliar a possibilidade de criação de forma gratuita, e você pode baixar a sua versão demonstrativa no site do desenvolvedor sem qualquer condição adicional, da seguinte forma:   

  • Baixe Recovery Toolbox for RAR e instale o programa em seu computador Windows
  • Inicie o software e selecione um arquivo danificado em formato “.rar” para começar o trabalho 
  • Continue para restaurar o arquivo
  • Visualize a estrutura do arquivo restaurado e conclua a eficácia 
  • Salve os dados recuperados
Confira este software para recuperar um arquivo .rar danificado
Siga os passos acima

Você será capaz de salvar os dados recuperados somente se o Recovery Toolbox for RAR estiver registrado, mas essa é a única função restrita à versão paga do programa, que pode ser utilizado livremente, pelo tempo que quiser, usando diferentes arquivos “.rar”.

É Seguro?

Antes de tudo, o desenvolvedor não oferece um serviço de recuperação de arquivos online: a análise de arquivos danificados é realizada estritamente na estação de trabalho do usuário, ou qualquer outro computador com Windows onde ele esteja instalado. Baixar o arquivo de instalação para o Recovery Toolbox for RAR pelo mesmo computador em que você planeja trabalhar com arquivos “.rar” é totalmente opcional.

Você pode pegar a “toolbox” e transferi-la para um pendrive, usando-a, por exemplo, em lugares onde não há conexão com internet. Portanto, os dados não saem do computador e você não precisa se preocupar com vazamento de informações confidenciais. Quanto à unidade do arquivo de origem, não há razão para se preocupar: com o Recovery Toolbox for RAR, você não pode quebrar nada.

Isso se aplica a qualquer outro meio de recuperação de dados: se você tiver alguma dúvida, você não precisa “quebrar” o arquivo de longa duração. Caso contrário, você não será capaz de abri-lo mesmo que tenha uma ferramenta de recuperação ideal.

Erro CRC

Os usuários costumam ver a mensagem “Erro CRC” se o arquivo “.rar” com o conteúdo desejado não puder ser lido. Basicamente, esse erro é apenas o aviso de que a integridade do arquivo foi violada. Ao abrir, a soma de verificação não corresponde à especificada anteriormente no cabeçalho. A razão disso pode ser alguns bits incorretos dos milhões de bytes do arquivo. E tudo por causa de 1 bit, milhões e bilhões de bytes se tornam lixo.

Recuperação de arquivos ".rar": é possível conduzí-la de várias formas, mas é preciso atenção
Erro CRC

Obviamente, o Recovery Toolbox for RAR conhece a soma de verificação, mas mesmo quando não converge, o programa extrai o arquivo do arquivo RAR danificado. Mesmo que não inteiramente, mas apenas uma parte, ainda é melhor que nada.

Porque Você Precisa Registrar o Programa 

A propósito, o Recovery Toolbox for RAR não é o ideal. Não por ele ser ineficaz, mas porque os ideais não existem na natureza. Qualquer serviço de recuperação de dados, até o mais eficiente, não pode garantir uma recuperação bem sucedida se o arquivo, por exemplo, estiver muito danificado e não for possível de ser analisado.

A opção mais confiável é obter outra cópia do arquivo, que é aberta sem erros. Somente isso garante o acesso bem sucedido aos documentos embalados e sua descompactação não problemática. Ao mesmo tempo, é importante ressaltar que o Recovery Toolbox for RAR é mais eficaz que outros programas no gerenciamento de arquivos “.rar” danificados, e isso pode ser facilmente verificado sem a compra de uma licença.

Para isso você precisa adquirir a versão demo do programa pelo site do desenvolvedor, instalar e verificar se é possível restaurar o arquivo danificado no seu caso. Se no modo de visualização dos dados recuperados, você ver os arquivos que podem ser extraídos na próxima etapa, o programa poderá ser registrado. Registrar o Recovery Toolbox for RAR leva apenas alguns minutos e, é claro, envolve pagamento.

Recuperação de arquivos ".rar": é possível conduzí-la de várias formas, mas é preciso atenção
Uma cópia registrada do programa traz maiores benefícios

Como a maioria dos desenvolvedores de softwares, o fabricante do Recovery Toolbox for RAR usa serviços de terceiros para processar pagamentos. Ao mesmo tempo, a Recovery Toolbox, Inc. não tem acesso para às informações de cartão de crédito. Após receber a chave de registro por e-mail, você não precisará carregar mais nada novamente. Basta digitar o código de registro no programa, que todas as restrições serão removidas.

Logo em seguida, será possível descompactar não somente o último arquivo danificado, mas outros anteriores a ele. E esse não é um serviço único. Você pode trabalhar com vários arquivos “.rar” enquanto você usar uma cópia licenciada do Recovery Toolbox for RAR

Conclusão 

Todos gostaríamos de dizer “faça um backup e tudo ficará bem”. Porém, o mais comum é que, geralmente, se o problema não está relacionado a erros de carregamento, o arquivo “.rar” já representa algum tipo de backup de documentos mais ou menos críticos. Você deveria ter vários backups? Talvez, mas é improvável que a maioria dos usuários prudentes irão pensar nessa opção.

Portanto, pode-se aconselhar o usuário a não esquecer a possibilidade. Adicione informações para recuperação quando criar um backup. Certifique-se de manter os arquivos em uma unidade diferente da do próprio sistema. Isso aumenta as chances de uma recuperação de backup bem sucedida em caso de erros no sistema.

Se você descompactou o arquivo de repente, mas alguns dos documentos anexados não abrem, tente outros programas de recuperação de dados para vários formatos. O desenvolvedor do Recovery Toolbox for RAR não se limita a restaurar apenas arquivos com a extensão “.rar”, mas também oferece todo um conjunto de ferramentas para recuperar documentos dos mais populares formatos de dados.

Fonte: Recovery Toolbox for RAR

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine nossa Newsletter