Battlefield V terá mulheres na guerra e isso irritou alguns jogadores

Battlefield V terá mulheres na guerra e isso irritou alguns jogadores 2
Parece que o fato de Battlefield V ter mulheres como protagonistas e participantes ativas da Segunda Guerra incomodou alguns jogadores.

Recentemente foi divulgado o primeiro trailer de Battlefield V. O novo game de uma das franquias mais famosas de games de tiro está voltando à Segunda Guerra Mundial. Entretanto, o novo título da DICE tem um diferencial gritante se comparado aos anteriores: participações efetiva de mulheres nas batalhas. Mesmo que historicamente comprovado, isso está desagradando alguns jogadores.

Após o trailer de divulgação do jogo e a confirmação de que incluirá mulheres tanto no modo história como no multiplayer, alguns “fãs” do gênero demonstraram sua insatisfação. Entretanto, essa “insatisfação” acaba por retratar uma falta total de noção de história, bem como o machismo velado de alguns.

Battlefield V terá mulheres na guerra e isso irritou alguns jogadores 3

O machismo do #NotMyBattlefield

Alguns jogadores da franquia demonstraram uma total falta de noção de história. Isso porque as redes sociais se encheram de “fãs” do game reclamando sobre a “imprecisão histórica” do jogo, segundo eles. Entretanto, isso não foi o suficiente: criaram a hastag “#NotMyBattlefield” para fazer a reclamação.

Assim, a hashtag que critica o novo Battlefield V no Twitter está cheia de usuários que reclamam sobre o que chamam de “politicamente correto”. Alguns, inclusive, ameaçam a DICE exigindo que ele consertem o erro, dando uma experiência de guerra realista.

Entretanto, essa completa falta de noção não se resume somente ao Twitter. Assim, em outros locais como o YouTube e o subreddit do Battlefield V, usuários chamaram o jogo de “Genderfield V” e fizeram lamentos sobre “como estão estragando tudo pelo o que lutaram os homens da Segunda Guerra”. Dá pra acreditar?

Os problemas da reivindicação

Para começar, já temos como problema aí o fato de jogadores acharem que Battlefield V, ou qualquer outro videogame de tiro moderno, tem precisão histórica memorável. Até mesmo a franquia Assassin’s Creed, que brinca com diversos momentos históricos do mundo, não tem essa precisão.

Entretanto, passando direto dessa discussão, temos o fato histórico de que as mulheres lutaram na Segunda Guerra Mundial! Seja em unidades da Força Aérea conhecidas como as “bruxas da noite”, até agentes secretos como Nancy Wake.

Battlefield V terá mulheres na guerra e isso irritou alguns jogadores 4

Além disso, Lyudmila Pavlichenko é aclamada como a atiradora de maior sucesso na história. A mulher ainda é  uma das melhores atiradoras militares de todos os tempos, com nada menos que 309 mortes. Wanda Gertz, que já estava na ativa na Primeira Guerra Mundial, comandou um batalhão exclusivamente feminino na Segunda Guerra.

Por fim, temos as inúmeras jovens mulheres que se alistaram em funções de combate em todo o mundo. Essa reação equivocada e totalmente ignorante a fatos históricos é uma continuação do que já havia acontecido em Battlefield 1. Na época, a DICE colocou um homem negro na capa do jogo. #NotMyBattlefield é mais um pouco da mesma reação.

Battlefield V está previsto para chegar às lojas no dia 19 de outubro. Além disso, o game terá versões para PS4, Xbox One e PC. Confira abaixo o trailer oficial divulgado pela DICE:

Fonte: TheVerge

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba Notícias por E-mail:

Share via