BRICS discutem criar uma criptomoeda própria para o bloco

BRICS discutem criar uma criptomoeda própria para o bloco
Tentando ficar livres do monopólio do Dólar, o BRICS discute a possibilidade da criação de uma moeda para as transações internacionais ocorridas no bloco.

BRICS discutem criar uma criptomoeda própria para o bloco

Em meio à crise internacional entre Estados Unidos e Rússia, o chefe do Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) Kirill Dmitriev declarou que o BRICS (bloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) pode optar por criar sua própria criptomoeda para fins de comércio internacional.

De acordo com site The Duran, durante a reunião da cúpula do BRICS realizada em Xiamen, na China, Dmitriev disse aos jornalistas que o bloco poderia desenvolver sua própria alternativa para as formas de pagamento. “Embora exista um foco no fortalecimento das moedas nacionais, a criptomoeda também está sendo discutidas como um dos possíveis mecanismos de transação”, explicou.

Esse seria uma passo importante para não basear mais as transações entre os países do bloco formado por cerca de 23% do PIB mundial em Dólar, moeda dos Estados Unidos. Isso seria um grande trunfo para a Rússia. O país tem sofrido com diversas sansões desde que anexou a Criméia ao seu território. A península originalmente pertencia à Ucrânia.

O site ainda afirmou que, em uma reunião com líderes corporativos do BRICS, Kundapur Vaman Kamath, presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o banco de desenvolvimento do BRICS, afirmou que espera que consigam empréstimos em moedas locais, isso faz parte do desejo inicial do banco de “romper com a tirania de moedas fortes”.

BRICS discutem criar uma criptomoeda própria para o bloco
Países buscam não depender do Dólar para transações dentro do bloco

Criptomoedas ainda geram desconfiança

Atualmente, existe certa desconfiança quanto a segurança das criptomoedas, por elas não serem respaldadas por nenhum banco central nacional. No entanto, o fato é visto como uma grande oportunidade para quem quer se arriscar neste mundo desconhecido. A China já anunciou que está desenvolvendo seu próprio sistema de moedas criptografas.

As criptomeodas são baseadas num sistema de pagamento digital que usa a criptografia. São moedas descentralizadas, onde não há uma autoridade central que controle a oferta ou facilite as transações, que podem ser convertidas em moedas ou em ouro.

O Dólar é frequente utilizado como moeda em praticamente todas as negociações, também para as reservas de moedas internacionais. A criação de uma moeda criptográfica pelo BRICS poderia potencialmente reter a flexibilidade das criptografia atuais com o benefício adicional de ser apoiada pelos líderes de um grande bloco econômico. O que daria grande credibilidade nesta nova forma de dinheiro.

BRICS discutem criar uma criptomoeda própria para o bloco

BRICScoin

Não existem informações de como seria a taxa de câmbio da futura “BRICScoin”. É possível que ela se baseie inicialmente em uma das moedas utilizadas atualmente no mercado internacional, como o próprio Dólar americano, Libra britânica, Iene japonês ou o Euro.

Essa seria a segunda ação do tipo, depois da criação da moeda comum europeia.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta