Chromecast completa 5 anos; confira sua trajetória

Chromecast completa 5 anos; confira sua trajetória 7
Há exatos 5 anos a primeira versão do Chromecast foi lançada, confira a trajetória desse que virou o queridinho do dongles HDMI.

No dia 24 de julho de 2013, há exatos 5 anos, o Google realizou um evento intimista para anunciar uma nova versão do tablet Nexus 7 e o Android 4.3, porém o que realmente prendeu a atenção dos que estavam presentes foi um novo dispositivo, apresentado na parte final deste encontro: Chromecast.

O dispositivo que recebeu um nome que faz alusão ao navegador mais utilizado do mundo é um dongle HDMI, que facilmente pode garantir funções Smarts para uma TV convencional, por um preço camarada: cerca de R$250,00.

Chromecast o dongle que é realmente smart!

Chromecast

Desde o início, o Google reforçou que o seu dongle era um gadget descomplicado – espete na porta HDMI da sua televisão, conecte a parte de alimentação (caso a porta HDMI não seja 1.4, que já entrega a alimentação necessária), baixe o aplicativo, associe o aparelho à rede Wi-Fi de sua casa e pronto, o dispositivo já está preparado para fazer essa ponte entre o smartphone, que atua como um controle remoto e o app presente no dongle.

De início estavam disponíveis os seguintes serviços: Youtube, Netflix, PandoraGoogle Play (músicas, filmes, etc), além de permitir que abas do Google Chrome pudessem ser abertas na TV.

Anteriormente, o Google já havia apostado suas fichas em outro produto com essa proposta de streaming e um aliado na sala de estar, o Nexus Q, lançado em 27 de junho de 2012 como um pequeno computador com Android. Ele vinha com um cabo HDMI para a conexão com a TV ou monitor. Além de executar filmes e séries compradas da loja do Google, essa esfera futurista fazia streaming de vídeos do Youtube.

Chromecast

Porém, quem emplacou mesmo foi o Chromecast, lançado um ano após o Nexus Q. A linha Nexus foi desaparecendo com o tempo, e tudo referente ao termo Chrome, foi ganhando ainda mais força, com aparelhos de peso como os Chromebooks.

Conquistando novos territórios

Chromecast

Inicialmente o Chromecast era vendido apenas nos Estados Unidos, porém em março de 2014, Sundair Pichai, vice-presidente sênior da Google (atualmente ele é CEO da companhia), anunciou o plano de expansão internacional para o dongle. Poucos meses após o anúncio, mesmo sendo comercializado apenas nos EUA o aparelhinho já tinha alcançado a casa das milhões de unidades vendidas, número que continuou crescendo absurdamente com a chegada em novas terras.

Europa e Canadá foram os primeiros a receber o Chromecast depois dos Estados Unidos. No Brasil, o dispositivo também desembarcou em 2014, alguns meses depois, em junho. O impacto por aqui não foi tão gigante, já que o preço sugerido de  R$ 199 não chamou tanta atenção. Neste mesmo, o apoio dos desenvolvedores foi ganhando mais corpo, com a adição Crackle – serviço de vídeo sob demanda da Sony – o Rdio – serviço de streaming de música – e o Vudu – loja de filmes on-line.

Com o sucesso comprovado da primeira edição o Google apresentou em 29 de setembro de 2015 uma nova versão, adotando um design circular e três opções de cores (preto, vermelho e amarelo). 

Chromecast completa 5 anos; confira sua trajetória 8

O funcionamento manteve suas bases na simplicidade de configuração e operação. Na parte técnica essa nova versão trouxe integrado uma antena Wi-Fi dual-band (2.4 Ghz e 5 GHz). No desempenho, o Google prometia que essa nova versão estava 80% mais rápida na execução da Netflix, por exemplo.  O preço foi o mesmo da primeira versão: US$ 35.

No mesmo dia da apresentação da versão revisada do Chromecast, o Google também anunciou uma versão especial (também por US$ 35), que ao invés de ser conectada na TV foi projetada para ser espetada diretamente na caixa de som, o Chromecast Audio, transmitindo diretamente o som da reprodução de aplicativos como Spotify direto para o alto-falante.

Chromecast completa 5 anos; confira sua trajetória 9

Essas duas opções chegaram ao Brasil no dia 26 de abril de 2016. Ambos com preço ainda mais elevado: R$ 399. A única versão do Chromecast que não chegou oficialmente ao Brasil é o Chromecast Ultra, como o próprio nome sugere, essa versão é capaz de rodar vídeos em 4K (com HDR) – diferentemente dos anteriores que ficavam restritos ao Full HD. Esse é o único que destoa no preço, já que seu preço de lançamento era US$ 69.

Nessa caminhada de 5 anos, o Chromecast se consolidou como uma opção interessante de dongle, que ao longo do tempo foi angariando novas opções para integração e novos modelos no mercado. Os números falam por si: mais de 55 milhões já foram vendidas (dados de 2017).

O que você acha do Chromecast? Já utilizou alguma versão? Conte pra gente nos comentários.

Receba notícias por e-mail

Receba notícias no seu e-mail
Holler Box