Claro, vivo e tim arrematam licenças para 5g, e país ganha nova operadora móvel

Claro, Vivo e TIM arrematam licenças para 5G; país ganha novas operadoras de telefonia móvel

Avatar of otávio queiroz
Juntas, as três terão de lançar o 5G até julho de 2022 nas capitais brasileiras e no Distrito Federal

As três maiores operadoras de telefonia do país – Claro, Vivo e Tim – oferecerão a tecnologia 5G, que deve estar em todas as capitais até o próximo ano. Juntas, elas arremataram lotes na mais importante faixa do certame, a de 3,5 GHz. O leilão do 5G, realizado nesta quinta-feira (4) pela Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel), contou ainda com a venda da faixa de frequência de 700 MHz, que teve como vencedora do lote nacional a empresa Winity II Telecom. Já a Brisanet levou os lotes C4 e C5 de 3,5 GHz para o Nordeste. Com o feito, as duas passam a ser as mais novas operadoras de telefonia móvel do país.

O leilão do 5G começou com a venda da faixa de frequência de 700 MHz, que teve como vencedora do lote nacional a empresa Winity II Telecom, e desembolsou R$ 1,427 bilhões. A empresa será uma nova operadora de serviço móvel. Uma outra novata, que também passará a ser uma operadora no país é a Brisanet, que levou o lote C4 e C5 do Nordeste de 3,5 GHz pelo valor de R$ 1,25 bilhão e R$ 105 milhões, respectivamente.

A Claro foi a primeira a vencer um lote na faixa de 3,5 GHz, com uma oferta de R$ 338 milhões. A Telefônica, dona da Vivo, aceitou pagar um preço de R$ 420 milhões e levou o segundo lote nessa faixa. Já a TIM pagará R$ R$ 351 milhões para levar a cobertura de 3,5 GHz para os seus clientes. Um quarto lote na faixa de 3,5 GHz também estava disponível durante o leilão, mas não recebeu nenhum lance.

Novas operadoras

Brisanet e winity são as novas operadoras do brasil
Cearense Brisanet e Winity são as mais novas operadoras de serviço móvel no país

O Brasil passará a contar com duas novas operadoras móveis para os próximos anos. A novidade chega após a Winity II Telecom e a Brisanet levarem lotes disponibilizados pela Anatel durante o leilão realizado no auditório da entidade, em Brasília. Atualmente, somente a Claro, TIM e Vivo estão autorizadas a prestar serviço de telefonia móvel com abrangência nacional.

A Winity II Telecom, ligada ao Fundo Pátria, disputou a faixa de frequência de 700 MHz com outras duas companhias: a NK 108 Empreendimentos e Participações S.A e VDF Tecnologia da Informação LTDA, que ofereceram respectivamente R$ 333,3 milhões e R$ 318 milhões. O lance mínimo era de R$ 157,6 milhões.

Segundo a Anatel, o lote tem área de prestação nacional, com algumas exceções: cidades do Estado de Minas Gerais, o município de Paranaíba, no Estado de Mato Grosso do Sul, os Municípios de Buriti Alegre, Cachoeira Dourada, Inaciolândia, Itumbiara, Paranaiguara e São Simão, no Estado de Goiás, e as cidades de Altinópolis, Aramina, Batatais, Brodosqui, Buritizal, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Colômbia, Franca, Guaíra, Guará, Ipuã, Ituverava, Jardinópolis, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Ribeirão Corrente, Sales de Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santo Antônio da Alegria e São Joaquim da Barra, no Estado de São Paulo.

Já a segunda mais nova operadora do país, a cearense Brisanet é, atualmente, a maior provedora de telecomunicações da região nordestina. Nascida em 1998, na cidade de Pereiro, região do Grande Jaguaribe, a companhia tem cerca de 800 mil clientes espalhados por mais de 100 cidades do Nordeste. Com a vitória registrada na data de hoje, a Brisanet ganhou o direito de expandir a rede de banda larga e também começar a oferecer serviços de telefonia móvel em todos os nove estados da região.

Detalhes da faixa e obrigações

5g estará disponível em todas as capitais do país até julho de 2022
5G estará disponível em todas as capitais do país até julho de 2022

O 5G é considerado a nova geração da internet, sendo associado a tecnologias como a internet das coisas, aparelhos e veículos autônomos e uso de realidade virtual. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a previsão é de que o 5G funcione nas 26 capitais do Brasil e no Distrito Federal em julho de 2022. Para todas as cidades do Brasil com mais de 30 mil habitantes, o prazo é julho de 2029.

A faixa de 3,5 GHZ, umas das que foram leiloadas pela Anatel, é exclusiva para o 5G e possui uma alta capacidade de transmissão. É a faixa de frequência mais usada no mundo para o 5G, sendo considerada a ideal para as áreas urbanas. Já a frequência de 700 MHz é mais adequada para áreas rurais, e densamente povoadas, como estradas, por exemplo.

As operadoras vencedoras do leilão também terão uma série de obrigações a cumprir. Entre elas estão:

  • Disponibilização do 5G em todas as capitais do país até julho de 2022;
  • Construção da rede privativa de comunicação para a administração pública federal;
  • Garantia de internet 4G nas rodovias brasileiras;
  • Instalação da rede de fibra óptica, via fluvial, na região amazônica;
  • Financiamento dos custos da migração da TV aberta via satélite da banda C para a banda Ku (novas antenas, receptores e a instalação desses equipamentos para famílias de baixa renda);
  • Garantia de internet móvel de qualidade nas escolas públicas de educação básica

Participantes do leilão

15 empresas participaram do leilão realizado pela anatel nesta quinta-feira (4)
15 empresas participaram do leilão realizado pela Anatel nesta quinta-feira (4)

No total, foram recebidas pela Anatel 15 propostas ligadas ao leilão. Confira a lista com todas as participantes:

  • Algar Telecom S.A.
  • Brasil Digital Telecomunicações LTDA
  • Brisanet Serviços de Telecomunicações S.A.
  • Claro SA
  • Cloud2U Indústria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA
  • Consórcio 5G Sul
  • Fly Link LTDA
  • Mega Net Provedor de Internet e Comércio de Informática LTDA
  • Neko Serviços de Comunicações, Entretenimento e Educação LTDA
  • NK 108 Empreendimentos e Participações S.A.
  • Sercomtel Telecomunicações S.A.
  • Telefônica Brasil S.A.
  • TIM S.A.
  • VDF Tecnologia da Informação LTDA
  • Winity II Telecom LTDA

O leilão do 5G oferta as faixas de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. A expectativa é de movimentar cerca de R$ 50 milhões durante o certame.

Veja também:

Começando a partir de hoje, o leilão 5G deve ser um ponto importante para o avanço da tecnologia em nosso país. Entenda todos os detalhes nesta matéria especial do Showmetech.

Fonte: Anatel.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados