Leilão 5g

Leilão 5G: entende porque ele é importante para o Brasil

Avatar of victor pacheco
Começando a partir de hoje, o leilão 5G deve ser um ponto importante para o avanço da tecnologia em nosso país. Entenda os detalhes

Essencial para que as soluções de internet das coisas avancem e nosso dia a dia seja mais conectado, hoje é dia do leilão 5G finalmente se iniciar. Apesar de o Brasil ser o primeiro da América Latina a dar início ao processo de implantação das redes 5G, países de primeiro mundo como China e EUA estão bem mais avançados nisso.

E funciona desta forma: o Governo Federal irá analisar propostas de 15 empresas e decidir se podem participar do leilão 5G, onde as frequências serão leiloadas em quatro lotes. A grande novidade fica por conta do bloqueio da Huawei no leilão 5G, onde o governo de Jair Bolsonaro também exigiu que uma rede privada para uso de políticos seja realizada pela empresa que vencer o leilão. Isso acontece depois da empresa chinesa ser acusada pelos EUA de espionagem.

Entenda todos os prazos, valores envolvidos e mais informações sobre o leilão 5G agora mesmo.

Leilão 5G acontece com um ano de atraso

Apesar de se iniciar no dia de hoje (04), o leilão 5G acontece com certo atraso, isso é decorrente de mudanças que o Presidente Jair Bolsonaro realizou para que a implantação realmente acontecesse.

Durante um evento da MediaTek, o Ministro das Comunicações, Fabio Faria, citou que até julho do ano que vem, as redes 5G estarão funcionando em pelo menos as 26 capitais de todo o Brasil, o mesmo valendo para o Distrito Federal.

Antena que deve ser leiloada no leilão 5g
Leilão 5G terá quatro lotes

Este certo atraso, além de mudanças do próprio Governo, também se dá pela desconfiança de Jair Bolsonaro com a Huawei, empresa chinesa que foi acusada por Donald Trump de realizar espionagem por meio de suas redes e celulares. Até o momento, nada foi provado, mas Jair Bolsonaro segue sendo contra a entrada da Huawei no leilão 5G. Inclusive, para que esta implantação acontecesse, será necessário realizar a criação de uma rede privada em que apenas o Governo terá acesso.

Quais empresas estão participando da licitação do 5G?

Como uma boa surpresa por parte do Governo Federal, foram apresentadas 15 propostas de empresas diferentes. Entre elas, temos a Vivo, Claro e TIM. Outras operadoras que estão em atuação no Brasil desejam participar do leilão 5G. Confira a lista completa:

  1. Algar Telecom S.A.;
  2. Brasil Digital Telecomunicações Ltda;
  3. Brisanet Serviços de Telecomunicações S.A.;
  4. Claro S.A;
  5. Cloud2U Industria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos Ltda;
  6. Consórcio SG Sul;
  7. Fly Link Lida;
  8. Mega Net Provedor de Internet e Comércio de Informática Ltda;
  9. Neko Serviços de Comunicações Entretenimento e Educação Ltda;
  10. NK 108 Empreendimentos e Participações S.A;
  11. Sercomtel Telecomunicações S.A;
  12. Telefónica Brasil S.A. (Dona da Vivo);
  13. TIM S.A.;
  14. VDF Tecnologia da Informação Ltda;
  15. Winity II Telecom Ltda.

O interesse em participar do leilão 5G não garante que as empresas estão dentro da disputa. O Governo Federal nem ao mesmo esperava que tantas empresas estivessem em interessadas, podendo levar mais de um dia para que tudo seja definido.

Leilão 5g
15 empresas estão interessadas em participar de leilão 5G

Se você está se perguntando se a Oi estará participando do leilão 5G, saiba que a mesma não está apta para isso devido a ter vendido sua divisão de tecnologia móvel para a Claro em 2020, isso como uma ação para recuperação financeira. Outra empresa que também foi comprada pela Claro é a Nextel, então os clientes devem ter suporte disso para terem acesso às redes 5G.

Frequências sendo ofertadas no leilão de Rede 5G

Você pode não saber, mas as redes de telefonia móvel possuem diversas frequências que podem ser adquiridas pelas empresas. Quanto maior elas forem, mais benefícios entregam para a população. O leilão 5G foi divido em 4 lotes, assim como há exigências do Governo Federal que as empresas precisam cumprir assim que adquirirem os mesmos. As frequências falam sobre as áreas de cobertura onde as redes 5G serão implantadas. Entenda os detalhes de cada um agora.

700 MHz: restante da licitação do 4G

Mais focada em promover a internet de quarta geração em todo o país, este lote não deve ser o mais disputado. Entretanto, a empresa que fizer o arremate precisará trabalhar para que boa parte dos municípios do Brasil então tenham suporte para a rede 4G. Muitas pessoas que estarão recebendo o 5G em breve ainda nem imaginam que o 3G ainda não conta com uma ampla cobertura no Brasil.

Frequência de 700mhz
Frequência é mais indicada para áreas rurais

A mesma frequência também é mais adequada para áreas rurais, e densamente povoadas, como estradas. Estas antenas também possuem uma maior cobertura devido à sua frequência ser menor. A autorização para uso destas regiões durará 20 anos em seu total. E a empresa precisa necessariamente, oferecer uma cobertura de internet 5G em rodovias e áreas rurais.

Durante o leilão 5G, a empresa Winity II Telecom Ltda, que é ligada ao Fundo da pátria, foi a vencedora do leilão. Pelo valor de R$ 1.427.872.497,87, a empresa passa a ter autorização para oferecer uma internet de quinta geração em nosso país. Você pode estar estranhando o nome, e saiba que na verdade, teremos uma nova operadora de telefonia móvel no Brasil, onde a Winity II já chega oferecendo redes 5G. Estes foram os três maiores lances no lote de 700MHz:

  • Winity II – R$ 1.427.872.497,87
  • NK 108 – R$ 333.333.333,77
  • VDF – R$ 318.000.000,00

2,3GHz: complemento para as redes 5G

Também não considerada o foco das empresas que estão no leilão 5G, esta frequência será utilizada como apoio da internet de quinta geração. A velocidade da frequência de 2,3GHz é menor e não é a mais utilizada em todo o Mundo, mas é importante que a empresa interessada nisso também arremate este lote para fazer um bom uso das redes 5G.

Frequência de 2,3ghz

A empresa arrematante deste lote terá que trabalhar para que 95% dos municípios brasileiros tenham acesso a no mínimo, uma cobertura 4G. A concessão destas áreas também durará 20 anos, e a empresa precisará trabalhar para cumprir o que foi acordado com o Governo Federal.

3,5GHz: o grande destaque do leilão

Oferecendo velocidade máxima, este lote deve ser o foco de grandes empresas como Vivo, TIM e Claro. Como a maior porta de entrada para o 5G, as companhias que vencerem isso poderão ser as primeiras a oferecem uma rede com alta velocidade para seus clientes e claro, lucrar com isso.

Leilão 5g
Grandes empresas devem focar neste lote

Essas faixas de transmissão também são atualmente “ocupadas” pelos sinais de antenas parabólicas, que ainda é bastante utilizada em áreas rurais. Isso significa que além de trabalhar para que não ocorram problemas de interferência, será necessário realizar uma transferência para a banda ku (faixa de frequência utilizada nas comunicações com satélites). A empresa que realizar a compra deste lote também precisa desenvolver a rede privada para uso exclusivo do Governo Federal, com criptografia sendo um dos pontos focais.

O prazo de concessão destas regiões também é de 20 anos, mas há o compromisso de que até julho de 2022, todas as capitais dos 26 Estados já tenham cobertura 5G, o mesmo valendo para o Distrito Federal.

26 GHz: complemento, porém focada automação industrial

Outro complemento para o uso do 5G, a frequência de 26GHz será mais utilizada no mercado empresarial, no qual máquinas poderão ser comandas remotamente. Essencial para o agronegócio, esta frequência deve ser o foco de empresas que atuam nestas áreas, onde a internet de quinta geração deve ser de grande ajuda para que a tecnologia entre de vez na agronomia.

Homem controlando máquina remotamente
Lote deve ser focado para empresas que possuem indústrias como clientes

Esta frequência também pode ser utilizada como banda larga fixa, escritórios e até mesmo residências terão acesso á uma alta velocidade. A empresa que for campeã deste lote terá 10 anos para trabalhar nestas áreas, fornecendo internet para a educação pública de uma forma ativa.

Huawei está proibida de participar de Leilão 5G

Devido aos recentes escândalos envolvendo possíveis espionagens (que até agora, não foram comprovados), uma exigência do Presidente Jair Bolsonaro é que empresas chinesas não participem do leilão 5G.

Logo huawei
Huawei foi impedida de participar de leilão 5G

Não houveram argumentos mais profundos sobre isso, mas a Huawei é uma das empresas chinesas que mais tem trabalhado para a popularização do 5G na China, então deixar a mesma de fora do leilão que está acontecendo hoje pode fazer com que a implantação seja lenta. Por este motivo, também foi solicitado que uma rede privada que apenas o Governo Federal tenha acesso, isso feito justamente para evitar espionagem.

Quando os resultados devem ser divulgados?

Com o leilão começando a partir de hoje, é esperado que o mesmo dure até amanhã, dia 05 de novembro. Isso é decorrente da grande quantidade de empresas que estão participando do leilão 5G. O Governo também espera que com os 4 lotes, haja um lucro de R$ 50 bilhões. Desse valor, R$ 10 bilhões seriam destinados para cofres públicos e outros R$ 40 bilhões sejam destinados para investimentos de infraestrutura.

Logo 5g
Momento é importante para o Brasil avançar em diversos setores

A Claro, TIM e Vivo devem ser os grandes destaques do leilão 5G, mas também podemos esperar que nomes não tão conhecidos do grande público invistam bastante na internet de quinta geração como uma forma de entrar em nosso país neste momento de mudança.

Quando você acha que estaremos todos utilizando o 5G e tendo acesso a todos benefícios? Comente abaixo!

Veja também

Entenda como o 5G vai revolucionar nosso dia a dia:

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados