WhatsApp testa nova ferramenta de busca de imagens contra Fake News

Fake News e o WhatsApp
Nova ferramenta do WhatsApp tem como objetivo verificar autenticidade de imagens compartilhadas no aplicativo

Em nova atualização do WhatsApp, algumas medidas contra Fake News estão vindo por aí. Isso porque a empresa está estudando a inserção de uma opção de busca de imagens para comparação a fim de determinar se uma imagem é real ou não.

A medida da empresa se faz clara e urgente dada à constante associação deste fenômeno ao aplicativo. O que é coerente, já que em uma sociedade que vive a crise da pós-verdade, um dos principais sintomas deste novo embrólio de informação e comunicação são os males da desinformação.

Massivas e convicentes, as notícias acabam por se espalhar como água que escorre entre os dedos, gerando correntes de histeria, uma aversão generalizada à imprensa e acaba por ferir a credibilidade de grandes empresas de tecnologia.

É o que aconteceu, por exemplo, com Facebook e o WhatsApp. Enquanto o primeiro tem seus desdobramentos e outras crises, o segundo virou joguete de grupos com o único propósito de alienar e provocar campanhas de ódio. Algo que o WhatsApp procura dar um basta.

Com a inserção da ferramenta, ela não somente vai verificar se cada imagem compartilhada é fidedigna, mas também comparar se existam imagens iguais são partilhadas no Google.

Fake News x WhatsApp

As fake news é um mal a ser combatido pelo WhatsApp
A ferramenta de procura de imagem tem como objetivo comparar resutados do Google

A descoberta da nova função ficou por conta do WABetaInfo, que pode verificar a ferramenta enquanto esmiuçava a atualização 2.19.73. Nela, existe a tal “busca por imagem”, permitindo que você envie uma imagem recebida diretamente para o Google para revelar imagens “semelhantes ou iguais” na web. Com essa informação, você deve ser capaz de julgar com mais precisão se a imagem é real ou se é uma notícia falsa.

O recurso ainda não está disponível e não há nenhuma palavra oficial sobre quando será. No entanto, isso tornaria outra ferramenta útil no arsenal do WhatsApp contra a disseminação de desinformação.

A Índia, por exemplo, foi particularmente afetada pelo compartilhamento de mensagens maliciosas, o que levou o WhatsApp a impor limites de “anti-compartilhamento”, além de encaminhar notificações de alerta.

Adicionar um recurso de pesquisa de imagens reversa que seja rápida e fácil como essa também ajudará a conter a onda de notícias falsas. E, de quebra, valorizar a credibilidade da informação e a sua reputação enquanto isso.

fonte: Engadget

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: