Capa — como melhorar o sinal do wi-fi. Jpg

Onde coloco o roteador? Veja como melhorar o sinal do Wi-Fi

Avatar of joão pedro boaventura
Problemas com o alcance do roteador? Confira dicas para encontrar o melhor lugar para instalá-lo e melhorar o sinal do Wi-Fi na sua casa

As redes de internet Wi-Fi foram de vital importância no processo de eliminação (ou, ao menos diminuição) dos cabos espalhados pelo nosso ambiente doméstico. É através desse tipo de sinal que conseguimos nos conectar à internet com nossos celulares, videogames e computadores. Desta forma, o usuário que paga pelo serviço de internet quer que ele seja fornecido de forma plena e sem demais interferências. Ainda assim, há alguns obstáculos na nossa própria casa que podem impedir esse acesso contínuo. Confira nossas dicas a respeito do melhor lugar para o roteador ser instalado e, com isso, melhorar o sinal do Wi-Fi disponível em sua residência.

Como funciona o sinal Wi-Fi?

Para entendermos, de fato, qual é o melhor lugar para colocar o nosso ponto de internet e instalar o roteador, é necessário compreendermos também como funciona o sinal da internet e como ele interage com o ambiente doméstico e seus elementos. No caso, quando nos referimos a Wi-Fi, nós não estamos falando de sinal de internet propriamente dito, mas de ondas específicas que servem para fazer com que nossos dispositivos sincronizem com o roteador e, consequentemente, consigam o acesso à rede, que vem de fora e é fornecida pelas agências provedoras.

O Wi-Fi, então, funciona como uma rede de rádio — da mesma forma que a AM e a FM, lembra-se delas? Assim como essas duas redes diferentes apresentam um comportamento específico diante de obstáculos físicos, o Wi-Fi também tem suas peculiaridades. No caso, a qualidade do sinal da internet irá sofrer certas perdas quando é impedido por barreiras físicas espalhadas pela casa. Isso vai desde a distância de andar, no caso de sobrados, a até mesmo portas fechadas.

Onde coloco o roteador? Veja como melhorar o sinal do wi-fi. Problemas com o alcance do roteador? Confira dicas para encontrar o melhor lugar para instalá-lo e melhorar o sinal do wi-fi na sua casa
Representação de como se propaga o sinal de Wi-Fi em um ambiente doméstico e de como paredes podem gerar interferência no roteador (imagem: Jason Cole/reprodução)

É por isso que um bom roteador de internet é importante, uma vez que ele precisaria ter força e estabilidade suficiente para manter o fluxo do sinal de forma contínua, mesmo quando precisa atravessar obstáculos sólidos do ambiente das nossas casas. Não é de se questionar, portanto, que para atingir o melhorar o sinal de Wi-Fi e alcançar o desempenho máximo de acordo com o oferecido pelo plano da operadora, a empresa sugira sempre a utilização do ponto de acesso através dos cabos de rede, já que o fornecimento da banda é contínuo e direto, sem ser afetado por fatores como a interferência no roteador, por exemplo.

Qual é o melhor lugar para instalar o roteador e melhorar o sinal do Wi-Fi?

Colocar o roteador em um ambiente aberto é, certamente, a dica de ouro no que diz respeito à escolha do melhor lugar para a sua instalação. Embora haja um leque considerável de obstáculos físicos que dificultam a propagação do sinal do Wi-Fi, ele ainda consegue transpassá-los e preencher um raio considerável de seu alcance.

Consequentemente, a área de propagação do sinal é tridimensional. Ele não é como um “raio” unidirecional, como se estivesse saindo de algum lugar e enviado diretamente a um outro aparelho receptor. Pense em uma pedra caindo em uma lagoa: a onda gerada na água é redonda e se espalha igualmente em todas as direções.

Imagem de ondas geradas pela ação de uma pedra caindo na água.
Sendo ondas, redes Wi-Fi se propagam uniformemente como o movimento gerado por uma pedra caindo na água (imagem: Shutterstock).

Com o roteador, a lógica é parecida. Portanto, outra sugestão importante é identificar em um ponto mais ou menos central da sua casa ou do escritório, visto que ele “espalha” a internet para todos os lados, fazendo deste ponto melhor lugar para o roteador. Colocar o dispositivo em um canto ou grudado à parede irá minar seu verdadeiro alcance e é como se ele estivesse proliferando o sinal em direção à parede também, o que não é interessante, especialmente caso os vizinhos inconvenientes descubram, por algum acaso, a senha da sua internet. Afinal, embora paredes dificultem a viagem do sinal de internet, elas não o impedem por completo.

Dentro da mesma lógica, outra dica valiosa é instalar o roteador em um lugar alto. Da mesma forma que o Wi-Fi são ondas sendo propagadas, a luz também é. Algumas características de onda, por consequente, são compartilhadas e, assim como instalamos nossas luminárias no centro da sala, no teto, fazendo com que ela nos ilumine de cima para baixo, o roteador também pode ser colocado em algum lugar alto para que haja maior cobertura da área do sinal. Obviamente, não estamos sugerindo para instalar o roteador no teto, mas colocá-lo em uma prateleira alta já preenche com satisfação este requisito e pode colaborar para melhorar o sinal de internet.

Por fim, outras duas dicas importantes: utiliza o roteador sempre do jeito que o fabricante sugere — se é em pé ou deitado vai depender do modelo — e nunca posicione as antenas para a mesma posição, afinal, seria redundância e uma forma de minar o alcance do sinal, que poderia ser melhor espalhado para direções diferentes.

Imagem ilustrativa de uma pessoa mexendo no celular com um roteador de quatro antenas em cima de uma mesa e, no fundo, um notebook.
É importante se atentar às orientações das fabricantes dos para que o desempenho da internet seja otimizado sem que haja ações de interferência no roteador (imagem: Getty Images)

O que pode dificultar ou impedir a propagação do sinal?

Como constatado, os principais elementos impeditivos da proliferação do sinal de um roteador normalmente são barreiras físicas que acabam minando o alcance pleno de propagação do roteador. Paredes de alvenaria que feitas de gesso ou de tijolo são especialmente prejudiciais e acabam fazendo com que boa parte do alcance do sinal seja bloqueado.

A própria mobília também acaba gerando alguma interferência no roteador, mas é inviável encontrar um ambiente doméstico sem móveis, o que pode ser feito é uma análise de design de ambiente no intuito de conceber aposentos abertos o suficiente e que não barrem, de alguma forma, as ondas de Wi-Fi. É por isso também que sugerimos que o melhor lugar para o roteador seja uma em uma posição alta. Móveis de madeira, por sua vez, são bastante úteis porque, ao contrário da alvenaria, não são barreiras eficazes contra o sinal de rede wireless, tendo um impacto negativo mínimo no desempenho do roteador.

Além da simples existência das barreiras físicas, existem outras características dos artefatos domésticos que também causam interferência no roteador e prejudicam a propagação do sinal. Uma delas é a capacidade refletiva dos espelhos, visto que alguns sinais de Wi-Fi sofrem efeito ricochete quando se deparam com esse tipo de situação. O mesmo vale para corpos aquáticos — ou seja, o sinal de internet dificilmente conseguirá atravessar um aquário.

Demais aparelhos eletrônicos também têm influência direta no Wi-Fi. Já percebeu como é muito comum que a internet perca força na cozinha? Pois bem, o aparelho de micro-ondas também opera em uma banda em 2.4  GHz, a mesma de vários dispositivos de rede do mercado, gerando uma interferência no roteador e minando a qualidade do seu sinal.

Onde coloco o roteador? Veja como melhorar o sinal do wi-fi. Problemas com o alcance do roteador? Confira dicas para encontrar o melhor lugar para instalá-lo e melhorar o sinal do wi-fi na sua casa
Por incrível que pareça, a frequência emitida por um aparelho de micro-ondas é igual à das redes Wi-Fi, podendo gerar interferência no roteador (imagem: Getty Images).

Embora a maior parte da tecnologia moderna já seja concebida no intuito de desempenhar sem influenciar nas redes de internet sem fio, aparelhagem mais arcaica não vislumbrava uma realidade como a atual. Assim, aparelhos bluetooth antigos, monitores LCD ou telefones sem fio também não se dão com o sinal de rede. Isso também se aplica a qualquer eletrodoméstico com camadas de metal em sua composição, da geladeira a alguns aparelhos de televisão, visto que o material serve como um bloqueador de sinal para a aparelhagem dentro dele.

Como posso fazer para aumentar o sinal do Wi-Fi para toda a residência?

Além de selecionar o melhor ponto possível em sua casa, uma das formas de melhorar o sinal do roteador por toda a residência é com a utilização de um repetidor ou extensor de sinal Wi-Fi. No caso, trata-se de um pequeno aparelho que capta o sinal emitido originalmente e o repete dentro de sua própria área de alcance.

A diferença entre um extensor e um repetidor se dá através da maneira como ele acessa o sinal do modem ou roteadores originais. Um repetidor o faz através do próprio sinal do Wi-Fi, enquanto um extensor funciona através de conexão pelo cabo ethernet.

Um repetidor precisa do sinal Wi-Fi do roteador original para poder funcionar, sendo que ele pode ser plugado e é como se ele fortalecesse a qualidade do sinal para esse ponto onde a propagação normalmente é mais fraca, mas ainda existe — visto que o repetidor precisa desse sinal para poder redistribuí-lo. Naturalmente, ele precisa ser configurado — algo que pode ser feito por um notebook que consiga acessá-lo — e, dependendo do modelo e da configuração realizada, pode funcionar também como um segundo ponto de acesso (que utiliza a mesma internet do primeiro, no caso).

Repetidor intelbras iwe-3000 da intelbras sendo segurado por uma mão, dando destaque à entrada lan na parte inferior do aparelho.
O repetidor IWE-3000 da Intelbras é um exemplo híbrido de repetidor (pois pega o sinal Wi-Fi) e de extensor (por conta de sua entrada LAN para rede cabeada) disponível no mercado. (imagem: Intelbras/divulgação)

O extensor de sinal, por sua vez, embora tenha uma utilidade prática parecida, ele conta com características relativamente diferentes, alterando seu potencial de usabilidade. Como ele precisa ser necessariamente cabeado, não há a necessidade do dispositivo estar dentro da área de alcance do roteador original, visto que tudo o que ele precisa é que o cabo seja longo o suficiente para que haja a conexão entre ambos os aparelhos.

Além disso, ele também não sofre da redução da banda por conta de interferências no roteador, algo presente em conexões Wi-Fi sem fio, já que a conexão através do cabo ethernet não sofre de tal revés. É importante chamar atenção, contudo, que existem alternativas híbridas no mercado, visto que há opções que fazem tanto a repetição Wi-Fi do sinal (wireless) quanto a extensão via cabo ethernet no mesmo dispositivo.

Veja também

O caminho para melhorar o sinal do do Wi-Fi em sua residência começa com a escolha de um bom roteador. Confira nosso especial com os melhores roteadores com Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E disponíveis no mercado.

Fontes: Cnet, AllConnect, LifeWire e LifeHacker.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
14
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados