Computex Taipei 2019: conheça a segunda maior feira de tecnologia do mundo

A reunião revelou o que esperar para a Computex Taipei 2019
Saiba tudo sobre a segunda maior feira de tecnologia do mundo, realizada anualmente na cidade de Taipei, em Taiwan.

O Taitra – Taiwan Trade Center, órgão responsável pela promoção de empresas e tecnologias taiwanesas no Brasil, convidou a imprensa nacional para um evento sobre a Computex Taipei 2019, a segunda maior feira de tecnologia do mundo. O encontro serviu como um lançamento oficial do evento para o público brasileiro, contando com a presença também de executivos, empresários e representantes de grandes empresas.

A reunião revelou o que esperar para a Computex Taipei 2019
A reunião revelou o que esperar para a Computex Taipei 2019

Computex Taipei 2019

O evento anual está em sua 38ª edição e acontecerá nos dias 28 de maio a 1 de junho. Ele trará as principais novidades da Ásia em tecnologia, nos ramos como inteligência artificial (IA), computação, internet das coisas (IoT), jogos e realidade virtual (VR), blockchain, telecomunicações/5G e ecossistemas de tecnologia industrial.

Rachel Hsiu Ling Lu, diretora do Taitra Brasil, subiu ao palco para dar um panorama sobre as novidades que serão anunciadas na Computex Taipei 2019 e falar sobre a força da boa relação comercial existente entre empresas brasileiras e taiwanesas.

Rachel Hsiu Ling Lu, diretora do Taitra Brasil. Crédito da imagem: Bruno Oliveira
Rachel Hsiu Ling Lu, diretora do Taitra Brasil. Crédito da imagem: Bruno Oliveira

“Ainda existe um vasto campo a ser explorado para ampliarmos a parceria entre os dois países. Temos o Brasil como o nosso principal parceiro entre os países da América Latina. Da mesma maneira, nosso país é o principal ponto de entrada comercial do Brasil para o mercado asiático”

Ela comenta que a feira é um exemplo do espírito tecnológico do país e suas indústrias, servindo como mostruário do que as empresas locais e seus parceiros internacionais têm a oferecer. Taiwan é um dos polos tecnológicos da Ásia, com um avançado ecossistema de empresas e startups integradas com grandes nomes internacionais, como Apple, Google, Dell, HP, Sony, Lenovo, Microsoft, Intel, IBM, Qualcomm, Samsung, Amazon, Nintendo, Foxcomm, Xiaomi e Gigabyte.

A Computex do ano passado atraiu mais de 42 mil visitantes de 168 países
A Computex do ano passado atraiu mais de 42 mil visitantes de 168 países

A edição do ano passado mostrou a força do evento, atraindo mais de 42 mil visitantes de diversos países e com a participação de aproximadamente 400 startups. Neste ano, o evento acontecerá em um novo centro de convenções, o TWTC Nangang Hall 2. Nos dias das convenções, são realizados fóruns, workshops, oportunidades de encontro de empresas do setor e interação com as principais tecnologias de informação e comunicação no centro de exposição Innovex.

Um dos principais temas que serão apresentados na Computex 2019 é a chegada da Indústria 4.0, ou também conhecida como “Quarta Revolução Industrial”. Ela se destaca por integrar o uso de tecnologias e inovações diversas no campo industrial, e dessa forma tornar os processos mais produtivos. Entre essas inovações estão o avanço da robótica, impressão em3D, uso da nuvem para geração de dados, entre outros.

Taiwan: um centro de inovação

Através do auxílio governamental, Taiwan se tornou um grande cluster industrial de tecnologias de hardware para produtos eletrônicos. O país é o 13º melhor para se fazer negócios no mundo, segundo o Índice de Competitividade Global, e está se preparando para se tornar um dos líderes em tecnologias voltadas a acelerara internet das coisas (IoT).

Em termos globais, Taiwan representa 83,3% da produção mundial de laptops, 90% de computadores de mesa, 89,4% de placas-mães e 39,3% dos tablets fabricados no mundo. Seu ecossistema já está pronto para construir dispositivos inteligentes e conta com parceiros industriais com conhecimento e domínio na Internet das Coisas.

Taiwan é o único país da Ásia a se posicionar entre os “4 mais inovadores do mundo” no ranking do Fórum Econômico Mundial, e suas empresas estão entre as mais avançadas nas áreas de inteligência artificial, biotecnologia e manufatura avançada. O país também conta o título de maior cadeia de suprimentos da Apple, ultrapassando o Japão.

Parcerias com o Brasil

Diversas empresas taiwanesas já realizam negócios com o Brasil, que se tornou um dos seus principais parceiros comerciais na área de tecnologia. Fruto dessa parceria, o Brasil está sempre importando uma grande diversidade de componentes para TVs, smartphones, notebooks, computadores de mesa, câmeras de monitoramento, servidores e aplicações industriais dessas empresas parceiras. Só em 2017 o total foi de mais de US$402 milhões na importação desses produtos, e a tendência é que esse número cresça ainda mais.

A Adata Technology é uma delas, trabalhando com empresas locais para montar e/ou produzir esses componentes em solo nacional. Para falar dela, foi convidado o Sr. Pedro Daldegan, gerente de vendas da empresa.

A Adata investiu US$ 80 milhões em sua primeira fábrica no Brasil em 2016
A Adata investiu US$ 80 milhões em sua primeira fábrica no Brasil em 2016

O portfólio de produtos da Adata inclui memórias, pendrives, cartões de memória, discos de armazenamento, e acessórios para computadores e produtos gamers. Ao produzir localmente, a Adata se beneficia de benefícios fiscais e comenta o desenvolvimento de soluções nacionais de tecnologia.

A Positivo Tecnologia, empresa com sede em Curitiba, também foi convidada para contar um pouco sobre os 30 anos com as indústrias de Taiwan. Quem subiu ao palco foi Daniela Colin, a diretora de produtos da empresa.

A memórias para computadores são produzidas no Brasil, mas homologadas em Taiwan
A memórias para computadores são produzidas no Brasil, mas homologadas em Taiwan

Desde a década de 80, a Positivo desenvolve eletrônicos em parceria com empresas da Ásia, para venda no Brasil. Testes de produtos e certificações são realizados em Taiwan, mesmo quando há a necessidade de utilizar componentes brasileiros, otimizando assim a cadeia produtiva da empresa e reduzindo custos.

É lá que são produzidos os notebooks da marca Vaio, desenvolvidos por japoneses mas produzidos em Taiwan. Quanto aos smartphones, a produção é coordenada em conjunto com a China.

Para mais informações sobre a feira, visite o site oficial da Computex Taipei 2019.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta