Saiba como conciliar dois empregos

É possível conciliar 2 (ou mais) empregos?

Avatar of letícia leite
Conheça motivações, dificuldades e aspectos jurídicos dos overemployed, modalidade que ganhou força com o trabalho em home office

Muitos profissionais estão aproveitando as mudanças nos hábitos e as tendências do trabalho remoto – consequências da pandemia – para conciliar 2 (ou mais) empregos, seja para complementar a renda do mês ou para adquirir experiências.

Com certeza a sua vida vai mudar após aceitar um segundo trabalho, independente da função e da carga horária. De qualquer maneira, não é uma tarefa fácil e é preciso adotar estratégias pra manter o equilíbrio.

Com um planejamento do que você precisa fazer em cada um dos seus trabalhos, com certeza vai evitar estresses, desgastes e entregar o máximo de performance nas suas funções, afinal, você quer continuar com dois empregos, como o Julius, de Todo Mundo Odeia o Chris, né?

Porém, é importante entender alguns pontos antes de cair de cabeça no mundo dos overemployed.

É possível conciliar 2 (ou mais) empregos?. Conheça motivações, dificuldades e aspectos jurídicos dos overemployed, modalidade que ganhou força com o trabalho em home office
Rochelle, sempre que podia, mencionava os 2 empregos do marido
Imagem: Todo Mundo Odeia o Chris

A tendência overemployed

Entre as tendências do trabalho remoto, está o overemployed
Entre as tendências do trabalho remoto, está o overemployed
Imagem: Pexels

O overemployed é uma tendência que deslanchou após os dois anos de pandemia que causaram um aumento na quantidade de pessoas no estilo de trabalho home office. Este cenário fez surgir profissionais assumindo – silenciosamente – mais de um emprego.

Possuir mais de um fonte de renda se tornou uma rede de segurança durante um período em que aconteceram demissões em massa e o fechamento de diversas empresas. Assim, a possibilidade de trabalhar de casa mostrou aos trabalhadores, principalmente da área digital e tech, que seu esforço poderia ser investido em responsabilidades de níveis equivalentes ou totalmente diferentes do emprego original.

Entre tantos casos, encontramos profissionais que possuem um emprego principal fixo e nos horários livres fazem trabalhos freelances, que é um tipo de profissional autônomo executando atividades de maneira mais independente, sem precisar cumprir um horário pré-determinado. Assim, ele precisa cumprir apenas datas de entrega e, claro, resultados relevantes.

Existem também aqueles que apenas investem apenas em trabalhos do tipo freelance, formando toda a sua renda mensal com esse tipo de contrato. Desta maneira, o prestador de serviço desenvolve trabalhos para pessoas físicas e jurídicas sem nenhum vínculo empregatício.

No entanto, qualquer uma dessas conciliações de trabalho precisa de análises um tanto quanto profundas, já que é preciso entender o motivo de estar embarcando numa aventura workaholic e se realmente valerá a pena.

Complemento de renda

Se a necessidade é aumentar a renda mensal, é válido o questionamento sobre a duração de tal esforço, se é algo que será adotado apenas em curto ou a longo prazo. Por exemplo, para quem está pensando em juntar dinheiro apenas para uma viagem dos sonhos ou comprar um computador novo, tudo fica mais tranquilo, afinal, o esforço intelectual pode ser datado. Em outras palavras, você estabelece uma data limite para arrecadar o montante desejado de acordo com o tempo trabalhado e o valor recebido por dia ou mês.

Agora, se a situação exige a sustentação de dois empregos a longo prazo para manter seus gastos mensais rotineiros, tente trabalhar com as suas habilidades atuais ao invés de ir para uma outra área, em que provavelmente ganhe menos por não possuir uma experiência anterior.  

Exemplificando: se você é um educador físico, é mais interessante lançar um curso sobre como aumentar sua massa muscular, por exemplo, ao invés de tentar se especializar em contabilidade.

Uma outra dica é que, dependendo da empresa, dá para ganhar mais trabalhando em dois cargos do nível júnior, do que um cargo sênior. Outra vantagem é que por conta do menor nível de complexidade, pa vida do trabalhador é facilitada ao conciliar dois empregos com menos responsabilidades.

Adquirir experiência

Quando o overemployed não é motivado financeiramente, mas sim pelo objetivo de conquistar experiências e novas habilidades, o foco são empregos que satisfaçam esse aspecto. Então, o que mais se encontra são pessoas apostando em vertentes diferente do cargo atual, em que o trabalhador terá outras funções e responsabilidades – quem sabe até mais importantes – e que consequentemente podem levar a novas oportunidades. Redatores de uma agência de publicidade podem exercer a função de revisores em outra empresa, em um breve exemplo.

É preciso entender onde você se encaixa no mundo overemployed para conseguir gerenciar todos os empregos sem problemas físicos, mentais e até mesmo jurídicos.

É permitido ter mais de um emprego?

É preciso analisar contrato e cada caso especificamente para saber se é permitido ter mais de um emprego
É preciso analisar contrato e cada caso especificamente para saber se é permitido ter mais de um emprego
Imagem: Assilcon

Poder ou não ter mais de um emprego é uma dúvida muito comum. Entretanto, vai depender de cada contrato de trabalho assinado, pois caso os empregadores exijam exclusividade vai ser necessário cumpri-la, sob risco de ser demitido sob justa causa.

O artigo 482 da CLT deixa claro que, quando o acúmulo de empregos “for prejudicial ao serviço” do funcionário, poderá ser considerada a justa causa para rescisão de contrato. Este fato pode ocorrer quando o trabalhador subestima o acúmulo de responsabilidades entre os empregos e não dá conta do recado.

Por esse motivo, algumas pessoas chamam essa relação de “bigamia empresarial”. Mesmo que não haja proibição, as regras do seu contrato de trabalho e da CLT devem ser cumpridas. Resumindo, seu “trabalho principal” não deve ser afetado por outro tipo de demanda.

Além disso, mesmo quem trabalha com carteira assinada no modelo CLT pode possuir um MEI (microempreendedor individual). Logo, por mais que seja permitido ter mais de um emprego, é importante relembrar que as atividades do MEI não podem atrapalhar o emprego CLT, pois pode ocorrer a justa causa. Existem outros pontos importantes a se observar:

MEI e CLT: contribuição dupla

É isso mesmo! O trabalhador vai precisar contribuir ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pelos dois meios, ou seja, mesmo que uma porcentagem do salário CLT seja direcionada à seguridade social, o MEI não ficará livre de pagar mensalmente o Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que inclui a contribuição ao INSS.

Direito ao seguro desemprego

É preciso analisar caso o contrato de trabalho CLT continue vigente e paralelo ao MEI. Em caso positivo, você terá dificuldades para a obtenção do seguro desemprego na hipótese de MEI ter auferido renda superior a um salário mínimo no período que estiver sem função com carteira assinada.

No caso de CNPJ, por exemplo, são cruzado os dados e indeferidos os pedidos de seguro desemprego, independentemente de ter faturamento ou não.

Os demais direitos trabalhistas típicos da CLT continuam vigentes, como, por exemplo, o direito a férias, décimo terceiro e descanso semanal.

Organização e saúde mental

Organização para conciliar 2 (ou mais) empregos
Acima de tudo, é preciso se organizar para ter mais de um emprego
Imagem: Pexels

O jeito que você irá organizar os seus dois (ou mais) empregos com certeza vai ter um impacto — positivo ou negativo — na sua vida profissional e pessoal. Ser organizado pode permitir que sobre mais tempo para realizar outras tarefas importantes para sua saúde mental, como, por exemplo, se exercitar e passar mais tempo com a família.

Faça listas de prioridade

Prioridade significa algo que deve vir em primeiro lugar, que é muito importante e que pode afetar outros afazeres se não for resolvido com urgência. As prioridades precisam ser concluídas, mas cuidado para tudo não virar prioridade na sua lista.

Uma outra dica para a lista de afazeres importantes do dia é ir riscando ao finalizar a tarefa, dessa forma você terá uma boa visualização do que foi finalizado e ainda está pendente.

Utilize um aplicativo organizador

Se apenas fazer uma lista não for o suficiente para a organização, é hora de investir em um aplicativo que consegue ajudar com as tarefas diárias. Para isso, listamos algumas opções fáceis de utilizar e que podem melhorar o fluxo de trabalho:

Cuidado com a sobrecarga de trabalho

Como conciliar dois empregos com equilíbrio
Cuidado com a sobrecarga de trabalho, tire um momento pra você!
Imagem: Pexels

Trabalhar mais de 12 horas por dia é algo muito comum para quem tem mais de um emprego, no entanto mesmo com muita organização pode ser que você não encontre tempo para seus compromissos pessoais com a família, amigos e outras atividades sociais. Isso pode ser um sinal vermelho para a sua saúde mental.

Trabalhar é bom, mas a sobrecarga pode causar diversos transtornos e um dos principais atualmente é a síndrome de burnout, um distúrbio emocional com sintomas de exaustão extrema, estresse e esgotamento físico resultante de situações de trabalho desgastante. Alguns sintomas comuns para identificar são:

  • Sentimentos de fracasso e insegurança;
  • Dor de cabeça frequente;
  • Insônia;
  • Dificuldades de concentração;

Por isso, se estiver sentindo qualquer um desses sintomas, o ideal é diminuir o ritmo e procurar um psicólogo. E se você não tiver em condições de pagar um atendimento, entre em contato com o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

O caso do publicitário que trabalhava em quatro agências

E pra finalizar com um fato mais humorístico sobre uma das maiores tendências do trabalho remoto, vale a pena relembrar uma história que surgiu em 2021, de um publicitário que estava empregado em quatro agências de publicidade ao mesmo tempo e em cargos altos (como é que ele aguentava?). Confira a thread inteira no tweet abaixo:

Qual será que era a motivação dele? Dinheiro? Ou experiência e networking?

Se você tem um palpite ou quer apenas compartilhar sua experiência dentro do mundo overemployed, conta pra gente nos comentários!

Para quem tem um emprego e deseja arriscar nessa tendência – mas de maneira organizada e sem atingir um burnout listamos mais de 200 vagas de emprego tech remotas e também locais em grandes empresas.

Fontes: Indeed, The Muse, BBC, Contábeis

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
19
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados