Google vai incluir dados de privacidade de apps na Play Store

Privacidade de apps na play store
Google pretende implementar política de privacidade de apps na Play Store. Medida sugere maior clareza sobre informações coletadas de usuários

Uma coisa que vem sido falada bastante ultimamente é sobre privacidade de dados na internet. O Google quer proteger seus usuários e pretende ser mais claro quanto ao uso de seus dados, melhorando a privacidade de apps na Play Store. Esse processo está previsto para que seja realizado e concluído em até um ano.

Vimos recentemente que a Apple mudou sua política sobre a coleta de dados de seus usuários, solicitando permissão para que certos aplicativos acesses suas informações. Seguindo essa tendência, o Google também vem se preocupando com a segurança dos usuários de Android e quer implementar também uma política para a segurança nos dados de privacidade.

Exemplo de segurança da apple
Como funciona atualmente a clareza de informações de segurança de dados, nos iPhones

Eles pretendem o fazer da forma mais simples e clara para o consumir, a fim de que, ao utilizarem seus serviços, fiquem mais tranquilos ao saberem os dados que de fato aqueles aplicativos querem e/ou precisem acessar para sua funcionalidade.

Além da coleta de dados que poderá ocorrer, após você ter ciência de quantos e quais são, o Google Play Store ainda requererá dos desenvolvedores para que seus aplicativos possuam informações como: práticas de segurança, como criptografia; a necessidade de seguir a Política Familiar, informar se o aplicativo necessita daquele informação para funcionar ou se o usuário pode escolher entre compartilhar essas informações solicitadas ou não; conferência da segurança do aplicativo através de verificação certificada e perguntar se o usuário vai querer que suas informações sejam excluídas, se o aplicativo for desinstalado.

Além disso, o Google também solicitará que os desenvolvedores de aplicativos digam qual o tipo de dados estão sendo coletados e mantidos, como exatidão de localização, contatos do usuário, dados pessoais e etc, assim como ele também quer saber como os desenvolvedores estão usando esses dados em seus respectivos aplicativos.

Quando de fato ocorrerá a privacidade de apps na Play Store?

Existe um calendário que indica os passos que este processo tomará, até sua conclusão e definitiva implementação:

  • Segundo trimestre de 2021: pré-anúncio (período em que estamos atualmente);
  • Terceiro trimestre de 2021: disponibilização da Política de Segurança;
  • Quaro trimestre de 2021: os desenvolvedores poderão começar a declarar as devidas informações para o Google Play;
  • Primeiro trimestre de 2022: usuários de Android poderão começar a ver essa seção específica na Google Play Store;
  • Segundo trimestre de 2022: última oportunidade para que os aplicativos novos e existentes declarem as informações necessárias.
Calendário para implementação da privacidade de apps na play store
O calendário para a implementação do serviço

Essas datas estão sujeitas à alteração, conforme indicado pelo Google.

A intenção do Google é, enquanto e após implementar este novo recurso, que continue a aprimorar sua política de segurança, principalmente no que se refere à rigidez em relação aos desenvolvedores, solicitando as especificidades dos dados coletados, assim como a facilidade dos usuários entenderem quais informações de fato estão sendo usadas e por quais aplicativos.

O que achou sobre a nova política de privacidade de apps na Play Store? Conta pra gente nos comentários!

Entenda como funciona essa medida, como exemplo, no iPhone através do bloqueador de rastreio de apps.

Fonte: Android, The Verge e ZDNet.

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário