Hawkeye episódio 5 e 6 - análise e easter egg

HAWKEYE: Crítica e easter eggs nos episódios 5 e 6

Avatar of amanda almeida
Os episódios finais de Hawkeye trouxeram revelações e um encerramento morno, mas satisfatório, na medida do possível

Os episódios 5 e 6 de Hawkeye foram a confirmação que estávamos esperando do retorno de personagens que já foram apresentados para nós, mas que ainda não tinham sido assumidos pela Marvel Studios. E, sinceramente, foi uma adição para lá de ótima, e só sigo ansiosa para saber o que o futuro do MCU nos reserva.

É possível que todos tenham sidos completamente frustrados pela mudança que Hawkeye trouxe no episódio da semana passada, já que desde WandaVision os episódios 5 são sempre o grande ápice da temporada, enquanto que aqui, tivemos que esperar por uma longa outra semana para finalmente ver o confronto final entre Clint, Kate, Echo, Yelena, Eleanor, Kazi, a Máfia do Agasalho e, claro, Wilson Fisk. Mas é aquilo que a série tem nos passado desde o primeiro episódio: não se trata de outro apocalipse MCU. Não é o fim do mundo. É sobre família e o que você está disposto a fazer por eles e sem eles.

Episódio 5

O episódio 5 de Hawkeye retratou coisas importantes, mesmo que não tenha sido a grande explosão que esperávamos; “Ronin” leva tempo para preencher algumas lacunas da Viúva Negra. Voltamos até 2018 e nos juntamos à missão contínua de Yelena de libertar outras viúvas ao redor do mundo. Mostra-nos o que acontece quando ela é roubada pelo Snap (o pó não incomoda menos) e quando Yelena regressa, Natasha está morta. 

Já sabemos que Valentina atribuiu sua morte a Clint, mas embora “Ronin” faça Kate tentar colocar uma semente justificável de dúvida na mente de Yelena sobre a culpa de Clint, eu suspeito que já esteja lá — se Yelena realmente quisesse vingança rápida pela morte de Natasha, ela provavelmente não precisaria de um pequeno e doce pagamento de Eleanor Bishop para fazer o trabalho.

O encontro de Kate com Yelena foi um prazer. A conversa continuou por um tempo, mas eu poderia ter assistido Florence Pugh e Hailee Steinfeld conversando o dia todo, honestamente. As atrizes mastigam esses personagens tão bem, e Pugh joga com o potencial perigoso de Yelena como um gato de olhos brilhantes brincando com um camundongo apavorado. Esses dois acabarão se tornando parceiros? Jovens Vingadores? Amigos? Amantes? Sim, o coração da internet quer o que quer.

Hawkeye episódio 5
Florence Purg como Yelena Belova em Hawkeye – Episódio 5 – Créditos: Marvel Studios / Disney+

Enquanto isso, a doçura do relacionamento de Kate e Eleanor vem à tona. A traição de Eleanor, mais a revelação de que ela está em conluio com Wilson Fisk, provavelmente afetará Kate com força. Em quem Kate pode realmente confiar? Em quem ela pode acreditar? Talvez seja melhor ela se desfazer de um pouco de sua inocência para perceber que a vida de um super-herói é quase sempre uma bagunça de partir o coração.

Echo, apresentada ao MCU como mais um vilã, também está fazendo algumas perguntas difíceis; sua busca para matar Ronin agora entra em turbulência. Talvez o braço direito de Maya, Kazi, não estivesse presente na noite em que seu pai foi morto por Ronin porque o “Tio” não queria que ele fosse ferido durante a confusão, ou talvez porque Kazi era o informante de Clint. 

Maya pode acidentalmente se encontrar indo para o lado de Clint, ao invés de estar em sua garganta. O mistério do relógio Rolex Composto de Vingadores mais uma vez fica em segundo plano neste episódio, mas tudo bem.

Episódio 6

Mas então chegamos ao episódio 6 de Hawkeye que foi uma explosão de informações, mesmo que não tenha sido exatamente o final épico que muitos esperavam; sim, a guerra contra Thanos pode ter terminado há algum tempo, mas permanece nos corações dos sobreviventes Yelena Belova e Clint Barton, nenhum dos quais realmente se recuperou da morte de Natasha Romanoff. 

Yelena e Clint

Hawkeye season finale
Yelena e Clint conversando sobre a morte de Natasha – Créditos: Marvel Studios / Disney+

Yelena nem estava lá durante a luta, tendo sido tirada da existência com metade da população, mas ela sofre pelo que ela perdeu, e a dor equivocada atingiu Clint bem no rosto durante este final.

Acho que todos nós sabíamos que uma verdadeira conversa franca entre os dois resolveria as coisas rapidamente, mas isso não me impediu de chorar quando eles finalmente se entenderam. É hora de lembrar de Natasha como ela gostaria de ser lembrada: teimosa como o inferno e com total controle de seu destino. 

A única pessoa culpada por sua morte é Thanos, e esse cara está morto, morto, morto. Deixá-lo dominar tantas emoções após o fato apenas dá a ele um pouco da vitória que ele um dia desejou, e isso nunca vai dar certo.

Eleanor e Kate

Claro que havia ainda mais ar para limpar e tramas para encerrar no final de Hawkeye, a maioria dos quais foi tratada na cena de abertura entre Wilson Fisk e Eleanor Bishop. Este último estava presente para confirmar que sim, ela matou Armand III, e sim, ela trabalhou para Fisk desde que o pai de Kate morreu e os deixou sobrecarregados com uma enorme dívida com ele que já havia sido paga com algum exorbitante interesse no topo. 

Eleanor era simplesmente uma peça no tabuleiro de xadrez de Fisk, explorada além da medida. Ela pode ter batido o pé só de pensar no perigo de Kate, mas acabou pagando o preço de qualquer maneira.

Depois que Kate termina de confrontar Eleanor pela maneira como ela lidava com as coisas, ela assiste Eleanor ser presa pelo assassinato de Armand III e outros crimes. Enquanto Eleanor é posicionada como uma vítima assustada das circunstâncias, que sente que não tem outra escolha a não ser ficar na linha atrás de Wilson Fisk e cumprir suas ordens, Kate a vê como alguém que precisa responder pelo que fez. Poucos minutos depois, Kate felizmente caminha para o pôr do sol com o prolífico assassino Clint Barton, que queima seu terno Ronin e faz de tudo, menos tirar a poeira de suas mãos e dizer “bem, é isso.”

As consequências do Ronin

Parece uma pena que a exploração da responsabilidade de Clint por suas ações como Ronin pareça terminar aí, com havendo uma regra para os “normies” do MCU e outra para os Vingadores. É um tema que o próprio MCU tem se atrapalhado desde os eventos de Capitão América: Guerra Civil , e talvez seja um que a Marvel deva escolher revisitar no futuro. 

Eu tenho que dizer que o status quo atual ainda não se ajusta bem a mim, e se o MCU tem a intenção de honrar o legado de Tony Stark na história, esta seria uma maneira importante de realmente fazer isso, considerando o quão determinado Tony estava em ter os Vingadores responsabilizados pelo que fazem e quem eles machucam no processo.

Espírito Natalino

Colocando isso de lado, no entanto, o final em si foi praticamente pura alegria natalina, com um nível sólido de ímpeto e ação incrível, e oferecendo presentes suficientes até a Marvel começar a distribuir novos mimos em 2022.

O retorno de Vincent D’Onofrio como Rei do Crime foi tão emocionante quanto eu esperava, e a briga de Yelena e Kate no elevador e além foi tudo que eu poderia ter pedido e muito mais. Florence Pugh e Hailee Steinfeld são incríveis juntas na tela e interpretam as personagens uma da outra tão bem. Todos ovacionem a mais nova Hawkeye e a Viúva Negra, uma nova geração que parece muito mais disposta a questionar suas ordens do que Clint e Natasha fizeram no início.

Hawkeye: crítica e easter eggs nos episódios 5 e 6. Os episódios finais de hawkeye trouxeram revelações e um encerramento morno, mas satisfatório, na medida do possível
Vincent D’onofrio de volta ao seu papel como Rei do Crime / Wilson Fisk para a Marvel – Créditos: Marvel Studios / Disney+

Honestamente, a maior parte desse final de Hawkeye foi o equivalente a desembrulhar um presente de natal: a montagem pré-confronto de Clint e Kate criando um conjunto de flechas, tudo com o Jack Duquesne de Tony Dalton (eu não consigo nem diminuir), os LARPers se destacando para a ocasião.

A Máfia do Agasalho continuando a ser uma delícia mesmo enquanto eles foram abatidos como tantos pinos de boliche, a coruja na árvore de Natal voando fora com a minúscula van Trust a Bro, Echo vs Kazi (infelizmente morto com facilidade) e Kingpin; a revelação de que sim, Laura Barton já foi uma agente da SHIELD também, e provavelmente uma das melhores cenas pós-crédito que o MCU já fez: uma performance completa e desavergonhada de Marc Shaiman e “Save the City” de Scott Wittman de Rogers: O musical (vergonha alheia).

O Futuro da Marvel

Outra coisa que me deixou muito satisfeita é que o final de Hawkeye não foi usado para preparar a próxima aventura da Fase 4. Não houve provocação do Demolidor ou grande participação especial. Todos tiveram o fechamento, mesmo se em alguns casos esse fechamento provavelmente levou diretamente a seus futuros no MCU.

Hawkeye - echo
Alaqua Cox como Maya / Echo para Hawkeye – Créditos: Marvel Studios / Disney+

Echo e Kate sem dúvida estarão de volta, e Yelena também. Clint Barton? Bem, talvez ele finalmente consiga a aposentadoria que anseia há anos, sabendo que tem uma substituta tão boa e disposta a lutar o bom combate, e que acredita que ela pode vir em seu socorro sem o bônus adicional de superforça ou um traje voador que atira lasers. Kate, Echo e Yelena acabaram de acordar.

Easter eggs nos episódios 5 e 6 de Hawkeye

Os episódios finais de Hawkeye tem muita ligação direta com Viúva Negra, então eis aqui a recomendação fortíssima de ver o filme, caso ainda não tenha assistido. É nele que sabemos mais sobre Yelena e a família russa de Natasha.

Homem-Aranha Sem Volta Pra Casa

  •  Hawkeye e Homem-Aranha: No Way Home se conectam! Em Spider-Man: No Way Home, a Rogers: The Musical billboard é claramente visível quando Spidey e MJ estão passando por Manhattan. No episódio 5 Yelena sugere ver a “nova e melhorada Estátua da Liberdade”, o que se refere ao fato de vermos, em No Way Home, que eles estão trabalhando para adicionar o escudo do Capitão América ao monumento. 
  • Isso nos diz duas coisas sobre a linha do tempo MCU: sabemos que No Way Home ocorre no primeiro ano após Avengers: Endgame, uma vez que começa exatamente de onde Far From Home parou. Nesse filme, as reformas da Estátua da Liberdade estão em andamento, pois ainda há andaimes cobrindo o monumento. Hawkeye ocorre pelo menos um ano, possivelmente dois, depois disso. Isso também significa que Rogers: The Musical estava sendo anunciado um ano após os eventos do Endgame. Talvez tenha sido em prévias ou algo assim.

Flechas

  • Durante o episódio 6, temos um momento muito divertido de Kate e Clint fazendo as próprias flechas. Nós os vemos criando um monte de quadrinhos precisos e novas flechas, enquanto Kate nomeia cada uma delas. Se você quiser ter uma ideia do tipo de flecha que eles estão fazendo, a página abaixo do Manual do Universo Marvel é uma referência divertida.
Hawkeye: crítica e easter eggs nos episódios 5 e 6. Os episódios finais de hawkeye trouxeram revelações e um encerramento morno, mas satisfatório, na medida do possível
Créditos: Marvel Comics / Eliot R. Brown

Wilson Fisk

  • Em outro aceno aos quadrinhos, no episódio 6 de Hawkeye, temos Wilson em uma camisa havaiana estilosa com seu terno branco característico. Isso foi retirado diretamente de Amazing Spider-Man: Family Business #1. Com sua bengala de diamante e um baile de gala desempenhando um papel importante na história, parece uma questão realmente influente no final. 
Hawkeye: crítica e easter eggs nos episódios 5 e 6. Os episódios finais de hawkeye trouxeram revelações e um encerramento morno, mas satisfatório, na medida do possível
Créditos: Marvel Comics / Gabriele Dell’Otto

Agente 19!

Hawkeye episódio 6
Agente 19 / Barbara “Bobbi” Morse / Hárpia – Créditos: Marvel Comics
  • Parece que as teorias estavam certas: o episódio 6 de Hawkeye nos indica que Laura Barton é a Harpia do MCU. Como nós sabemos disso? Bem, esse seria o relógio que Clint deu a ela. Aquele Rolex pertencia à Laura e no verso tinha um logotipo da SHIELD e o número 19. Nos quadrinhos, Bobbi Morse, também conhecida como Harpia, é a Agente 19 da SHIELD! A própria série da SHIELD apresentou a personagem, mas como a Marvel Studios ainda não colocou esse show como cânone no universo, podemos afirmar que essa é a possível única Agente 19 do MCU.

Acha que esquecemos algum outro easter-egg? Comente aqui! Aproveite também e nos conte o que achou da série como um todo! Lembrando que agora todos os episódios de Hawkeye estão disponíveis no Disney+ e você já pode conferir a temporada completa!

Confira também

Homem-Aranha Sem Volta Pra Casa está entre os melhores do MCU

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados