Cientistas desenvolvem lentes de contato inteligentes que dão zoom com piscar de olhos

Cientistas desenvolvem lentes de contato inteligentes que dão zoom com piscar de olhos 3
Novas lentes de contato inteligentes são capazes de detectar movimentos dos olhos e criar efeitos como o de zoom

O avanço na tecnologia vem trazendo cada vez mais novidades e soluções que ainda podem parecer coisa de ficção científica. É o caso das novas lentes de contato inteligentes, desenvolvidas por cientistas da Universidade da Califórnia San Diego. Elas vão além de lentes comuns e conseguem produzir um efeito de zoom na visão com um simples piscar de olhos.

Como funcionam as lentes de contato inteligentes

Obviamente a tecnologia envolvida nesses tipos de lentes de contato inteligentes e o processo envolvido para que isso possa acontecer são um tanto complexos. Porém é possível simplificar um pouco o funcionamento dessas lentes em linhas gerais.

As novas lentes de contato inteligentes funcionam através da medição de impulsos elétricos
As novas lentes de contato inteligentes funcionam através da medição de impulsos elétricos

O procedimento utilizado pelos cientistas para realizar esse feito é chamado de eletro-oculografia. Através desse procedimento, é possível medir os impulsos elétricos que são gerados pelos olhos humanos quando eles fazem alguns movimentos. Assim, foi possível que eles pudessem entender e medir os impulsos gerados quando uma pessoa move os olhos para a esquerda, para cima, para baixo, para a direita e até quando os pisca.

Para completar, eles também desenvolveram uma lente que é capaz de reagir a esses impulsos, chamada de lente biomimética. Com isso, toda vez que essas lentes de contato inteligentes detectam o impulso de piscar os olhos duas vezes de forma rápida, elas conseguem mudar a distância focal como consequência. Com isso, realiza-se o zoom.

Para acionar o zoom, basta piscar os olhos duas vezes
Para acionar o zoom, basta piscar os olhos duas vezes

Consequências e uso prático das lentes

Por enquanto, os cientistas ainda estão trabalhando em um protótipo, então é possível que elas se tornem mais precisas ou até mesmo com mais funcionalidades em um futuro próximo. Eles já publicaram um documento explicando todo o processo em detalhes e o projeto em que estão trabalhando, que ainda é indicado como experimental.

Dessa forma, eles não apontaram nenhum propósito claro para as novas lentes de contato inteligentes, porém ressaltam que elas funcionam independente se o usuário é capaz de enxergar ou não. Isso porque mesmo que a pessoa não enxergue, ela ainda consegue emitir os impulsos elétricos com os movimentos dos olhos.

Talvez esse seja um dos pontos de interesse do projeto, trazer para as lentes de contato inteligentes um propósito também relacionado a pessoas com problemas de visão ou até mesmo aquelas que não enxergam.

Fonte: 4gnews

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe uma resposta

Receba notícias por e-mail