Itaú como líder da lista de marcas mais valiosas de 2021

Itaú lidera ranking de marcas brasileiras mais valiosas de 2021

Avatar of victor pacheco
Banco segue no topo desde criação de estudo, mas empresas como Magazine Luiza e Claro provam que estão crescendo mesmo com a pandemia

O mês de dezembro é definitivamente marcado por relatórios que nos dão uma visão geral sobre o ano que está “fazendo as malas” e já podemos saber quais são as marcas brasileiras mais valiosas de 2021. Um estudo da Interbrands, empresa de consultoria de marca que atende marcas de todo o mundo e possui 15 escritórios espalhados ao redor do globo, incluindo São Paulo.

O grande destaque ficou por conta do banco Itaú, que possui um valor de mercado de mais de R$ 40 bilhões. A instituição financeira segue no topo da lista em relação ao ano de 2020 e não houveram muitas mudanças nas 10 primeiras posições do ano passado. Entenda detalhes que permitiram que o estudo fosse desenvolvido e como as marcas ainda precisaram se transformar em 2021.

Como as marcas brasileiras mais valiosas de 2021 foram escolhidas?

Na hora de definir quais são companhias serão definidas como as marcas brasileiras mais valiosas de 2021, a Interbrand leva cinco fatores em consideração. A grande análise é focada em necessariamente, dar espaço para marcas que possuem origem brasileira. Mas outros pontos também são analisados. São eles:

  1. A empresa precisa ter origem brasileira;
  2. É necessário que todos os dados financeiros sejam públicos;
  3. Os resultados individuais precisam ser publicados (várias marcas não podem ser consideradas uma só, apesar de serem parte de um conglomerado);
  4. A empresa precisa gerar lucro econômico de positivo;
  5. O índice final de força precisa acima de 50.

A força da marca é medida com três pilares que possuem 10 atributos cada, gerando uma nota no final da análise de empresas que estão classificadas para entrar no estudo de marcas mais valiosas de 2021. A Interbrand citou que não é possível que uma companhia se inscreva para entrar no estudo, então uma revisão mais geral é feita e o afunilamento vai sendo feito de acordo com os devidos critérios. Também se sabe que a construção de dinâmica de marca foi o principal critério de escolha do ranking deste ano.

Itaú no topo da lista pelo segundo ano seguido

No geral, 25 marcas fazem parte do estudo que analisa todos os pontos citados acima. A grande novidade ficou por conta da Claro, que fez sua estreia na 14ª posição da lista geral. Antes disso, a marca não estava dentro das exigências devido a ter diversas divisões. Mas agora, fez sua estreia no ranking de marcas mais valiosas de 2021. A Hering, do setor de roupas, também fez sua estreia, mas na 25ª posição. Confira o ranking geral e os respectivos valores de cada uma:

  1. Itaú – R$ 40,5 bilhões (+8%);
  2. Bradesco – R$ 27,5 bilhões (+5%);
  3. Skol – R$ 18,8 bilhões (+7%);
  4. Brahma – R$ 12,7 bilhões (+6%);
  5. Natura – R$ 10,2 bilhões (+5%);
  6. Banco do Brasil – R$ 9,8 bilhões (+3%);
  7. Petrobras – R$ 3,2 bilhões (+3%);
  8. Magazine Luiza – R$ 2,9 bilhões (+66%);
  9. Vivo – R$ 2,8 bilhões (+5%);
  10. Americanas – R$ 1,7 bilhão (+25%);
  11. XP investimentos R$ 1.774 bilhão (+5%);
  12. Rennner R$ 1.747 bilhão (12%);
  13. Posto Ipiranga R$ 1,160 bilhão (+%1);
  14. Claro R$ 1.080 bilhão (Nova na lista);
  15. Cielo R$ 1.067 bilhão (-4%);
  16. Drogasil R$ 1.057 bilhão (+6%);
  17. Porto Seguro R$ 883 milhões (+3%);
  18. Havaiainas R$ 860 milhões (+16%);
  19. Casas Bahia R$ 706 milhões (+2%);
  20. Assaí R$ 654 milhões (13%);
  21. Atacadão 608 milhões (+9%);
  22. PagSeguro R$ 570 milhões (+5%);
  23. SulAmérica R$ 564 milhões (+3%);
  24. Localiza R$ 551 milhões (+4%);
  25. Hering 520 milhões (Nova na lista).

O grande desafio das marcas foi se adaptar ao conhecido “novo normal” que tantas pessoas falam. Foi necessário reaprender a trabalhar em alguns setores, assim como passar a atuar de acordo com o que os órgãos de saúde indicam. Outro grande destaque da lista de marcas mais valiosas de 2021 foi justamente o valor mínimo da última posição foi de R$ 520 milhões, como você percebeu. Está cada vez mais difícil entrar na lista.

Ranking de marcas brasileiras mais valiosas de 2021 com itaú no topo
Itaú segue no topo de marcas brasileiras mais valiosas
(Foto: Interbrand)

Em uma soma total, todas as marcas que estão na lista valem R$ 144.707 bilhões, um crescimento de 7% em relação ao estudo do ano passado. Se sabe que o varejo foi o setor que apresentou o maior lucro entre 2020 e 2021, com um crescimento de 38%.

Fechando as curiosidades sobre as marcas brasileiras mais valiosas de 2021, a Magazine Luiza é a empresa que mais cresceu nos últimos 4 anos: registrou um crescimento de 292% neste período. As Americanas também são 175% maiores depois de fusão de marcas e agora,, é reconhecida como empresa única e próxima ao cliente.

Novas Arenas de atuação

Um dos grandes destaques do estudo de marcas brasileiras mais valiosas de 2021 foram as arenas. Estes são campos de atuação mais abertos das empresas e que geralmente, acontecem devido à uma estratégia de mercado para aumentar o lucro e claro, a participação no mercado. Um exemplo deste fenômeno foi o Banco Inter, que apesar de ser uma instituição financeira, passou a ter um marketplace que já gerou um lucro de R$ 2 bilhões para o banco.

Arenas de atuação onde empresas podem investir para ter uma maior participação de mercado
Marcas podem agir para criar novas soluções sem necessariamente atuar em seu mercado foco
(Foto: Interbrand)

Outra empresa que passou a atuar em um mercado que não é seu foco principal é o iFood, que passou a ter um programa de benefícios que aumentou o número total de usuários em 400%. A Vivo chegou a lançar um programa de educação que beneficia 65 milhões de clientes. As empresas estão focadas em ter uma maior participação de mercado por meio ações que não são adotadas por seus concorrentes.

“É importante uma nova perspectiva que seja dinâmica e mais ampla e os consumidores estão vendo mais as marcas do que as categorias (de produtos) As principais ameaças estão provavelmente fora dos setores.”

Rodrigo Marques, Diretor Executivo da Interbrand São Paulo

O que este estudo ensina para os CEOs?

De fato, estamos passando por uma grande transformação e apenas as marcas que se adaptaram à isso sobreviveram aos últimos dois anos. A apresentação do estudo das marcas brasileiras mais valiosas em 2021 também contou com a presença de dois executivos: Raymundo Barros, Diretor Executivo de Estratégia e Tecnologia da Globo, e Jerome Calder, CEO da LATAM Airlines Brasil.

Os dois falaram sobre este momento de trabalho na pandemia da COVID-19. Ambos concordaram que é necessário que as marcas façam mais do que simplesmente vender.

“Há 19 meses atrás, tínhamos pouca visão sobre a crise. Foi muito complicado, mas entrar em uma nova arena foi essencial para que pudéssemos seguir atuando. Percebemos que apesar de todos os avanços, era necessário fazer mais. Então, desenvolvemos um plano para passar a melhorar em diversos aspectos: clima, meio ambiente, diversidade etc. Tudo pronto para que no caso de uma nova crise, o setor de aviação seja visto como um ponto importante para a sociedade.”

Jerome Calder, CEO da LATAM Airlines Brasil.

De fato, a pandemia da COVID-19 fez com todas as companhias estivessem prontas para uma novo momento como este. A Globo, maior emissora de televisão do Brasil, tem sido uma parceira importante para que as marcas façam este reposicionamento de imagem. Mas também houveram mudanças internas.

“A própria transformação do mercado provocou uma nova ação na Globo, assim como em outras empresas. Estávamos buscando eficiência.”

Raymundo Barros, Diretor Executivo de Estratégia e Tecnologia da Globo

A Interbrand ressaltou que os líderes podem passar a ter cinco prioridades a partir de 2022:

  1. Ver o lucro como um recurso para mudanças;
  2. Escolher as batalhas ao invés de enfrentar todos os problemas de uma vez;
  3. Pensar em arenas, não em setores;
  4. A determinação de mensuração do sucesso precisa ser feita;
  5. As empresas precisam fazer verdadeiros movimentos e não campanhas.

O você achou do estudo de marcas brasileiras mais valiosas de 2021? Sentiu falta de alguma na qual é cliente? Diga pra gente nos comentários!

Veja também

Sabia que os gastos em apps de smartphones cresceram em 2021? Veja todos os dados agora mesmo:

Fonte: Interbrand

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
10
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados