Avaliações do google maps

Notícias da guerra chegam a cidadãos russos por avaliações do Google

Avatar of victor pacheco
Após o governo russo passar a manipular notícias da guerra, ativistas se uniram para postar os fatos verdadeiros em perfis de locais na Rússia

Veículos internacionais estão cobrindo as notícias da guerra na Ucrânia de uma forma completa, entretanto as mesmas informações não estão sendo passadas para quem mora na Rússia. Para que as decisões de Vladimir Putin sejam apoiadas pela população, a mídia estatal está manipulando as notícias e publicando fake news em seus diversos canais. Entretanto, ativistas encontraram uma maneira de burlar o controle estatal da informação.

Por meio das avaliações do Google, em que cidadãos comentam sobre suas experiências em restaurantes e demais locais públicos, pessoas de fora da Rússia estão passando as verdadeiras informações sobre o que causou o grande conflito na Ucrânia para que sejam lidas pelos cidadãos russos. Entenda agora mesmo.

Ideia sobre notícias da guerra começou no Twitter

Os veículos de jornalismo no mundo estão fazendo um trabalho importante para que a população tenha conhecimento sobre a real causa e desdobramentos do conflito na Ucrânia. Mas para que consiga apoio dos russos, a mídia estatal da Rússia está fazendo falsas acusações, indicando que a grande invasão está acontecendo para deter o nazismo e outras inverdades.

Mas uma ideia que surgiu no Twitter acabou com isso de uma forma inteligente: as avaliações do Google estavam sendo utilizadas para transmitir aos cidadãos russos as verdadeiras notícias da guerra. O usuário @Konrad03249040 respondeu ao tweet do grupo hacker Anonymous dando a ideia de que seria mais inteligente encontrar uma loja ou lanchonete na Rússia e deixasse uma avaliação com comentário completo, informando dados reais sobre a guerra.

O grupo de hackers então retuitou para seus mais de 280 mil seguidores e, em pouco tempo, o mesmo post foi compartilhado no Reddit, ganhando bastante apoio de toda a comunidade que estava empenhada para compartilhar as verdadeiras notícias da guerra. Veja este exemplo de comentário que informa que mais de 5.800 soldados russos morreram em um único dia:

Avaliações no google para mostrar notícias da guerra
Ativistas estavam postando informações em canal que não é controlado por governo da Rússia (Foto: CNET)

A única regra que foi definida pelas pessoas que deixariam comentários sobre a Rússia invadir a Ucrânia era que, para não prejudicar o comércio local, as avaliações com comentários deveriam receber cinco estrelas, independente do que fosse postado. Entretanto, se o local escolhido pertencesse ao governo russo, a avaliação deveria ser de apenas uma estrela.

Isso deu certo durante um tempo e todas as pessoas que checavam avaliações do Google agora poderiam compreender os motivos do conflito na Ucrânia.

Avaliações do Google estão suspensas na Rússia

Apesar de ser um meio importante o acesso à informação pelos russos, a ação dos ativistas não durou muito tempo. O próprio Google suspendeu a postagem de novas avaliações e por volta das 15h de hoje (02), um pronunciamento enviado ao CNET do porta-voz da empresa que controla o serviço anunciou que, por ora, as pessoas não poderiam mais postar novos comentários.

Devido a um aumento recente no conteúdo contribuído no Google Maps relacionado à guerra na Ucrânia, implementamos proteções adicionais para monitorar e impedir conteúdo que viole nossas políticas para o Maps, incluindo o bloqueio temporário de novas avaliações, fotos e vídeos na região.

Porta-voz do Google sobre o bloqueio das avaliações no Maps

Não há um motivo claro para qual o Google impediu que as pessoas postassem as verdadeiras notícias da guerra, mas tudo foi apagado pouco tempo depois de ser postado. Um usuário no Twitter disse que em cerca de uma hora, postou comentários em mais de 50 locais em Moscou, capital da Rússia.

Muitas pessoas pensaram em usar o Yandex Maps, que pode ser explicado como um “Google Maps russo” que é bastante utilizado no dia a dia dos cidadãos. Mas o problema é que a mesma censura está acontecendo neste aplicativo.

Comentário sobre notícias da guerra
Apesar de ser uma boa ideia, Google removeu comentários informativos (Foto: Mashable)

Nem todas as decisões do Google são ruins: a empresa deixou de mostrar dados de tráfego em tempo real para que o caminho de fuga dos ucranianos não sejam revelados pela empresa. Dessa forma, os russos não usarão o Google Maps como uma forma de rastreio.

Como um meio de evitar o compartilhamento de desinformação, tanto o Google quanto a Apple removeram aplicativos de jornais russos de suas lojas oficiais. Com isso, será necessário que os russos busquem outras formas de se informar e claro, saber as verdadeiras razões sobre a invasão russa na Ucrânia.

Nos resta esperar pelo conflito que já dura quase uma semana acabe o quanto antes e os cidadãos russos tenham acesso à real informação.

Veja também

Sabia que a invasão russa à Ucrânia foi registrada pelo Google Maps? Entenda o caso.

Fontes: CNET l Mashable

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
13
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados