Quisi 2017 aponta: 98,1% dos brasileiros usam tecnologias no dia a dia

Estudo demonstrou que tecnologia está muito ativa no dia a dia de brasileiros, além de apontar pouco conhecimento sobre o 5G.

A Qualcomm juntamente com a consultoria IDC, realizou o QuISI 2017 para saber o quanto os brasileiros estão preparados para uma sociedade totalmente conectada; a edição deste ano também avaliou o grau de conhecimento e o preparo do Brasil para receber a nova tecnologia do 5G.

Em plena era dos smartphones, o estudo apontou que 98,1% dos entrevistados usam o celular para tarefas que exigiriam o deslocamento do usuário, como por exemplo a ida a agências bancárias; deste total, 62,5% citam o que o dispositivo já auxilia em atividades do dia a dia.

A troca de smartphones acontece em período de cada 2 anos, com 49,1% dos entrevistados apontando este tempo médio para a substituição; e o critério mais avaliado na hora da compra de um novo smartphone é a duração da bateria, citado por 49,3% dos entrevistados. Em seguida vem a resolução da câmera: 28,1% citaram que a resolução é o ponto mais importante no momento da aquisição e outros 49,1% citaram que a especificação é levada em conta na hora da compra.

Os hábitos dos brasileiros e qual impacto a tecnologia teve no dia a dia também foi estudado. Se descobriu que 66,7% dos questionados vem visitando cada vez menos as agências bancárias em decorrência de resolver as pendências através de aplicativos.

Casas inteligentes

67,3% já estão familiarizados com o conceito de casa inteligente, no entanto a quantidade de pessoas que possuem um dispositivo inteligente em suas casas é baixa, de apenas 4,3%. A quantidade de pessoas que gostariam de ter é de 68,4%, mas estes ainda consideram os produtos muito caros.

O controle de segurança é o ponto que mais chama atenção quando se fala de casa conectada, alcançando entre os entrevistados 81,3%. Em segundo lugar vem o controle remoto de iluminação, que atinge 75% entre os questionados.

Quando se cita o conceito de carros autônomos, a segurança é um fator relevante na hora da compra de um carro conectado – dos entrevistados, 68,6% afirmam que as novas tecnologias de segurança são os benefícios mais esperados na hora da compra de um “carro inteligente”. Apenas o controle de navegação é mais esperado que a segurança, citado por 69,8% das pessoas.

O conhecimento sobre carros autônomos é bastante grande entre os entrevistados e alcança 63,5%, as expectativas também são positivas: 65,6% citaram a diminuição de acidentes por minimizar o erro humano e 47,5% citam o uso mais eficiente nas ruas e estradas. Acredita-se que os carros autônomos devem demorar, apenas 2,6% pensam que em um ano os carros tecnológicos vão estar nas ruas, enquanto 53% esperam que essa realidade chegue em até 5 anos.

Redes móveis de alta velocidade

O desenvolvimento das redes 4G e 5G já é reconhecido como um passo importante para a sociedade brasileira: 52,5% mencionaram esta evolução como um ponto crucial.

Mas 50% dos entrevistados acham que o 5G é uma evolução do 4G e não sabem quais os verdadeiros benefícios que a nova geração de internet pode ter. 7,2% é a pequena minoria que sabe do poder revolucionário que o 5G pode ter.

Podendo trazer muito mais que o aumento da internet, este benefício é o mais esperado pelos brasileiros (85,1%), melhorias nos serviços de banda larga móvel vem em seguida (85,1%) e a hiper conectividade (69,9%). Logo depois a maior confiabilidade na rede, que alcança 58,6%, apontado por profissionais da área como o ponto mais revolucionário da nova tecnologia.

Para ver a pesquisa completa, acesse o site da IDC .

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: