REVIEW: Overwatch para o Switch é mais uma ótima adição à biblioteca do console

Prepare-se para muitas batalhas e confrontos épicos aonde quer que você esteja com Overwatch para Switch; confira o review completo

Depois de muitos rumores e especulações, finalmente um dos mais títulos do gênero multiplayer em primeira pessoa, Overwatch, chega ao Nintendo Switch. Dos mesmos criadores de séries de sucesso como Diablo e Warcraft, a Blizzard conseguiu trazer todos os heróis desse universo empolgante e divertido para o console híbrido da Nintendo.

Tivemos acesso a uma cópia pessoal de Overwatch para o Nintendo Switch e, após alguns dias de intensa jogatina, trazemos uma análise completa de como esse game multiplayer que marcou essa geração ficou na tela do pequeno (mas poderoso) console da Nintendo!

Heróis nunca morrem!

Quem diria que esse dia finalmente chegaria? A Blizzard, uma empresa tradicionalmente centrada em PC, quebrou seu hiato de quase vinte anos de ter um game em um console da Nintendo (como Starcraft, para o Nintendo 64) ao lançar Diablo III no ano passado. Depois de tornar essa versão uma realidade, os rumores sobre Overwatch ser o próximo título a chegar ao Switch começaram a ganhar força.

Como a Blizzard estava satisfeita o suficiente com o desempenho de Diablo, nada mais adequado do que trazer seu popular FPS multiplayer para o Switch. Como você provavelmente deve adivinhar, essa versão está longe de ser a maneira ideal de jogar Overwatch devido a alguns problemas de desempenho no Nintendo Switch, mas a flexibilidade oferecida por ele em um dispositivo menor é, no entanto, um motivo atraente para optar por esse port.

Para aqueles que não estão por dentro de Overwatch (e provavelmente viviam embaixo de uma pedra ou dentro de uma caverna), o game tem e não tem uma história. Enquanto em outras mídias, como quadrinhos e curtas-metragens publicados online, há um aprofundamento detalhado em torno deste mundo futurista, essa história não é muito explorada no jogo. Em vez disso, ela apenas serve de pano de fundo que é ocasionalmente visto nas falas e itens dos personagens. 

Basicamente a história de Overwatch começa com a Omnic Crisis, uma revolta de máquinas movidas à IA que foi reprimida por uma organização internacional chamada Overwatch, composta por inúmeros heróis. Após a revolução, o grupo se dissolveu, mas atos terroristas ‘recentes’ de uma organização chamada Talon e a ameaça de uma segunda Crise Omnic estimularam os ex-heróis a pegarem suas armas novamente e salvar o mundo.

Genji, um dos principais heróis em Overwatch
Genji, um dos principais heróis em Overwatch

Mesmo que a história seja apenas um elemento quase supérfluo em Overwatch, ela serve como inspiração para tornar distinto o excelente design de cada personagem. A Blizzard fez um trabalho fantástico ao criar uma história sutil e complexa para todos os heróis que consegue os diferenciar claramente um dos outros.

A gama de diferentes personagens que você pode jogar em Overwatch é impressionante. Este é um jogo em que você pode jogar como um soldado com um poderoso rifle ou um como um hamster sorridente pilotando um mecanismo gigante em forma de bola. Existe um herói para praticamente qualquer estilo de jogo que você imaginar, desde tanques, danos e suporte.

Hanzo, irmão do Genji na história
Hanzo, irmão do Genji na história

Muitos heróis e muitos modos de combate

Aquele que considerar Overwatch como apenas um simples FPS multiplayer estará subestimando o jogo. Cada herói tem um conjunto específico de habilidades que são governadas pelas recargas. Dessa forma, saber ler o terreno e prever as estratégias de seus oponentes para descobrir quando utilizar certas habilidades fará a diferença entre vitória e derrota. 

Se você souber usar sua habilidade suprema no momento certo, seu time terá muitas vantagens
Se você souber usar sua habilidade suprema no momento certo, seu time terá muitas vantagens

Além do Modo “Battle Royale”, Overwatch também possui uma coleção de modos secundários no “Arcade”, onde você pode jogar uma seleção rotativa de tipos de jogos mais experimentais, além de conteúdo sazonal.

Até o final do mês de outubro os jogadores poderão por suas habilidades à prova em uma partida de defesa contra um exército de robôs-zumbis em “A Vingança de Junkenstein!”. O melhor de tudo é que se você participar ou ganhar várias partidas nesse modo especial do jogo você pode ganhar caixas com itens temáticos especiais!

Em Overwatch não interessa a skin que você utiliza, mas sim sua habilidade com um personagem
Em Overwatch não interessa a skin que você utiliza, mas sim sua habilidade com um personagem

Overwatch no Switch

Por ser tratar de uma versão modificada para o Nintendo Switch, muitos se perguntam como Overwatch aguenta o humilde hardware do console híbrido da Nintendo. A realidade é que existem algumas limitações no game, mas, ao contrário da versão para PC e outros consoles, Overwatch roda no Switch à 30 FPS fixos (tanto no modo portátil quanto no modo docked). 

Essa queda na taxa de quadros é definitivamente sentida, juntamente com as texturas e modelos de personagens mais simples. Mesmo assim, a Blizzard fez um trabalho bastante sólido em manter a experiência consistente e suave, sem prejudicar a jogabilidade.

Se você achar que a mira não está boa com os analógicos do Switch, tente habilitar os controles por movimento ou use um Pro Controller

O carregamento no início de uma partida leva algum tempo, pois os modelos de personagens são brevemente substituídos por esferas flutuantes, mas, de outra forma, não se percebe nada que afete significativamente a maneira como você joga. Porém, a queda para 30FPS combinada com o deslocamento limitado dos analógicos dos Joy-Cons do Switch torna a mira um pouco mais difícil. Uma solução alternativa para esse problema é utilizar os controles de movimento ou optar por um Pro Controller que possui uma resposta de comandos muito melhor.

Infelizmente não se pode recomendar essa versão do game se seu objetivo é jogá-lo apenas na TV. O desempenho é bom, mas, considerando que você pode buscá-lo facilmente em outras plataformas e obter uma experiência melhor, vale a pena investir na versão para consoles ou PC. 

Apesar de rodar em apenas 30 FPS, o game continua fluído e com boa jogabilidade
Apesar de rodar em apenas 30 FPS, o game continua fluído e com boa jogabilidade

No entanto, jogar Overwatch no modo portátil mostra ser uma experiência agradável devido à facilidade de acesso, permitindo ao jogador levar suas partidas e heróis para onde quiser. Desde que haja Wi-Fi, você pode jogar Overwatch em qualquer lugar e, embora não seja uma maneira ideal de jogar (se você estiver buscando uma experiência mais competitiva) é muito difícil superar esse nível de acesso fácil. A boa notícia é que o serviço do Nintendo Switch Online está funcionando muito bem em conjunto com os servidores da Blizzard para fornecer partidas sem atrasos ou quedas de conexão.

Um último ponto negativo que é necessário mencionar sobre essa versão do game (e que os veteranos de Overwatch certamente vão reclamar) é que você deve começar de novo com uma conta limpa ao jogar o game no Switch. Mesmo conectando sua conta da Blizzard com essa versão do game, seu progresso e itens em outras plataformas não será carregado no Switch. Diga adeus à chances de usar aquela sua skin ou animação favorita.

Sabe aquela sua skin prefrida de um personagem? Diga adeus à ela na versão do game para o Nintendo Switch
Sabe aquela sua skin prefrida de um personagem? Diga adeus à ela na versão do game para o Nintendo Switch

Disputas épicas no Nintendo Switch

A versão de Overwatch para o Nintendo Switch está longe de ser a melhor experiência que o jogo da Blizzard pode oferecer. Aqueles que de alguma forma ainda não o jogaram poderiam comprar facilmente uma versão com melhor desempenho em outras plataformas. Mesmo assim, ter a capacidade de jogar uma partida de Overwatch em qualquer lugar com o tipo de flexibilidade oferecida pela portabilidade do Switch não é algo a ser subestimado. 

Escolha seu personagem preferido e junte-se ao combate!
Escolha seu personagem preferido e junte-se ao combate!

Além disso, considerando que a Blizzard oferece conteúdo novo a todo o momento para o game de forma totalmente gratuita, ele continua sendo uma boa aquisição em qualquer plataforma para aqueles que gostam de uma boa diversão, adrenalina e disputa entre amigos ou outros jogadores.

Overwatch: Legendary Edition (Switch)
8/10

Resumo

Mesmo com alguns problemas de desempenho e com a falta de conexão entre as contas das versões para outras plataformas, Overwatch é uma ótima adição à incrível biblioteca de jogos do Nintendo Switch. Sem novidades, a grande vantagem dessa versão é a facilidade de poder jogar partidas com seus amigos e outros jogadores onde você quiser.

Pros

  • Design únicos de personagens;
  • Alto nível de rejogabilidade.

Cons

  • Problemas de performance;
  • Sem conexão com contas em outras plataformas.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Deixe um comentário: