Robôs companheiros para idosos | showmetech trio

Robôs companheiros para idosos | Showmetech TRIO

Avatar of lucas gomes
Além dos robôs companheiros ainda falamos sobre uma civilização desconhecida na Amazônia e um novo vídeo psicodélico. Confira o compilado!

No Showmetech TRIO da semana (30/05/2022), falaremos sobre um novo vídeo psicodélico que promete oferecer uma experiência de “sonhar acordado”; o registro de uma análise via LiDAR que confirma a presença de uma civilização complexa na Amazônia antes da vinda dos portugueses; E, por fim, falaremos sobre os robôs ElliQ, que foram distribuídos para idosos em Nova Iorque. Confira as principais notícias da semana com a gente!

Viagem por um vídeo psicodélico

Começando as nossas notícias da semana, vamos falar sobre um vídeo bem intrigante feito pelo venezuelano Jason Silva, apresentador do programa Brain Games, do conhecido canal National Geographic. O vídeo se chama “Dreaming while awake: a journey into ourselves”, algo como “Sonhando acordado: uma jornada dentro de nós mesmos”, em tradução livre.

Frame do "vídeo psicodélico". Reprodução: the next web
Frame do “vídeo psicodélico”. Reprodução: The Next Web

Não há qualquer preparação para o que está por vir, desde quando você dá o play no vídeo, começa então a experiência psicodélica que Jason preparou para o mundo. Seu conteúdo mistura a utilização de uma inteligência artificial combinada com a criatividade de quem acredita no poder de experiências psicoativas — claro, de forma legalmente falando.

Confira na íntegra o vídeo de Jason Silva “Dreaming while awake: a journey into ourselves”

A descrição do vídeo também traz um pouco da ideia abstrata que vemos durante os seis minutos que se passam como “A primeira obra de arte da singularidade: nascida de uma colaboração humano-IA de Jason Silva, Hueman Instrument e inteligência digital”. O vídeo e as legendas são em inglês, mas a experiência visual também pode ser considerada bem interessante, mesmo para quem não esteja entendendo a mensagem falada.

Civilização desconhecida na Amazônia

A grande floresta da Amazônia sempre foi marcada pelo seu exuberante verde e a vastidão que é sua fauna. Plantas, árvores e animais vivem em seu interior dando mais vida ao considerado “pulmão do mundo”. Mas isso são apenas os elementos que conhecemos atualmente, um novo mistério envolve o local.

Leitura em lidar. Reprodução: techcrunch
Leitura em Lidar. Reprodução: TechCrunch

Recentemente foi utilizado a tecnologia LiDAR para varredura remota no local pelo qual foi descoberto que pelo menos há 1500 anos havia uma sociedade vivendo ali, antes mesmo da presença dos colonizadores portugueses.

As imagens do LiDAR mostram a cidade nomeada de Casarabe, pela qual se apresentavam plataformas, enormes pirâmides, estruturas defensivas, reservatórios e canais conectando o que pareciam ser centenas de assentamentos de vários tamanhos diferentes. Isso vai contra as suposições de que os povos locais eram culturas nômades ou forrageiras, não sedentárias e agrícolas.

Leitura em lidar. Reprodução: techcrunch
Leitura em Lidar. Reprodução: TechCrunch

As varreduras de LiDAR nem sempre conseguiram mostrar com tanta precisão os dados que hoje já podem ser lidos com mais facilidade. A tecnologia atual permite que a leitura ultrapasse as folhas e galhos das regiões mais densas e consigam oferecer uma leitura em 3D mais detalhada, inclusive oferecendo informações sobre densidade de estruturas mais escondidas. O que será que essas novas descobertas podem oferecer à nossa história?

Robôs companheiros para idosos

E por fim, vamos falar um pouco também sobre uma atitude muito interessante com foco em minimizar a solidão de pessoas idosas. A New York State Office for the Aging, conhecida pela sigla NYSOFA é uma instituição que trata da saúde dos idosos em Nova Iorque e trouxe uma novidade para os cidadão mais velhos da cidade: o ElliQ, um robô companheiro.

O robô companheiro, elliq. Reprodução: the verge
O robô companheiro, ElliQ. Reprodução: The Verge

Apesar de não ser capaz de realizar atividades físicas, o ElliQ promete ser um companheiro pessoal com capacidade de se conectar com assistentes de voz como a Siri e Alexa para ajudar os idosos a não se sentirem tão solitários diariamente. Os robôs foram distribuídos para pelo menos 800 idosos residentes em Nova Iorque.

A estimativa atual é de que há pelo menos 14 milhões de americanos que possuem 65 ou mais anos de idade e que vivem sozinhos, com o vislumbre de que esse número só aumente com o passar das décadas.

Robôs companheiros para idosos | showmetech trio
O robô companheiro, ElliQ. Reprodução: The Verge

O ElliQ é um robô em duas partes, a primeira é uma base com uma parte superior que tem uma lâmpada circular, como os ring lights, contendo ainda alto falantes e microfone. As luzes ligam de acordo com a comunicação que o aparelho faz com a pessoa, dando uma ideia de que há uma comunicação orgânica.

E a segunda parte é um aparelho no estilo tablet que fica sempre próximo à primeira parte do robô. Sua tela apresenta informações adicionais, é touchscreen e ainda pode ser utilizada para vídeos chamadas. Quem não foi afortunado pela distribuição do ElliQ, também pode fazer a aquisição de uma unidade por US$ 250 e outra taxa de US$ 30 pela manutenção mensal. Ótima iniciativa para diminuir a solidão dos mais velhos, hein?

Veja também

Confira nossa última edição do Showmetech TRIO!

Fonte: The Next Web, TechCrunch e The Verge.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
17
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados