Saiba como Thomas Edison reinventou a tecnologia de eletrodomésticos

Saiba como thomas edison reinventou a tecnologia de eletrodomésticos. Um dos maiores inventores americanos, thomas edison, é responsável por termos muitas das tecnologias que utilizamos em nossas vidas
Um dos maiores inventores americanos, Thomas Edison, é responsável por termos muitas das tecnologias que utilizamos em nossas vidas

Thomas Edison, inventor da luz elétrica, também foi um dos empresários mais importantes da história. Sabe o por quê? Duas premissas fazem com que uma pessoa seja categorizada como empresário: ela pode inventar algo que seja fundamental para a vida das pessoas, ou ter uma boa visão de mercado (para transformar algo pronto em um sucesso de vendas). Por estes dois pontos, temos uma definição quase perfeita do que foi a trajetória de Thomas Edison.

Ele foi uma criança prodígio, capaz de montar um laboratório aos 10 anos de idade para realizar seus experimentos de reinvenção tecnológica. Passou parte da adolescência tentando criar, sempre supervisionado pelo pai. Para nossa sorte, já que hoje podemos desfrutar de criações que usam objetos de Edison como base (como lâmpadas inteligentes), o pai não foi capaz de conter a veia criativa do jovem, por mais que tivesse tentado. Graças a isso, hoje temos câmeras filmadoras, lâmpadas de todos os tipos e tecnologias derivadas das mais de mil patentes de Edison ao longo da vida.

Em 1876, aos 29 anos de idade, Thomas Edison inaugurou um laboratório de pesquisas em Menlo Park, em Nova Jersey nos EUA, local que teria uma das maiores invenções do século: a primeira lâmpada incandescente comercial. Então, 14 anos depois, ele criou a Edison General Electric Company. No mesmo período, a concorrente Thomson-Houston Company de Charles A. Coffin surgia como outra empresa inovadora no ramo da eletricidade. Era o início de uma disputa acirrada no mercado.

Ge thomas edison turbina
A General Electric evoluiu até para a produção de turbinas, em tempos mais modernos (Reprodução; G.E.)

Com a expansão de ambas as empresas, pior era a tarefa de construir instalações elétricas usando apenas suas respectivas tecnologias patenteadas, de modo que, em 1892, Thomas Edison e Charles A. Coffin formalizaram a fusão de suas empresas, criando a General Electric Company – a mesma que você conhece, de aparelhos eletrodomésticos dos dias de hoje. Para que a G.E. ganhasse forma e crescesse, ela recebeu investimentos de JP Morgan, um visionário que identificou uma genialidade única de Thomas Edison. A junção do inventor e do empresário mostrou ao inventor americano um conceito de negócio que ele ainda não conhecia.

O primeiro laboratório de pesquisas da G.E. foi criado em 1900, em um pequeno celeiro próximo à residência do cientista industrial e engenheiro-chefe da companhia, Charles Proteus Steinmetz. Ele convenceu a empresa de criar um espaço onde pudessem dar continuidade ao desenvolvimento de soluções inovadoras nas áreas de iluminação e eletricidade. A decisão resultou em um processo de expansão fundamental da empresa. Desde a criação, o laboratório de pesquisas trouxe muitas tecnologias aos clientes, em primeira mão.

Ao longo dos anos, os investimentos da empresa deram resultado. Cientistas da General Eletric acumularam milhares de patentes e dois prêmios Nobel: Irving Langmuir ganhou Nobel de Química (em 1932) e Ivar Giaever o Nobel de Física (em 1973). Atualmente, a G.E. fundada por Thomas Edison conta com mais de 3 mil funcionários e 5 unidades de pesquisa de última geração, localizadas em países como EUA, Índia, China, Alemanha e Brasil.

Gostou de conhecer a história deste inventor americano que mudou o rumo da tecnologia, criando o alicerce para o que conhecemos hoje? Conte para a gente!

Receba notícias como essa no seu email. Inscreva-se aqui:

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário