Vampiros do filme

Vampiros e galhofa: What We Do In The Shadows é o filme/série do momento

Avatar of felipe vidal
Tirem as virgens da sala e me tragam um bom caixão! What We Do In The Shadows é vampirescamente idiota na medida certa

What We Do In The Shadows (O que fazemos nas sombras, 2014) é arte. É a arte da comédia em seu mais puro estado. É o crème de la crème das séries e filmes que não se levam a sério, e que vão divertir o público de forma incrivelmente doida. Mas o que é What We Do In The Shadows? Por que você, meu sedento leitor por sangue e atos duvidosos, deveria assistir? Pegue sua estaca, um pouco de alho, uma capa preta, dois gatos, uma pipoca e um caixão bem confortável.

O filme e a série

What We Do In The Shadows foi originalmente um filme gravado em 2012 e lançado em 2014 na Nova Zelândia. Uma série foi encomendada e lançada em 2019, que é igualmente boa (ou melhor). As narrativas do filme e da série são contadas como um documentário, realizado dentro do filme/série. A história difere nas duas mídias, sendo o ponto de convergência uma equipe de filmagem que grava o cotidiano de 4 vampiros muito duvidosos.

No filme de What We Do In The Shadows, a narrativa se passa através das vidas de Viago (Taika Waititi), Deacon (Jonathan Brugh) e Vladislav (Jemaine Clement) — três colegas de apartamento que estão apenas tentando sobreviver e superar os obstáculos da vida, como serem vampiros imortais que devem se banquetear com sangue humano. Além deles, há o já idoso vampiro Petyr (Ben Fransham), de 8000 anos nas costas.

Com centenas de anos, os vampiros estão descobrindo que, além das catástrofes da luz do sol e uma noção falha de seus guarda-roupas, a sociedade moderna os faz lutar com coisas mundanas, como pagar aluguel, acompanhar tarefas cotidianas, tentar entrar em boates e superar conflitos entre si.

Sinopse via IMDB

A série é mais interessante, pois segue o mesmo formato de cinegrafistas, mas dessa vez acompanhando outros personagens do mesmo universo: Nandor (Kayvan Novak), Laszlo (Matt Berry), Nadja (Natasia Demetriou) e Colin Robinson (Mark Proksch), além do criado deles, Guillermo (Harvey Guillén). O criado é um serviçal dos vampiros, que os coloca em seus caixões, arruma suas roupas, limpa a casa, busca virgens para beber o sangue, mata outros vampiros do mal etc. O básico.

O interessante é que a série surpreende ao misturar elementos bobos do terror com muita comédia. Imagine quase que um reality show de alguns vampiros gravados durante o seu dia normal, porém com muitas coisas bizarras e engraçadas. Tudo isso em uns 8 episódios de 20 minutos por temporada. É bem tranquilo de assistir: um passeio-cemitério.

1.º motivo para assistir: vampiros

Eu poderia definir o motivo principal como esse. Simplesmente qualquer mídia que tenha vampiros já vale a sua intenção. Desde Crepúsculo (Twilight, 2008) até o clássico Nosferatu (1922), vampiros são criaturas intrigantes de diversas mitologias. São personagens frios, que se acham superiores, melhores que todos e literalmente possuem uma sede de sangue insaciável.

Porém, os vampiros têm classe. Embora em muitos filmes sejam retratados como monstros mais violentos, que desmembram suas vítimas, vamos esquecer isso por enquanto. Ficou confuso? Pois bem, basta lembrar daquele vampiro mais clássico. Um stalker que persegue a vítima até seu coração estar batendo tão forte que poderia ser facilmente confundido com badaladas de um sino. E quando finalmente a vítima já não tem mais escapatória, sua vida é constantemente sugada pelo pescoço para servir de energia vital a um monstro.

Porém, What We Do In The Shadows é diferente…

Vampiros e galhofa: what we do in the shadows é o filme/série do momento
What We Do In The Shadows certamente não é normal, e isso torna o conteúdo perfeito (reprodução/Proibido ler)

2.º motivo para assistir: vampiros idiotas

Como eu disse, vampiros são ótimos, você já entendeu. Mas pense por um instante onde foi que você já assistiu a um vampiro com medo de escuro? Ou que precisa de ajuda para dormir? Um vampiro que tem sérios problemas com sua vida amorosa? Ou um sugador de sangue que acaba desolado com a vida após uma imensa frustração, vai para uma cidade distante e começa a trabalhar como balconista de um bar, e que nas horas vagas treina um time feminino universitário de vôlei enquanto é perseguido por um caçador de vampiros? Você nunca viu isso.

Vampiros e galhofa: what we do in the shadows é o filme/série do momento
4 vampiros e um humano esperando um julgamento (reprodução/Série Maníacos)

What We Do In The Shadows é o ápice da comédia simples, com muitas galhofas, cenas improvisadas, besteiras, trocadilhos maliciosos, personagens super carismáticos e histórias do tipo tão vergonha alheia que faria The Office se orgulhar.

Aliás, se vale a informação, no filme quase 125 horas de gravação foram capturadas, e grande parte desse material era improviso dos atores. Definitivamente não estamos falando de uma produção qualquer. O elenco sabia o que estava fazendo e é incrível a química de todos por ali.

3.º motivo para assistir: Taika Waititi

Lembra que eu disse que o filme foi gravado na Nova Zelândia? Pois bem, um dos criadores do espetáculo original e produtor da série é ninguém menos que Taika Waititi, responsável por revitalizar o Thor no Universo Marvel em Thor: Ragnarok (2017), e vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por Jojo Rabbit (2019). Simplesmente Taika Waititi!

Vampiros e galhofa: what we do in the shadows é o filme/série do momento
Taika Waititi sendo Taika Waititi após beber sangue de uma virgem e tudo dar errado (reprodução/Flickreel)

Taika Waititi é um dos maiores nomes da comédia da nossa geração, então vale muito conferir essas obras se você curtiu os dois filmes que citei anteriormente. Inclusive, além de dirigir, Waititi também é um dos vampiros protagonistas, então ele atua bastante e protagoniza uma das cenas mais engraçadas do filme, além de ter uma leve participação especial na série.

What We Do In The Shadows é obrigatório para fãs de comédia

Vampiros e galhofa: what we do in the shadows é o filme/série do momento
Acredite em mim: What We Do In The Shadows é a melhor série que você não está assistindo, mas deveria (reprodução/The Mary Sue)

What We Do In The Shadows é facilmente uma das melhores séries que pude assistir nos últimos anos. Vencedora de 8 Emmys desde sua criação, a obra é super divertida, icônica, irreverente, sangrenta na medida certa e dá aquele aconchego bacana no coração.

O filme, por outro lado, é igualmente bom, e com certeza vale investir seu tempo para acompanhar “a história original”, principalmente se você quer sair do senso comum das comédias mais atuais.

A série de What We Do In The Shadows tem as duas primeiras temporadas disponíveis no Star+, enquanto o filme pode ser encontrado no Amazon Prime via Looke. Vale a pena assistir What We Do In The Shadows e se esbaldar de rir com essa pérola!

Veja também

Mas e aí, o que achou de What We Do In The Shadows? Pretende dar uma chance? Se você tá procurando um filme de terror mesmo, dá uma olhada na nossa crítica do novo Pânico, que abre o cinema do horror com maestria em 2022.

Inscreva-se para receber nossas notícias:

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados